História Fique Comigo - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Personagens Deidara, Gaara do Deserto (Sabaku no Gaara), Hidan, Hinata Hyuuga, Ino Yamanaka, Itachi Uchiha, Kabuto, Karin, Konan, Naruto Uzumaki, Neji Hyuuga, Obito Uchiha (Tobi), Orochimaru, Pain, Sakura Haruno, Sasori, Sasuke Uchiha, Shikamaru Nara, Suigetsu Hozuki, Temari, TenTen Mitsashi
Tags Gaaino, Naruhina, Nejiten, Sasusaku, Shikatema, Suika
Visualizações 121
Palavras 1.720
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Famí­lia, Festa, Ficção Científica, Luta, Magia, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Violência, Yaoi
Avisos: Álcool, Drogas, Estupro, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Yo :3
Galerinha já vou dar um aviso, se eu não postar nenhum capítulo esses dias, é porque eu estou na escola ou então sem tempo <3

Esse capítulo é a continuação do capítulo 01.


*AUTORA-CHAN A SAKURA VIU O SASUKE SEM CAMISA?* Sim ;~;

MUAHAHAHAHAHA...COF COF....*e morreu*

Bom, vamos continuar essa AVENTURA HDUDHSUDHSH.

Capítulo 2 - Chegada Part'2


Fanfic / Fanfiction Fique Comigo - Capítulo 2 - Chegada Part'2

*sakura*

Acordei num quarto cheiroso, virei para o lado e encontrei olhos ónix me encarando, sentei na cama com o susto. A pessoa apenas sorriu para mim e se aproximou, era aquela garotinha de antes, soltei um suspiro pesado e ela sentou ao meu lado. Passei as mãos no cabelo analisando o rostinho da pequena, ela sentiu o meu olhar sobre o seu rosto e o meu olhou a sorrir.


— Bom dia sakura-chan — sorrindo ela aproximou-se de mim — Venha, vamos tomar um pequeno almoço delicioso.


Ela pegou a minha mão e levou-me até a cozinha, encontrei o rapaz que estava no banheiro ontem, um mais velho e aquele ao seu lado, creio que é seu irmão. Olhei nos olhos da pequenina que sorria com as bochechas coradas, abaixei e dei-lhe um leve beijo na testa. Todos ali observavam-me, dona mikoto apareceu na cozinha com um casal e uma criança nos braços, o meu coração faltou uma batida, recuei.


—  Sakura-chan está tudo bem? — a pequena perguntou assustada, segurou as minhas mãos e beijou-as. — Senta comigo?


— Claro — sento ao seu lado, fico a observar aquela família.


Depois de muito tempo, a família se junta a nós na mesa, dona mikoto observou-me e soltou um sorriso de orgulho, olho nos seus olhos sem entender o porquê desse sorriso, ela olha para a pequenina ao meu lado e aumenta o sorriso.


— Parece que ela gostou de você, querida. — fala sorrindo, pega o prato da garotinha e coloca a comida dela. – Ela chama-se, Sarada.


Passo as mãos no cabelo da sarada, ela sorri e ronrona. Observo a moça ruiva encarar-me, solto um suspiro pesado, uma dor se formou no meu peito. Desvio o olhar dela e olho sasuke me observando, encaro os seus olhos e ele sorri de canto. Sinto as minhas bochechas ficando vermelhas que nem um tomate, dou um sorriso tímido. O seu irmão se levantou, a ruiva abaixou a cabeça, senti o perfume de ino, levantei da cadeira assustando todos.


— Aonde vai querida? — dona mikoto perguntou assustada.


— Ah, vou falar com a minha amiga. — digo a sair do local, sinto os olhares, principalmente o dela.


Chegando na varanda eu solto um suspiro alto, um gosto horrível na garganta se formou, apoio-me na parede. Uma dor de cabeça forte fez-me soltar um grito, fazendo todos da alcateia olhar-me, ino correu na minha direção sendo acompanhada por um ruivo. A minha cabeça latejava, uma falta de ar tomou conta do meu corpo, mais um grito saiu dos meus lábios sem permissão.


— Sakura, o que está a sentir? — ino estava ao meu lado, segurava nos meus braços.


— Ino tire ela daqui — o ruivo encarava aquela mulher que estava-me encarando nesse exato momento.


Antes que ela pudesse fazer algo, ela voou longe, assustei-me ao ver ino desmaiada no chão, encarei aquela mulher. Aproximei-me de ino com os olhos cheios de lágrimas, gaara estava a segurar seu rosto. Abaixei a minha cabeça, senti um calor incrível no meu corpo, levantei a minha cabeça e um grito alto saiu dos meus lábios.


*sasuke*


Aquela garota rosada, ela tem um cheiro tão viciante, a minha filha mesmo disse que ela dorme como um anjo. O seu cheirinho fez a loba da minha filha querer ela na nossa família, sarada se sente bem ao lado dela, não vou acabar com essa amizade. Ela faz a minha filha tão bem, diferente daquela mulher maldita.
Estou na cozinha a espera daquelas duas, logo o seu cheiro atingiu o meu irmão e o meu pai, eles olharam para a porta da cozinha, encontrando a jovem ali com a minha filha. Soltei um suspiro, a minha filha se aproximou com ela, sentou ao meu lado e sarada do outro lado. Vi que ela ficou desconfortável com aquela ruiva, ela saiu da cozinha assustada e nervosa.


Aproximei-me de sarada e ela estava com os olhinhos fechados, sentindo o cheirinho de sakura na sua roupa, soltei uma risada baixa. Ouvi um grito, a minha mãe saiu a correr, alias todo mundo que estava presente na cozinha correu até a varanda. Sakura estava descontrolada, ino estava desmaiada no chão e gaara ao seu lado, um calor enorme saiu do corpo de sakura.
Ela abriu os olhos e os seus olhos estavam completamente brancos, uma marca na sua testa na forma de triângulo se espalhou pelo corpo. Sarada correu até ela com os olhos cheios de lágrimas, desesperei-me, corri até ela, mas era tarde demais, ela agarrou sakura pelo pescoço e chorou mais alto, sakura encarou a garota e se preparou para de lhe atacar quando...


— Mamãe... — sarada sussurrou no seu ouvido, sakura travou no lugar. — Por favor, devolve a minha mamãe...


Sakura abraçou sarada ao seu corpo, fechou os olhos, deixou se levar pela voz da minha filha. Desmaiou nos braços da minha filha, aproximei-me e a peguei no colo, sarada observou-me com as bochechas coradas. Mamãe se aproximou e passou a mão na sua testa, uma luz branca saiu da sua mão.


— Sakura despertou os seus poderes. — sorriu orgulhosa.


Ino levantou, se apoiou em mim e olhou sakura, suspirou cansada e encarou a ruiva na nossa varanda. Ela observava tudo com um sorriso cínico, uma fumaça preta se formou envolta dela e do seu filho. Sakura se aconchegou no meu colo, abraçou o meu pescoço, fechei os olhos e o meu lobo tomou conta do meu corpo.


— a minha… — a voz grossa do meu lobo soou, todos abaixaram a cabeça.


O meu pai se aproximou a sorrir, mamãe chorava de emoção, sarada agarrou as minhas pernas e implorava por sakura. Encarei ela com um sorriso sapeca e corri com sakura no colo, deitei ela na minha cama e dei-lhe um selinho rápido. Ouvi a sua voz bem baixinha, sussurrou de um jeito tímido.


— M-Meu… — abraçou o meu travesseiro e se aconchegou na cama.


Sai do quarto e peguei sarada no colo, fiz carinho no seu cabelo, deitei a sua cabeça no meu ombro e ela logo dormiu. Deitei ela ao lado de sakura, beijei a sua testa e sai do quarto a procura do meu pai, o encontrei deitado no gramado. Deitei-me ao seu lado e ele olhou-me, sorri de canto. Aquela moça despertou os poderes de sakura, mas porquê? Quero respostas e eu vou conseguir.

*ruiva(desconhecida)*

A minha querida sobrinha, vai descobrir que eu não quero o seu bem, vai sofrer as consequências de ter tirado o kizashi de mim. Graças a maldita da minha irmã, aquela desgraçada tirou tudo de mim, seria uma ótima filha, mas aceitou de bom grado aquela vadia. Hoje você não me reconheceu, mas aqueles uchihas sim, preciso mudar o visual o mais rápido possível, o meu filho corre perigo. Não vou deixar você sair ilesa, Sakura Haruno. Vou acabar com a sua vida, vou fazer você perder a sua metade loba, assim não vai viver por muito tempo, a sua garotinha ingénua.


*sakura*


Acordei com alguém do meu lado, abracei esse corpo pequeno, deduzi ser a Sarada. Ela mexeu-se e agarrou o meu cabelo, deixei um sorriso escapar, dei vários beijinhos no seu rosto. Senti ela resmungar e se levantar, esse não é o quarto dela, estranho, levantei-me e quando ia abrir a porta, o seu pai abriu. Me assustei, ele deu um sorriso de canto, ficou parado-me observando, senti minhas bochechas queimarem.


— Papai, vai deixar a mamãe sem graça… — sarada falou a rir, afastei-me da porta e ele entrou.


— Filha, a sua vó está-te chamando para tomar banho de piscina — a menina saiu a correr, comecei a rir.


— Ela lembra-me a ino — falo rindo — Ino sempre gostou de piscina — continuei a rir, ele aproximou-se da cama e sentou, o olhei. — Sasuke, vamos tomar banho de piscina


— Não gosto muito do sol, mas tudo bem. — pegou uma caixinha no guarda-roupa e entregou-me — Aqui, mamãe mandou-lhe entregar, é uma roupa de banho.


Peguei a caixa e observei, era linda, sasuke começou a tirar a sua roupa. Corri para o banheiro e coloquei o maio, passei protetor solar e fiz um coque no cabelo, coloquei o meu chinelo branco e sai do banheiro com vergonha. Sasuke estava na porta me esperando, estava só com uma bermuda preta, ele estendeu a sua mão e eu peguei.


— Só cuidado com o fundo, rosada. — me olhou e sorriu de canto, babei…


— Ok, obrigada. —  digo a sorrir, sento na borda da piscina, sinto um corpo pequeno agarrar-me. — Oi princesinha.


— Oi mamãe, está muito linda — beijou a minha bochecha e tirou o chinelo, se jogou na piscina.


Fechei os meus olhos e coloquei a mão no peito, concentrei-me em entrar em contato com a minha loba, Luara. Depois de 10 minutos eu consegui, estava assustada e com medo.


*Luara: Sakura-chan, que saudades...*


*Luara, desculpe-me, eu não consegui-me conectar com você antes. Perdi as forças e o meu poder tomou conta de mim.*


*Luara: Eu entendo, Sakura-chan, fique comigo para sempre. Sou o seu anjo da guarda, precisa de mim*


*Sim, eu sei a minha lua. Agora tenho que ir, vou-lhe soltar quando eu completar a lua vermelha, até lá, treine comigo*


*Luara: Sim, Mo bandia… *


Quando abri os olhos, sasuke estava com a cabeça nas minhas pernas, olhei pra ele e ele sorriu. Fiz caricias no seu cabelo macio e cheiroso, ele fechou os olhos e colocou as maos atrás da minha bunda, mikoto olhou para nos sorrindo que nem criança, fechei os meus olhos novamente, sentindo o arrepio no meu corpo. A minha loba queria sair, balancei sasuke de leve e ele olhou-me, os meus olhos estavam azuis brilhantes. Ele levantou-se e pegou-me no colo, chamou o seu pai e o seu irmão, seguimos para a floresta, ele deixou-me parada no meio deles.


— Vamos atacar você, e você vai ter que se defender. — sasuke falou e se transformou num pulo, um lobo negro, grande de olhos vermelhos.


Fazendo isso, o seu irmão e o seu pai se transformou tambem. Eram de cores diferentes, o seu pai de uma cor marrom escura e o seu irmão um cinza-escuro. Eles rosnaram alto, eu recuei, luara lutava para sair, eu cai de joelhos e os meus ossos começaram a estalar, uma loba branca de olhos azuis tomou conta do meu corpo. Corri até um lago que tinha ali e joguei-me no lago, os três lobos seguiram-me, depois de duas horas deitados, voltamos para piscina em forma humana.


Notas Finais


*ERROS? VOU ARRUMAR DPS*


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...