1. Spirit Fanfics >
  2. Fire and Ice - Now United >
  3. Quarentena 01

História Fire and Ice - Now United - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


Oi anjos de luz tudo bem?!
Estão de quarentena também?! Está um tédio né?!
Eu fiz essa fanfic porquê eu queria algo novo pra ter uma animação de novo, aquela energia de ter várias ideias pra colocar no primeiro, espero que gostem desse trabalho por causa do meu tédio nessa quarentena. Beijos a todos

Capítulo 1 - Quarentena 01


Fanfic / Fanfiction Fire and Ice - Now United - Capítulo 1 - Quarentena 01

 Hola a todos, me gustaría saber sobre su vida, pero no quiero saber!! Sou Maria Sabina Hidalgo Pano, tenho apenas dezessete anos e sou do México, Guadalajara. Minha vida ela é bem agitada, sou filha de uma pessoa bem poderosa no México, venho de uma gangue onde todos me conhecem como La Muerte 

- Ei La Muerte?! Acaba com ele 

- Eu sei que você consegue hija, te amo mucho tica 

Pilotamos motos, tomamos cervejas, vestimos pretos, temos tatuagens das Rosas de Ceniza, a rosa onde metade era cinza e suas pétalas pegavam fogo, lutamos na maioria das vezes, onde os próximos a serem supremos fazem uma demonstração do que eles são capazes de fazer

E nesse momento eu estou prestes a encarar um homem de fisionomia pesada, não estou querendo amenizar a situação pra palavra gordo, mas não estamos falando de gordura, estamos falando realmente de peso, músculos até demais 

- Vai vir pra cima mesmo Hidalgo?! Da outra vez você desistiu só de colocar o pé na arena 

Sabina- Eu não tenho mais quinze anos de idade babaca do caralho - falo cuspindo no chão perto dele 

Eu estudo em uma escola do falo Norte, em uma escola pública onde a maioria das pessoas como eu vivem lá, pessoas diferentes dos normais, onde não precisamos esconder nada já que todos sabem quem somos, onde a comida é serviço em uma bandeja com pratos plásticos de cor vermelha com colheres 

Eu vivo com meu pai, ele é o meu puta pai, com dois anos de idade a minha mãe me largou com ele, no início ele teve que largar o álcool se quisesse ter uma vida mais sincera, começou a trabalhar em uma oficina de carros e motos, com cinco anos eu já sabia desmontar um motor, eu me ensinou coisas que ninguém podia me ensinar 

Não sou aquelas adolescentes que tem raiva da mãe ou que sente tristeza por ela ter me largado, a vida não foi feita pra chorar, se sua vida tá uma merda, faça ela ser a melhor merda possível, ignorei tanto a minha mãe que comecei a dizer sobre minha realidade normalmente

O único sentimento que eu realmente sinto por ela é pena, pena por ela não estar aqui e ver a mim fazendo manobras na moto, pena por ter deixado um homem tão maravilhoso que é meu pai e claro por ter perdido a maior beleza dessa terra, euzinha 

- E quem vence a arena levando o título pra casa é a La Muerte, Sabina Hidalgo com as Rosas de Ceniza 

Detalhe importante, eu não gosto de perder pra homem.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...