1. Spirit Fanfics >
  2. Finja me amar - Min Yoongi >
  3. O que eu deveria fazer?

História Finja me amar - Min Yoongi - Capítulo 10


Escrita por:


Capítulo 10 - O que eu deveria fazer?


Fanfic / Fanfiction Finja me amar - Min Yoongi - Capítulo 10 - O que eu deveria fazer?

Anteriormente...

 

-Qual é seu problema, Taehyung? É apaixonada por ela ou algo do tipo? 

Então ele apenas o olha com desdém. 

-Ela é minha prima, e estou fazendo isso porque somos família. Então esteja avisado, Min. Não a machuque, por favor. 

E sem falar mais nenhuma palavra, ele sai, me arrastando com ele. 

Eu apenas olho para trás por um segundo, vendo Yoongi ainda no chão, nos olhando. 

 

 

Eu não faço ideia do que acabou de acontecer aqui, e nem de como vou resolver essa bagunça. 

 

Esse namoro falso está me trazendo mais problemas do que eu poderia imaginar, e desconfio que é apenas o início. 

 

Agora...

 

-Tae, para. - Falo tentando convencer ele a parar de ficar me puxando pelas ruas, como um louco. 

E mesmo que já se tenha passado alguns minutos desde que deixamos Yoongi lá, Tae ainda parece furioso, com cara de quem está prestes a matar alguém. 

E eu apenas estou no meio disso tudo, sem entende o que está acontecendo. 

Mas de uma coisa estou certa, Taehyung sabe muito mais do que eu nessa história, e com um pouco de sorte, talvez ele compartilhe algumas dessas informações. Mas eu duvido muito disso. 

Mas de Yoongi eu certamente não vou conseguir nada, já que ele não parece muito disposto a me contar qualquer coisa mais pessoal. 

-Taehyung, para com isso! Me diz logo o que está acontecendo! - Desta vez uso um tom mais alto, querendo que ele realmente preste atenção no que eu estou falando. 

E parece funcionar, já que ele finalmente para abruptamente, quase causando uma colisão entre nós dois. 

Mas ele não fala nada, se mantendo de costas para mim, de modo que nem posso saber como está sua expressão. 

-O que está acontecendo, Tae? - Pergunto novamente, puxando de leve seu braço, tentando fazer ele olhar para mim, ou que eu ao menos veja seu rosto. 

Eu realmente preciso descobri o que está acontecendo para ter deixado Tae tão exasperado assim. Mas já suponho que coisa boa não deve ser, afinal, é muito difícil tirar Taehyung do sério. 

Me pergunto o que de tão ruim Yoongi está aprontando. 

Claro, além de me subornar, mas tenho certeza que meu primo ainda não ficou sabendo disso, e não quero nem descobrir como vai reagir se por algum acaso ele descobrir. 

Aí sim Yoongi seria um homem morto. 

-Como ele conseguiu? O que ele fez para você aceitar esse namoro? - Então ele se vira por completo, agora me encarando de modo que me dá medo, assustador. -E nem adianta tentar me contar uma mentira esfarrapada, eu te conheço, vou saber na hora que está mentindo. 

Ele está certo, assim que eu sequer começar a contar uma mentira, ele vai saber, ele sempre sabe. 

Deve ser um dom dele, perceber quando alguém está mentindo, por isso sempre sugeri que ele se torne policial ou detetive, tenho certeza que ele faria um trabalho esplendido. 

-Tae, é complicado. - Falo apenas isso, tentando ao máximo não dar com a língua nos dentes. 

Quando menos ele souber, melhor será. 

Impressionante como agora mentir ou ocultar informações sempre está sendo a melhor opção. Mas talvez nesse caso realmente seja o melhor. 

Só que no final, não é isso que todo mentirosos diz? Desconfio que não estou gostando do que venho me tornando. 

-Complicado? Só me diz logo o que Yoongi está aprontando, e como diabos você acabou no meio disso tudo. 

Acabo abaixando a cabeça, soltando um suspiro baixo. 

Se eu contasse para ele, qual seria a sua reação? O que ele faria?  

Ele eu não sei, mas Yoongi não hesitaria em compartilhar meu segredo. 

-Nem eu sei como me meti nessa enrascada, mas deixa que eu lido com isso, Tae. Só por favor, não piore as coisas para mim, eu já estou ferrada o suficiente. - Admito, em um sussurro audível. 

Eu realmente estou ferrado, mas por enquanto, tudo está sob controle, ao menos eu acho, agora não tenho mais tanta certeza. 

E então, antes de dizer qualquer coisa, ele me abraça, me puxando com uma das mãos, enquanto apoia a outra em minha cabeça. 

E eu apenas aceito isso, me sentindo minimamente melhor. 

-Como você consegue sempre se meter em umas enrascadas absurdas? - Ele comenta, sem me soltar. 

E eu acabo rindo, sabendo que ele está certo. 

-Eu não sei, devo estar pagando meus pecados da vida passada. Desconfio que matei um padre ou um monge.

E ficamos apenas assim por alguns segundos, até ele voltar a falar. 

-Juro que se o Yoongi te machucar de qualquer forma que seja, eu vou matar ele. 

Dou mais risada ainda, achando graça do seu jeito protetor. Já faz um tempo em que nos afastamos um pouco, tinha me esquecido do jeitão dele. 

-Caso isso aconteça, eu te ajudo a enterrar o corpo dele em uma mata afastada. 

E depois do que eu falo, quem ri é ele. 

Agora finalmente nos afastamos, voltando a poder se encarar. 

-A tia vai surtar de felicidade ao saber que você está namorando. Quando vai contar para ela? 

-Já contei, na verdade, Yoongi até foi lá em casa. Mas sabe como é, Sohyun fez uma cena memorável. 

Tae apenas suspira, balançando a cabeça para os lados, mas logo um sorriso debochado surge em seu rosto. 

-Mas então, como foi a sensação de apresentar seu namorado para sua irmã? Ela deve ter ficado furiosa ao descobrir que você está namorando o crush dela. 

Assim que escuto a última parte, o encaro com uma expressão de dúvida, sem saber se entendi certo. 

-Espera, a Sohyun gosta do Yoongi? Desde quando?  

Eu realmente não sabia disso, mas também não me surpreendo. Afinal, Yoongi e o líder do time de basquete, e Sohyun sempre teve uma queda por atletas. 

-Faz uns meses que ela se declarou para ele, mas levou um fora.  

Agora faz todo o sentido ela ter ficado tão furiosa naquela noite. 

Logo eu, a pessoa que ela mais odeia, está namorando o garoto que ela gosta. 

Que coincidência cruel, para ela. 

-Acho que ela me odeia mais ainda agora, e olha que eu achava que isso era impossível. 

Tae apenas sorri, empurrando de leve meu ombro com o punho fechado. 

-Não ligue muito para isso, você não tem culpa de ser melhor que ela em tudo. 

Acabo rindo, achando engraçado a tentativa dele de me colocar para cima. 

-Tá, mas você não vai me contar o motivo de ter ficado tão furioso com Yoongi? O que você está me escondendo, Taehyung? - Falo, com o intuito de saber ao menos mais um pouco sobre essa confusão toda. 

Mas Tae não me reponde, apenas bagunça meus cabelos com uma das mãos. 

-Bem que eu queria poder contar, mas acho que será mais certo deixar que Yoongi fale. 

Bom, não custava nada tentar. 

 

Acho que eu só vou realmente saber o que está acontecendo quando Yoongi achar que devo saber, do contrário, vou permanecer perdida no meio disso tudo. 

 

E a pergunta que não quer calar é: por que raios Yoongi precisa de um namoro falso? 
 


Notas Finais


Olha quem apareceu mais cedo do que o normal, isso aí, euzinha.
Por causa dessa pandemia, acabou que minhas aulas na universidade foram suspensas, e cá estou, com bastante tempo livre.
Não garanto nada, mas acho que vou postar com um pouco mais de frequência.
Espero que estejam gostado, bjs e até o próximo ❤❤❤

Fiquem bem e se cuidem ❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...