História Fique forte - Capítulo 3


Escrita por:

Postado
Categorias Demi Lovato, Fifth Harmony, Harry Styles, Kate Walsh, Megan Fox, Nick Jonas, Patrick Dempsey
Personagens Camila Cabello, Demi Lovato, Harry Styles, Lauren Jauregui, Megan Fox, Nick Jonas
Tags Amor, Camilla Cabelo, Demi Lovato, Drama, Fifth Harmony, Harmonizer, Jauregui, Lauremi, Lauren Jauregui, Lgbt, Lovatic, Lovato, Romance, Tragedia
Visualizações 24
Palavras 1.229
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), LGBT, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yuri (Lésbica)
Avisos: Álcool, Drogas
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oi gente, tudo bem? Espero que sim.
Nesse capítulo irá mostrar a Demi lidando com o luta, e uma pequena passagem de tempo.
Nosso querido Nick Jonas está aí, fazendo companhia pra nossa amada Demi.

Obrigada pelos favoritos. Beijos e boa leitura. <3

Capítulo 3 - Capítulo 2


Fanfic / Fanfiction Fique forte - Capítulo 3 - Capítulo 2

Capítulo 2

Os dias passavam dolorosamente. Foram dias, semanas, meses, até Demi conseguir sair de casa novamente. A jovem passou por um breve período de adaptação até conseguir entrar em um carro novamente. Ela sentia pânico. Suas mãos começavam a tremer, pingos de suor escorriam em seu rosto. Todas as dolorosas lembranças vinham em sua cabeça, o que a deixava ainda mais trêmula.

- Tire-me daqui agora, por favor. - Ela implorava para os avós.

A jovem Demi estava morando com os avós até conseguir morar sozinha, o que seria muito difícil para ela.

 

 

Todos os dias eram uma luta para ela comer alguma coisa. Tudo o que ia para seu estômago, voltava terrivelmente. As lutas diárias de Demi foram começando a ficar cada vez mais implacáveis. Sair da cama e comer já eram coisas muito difíceis do dia, além de abandonar os remédios que a faziam dormir profundamente. A morena não conseguia ficar sequer uma noite sem seus variados remédios.

Os avós insistiram sem parar para Demi ir a algum médico. Foram mais de cinco quilos perdidos em uma semana, era preocupante demais.

 

- O que? - A jovem disse, ao ouvir seu diagnostico.

- É isso mesmo querida. - A médica fez uma cara entristecida. - Você está com um transtorno alimentar e uma depressão severa.

Às duas ficaram em silêncio por algum tempo.

- O que eu posso fazer?

- Bom, posso te dar alguns remédio que ajudam a dormir, vitaminas... - Demi bufou.

- Mais remédios.

- Você precisa disto. É importante para a sua saúde.

 

 

Demi já estava tomando muito remédios. Semanas se passavam, e, mais remédios ocupavam o criado-mudo do quarto de hospedes da casa de seus avós. Já era quase um vício.

 

Foram três meses até a jovem conseguir sair de casa novamente, para arejar a cabeça e tentar sorrir novamente. Ela precisou de um empurrãozinho de seu amigo Nick, que sempre esteve do seu lado.

 

- Por favor, vamos! - Nick a balançava carinhosamente enquanto Demi estava deitada na cama.

- Eu já disse que não, e não. - Nick revirou os olhos assim que ouviu Demi.

- Mas vai ser legal, prometo! - O amigo insistia para Demi o acompanhar na festa que ia acontecer na cidade, naquela noite de sábado.

- Se eu for você jura que vai parar de me perturbar pro resto da vida? - Logo Nick abriu um sorriso.

- Juro! - Ele pulou da cadeira. - Mas juro só por uma semana viu? - Demi riu.

A morena nem se lembrava da última vez que havia dado um sorriso assim.

 

 

 

- Nossa, mas tem muita gente - Ela olhou em volta, reparando na multidão dançando ao som de uma música que a jovem não conhecia. - Por que você não me avisou antes.

- Se eu tivesse avisado você não ia ter vindo. - Nick ultrapassou Demi, a puxando pela mão. - Vêm, vamos danças! - Ele disse alto, pois a música não permitia que eles pudessem se falar em um tom baixo.

Eles dançaram um pouco, durante um determinado tempo.

- Eu já volto, vou buscar umas bebidas. - Nick saiu em direção ao bar. - Não sai daqui. Te amo.

- Tá bom. Te amo. - Demi revirou os olhos e depois sorriu.

Mais um sorriso que saiu de forma inesperada.

 

Demi ficou ali parada, olhando em volta e ponderando o por quê que ela estava ali, e ela não sabia. Ela olhou em volta novamente, depois de dar dez minutos que Nick não voltava. Olhando fixamente para o bar, ela percebe que ele estava lá, dando em cima de uma garota.

- Filho da puta. - Ela pensou alto, e, depois riu.

- O que uma beleza dessas faz aqui sozinha? - Ela ouviu uma voz  familiar, vindo em sua direção.

- Harry? - Ela reconheceu o moreno que veio falar com a mesma.

- Ao vivo e a cores, quanto tempo Demizinha! - Ele sorri para ela.

A morena morde seu lábio inferior e sorri para Harry.

- Quanto tempo! Por onde você anda?

- Entrei pra faculdade dos sonhos e desde então estou morando em Austin!

- Uau, parabéns, não esperava que você passasse em direito.

- Pois é, nem eu. Sempre foi meu sonho, você sabe. - O silêncio predominou por um tempo. - Ah, sobre sua família eu sint... - Demi não deixou o rapaz terminar.

- Ah, obrigada Harry, mas tudo o que não quero ouvir agora é um "sinto muito". Mas obrigada por lembrar.

- Eu estou impressionada com sua força pois eu não aguentaria. - Ele percebe o que falou. - Me desculpe eu não quis parecer arrogante...

- Não precisa se desculpar, na verdade eu também não sei como estou aguentando.

- As bebidas - Nick chegou e percebeu que Harry estava ali. - Olá Harry quanto tempo! - Nick fez uma cara de desgosto que tentou esconder, e cumprimentou o outro rapaz.

- Bom, eu já vou indo. Foi bom rever vocês, até mais! - Harry sai.

- Esse cara de novo! - Nick bufa.

- Isso já faz um tempo Nick, esquece vai! - A morena deu um tapinha leve no braço do amigo.

Nick não gostava nem um pouco de Harry, desde o ensino fundamental. Sendo o primeiro namorado de Demi, ele sempre foi a pessoa que mais causou raiva em Nick. Não era por apenas ser o "namorado da melhor amiga", mas por ser um rapaz estúpido e irritante, talvez ele já estaria mudado.

 

Demi já estava sentindo falta das muitas doses de remédio que tomava pela noite, para dormir e se acalmar. As gotas de suor, anunciando uma crise de ansiedade ou de pânico, começaram a escorrer pelo seu rosto, enquanto ouvia Nick tagarelar e dançar. Suas unhas começavam a arranham as própria mãos e os dedos, a fim de tentar manter a calma.

- Eu preciso ir no banheiro. - Demi anunciou ao amigo, que concordou com a cabeça e a viu sair.

 

Prevenida, Demi estava com várias caixas de remédios para as suas crises de ansiedade guardados na bolsa. Ela ignorou às vozes da sua médica em sua cabeça, dizendo que era apenas necessário tomar um por noite. Demi tomou a cartela toda, sem um pingo de culpa. Ela não se importava se aquilo iria fazer acontecer algo grave.

 

Era quase três da manhã. Demi já estava mais animada, dançando com Nick na pista. A jovem tentava esquecer todos os problemas e acontecimentos dos últimos meses, mesmo sendo doloroso.

A tontura a atingiu nitidamente. Sua visão começou a embaçar, fazendo com que a jovem quase caísse para o lado, mas, Nick estava ali.

- Demi, você está bem? - Ele colocou o braço da amiga apoiado em seu ombro, a levanto até a mesa mais próxima.

- Eu estou um pouco tonta. - Ela fechou bem os olhos e os abriu novamente, tentando enxergar alguma coisa mesmo estando muito zonza.

- Demi, o que acha de irmos para casa?

- Eu só preciso pegar a minha bolsa. - A jovem se levantou com dificuldades.

Ela foi até a cadeira onde estava a sua bolsa, a pegou lentamente. Logo, a jovem não aguentou muito tempo até cair sobre o chão, deixando sua bolsa aberta cair também. As cartelas vazias de remédios estavam atiradas ao lado de Demi, desmaiada.


Notas Finais


E aí, o que acharam? Espero que tenham gostado.
Críticas e comentários construtivos são bem vindos.
Beijos e boa noite. <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...