1. Spirit Fanfics >
  2. Fire >
  3. One: Malfoy.

História Fire - Capítulo 1


Escrita por: e YuHuangShang


Notas do Autor


* Ola corações.
* Aqui é a Rapmon e eu quero novamente postar algo que foi um pedido.
* A linda da @Amara_Satoni pediu para que eu escrevesse algo sobre Draco Malfoy e adorando a ideia, eu pedi ajuda a minha irmã (Sim, a minha irmã mais nova de verdade <3) a @yuhuangshang já que ela também escreve sobre Potter e Malfoy <3 Curtimos muito a ideia e ao invés de um capitulo, decidimos escrever dois.
* Esperamos com carinho que gostem.
* Fic totalmente nossa.
* Ideias nossas e personalidade dos personagens também.
* +18
* Plagio é CRIME!
* Capa e Banner feitos por mim. <3

* Espero que goste Amari <3
Beijos meus Rapmon e da Yuhuangshang <3

Capítulo 1 - One: Malfoy.


Fanfic / Fanfiction Fire - Capítulo 1 - One: Malfoy.

FIRE 

 

Annabelle Lancaster havia conhecido os prazeres de estar no paraíso e o calor de estar no inferno ao mesmo tempo. Draco Malfoy a levara em questões de segundos entre o inferno e o paraíso, os beijos molhados alternavam-se entre seu pescoço e boca, oh sim! Ela adorava quando Draco Malfoy a fazia chegar no ápice da loucura do prazer.

 

Antes..

 

Draco limpava com o torso do braço o suor que escorria por seu rosto, percorrendo um caminho lento até seu peitoral exposto, era verão e fazia mais de 30° graus, se é que fosse possível. Hogwarts estava vazia, entre dois ou três alunos caminhavam preguiçosamente pelos corredores de Hogwarts, assim como poucas meninas de sua casa que ao passarem onde estava Draco, soltavam risinhos antes de saírem correndo corredores a fora.

 

Draco Malfoy, o segundo bruxo mais cobiçado de Hogwarts, ficando em primeiro apenas o garoto Potter que a duas semanas assumira um namoro com Ginevra Weasley a irmã mais nova de Ronald Weasley. Não havia ficado surpreso quando em meio ao salão Ginevra gritou em plenos pulmões “sim” para Potter, para outros, no entanto fora uma grande surpresa.

 

— Vejo que é bem popular entre as garotas primo — Annabelle sorriu genuinamente em sua direção, mostrando em sua bochecha esquerda uma pequena covinha que Draco achara linda. Assim como achara a garota perfeita na medida do possível.

 

— Veja bem prima. Agora que Potter está fora da pista, restou apenas eu — Draco abriu os braços mostrando o peito totalmente brilhante pelo suor — Draco Malfoy, gostoso e bonitão — Riu de lado.

 

— Ora vamos primo, você sabe que não é realmente tudo isso que acha ser — Annabelle brincou com os cabelos loiros entre os dedos.

 

— Eu não acho Annabel.... Eu tenho certeza — Zombou, recebendo em troca um olhar cheio de raiva e desprezo direcionado para si.

 

— Eu já disse Draco, meu nome é Annabelle. Não Annabel, ta com algum problema para ouvir? — Zombou cruzando os braços sobre os seios medianos que marcavam sobre a regata cinza que usava.

 

Sorrindo de lado com a resposta, Draco apoiou seu peso na outra perna enquanto jogava a camiseta social sobre os ombros de forma sexy. Seus ombros mexiam-se para cima e para baixo, com a risada que o mesmo dava sobre Annabelle.

 

— Eu lhe chamo do que eu quiser — Pontuou com um sorriso triunfante no rosto.

 

Zangada Annabelle deu-lhe as costas seguido de um bufo de raiva, dando paços largos e pesados para longe de Draco que ainda mantinha um sorriso triunfante no rosto.

 

Annabelle Black Lancaster, não se sabe ao certo muito sobre a garota recém-chegada da Rússia. Somente que após uma visita a sua mãe, o mesmo soube por seu pai que um decentemente por parte de sua tia Belatriz Lestrange havia aparecido em baixo de seu nome.

 

Havia ficado ansioso com a chegada da prima na Grã-Bretanha, finalmente — ou ao menos era o que achava — achava que teria alguém de sua família para entreter sua mãe com assuntos de mulheres, Draco não aguentava mais ser arrastado por sua mãe em todas as festas de madames que a mesma era convidada. Realmente era muito desgastante para o jovem rapaz, principalmente por seu pai não lhe dar um descanso sobre seus ensinamentos como um puro sangue.

 

Seu relacionamento com a Black não havia começado com o pé direito, ou muito menos com o esquerdo. A Black simplesmente o odiava sem motivos aparentes, durante as pequenas estadias em sua casa finalmente puderam voltar para Hogwarts, que para sua imensa surpresa a garota cairá bem em sua casa.

 

Atormentado, exausto e ansioso.

 

Essas exatas palavras descreviam como Draco se sentia sobre a Annabelle, a garota o deixava exausto de diversas formas, como o fato de sempre ser pega por ele em algum dos corredores de Hogwarts em meio à noite, Draco odiava quebrar as regras, e muito menos encobrir todas as burradas que a garota fazia tarde da noite. Perdera as contas de quantas vezes tivera que encobrir com seu corpo a garota para que Flinch não a visse.

 

— Eu gosto de explorar — Essas foram as malditas palavras que Annabelle lhe disse juntamente com um sorriso de deboche.

 

Por dias tivera que a empurrar entre um corredor e outro quando o mesmo avistava outro monitor aproximando-se de onde estava. Se Annabelle não fosse sua primeira prima, até desconfiaria de que a garota a sua frente era Harry Potter.

 

...

 

— O que quer? — Annabelle encarou Cedric com um olhar cortante.

 

— Oh, eu vim me desculpas pelo outro dia. Sabe? Todo aquele lance com os pães e bolos de carnes — Cedric murmurou envergonhado.

 

— Aquilo? Está tudo bem, foi realmente engraçado ver todo o salão começar uma guerra de comida — Sorriu — Até o momento em que aquele garoto ruivo sem querer acertou o professor de poções, naquele momento nem mesmo respirações foram ouvidas — Riu.

 

— Sim, no fim todos nós levamos uma suspensão de cinco meses — Cedric sorriu — Era só isso mesmo, eu tenho que ir. Cho está me esperando nos dedos de mel — Acenou com a mão antes de sumir entre os corredores.

 

Todos os alunos estavam em Hogsmeade, e aqueles que não conseguiram autorizações foram escondidos ou foram passar o pequeno final de semana juntamente com os pais. Annabelle juntamente com Draco — na qual a mesma sabia perfeitamente que o platinado estaria dormindo feito uma pedra neste momento — haviam ficado em Hogwarts neste final de semana.

 

Caminhando com passos lentos sobre os corredores silenciosos de Hogwarts, Annabelle se dirigiu até os campos de Quadribol, pegando uma vassoura qualquer que havia ali no canto da sala, rapidamente correu para o campo. Com um sorriso no rosto e com a ansiedade correndo sobre seus poros Annabelle subiu na vassoura antes de lentamente começar a levitar do chão, estava ansiosa claro, quem não ficaria após seis meses longe de uma vassoura por ordens de seus guardiões? Exatamente! Qualquer um ficaria ansioso com o primeiro voo do mês.

 

Após algumas tentativas falhas de tentar alcançar um ótimo voo, a mesma conseguiu levitar alguns pequenos minutos de desabar no chão de terra e grama. Bufando em raiva, retirou a blusa branca que agora havia adquirido outra tonalidade e a jogou em qualquer lado daquele campo, não se preocuparia com isso agora e nem ligava para o fato de que alguém poderia vê-la desse jeito.

 

Algumas tentativas mais tarde, quase quebrara a vassoura de tamanha raiva que sentia. Era boa para tudo, menos para voar sobre vassouras.

 

— Deveria se acalmar — Draco aproximou-se rindo — Isso realmente foi bom de se ver, você caindo tantas vezes — Sorriu cruzando os braços sobre o peito — Quer ajuda? — Draco perguntou com um sorriso no rosto.

 

— Não obrigada, agradeceria se pudesse me deixar sozinha — Bufou amarrando os cabelos loiros.

 

— Ora Annabelle é só pedir minha ajuda, que eu vou te ajudar — Draco aumentou o sorriso.

 

— Eu já disse que não Draco. Poderia agora me deixar em paz? — Perguntou com certa raiva na voz.

 

— Não. Eu não posso — Agora foi a vez de Draco elevar a voz com raiva.

 

— Vem cá. Qual o seu problema? Nem mesmo nos finais de semanas você me deixa em paz — Annabelle murmurou entre dentes.

 

Você Annabelle, é a porra do meu problema.

 


Notas Finais


Continuamos???


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...