1. Spirit Fanfics >
  2. First love >
  3. Capitulo 6

História First love - Capítulo 6


Escrita por:


Capítulo 6 - Capitulo 6


Eu e Matthew ficamos conversando, sobre nossa família, e descobri que ele é filho único, e que seus pais são separados. Ele nasceu na Itália, mas se mudou pros Estados Unidos quando tinha 3 anos, sua avó materna ainda mora lá. Isso explica sua aparência, ele é loiro e tem olhos verdes, e a pele clara. Falamos também sobre planos para depois da faculdade, e outras coisas.

-nossa - olhei para o celular - estamos conversando vai fazer uma hora. Eu vou ver se acho Kendall - avisei e levantei.

-eu vou com você - ele disse e também levantou.

Fomos em direção ao andar de baixo e não demorou pra eu logo avistar Kendall, Laura e Hanna perto da escada.

-heyy - Kendall me viu - oii Matthew - ela o viu atrás de mim

-oii - ele respondeu dando um aceno.

-você viu que são 2:30 já? - perguntei olhando a tela do celular com a hora.

-você já quer ir embora? - ela perguntou já fazendo beicinho.

-eu até queria, mas Matthew tinha se oferecido pra me levar, então se você quiser ficar.

-hmmm, Matthew te ofereceu carona? - ela falou meio sussurrando pra ele não ouvir.

-sim - dei de ombros - eu tava conversando com ele até agora, já que minha amiga não foi me procurar.- falei fingindo estar brava, o que eu talvez estava por ela nem mandar mensagem, afinal eu tinha ido só no banheiro.

-eu vi que você tava com ele

-onde?

-quando você foi no banheiro eu vi que um idiota derrubou bebida em você, ai eu fui atrás, quando subi as escadas vi vocês conversando.

Ok, já não estou brava.

-eu não vi você.

-é, eu sei - ela deu um sorriso.

-então eu acho que eu vou agora tá, essa blusa molhada está me irritando.

-tudo bem, eu não vou demorar muito - ela me abraçou.

-Matthew - o chamei e ele me olhou - eu acho que aceito a carona agora.

-beleza. - nos despedimos das meninas e fomos para o lado de fora de casa em direção a rua.

 

 

-você mora bem perto da faculdade - Matthew comentou quando passei meu endereço pra ele.

-sim, é perfeito. Você mora longe?

-não, mas você mora mais perto.

-você mora sozinho?

-sim, graças a Deus. Não dou conta da minha bagunça imagina com alguém - demos risada.

-o bom é que Kendal não faz muita bagunça, e se faz logo arruma.

-e Eu também gosto de ter espaço só meu sabe

-eu quero ter o meu espaço ainda, mas é tudo novo ainda pra mim, então está sendo muito bom passar por isso com Kendall, a gente meio que se ajuda.

 

Matthew tinha me deixado em casa, e assim que cheguei fui tomar uma ducha, tirei a maquiagem, escovei os dentes e fui dormir.

Quando acordei, era 11:30 da manhã, então decidi levantar. Fui até a sala e liguei a tv em Friends enquanto fazia um omelete pra mim, não estava com muita fome. Mexi um pouco no celular, quando entrei no Instagram, vi que o Matthew tinha me seguido, assim como o menino que derrubou bebida em mim. Segui de volta Matthew e continuei mexendo nas redes sociais. Passei um tempo mexendo até que Kendall apareceu na sala.

-bom dia - disse com cara amassada se jogando no sofá

-bom dia, que horas você chegou, nem te vi.

-nem sei como cheguei na verdade.

-Kendall que perigo.

-eu n vim dirigindo, acho que Laura que me trouxe.

-seu carro ainda está lá? - perguntei rindo.

-e espero que a chave tbm.

-menina, o que aconteceu depois que eu sai de lá?

-shots, varios shots - ela levantou o rosto e me olhou rindo.

-Eu lembro que alguém tirou a chave da minha mão, quando eu quis vir embora. Vou ligar pra Laura ver se está com ela.

 

 

-se eu tiver perdido o que eu faço? - Kendall perguntou enquanto eu dirigia até a casa que tinha rolado a festa ver se quem mora lá viu a chave.

-tem que ligar pro seguro

-minha mãe vai me matar, você sabe né?

-eu to confiante que a gente vai achar - disse assim que virei na rua da festa, logo avistamos o carro da Kendall.

-pelo menos o carro tá aqui - ela disse irônica.

-fica calma - disse estacionando na frente da casa.

Saímos do carro e fomos em direção a casa. Toquei a campainha e depois de um minuto abriram a porta. E quem era? O menino que tinha derrubado bebida em mim!

-oi - ele disse abrindo a porta, parecia que tinha acordado agora.

-oi - Kendall começou a falar - eu vim na festa ontem né, e eu perdi a chave do meu carro - ela apontou pro carro estacionado na rua. - eu vim aqui saber se por acaso alguém achou.

-tá, só um pouquinho - ele entrou de volta na casa.

Depois de uns 2 minutos ele voltou.

-pode entrar- ele abriu bem a porta da casa - jack disse que tinha colocado uma chave que ele achou na bancada - ele apontou para a mesma.

-ok, obrigada - Kendall foi até a bancada e eu fiquei esperando ali na porta.

-não vai entrar? - Zayn perguntou.

-não - respondi meio seca.

-ei - ele me chamou - eu te devo desculpas por ontem.

O olhei surpresa.

-eu esbarrei em você ne?

Fiz que sim com a cabeça

-foi mal mesmo, eu até podia colocar a desculpa na bebida mas fui um idiota. Desculpa - ele disse me olhando bem nos olhos. Ele tinha olhos castanhos quase pretos.

-tudo bem - falei desviando o olhar pra ver se Kendall já estava vindo.

-achei - ela sacudiu a chave mostrando.

-ainda bem - disse - vamos então - disse assim que Kendall passou pela porta.

-obrigada - ela agradeceu Zayn e ele fez que sim com a cabeça.

-meu deus nem acredito que achei, de verdade.

-eu acredito, até eu estava nervosa por você.

 

Fomos para a casa e passamos o dia fazendo nada, vimos um filme, pedimos sushi pra janta e estava perfeito, fui dormir cedo pois no outro dia tinha aula.

 

Assim que cheguei na faculdade encontrei com Hailey e ficamos conversando até começar a aula. Combinamos de nos encontrarmos para almoçar e assim fizemos.

-como você consegue ser tão saudável?- ela perguntei assim que voltei com a salada que tinha pedido.

-eu sou só as vezes - disse me sentando.

-você é sempre.

-ai, mas se eu tenho vontade de besteira eu como, tipo sem culpa.

-mas tem que ser né, senão fica neurótica, igual eu fiquei uma vez.

-serio? - perguntei pra hailey.

-aham, eu comia pouquíssimo nas refeições e era tipo salada e fruta, ai passei mal umas duas vezes e minha mãe meio que brigou comigo e abriu meus olhos, que tipo eu não precisava sabe?!

-realmente. Eu sempre fui magra, então também não fico muito neurótica por causa disso. Só quando eu era mais nova, tipo 14,15 anos eu modelava né, e era muito tenso algumas situações. Eu era magra, como disse eu sempre fui, e as vezes alguns testes, não todos, mas alguns tipo te olhavam e falavam: se você emagrecer 5 kilos ai pode voltar pra tentar.

-mentira - Hailey ficou supresa.

-serio - disse dando uma garfada na minha salada - eu sempre tive meus pais me cuidando sabe, me falando que eu n precisava daquilo, porque eu fazia porque gostava de tirar fotos, quando eles me maquiavam e tudo mais. Mas tinham meninas que dependiam daquilo sabe?! Pensa você com 14 anos, com o corpo magro e olharem pra você e falaram que tá gorda.

-que horror né?! A gente sempre escuta histórias de meninas que acontecem isso, porque tem pessoas que dependem real disso né?

-sim, alguns testes, quando eram marcas mais conhecidas, era um clima tenso sabe.

-credo - ela disse mordendo seu sanduíche - mas faz tempo que você não modela?

-com 15 anos eu fazia mais coisas sabe, mas minha mãe trabalha nesse ramo da moda sabe, então ela tem alguns contatos que ainda me chamam, mas bem menos do que antes.

-por isso você quis fazer moda? Por causa da sua mãe?

-mais ou menos, ela é estilista, então eu sempre via ela desenhando e imaginando roupas incríveis e sempre achei muito impressionante, então acho que ela teve influência sim.

-ela tem sua própria marca?

-não, ela sempre é convidada pelas marcas para assinar coleções.

-que demais né?

-é muito legal!

-heyy - Hanna, John e Matthew sentaram com a gente depois de nos cumprimentarem.

-o que vocês acham da gente ir no cinema amanha - Hanna propôs - tá passando um filme que eu queria muito ver - ela fez cara de cachorro pidão.

-que filme está passando? - perguntei.

-homem aranha.

-serio? - Hailey fez cara de desanimo.

-eu também quero ver - falei consolando Hanna.

-ebaa, mais alguém quer ir?

-eu topo - Matthew.

-pode ser também.

-beleza então, eu mando msg pra Laura convidando também, manda msg pra Kendall também - Hanna disse me olhando.

-eu falo com ela, na verdade até achei que ela ia almoçar com a gente - falei enquanto mexia no celular pra ver se Kendall não tinha mandado mensagem.

-que horas amanha? - Matthew perguntou.

-as 8.

 

 

Eu e Kendall já tínhamos saído de casa e estávamos indo ao cinema. Não tinha vindo ainda no shopping daqui. Ele é enorme, assim como seu estacionamento. Caminhamos pelo shopping ate achar o cinema, o que demorou uns 10/15 minutos, porque como falei, o shopping é enorme.

-heyy - Laura falou assim que nos viu.

-achei que não vinham mais - Hanna disse rindo.

-nos perdemos algumas vezes dentro do shopping -Kendall explicou.

-normal, me perco até hoje - Hanna afirmou.

-vamos comprar os ingressos então logo - Laura foi na frente.

 

Não conseguimos comprar todos um do lado do outro, então compramos três cadeiras em uma fileira e 4 em baixo. Entramos no momento certo, assim que sentamos o filme começou. Sentei ao lado de Matthew e Kendall, que fez questão que eu sentasse ao lado dele. E eu fiquei morrendo de vergonha, é claro! Eu tinha comprado um saco pequeno de pipoca, o que pra mim já era bastante, uma agua e um mentos de morango.

Eu estava ansiosa pelo filme, eu adoro filmes de super heróis. Kendall não é muito fã, acho que ela veio mais pela galera.

- Sera que vai ser bom? – kendall me perguntou baixinho pois o filme já havia começado.

- eu acho que sim, sempre é. – falei começando a comer minha pipoca e prestando atenção no filme.

Só pelo meio do filme me lembrei que Matthew estava do meu lado. O olhei meio de canto de olho e vi que ele estava concentrado no filme também, fiquei meio agoniada por kendall ter me deixado no lado dele, achei que ele poderia tentar alguma coisa, e eu não sei se estou preparada ainda. Mas, ainda bem, ele não tentou nada.

 

O filme foi perfeito, como sempre, todo mundo adorou também, ate kendall que não é muito chegada achou divertido. Já eram 10 e meia da noite e estávamos reunidos na frente do cinema conversando.

-Heyy – laura chamou nossa atenção – Logan disse que tem um pessoal reunido na casa deles, que é pra gente ir pra la. Voces querem ir?

- Eu topo – hanna disse.

Hailey também concordou.

- Eu não sei se estou muito afim – disse – é dia de semana também. – olhei pra kendall para ver se ela queria ir.

- Você se importa se eu for? – kendall me perguntou.

-obvio que não – falei sincera.

- então eu vou!

- só que a gente veio com o teu carro – lembrei kendall.

-eu posso te dar carona pra casa – Matthew se ofereceu. – não estou a fim de ir também.

- não tem problema? – perguntei

Ele fez que não com a cabeça.

- beleza então – laura agilizou – vamos?

Nos despedimos de quem ia e seguimos em direção ao carro de Matthew.

- obrigada pela carona de novo – disse meio tímida.

- não tem problema, de verdade – ele disse e abriu a porta do carro pra mim.

- porque você não quis ir? – perguntei assim que saímos do estacionamento do shopping.

- eu não gosto muito do pessoal que mora nessa casa.

- esse logan? – perguntei, pois não conhecia ninguém.

- é, é a casa da festa desse final de semana.

- ata – agora tinha entendido – acho que são amigos do meu irmão.

-acho que sim.

-você conhece meu irmão?

- nunca falei muito com ele, só talvez em festa.

- entendi – ficou um silencio por uns segundos.

- eu sou amiga da laura alguns anos já, e desde que ela começou com essa coisa com o logan, ele meio que já magoou ela algumas vezes, sem eles nem estarem namorando.

- então a laura tem alguma coisa com esse logan

- tem, faz uns 3 meses acho. Ele mora na casa. Ele e o jack.

-acho que sei quem são, já os vi com o meu irmão. O zayn também mora la?

-não, acho que não, mas esta sempre la.

- eu e kendall fomos um dia depois da festa la de volta na casa, porque kendall aparentemente depois que nós fomos embora, ficou muito louca e não estava em um bom estado pra dirigir e alguém tirou sua chave do carro, então nos fomos la buscar, quem atendeu a porta foi esse zayn, por isso perguntei se ele morava la.

- kendall tinha perdido a chave? – ele perguntou meio rindo.

-sim, ela me apavorou em casa.- disse rindo.

-eu imagino.

-quando ela acordou perguntei que horas ela tinha chegado em casa, porque não tinha escutado nenhum barulho. Ai ela falou que não lembrava e nem lembrava como tinha vindo pra casa. Ela achava que laura tinha trazido ela.

- e foi ela mesmo?

-sim, ainda bem que sim. Ai ela me deixou mais apavorada porque não sabia onde estava a chave do carro. – eu e matthew estávamos rindo. – ainda bem que alguém na casa guardou.

-ainda bem mesmo.

-eu já estava pensando que teria que chamar seguro e tudo mais.

-mas a laura geralmente é a salvadora desses momentos, ultima vez que fiquei assim como kendall ficou, ela que me trouxe pra casa, subiu comigo no meu apartamento, me colocou na cama. E só sei disso porque ela me lembrou, porque eu não fazia ideia.

-Serio? – perguntei meio rindo.

-sim, foi bem horrível. E você?

- eu o que?

- teu pior porre.

-eu nunca tive nenhum porre.

-mas você bebe?

-as vezes, mas nunca ao ponto de me passar sabe?!

-bem que você faz, é horrível mesmo – ele disse brincando e eu ri.

Já estávamos na minha rua do apartamento.

-você quer subir? – falei assim que ele estacionou quase na frente do prédio.

-você não vai dormir logo?

-acho que não, eu provavelmente iria assistir alguma coisa, a gente pode pedir uma pizza.

- ok, eu topo, pizza me convenceu – ele disse sorrindo.

 

Decidimos pedir uma pizza de calabresa enquanto decidíamos o que íamos assistir.

-pode colocar se quiser.

-mas você gosta? – eu tinha falado que assistia friends.

-gosto, pode colocar.

- beleza, se quiser trocar me avisa.

Estávamos sentados no sofá, esperando a pizza. Fiquei surpresa comigo mesma por ter convidado matthew pra subir, não que eu não queria que ele subisse, eu queria e é isso que eu me surpreendi.

- o que você ta pensando? – matthew me tirou dos meus pensamentos.

-oi?

- você parecia estar com os pensamentos longe.

- nem eu sei o que estava pensando – menti

Ele continuou me olhando.

-o que foi? – perguntei tímida, certeza que eu já estava corada.

- suas bochechas estão vermelhas. – ele disse e aproximou seu rosto um pouco do meu.

- obvio, você fica me olhando. – meu cotovelo estava apoiado na guarda do sofá, e apoiando meu rosto na minha mão – é serio. – escondi meu rosto na minha mão.

Senti a mão do matthew no meu queixo puxando meu rosto pra mais perto do seu, ele estava olhando bem em meus olhos e depois passou a olhar minha boca. Assim que ele olhou de volta nos meu olhos, ele se aproximou assim como eu também me aproximei até que nos beijamos.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...