1. Spirit Fanfics >
  2. Fire on fire >
  3. Capítulo 2

História Fire on fire - Capítulo 2


Escrita por:


Capítulo 2 - Capítulo 2


- Ah Qual é caleb, não acredito que vai ser babá de uma garota rica e mimada - Caitlin ria da cara do irmão- Baixou o nível irmãozinho.

- Não tenho outra opção, sabe como é difícil arranjar um emprego que pague bem, pra quem nem faculdade tem ainda - Caleb falou- Além do mais, é só pra ficar de olho na criatura, não deixar que faça cagadas.

- Caitlin, deixa seu irmão e vai dormir, amanhã vc tem escola- Rose, a mãe, mandou. Revirando os olhos, Caitlin foi - meu filho, é isso mesmo que você quer ? Irá ter que trancar a faculdade.

- Mamãe, sabe que não é o que quero, mas o salário é ótimo. Estamos cheios de dívidas e contas para pagar. Ainda sou novo, posso voltar a faculdade daqui 2 anos, e até lá, já tenho guardado um bom dinheiro. 

Rose olhava o filho orgulhosa, Caleb sempre foi um menino de cabeça feita, nunca deu trabalho, sempre ajudou em tudo. Começou a fazer pequenos bicos desde os 13 anos, para ajudar nas despesas da casa.

- Tudo bem... só quero que tome cuidado, não devemos confiar nessas pessoas que se acham superior aos outros. - Caleb sorriu.

- Obrigado mãe, seu apoio é importante pra mim.

Caleb deixou o apartamento em que morava, já que iria praticamente morar no emprego, e nas folgas, iria para a casa de seus pais, ficando em seu antigo quarto, no qual dividia com o caçula Gui.

Ainda no apartamento, pegou uma caixa e separou algumas pequenas coisas que levaria.

Na manhã seguinte, chegou bem cedo na mansão dos Sink. Zora, a senhora simpática do dia anterior, lhe levou até seu quarto, nos fundos. Caleb se acomodou, o quarto tinha um tamanho médio, uma cama de solteiro, uma escrivaninha de canto, um pequeno guarda-roupas de solteiro, e um ar condicionado. De cor marfin, era bonito, simples, mas bonito, pensou Caleb.

Arrumou suas coisas, e notou que tinha algumas roupas, novas ainda, sobre a cama.

- Agora sim vou me sentir um agente da SIA- Caleb falou para si mesmo.

Foi para a cozinha, sentando-se na bancada que havia alí, olhando sempre os detalhes, aquela casa era um sonho.

- Café?- Zora lhe ofereceu uma xícara e ele aceitou.

-Obrigada- ele sorriu - Zora.... como é a Sadie ?

- Olha - zora fez uma cara triste- Trabalho aqui antes mesmo dela nascer. Sadie sempre foi tão gentil, educada. Sempre muito carinhosa comigo, com a mãe....

- E o pai ?

- Ele nunca estava em casa.

- Como... como a mãe dela se foi ?

- Acidente de carro, há 2 anos. Sadie tinha acabado de completar seus 15 anos. Foi um baque para ela. - Zora se aproximou de Caleb e começou a falar baixo- a relação de Sadie com o pai é péssima. Sadie descobriu que o pai tem uma amante desde antes da mãe morrer, e associa a morte dela, por ter descoberto a traição.

- Meu deus, eu nunca iria imaginar- Caleb ficou pasmo.

- Caleb, eu só te peço que tenha paciência com minha menina. Ela perdeu a pessoa que mais amava nesse mundo, ficou sozinha. Eu a amo muito, mas não sou sua mãe. Então, sei que vai ser muito difícil, mas tente.

- Esse vai ser o meu trabalho.... e ela, já acordou ?

- Sim, estou indo levar seu café no quarto.

- Deixa que eu levo, assim me apresento.

- Ah claro, pode ir - Caleb pegou a bandeja e pelas dicas de Zora, chegou até o quarto descrito por ela. Bateu, esperou uns segundos e logo foi destrancada.

Entrou no lugar, o quarto com certeza era maior que o meu apartamento. Uma mistura de rosa claro com lilás, era lindo.

- Com licença, senhorita Sink- paro olhando a moça sentada de frente para o espelho, me olhando Através do mesmo, parando de escovar seus cabelos por 2 segundos e logo continuando.

Vestindo um roupão preto, através do espelho, pude ver seus traços, olhos intensamente azuis, lábios entre abertos, bochechas rosadas, cabelos vermelhos, caindo sobre seus ombros. Ela era incrivelmente linda.

- Vai ficar parado aí mesmo? - Ela me desperta, eu coloco a bandeja em cima da cama e volto ao lugar que estava.

- Sou Caleb McLaughlin. O seu pai me contrat..

- Pra ser minha babá, eu já sei - disse fria e entediada, bufando. 

-Sim e..

- Não ligo, não me importo, aliás você pode sair? está me atrapalhando e diga para Zora vir arrumar meu quarto- a ruiva fala um pouco mais alto. Caleb sem dizer mais nada, sai do recinto.

- Que muleca nojenta, ô senhor, me dê paciência pra aturar essa riquinha mimada da porra - Caleb vai até seu quarto. Veste uma das roupas que já estavam lá. E sai pela casa, caminho por todos os lados, para conhecer melhor e tentar não se irritar.


Notas Finais


A quarentena vai me obrigar a postar um cap todo dia hahaha

Não esqueçam de comentar, é muito importante para mim.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...