História Fire And Ice - Capítulo 14


Escrita por: ~

Postado
Categorias Teen Wolf
Personagens Aiden, Alan Deaton, Allison Argent, Bobby Finstock, Chris Argent, Claudia Stilinski, Decaulion, Derek Hale, Erica Reyes, Ethan, Gerard Argent, Isaac Lahey, Jordan Parrish, Kate Argent, Ken Yukimura, Kira Yukimura, Lydia Martin, Melissa McCall, Mieczyslaw “Stiles” Stilinski, Noshiko Yukimura, Personagens Originais, Peter Hale, Scott McCall, Sheriff Noah Stilinski, Theo Raeken, Vernon Boyd
Tags M-preg, Sobrenatural, Sterek
Visualizações 280
Palavras 1.669
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Famí­lia, FemmeSlash, Ficção, Ficção Adolescente, Hentai, Lemon, Magia, Mistério, Misticismo, Musical (Songfic), Orange, Policial, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Slash, Sobrenatural, Suspense, Universo Alternativo, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Cross-dresser, Gravidez Masculina (MPreg), Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Spoilers, Suicídio, Tortura, Transsexualidade, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Perdão pela demora, cerejinhas
Perdoem os erros
Boa leitura
Amo vocês

Capítulo 14 - Complicações Part 2


Fanfic / Fanfiction Fire And Ice - Capítulo 14 - Complicações Part 2

"Isso só faz com que seja mais difícil, amor"

— Adele

Stiles havia voltado do hospital há poucos dias e já lidava com o enjoo diário. Estava esgotado, e o corte em sua barriga ardia como o inferno. Derek estava à seu lado, segurando sua mão e acariciando suas costas enquanto contava os minutos para a chegada de seu tio, que iria chegar em algumas horas.

O Stilinski vestia uma blusa verde aspargo e uma calça preta; também havia um casaco cor creme pendurado na maçaneta da porta, o qual ele vestiu assim que saíram do banheiro.

— Eu amo estar grávido, mas esses enjoos tem que parar logo, sinto o gosto do vômito até quando estou bebendo água — resmungava enquanto tentava controlar a respiração.

O alfa riu.

— Melissa disse que não vai demorar muito para acontecer — Derek o pegou no colo e se deitou no sofá, se mantinha de lado enquanto Stiles estava de barriga para cima, e a acariciava o tempo todo.

— O quê?! MELISSA?! — o garoto engasgou com a própria saliva. — Desde quando ela sabe?

O Hale pigarreou.

— Eles fizeram exames, e ela era quem estava coletando. Um deles acusou sua gravidez e ela foi falar com xerife, e depois comigo. Depois disse que Scott estava desanimado por esses dias e eu tive que explicar toda a novela para ela.

Stiles olhou para o teto da sala de sua casa, ele amava o loft, mas estar em casa, com Derek, era perfeito.

O xerife fora comprar algo para o jantar, e pediu para o Hale cuidar de seu filho, que ainda estava um tanto cansado após o incidente com os lobos.

O jipe e as armas de Stiles já estavam em seus devidos lugares, a faculdade aceitou o atestado e o liberou por uma semana, agora só faltava os arranhões melhorarem. O que Derek esperava que acontecesse logo, pois odiava ver Stiles andar e suspirar dolorido. Ele poderia tirar a sua dor se o garoto deixasse, mas o Stilinski era teimoso.

Após alguns minutos, Derek sentiu seu celular vibrar, era Malia. Stiles sorriu e ando lentamente para a cozinha, deixando o lobo a sós para falar com a prima.

A Hale mais nova parecia nervosa, e explicava que Tami e Miguel estavam no loft, e que a bruxa não parava de vomitar sangue junto com algo que ela não conseguia dizer o que era. 

O Hale logo estava com seu garoto, tentando explicar a situação sem contar nada que o preocupasse.

— Está tudo bem — Stiles apareceu na sala. — Precisam de você e eu preciso resolver algo que deixei pendente por tempo suficiente.

Derek franziu o cenho, preocupado.

— O que vai fazer? Tem certeza que pode ficar sozinho? — o lobo agarrou o corpo de humano, que afundou o rosto em seu peitoral, sentindo os pelos por baixo da camisa preta.

— Estou grávido, Derek, não doente. — riu. — Volte para dormir comigo, e me diga o que aconteceu depois.

O lobo suspirou.

— Volto antes do anoitecer, ficarei agradecido se fizer também — sussurrou, e sentiu o Stilinski assentindo.

Em poucos minutos Derek estava em seu camaro, e Stiles o vendo partir. Logo ele já estava em seu jipe, lembrando da conversa que tivera com Isaac.

Flashback on

Stiles estava internado há quatro horas, e Melissa se mantinha fora do quarto enquanto processava tanta informação.

Ele entendia toda sua confusão, se era difícil para ela entender, imagine para ele, que era quem estava grávido. Gravidez... Isso lhe apavorava, e toda vez que lembrava da baita confusão em que o pack estava, estremecia em pavor. Ele não entendia que tanto medo era esse, muito menos o que ele sentia pelo pequeno que se desenvolvia em sua barriga, mas era algo forte, mais forte do que ele estava acostumado, e por consequência, sem uma explicação exata.

Após algum tempo só, sorriu ao ver Lahey entrando no quarto.

— Oi... — falou.

— Como vai, paizão? — sorriu o beta. — Você poderia estar em maus lençóis por causa dessa sua imprudência, sabia? Os batimentos do Enzo estavam descompassados e os seus quase inexistentes! Você quer matar essa alcatéia?

Stiles não fez muito mais que sorrir e segurar as mãos de seu amigo, repousando-as sob sua barriga.

— Nós estamos bem, Isaac — sussurrou. — Estamos perfeitos.

O beta suspirou e se sentou ao lado da cama do Stilinski, acariciando sua mão. Ali se deixou relaxar e suspirar, como se estivesse tentando dizer algo.

— Eu e Scott discutimos — falou. — Ele disse que estava cansado de te olhar, disse que não aguentava mais. Está deixando o pack porque não suporta saber que está com Derek, grávido dele...

O humano sentiu seu peito apertar enquanto se sentava, rapidamente. A raiva emanava sobre si é a única coisa que ele fez foi tentar sair da cama, brutalmente, e fora impedido por Isaac assim que tentou tirar a agulha das costas de sua mão.

— Enzo está fraco! — as palavras do beta fizeram Stiles parar e encará-lo. — Deaton disse que o melhor a se fazer é evitar turbulências por alguns bocados de dias.

— Fraco quanto? — o Stilinski estremeceu, e Lahey agarrou suas mãos, acalmando-o.

— Ei, cara, ele está bem. Segundo o druida, por Enzo ser filho de um lobo, tende a ser mais resistente que o filho de apenas humanos. Mas você sofreu um acidente de carro, e um lobo te arremessou contra o asfalto, é o suficiente para fazê-lo se sentir desgastado.

O garoto suspirou.

— Só fique na sombra por alguns dias e ele se recuperará — concordou calmamente, se deitando e fechando os olhos.

Flashback off

O garoto saiu sem ao menos se trocar, e acelerou em direção ao centro, sabia que Scott estava trabalhando a essa hora, então decidira ir resolver as coisas que tanto enrolou para ir. Se Mccall quisesse sair, que saísse, mas antes ouviria tudo o que deveria.

O menino chegou a clínica veterinária que Deaton abrira há pouco tempo pois decidira reformar a antiga. Mas todos sabiam que não havia reforma e que o druida apenas queria sair de onde estava.

Encarou o lugar por um bom tempo antes de entrar e dar de cara com Scott.

— O que faz aqui? — o moreno mal o olhou, e voltou a fazer o nada que fazia antes.

— Podemos conversar? — Stiles manteve o ar sério, e Mccall o acompanhou sem dizer uma palavra, até que chegaram ao beco que havia trás da clínica.

Stiles sentia a raiva do garoto a sua frente.

— Vai vir jogar na cara a sua gravidez perfeita com seu namorado perfeito? — Scott pareceu um tanto zombeteiro, e o Stilinski apenas arqueou a sobrancelha, olhando para baixo e subindo em cima de um caixa que o deixava ligeiramente mais alto que o lobo.

Ignorando-o, o humano olhou em volta, suspirando pondo as mãos na cintura antes de deixá-las flutuando.

— Você é um estúpido egoísta sabia, Mccall? E não digo isso porque está saindo do pack, até porque isso não faz mais diferença para mim desde a vinda de Theo. — não olhou para o moreno enquanto falava, mas ouvia alguns grunhidos de raiva e tristeza. — Eu realmente pensei que você iria crescer um pouco depois de tanto soco, mas você não mudou nada.

O lobo bufou.

— Ah, claro, Stiles... Então você realmente cortou laços por causa do Raeken? E eu que sou o estúpido? Você está grávido, e eu nem preciso citar o quanto isso vai te atrapalhar.

— Não envolva o meu filho nisso, você sabe muito bem que nada vai mudar. — o Stilinski pareceu mais rígido que antes. — Não estou aqui para falar de mim, Scott. Pouco me importa o jeito que me trata, mas tratar mal os seus amigos? Malia, Isaac? Eles não fizeram nada, absolutamente nada, então, se quer acertar as contas, faça direito e não aja como uma criança que precisa de atenção.

— Eu sou a criança? O Estúpido? Qual é, Mieczylaw, não sou eu que tenho que me encher de remédios para não ter um surto de hiperatividade. Não sou eu o humano que sempre precisa ser salvo porque pensa que sabe o que está fazendo mas sempre acaba em problemas. NÃO SOU EU O HUMANO DO PACK. — enquanto Scott falava, se deixava levar pera ira momentânea, dando passos rudes para cima do garoto que se mantinha estático com suas palavras.

Por um momento, a mente de Stiles o levou para o dia em que Mccall preferiu acreditar em Theo e no dia em que beijou Lydia e jogou em sua cara durante sua primeira lua cheia. Talvez aquelas fossem umas das dolorosas lembranças. E por serem tão dolorosas, fizeram Stiles escapar da realidade, até que uma insuportável dor o trouxe de volta e ele se viu caindo no chão. A mão de Scott estava contra a barriga do Stilinski enquanto o humano era empurrado e ia de encontro ao chão.

— Suma e não volte mais — balbuciou, indo embora em passos largos e brutos.

Stiles suspirou e olhou para o céu, se acalmando e levantando do chão, agora precisava ir para a casa e apenas queria estar longe dali.

Caminhou manco até o fim do beco, e iria chegar ao fim se um forte fisgada em sua barriga não o parasse. Era um contração, e a segunda veio sem muita demora, o fazendo se sentar no chão e suspirar algumas vezes.

Seu coração estava acelerado e seus pensamentos desordenados, o garoto não pensava em muita coisa, e gemia dolorido enquanto tentava não gritar diante das dores insuportáveis.

Com uma forte contração, o menino se deitou no concreto, ralando as mãos enquanto socava algo. Ele tentava digitar o número de Derek no celular, mas tremia demais para isso, o que o deixava pior.

— Ah... — um grito fora abafado quando tentou se levantar, e se perguntou como ninguém havia o escutado. Não escutaram. E se escutaram, ignoraram.

Após alguns segundos, o menino voltou a olhar para o céu, respirando acelerado e tentando controlar a dor.

— Derek... Derek, por favor, me escuta...

"Você vai me abraçar antes que seja tarde demais, querido?"

— Laura Jensen


Notas Finais


❤💔


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...