História First Love - Capítulo 11


Escrita por:

Postado
Categorias Stranger Things
Visualizações 91
Palavras 682
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 11 - Pequena despedida


Fanfic / Fanfiction First Love - Capítulo 11 - Pequena despedida

Millie POV

Depois da DR que tivemos não ficamos num clima bom, fico meio triste com isso por que eu gosto dele e aquela briga não era para ter rolado se ele não fosse ciumento.

Meu pais chegam de viagem e me ligam perguntando de mim, explico tudo o que aconteceu e digo que estou na casa de Finn e els fazem questão de virem me pegar. 

Finn está no seu studio no porão em plena tarde de domingo, consigo escutar o som da guitarra e sua voz ao microfone ambos com o som abafados. Desço até lá e me apoio na porta assistindo ele. Como ainda não me viu por eu estar atrás fico apenas apreciando ele, sua música, seus braços tensionados na guitarra e sua cabeça se movimentando ao som da música que tocava. Sorrio comigo mesma, ele sempre foi tão criativo para músicas e muito talentoso na guitarra,  tem uma banda mas não é tão famosa, mas rende algumas viagens pra fora do país. 

Quando finalmente ele para de tocar e se vira para pegar a garrafa de água na cadeira atrás dele, acaba me vendo, sorrindo imediatamente e vem em minha direção deixando a guitarra apoiada na cadeira. Sinto suas mãos em minha cintura me puxando para um beijo, levo minhas mãos até seus ombros e retribuo o beijo com delicadeza. 

M: -Meus pais me ligaram... Estão vindo me buscar

F: -Ah...

Seu sorriso se desmancha e  passo a mão pelo seu cabelo.

M: -Ei a gente ainda vai se ver! Não fique triste.

F: -Mas com menos frequência. 

Ele diz diz baixinho e começa a beijar meu pescoço descendo até a clavícula e para ali apoiando delicadamente seu queixo em meu ombro.

F: -Passei em um teste para um filme ontem, as gravações vão começar daqui uma semana.

M: -Caramba Finn que legal!!

Me entusiasmo por ele. Ele levanta a cabeça para me olhar mas não vejo um pingo de alegria em seu rosto.

M- :Qual o problema?!

F: -As gravações são no Caribe, e vou morar lá por mais ou menos seis meses.

M: -Ow isso é muito tempo!

Ele assente.

F: -Não quero deixar você e ter que ficar falando com você por mensagens ou por câmera. 

Escutamos o som de buzina do lado de fora e sei que são meus pais.

M: -Meus pais chegaram....

F: -Percebi

Ele se afasta de mim e vamos até a porta, pego minha mala no quarto dele vamos até a frente de sua casa e vejo meu pai e minha mãe com sorrisos maiores que o próprio rosto, Meredith está pulando no banco de trás. 

Todos descem do carro e Meredith vem correndo na direção de Finn e ele a pega girando ela no ar como uma cena de um filme romântico, rio e abraço meus pais que me apertam com uma leve força. Meredith em dá um abraço também mas estava mais encanta em ver Finn.

F: -Vocês querem entrar?! 

Meus pais se entreolham e Meredith responde por eles.

Me(Meredith): -Sim!!!!

Ela diz empolgada e entramos na casa de Finn, ele faz café para nós e serve a mesa com pães e bolo, fico impressionada de onde ele tirou tudo isso.

Nós conversamos sobre tudo meus pais contam da viagem eu conto do ocorrido em casa, Finn do filme que vai gravar e Meredith conta sobre as novas amizades que ela fez pela Inglaterra e faz uma ótima imitação do sotaque inglês deles. 

Papo vem, papo vai e vemos as horas e já eram dez horas da noite,  Meredith já estava desmaiada sofá de Finn.

Meus pais acham melhor irmos embora para não atrapalhar Finn com qualquer coisa que ele esteja fazendo de inútil. Todo concordam menos Finn é claro, ele fica muito sozinho em casa.

Finn pega Meredith com cuidado e a leva para o carro colocando-a no banco de trás. Finn se despede dos meus pais com um abraço desajeitado, e por fim se despede de mim com um beijo rápido e delicado, e um abraço. Entro no carro no banco de trás com Meredith dormindo e meus pais na frente, fico olhando pela janela Finn com uma expressão triste sentando na escada da frente de sua casa.


Notas Finais


Meredith é a irmã mais da Millie, ela realmente tem uma irmãzinha na vida real mas não sei o nome dela real hahaha


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...