História First Love - Lin YanJun (Nine Percent) - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Nine Percent
Personagens Lin Yanjun, Personagens Originais
Tags Lin Yanjun
Visualizações 0
Palavras 1.268
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Bishoujo, Bishounen, Ficção Adolescente, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo
Avisos: Heterossexualidade
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 1 - ONESHOT


━─━──༺༻──━─━


        Suspirei fundo mais um vez enquanto aperto a caneta em minha mão, olhei para o espelho da penteadeira em minha frente.

    – Hum parece que estou tendo uma idéia. Olhei para a pratileira na parede, acima da penteadeira e vi meu velho diário empoeirado e o peguei assim que consegui alcançar - Faz um bom tempo que escrevi em você, mas por favor me ajude agora. murmurei abrindo aquele velho livro.

  Sentei-me na cadeira e apoiei o diário na penteadeira, logo o abrindo e procurando uma folha limpa próxima ao começo e comecei a escrever no verso de uma folha má desenhada.

"Olá Clefairy :)

... Faz três anos, um bom tempo, que não escrevo em você, da última vez eu tinha quatorze anos e nem era escrita e sim "arte contemporânea" nas folhas aleatórias.

Mas agora, eu realmente preciso desabafar, me pergunto a todo momento como fui me apaixonar pelo meu melhor amigo, YanJun, ele é tão... não sei explicar como ele é, mesmo sendo sua melhor amiga desde o primário, mas é isso mesmo que escrevi, sabe bem que não sou boa com palavras Clefairy.

Percebi gostar dele em um dos passeios do colégio, quando fomos ao aquário da cidade estudar sobre a vida marinha, isso faz quase dois anos, mas pensei ser normal até que assisti um filme semana retrasada, era sobre dois colegas de classe da sexta série que se apaixonavam, mas a história não tem muito haver com o que estou passando, mas percebi gostar de YanJun pelos detalhes do modo que eu ajo quando estava perto dele, ou quando fico enciumada, que nem o garoto no filme.

Sendo sincera ao máximo, acho que YanJun nunca me veria como outra coisa, sem ser como melhor amiga de infância, mesmo criados, praticamente, juntos YanJun sempre foi muito popular por inúmeros motivos ele é inteligente, bonito, talentoso, atencioso e eu... Sou totalmente o oposto, mesmo que eu não queira, infelizmente eu sou, são pequenos e raros detalhes que temos em comum.

Sem contar que ele é a primeira pessoa que comecei a gostar, eu sequer senti esse sentimento antes, claro que já me atraí por outros garotos, mas ele é diferente. Eu quero me confessar, mas com certeza irei parecer uma garotinha tola se eu for me confessar indiretamente, com cartas ou qualquer outro tipo de coisa parecida, mas se for diretamente, vou consegui olhar para o chão... Mesmo ele sendo meu melhor amigo de infância, eu nunca consegui me expressar direito em relação aos meus sentimentos em gerais ele sempre percebeu tudo, até às coisas que eu mesma deixava passar...

Ah! Clefairy, houve uma vez que escutei, através da porta do meu quarto, minha mãe conversar com a Tia Lin, mãe de YanJun, falavam que éramos perfeitos um para o outro quando ficássemos mais velhos e vendo por certo ângulo também concordo... Mas estou confusa e cansada de guardar isso só pra mim e nem ao menos posso desabafar sobre tudo isso com alguém já que não tenho amigas e os outros amigos que tenho, também são amigos de YanJun e eu odiaria ficar sendo zuada o tempo todo por apaixonar unilateralmente pelo meu melhor amigo...

Parei, por alguns segundos, pela cãimbra que havia dado em minha mão e suspirei cansada olhando para minha imagem no espelho fazendo uma auto-avaliação de mim e avaliando algumas soluções que clareou minha mente.

- Se eu não fizer isso eu nunca vou saber não é? - Perguntei a mim mesma sorrindo e pensando na minha ideia.

Sabe Clefairy, mesmo você sendo um diário velho com o nome de um pokémon, me ajudou e muito já sei o que irei fazer... Ah estou tão feliz agora...
...Bye bye conto o resto depois."

- Certo, então amanhã será o meu 'Dia D', preciso dormi, quem sabe assim não ganho um pouco de coragem. Ri ansiosa e desliguei a abajur da penteadeira e me espreguicei levantando e desligando as luzes do quarto, por fim me joguei na cama e depois de não muito tempo entrei no mundo dos sonhos.


~•~ Quebra de Tempo ~•~

 – Será hoje ou nunca. Murmurei baixinho entrando no colégio, que pelo jeito eu devo ter chegado muito cedo, não havia ninguém nem nos corredores.

Senti algumas vibrações na mão e olhei para o celular em minha mão, parei de caminhar naquele enorme corredor e liguei o ecrã me deparando com algumas mensagens de YanJun, por um certo segundo senti meu coração acelerar e sentir aquelas famosas borboletas na estômago, me encostei em uma das paredes do corredor e apertei no app de mensagens.

×~~~×~~~× Message ×~~~×~~~×

* Jun'nie <3 *

"Venha ao terraço"

"Preciso falar com você, venha o mais rápido possível"

" Bye :*"

×~~~×~~~~×~~~~×~~~~×~~~×

Guardei o celular em um dos bolsos do meu uniforme e comecei a subir um dos lances de escadas que vai diretamente no terraço, estou ofegante por subir as escadas quase que correndo, suspirei uma última vez me acalmando antes de abrir a porta do terraço.

Empurrei a porta de vagar, mas ainda sim fazendo-a ranger, suspirei fundo antes de entra de vez e vi YanJun de costas debruçado sobre a pequena mureta e olhando para baixo, a cada passo e segundo sinto como se meu coração fosse algum tipo de bomba relógio prestes a explodir.

- O assunto que precisar falar comigo... é algo sério? - Peguntei tentando disfarçar meu meu nervosismo e colocando uma das mãos no mureta.

- Pra mim é bem sério. Ele falou se virando e ficando a minha frente.

- Dependendo do que for... pode ser pra mim também Jun'nie... - Falei olhando para o chão preocupada e nervosa ao mesmo tempo -... Também tenho um assunto parar tratar com você. Falei quase gaguejando enquanto brincava com os dedos da minha mão.

O vi dar um passo a mais na minha direção, ficando a poucos centímetros próximo de mim, a brisa fria passou por nós balançando meus cabelos, senti a mão de YanJun em uma das minha bochechas e levantei a cabeça olhando diretamente em seus olhos.

- Sabe... Você é bem inteligente e também pecerbe as coisas muito rápido, mas desta vez...- YanJun falou ainda olhando em meus olhos e acariciando minha bochecha, mas eu realmente não estou entendendo nada, só sinto meu coração prestes a explodir - Não está entendo nada agora, não é? - ele perguntou.

Neguei em silêncio e vi YanJun olhar para os lados e sorrir, suspirei baixinho olhei para baixo e fechando os olhos, mas senti os lábios de YanJun tocar os meus me dando um leve susto, mas acabei sendendo de qualquer jeito.

- Você não tem noção do quanto eu esperei pra fazer isso. Ele disse sorrindo e me abraçando.

Eii... Espera... Então sentimos a mesma coisa um pelo o outro então? Ah eu não posso estar mais feliz...

- Você também não tem noção do quanto eu queria isso. Falei sorrindo e olhando para cima fazendo contato visual, ele sorriu me pressionou mais contra seu corpo.

- Então... Quer namorar comigo baixinha? - Ele disse olhando pra mim e sorri acentindo.

- Não precisa nem perguntar duas vezes. Ele me abraçou me tirando do chão me girando no ar. Jun'nie me colocou no chão prestes a me beijar...

* sinal para começar as aulas *


      - Temos que ir, se não vamos no atrasar. Falei desanimada e ele assentiu concordando e pegando sua mochila do chão.

- Vamos namorada? - Ele peguntou pegando na minha mão e entrelaçando nosso dedos com firmeza, senti minha bochechas esquentar, somente assenti sorrindo olhando para YanJun e descemos para as aulas.


━─━──༺༻──━─━



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...