1. Spirit Fanfics >
  2. Fine Line >
  3. One

História Fine Line - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


Primeira fanfic Larry que eu escrevo, ela não é necessariamente uma que eu quero que receba atenção, é meio que meu xodó sabe?

Capítulo 1 - One


Fanfic / Fanfiction Fine Line - Capítulo 1 - One

A Manhã de Londres era fria como de costume, Louis apenas vestiu seu moletom pegou seu chá e saiu cedo para a reunião que teria com Simon. O homem de olhos azuis sabia o que o mais velho iria dizer, isso era o que mais o irritava em está ali, ela sabia que seria uma bronca e uma aliviada em seguida só para que ele não saísse como vilão da história..

- O senhor já pode entrar - A moça gentil avisa e o homem sorri e levanta indo até a sala que lhe é indicada.

Enquanto ele caminha em passos preguiçosos, respira e diz a si mesmo não irá perder o controle com tudo aquilo. Louis não tinha se tornado cantor justamente pela pressão, preferiu se esconder nas composições e seria tudo calmo, se ele não tivesse se tornado um dos maiores e melhores.

Ele entra na sala e vê Simon o encarar sério e fazer o gesto para que ele sente e assim o faz.

- Você é esperto Tomlinson, sabe por que lhe chamei aqui - Simon diz - Sei que está sendo um período pesado com seus irmãos, seu noivado e até mesmo seu próprio luto. Mas não podemos esperar mais, você assinou um contrato, queremos as canções!

- Entendo que é seu trabalho cobra-las - Louis diz - Mas eu ando meio travado, vou precisar de mais algum tempo

- Quanto tempo? - Ele pergunta com a expressão meio chateada

- Dois meses, no máximo! - Louis diz tentando amenizar, pois ele sabe que o prazo que está pedindo é longo - E então eu cumpro o contrato.

- É um prazo bem... longo - Simon diz suspirando alto - Mas em respeito a sua mãe eu irei amenizar para você, agora eu espero que não quebre minha confiança.

- Não farei isso Simon - Ele afirma - Já posso ir?

Assim que Louis saiu do prédio e adentrou seu carro o seu celular tocou, ele viu o nome "Els" piscando na tela e apenas ignorou, ele não precisava ouvir mais coisas em que estava falhando na sua vida.

Quando chegou em casa foi recebido pelas gêmeas reclamando sobre estarem atrasadas no conteúdo das matérias e com medo de reprovarem, já Doris e Ernest dormiam tranquilos e ele sorriu ao vê a paz que os dois emanavam assim.

-Você não tem ideia do quanto eles chamaram ela - Lottie apareceu atrás de si - Doris chorou horrores e Ernest acabou fazendo o mesmo.

- Eles são tão pequenos - Louis diz passando a mão nos rostos dos irmãos - Sequer sabem o que houve.

- Eles vão se acostumar - Lottie diz abraçando as costas do irmão e ele assentiu minimamente - Agora me faça um favor, ligue para sua noiva, ela me infernizou querendo saber de você.

- Não estou no clima - Louis solta o ar pesadamente e Lottie nega - Ela quer marcar a data e eu não me sinto no clima.

- E nunca estará querido - A garota diz rápida - você sequer a ama Louis! Deveria acabar com isso logo e buscar sua felicidade!

- Não é tão fácil - Diz - Ela me apoio muito, esteve lá por mim e me ajudou em todas as etapas.

- Então por isso ela merece um casamento? - Lottie diz irritada - Merece que você seja infeliz por apenas um capricho dela? Me poupe Lou, não seja covarde.

- Eu irei casa Lottie - o homem diz firme - Seja lá o que você diz, acho bom que pare.

Naquela tarde Louis ligou para a noiva e fez questão de deixar bem claro que queria se casar o mais rápido possível, então ela só jogou um monte de perguntas sobre festa, roupa, convidados, comida. Quando terminou de ouvir tudo aquilo, já era noite então ele ajudou o padrasto com as crianças, o jantar e logo em seguida tomou um banho e foi para seu quarto, pegou o violão e o seu bloquinho de canções, tentou, tentou e nada saiu.

[...]

Enquanto na movimentada Londres o compositor estava frustrado e sem inspiração, havia um pequeno vilarejo que era conhecido por suas boas vibrações e um morador em especial tinha o título de garoto mais gentil do lugar...

- Harry, você sabe onde estão os óculos da minha avó?

- Ela deve ter esquecido perto da farinha de novo - Harry diz ao amigo irlandês - Uma vez ela colocou na massa e quase os assou.

- Aquela velha tá me deixando louco - Niall comenta e Harry ri o amigo - Tô começando a achar que ela faz de propósito comigo!

- Calma Niall, ela apenas não aceitou que precisa de ajuda nas pequenas coisas agora - Harry sorri para o amigo - Imagine ser independente e de repente ter que precisa de ajuda até para achar os óculos

Niall deu de ombros e voltou para a cozinha resmungando, harry apenas negou e continuou a atender os cliente, foi só quando abriu a estufa onde os bolinhos ficavam que ele achou os óculos.

- Niall eu achei! - Gritou e então o loiro voltou - Ela usou para decorar esse bolinho! - Harry tentou ficar sério mais caiu na gargalhada ao entrega o bolinho na mão do amigo.

- Ela precisa se aposentar ou alguém vai acabar mordendo esse óculos - Niall resmungou tirando o óculos e os levando para limpar - Agora me diga querido amigo, vamos fazer o que hoje?

- Netflix e pizza caseira? - o cacheado diz sorrindo forçado, ele sabia o que Niall queria fazer e não estava nem um pouco afim.

- Errou Hazzy! - Diz pegando uma colher de pau e usando para parecer um microfone - Karaokê baby!

[...]

Harry adorava cantar, amava para ser sincero menos quando Niall o obrigava a fazer isso no clube da cidade, na frente de todas aquelas pessoas que ele conhecia e convivia diariamente.

- Já falei que te odeio hoje? - Harry perguntou ao amigo sentado ao seu lado, enquanto esperava meu nome ser chamado.

- Pode fazer birra, mas quando for famoso vai precisar perder essa vergonha - o garoto apenas dá de ombros - Agora vá, beba água e leve essa sua bundinha seca para o palco.

- Você diz com tanta certeza que eu serei famoso - Harry ri - Talvez eu apenas seja o garoto do café da sua avó para sempre, já pensou nisso?

- Nah, somos maiores Harry - Ele responde com um sorriso - Não fomos feitos para apenas Holmes Chapel.

E Niall estava certo.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...