História First Love (Imagine com Min Yoongi) - Capítulo 10


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Beatriice, Bts, Drama, Imagines Com Bts, Suga, Tragedia, Você, Yoongi
Visualizações 119
Palavras 1.780
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Ficção, Ficção Adolescente, Lemon, Romance e Novela, Suspense, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Drogas, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 10 - Beijo


Fanfic / Fanfiction First Love (Imagine com Min Yoongi) - Capítulo 10 - Beijo

Min Yoongi. 

Aquele maldito nome não sai da minha cabeça. Como que um cara mais velho que eu consegue mexer tanto com os meus sentimentos? Não, não posso estar me apaixonando por ele. É como se fosse um jogo perigoso que me arrastasse para me aprofundar no tal jogo e eu não queria isso, não queria que esse sentimento crescesse e deixasse óbvio para ele. 

Por que logo ele? 

Eu estava tão cansada, meu corpo estava deitado mas minha cabeça estava nos céus. Eu estava me odiando por ser tão tímida e não tomar um passo inicial com ele, mas também tenho certo medo, vai que o garoto não gosta de mim. Eu tentava me distrair mas a única coisa que estava em minha mente era o Yoongi. Devo estar ficando louca - pensei.

Era exatamente quatro horas da manhã e eu ainda estava acordada, o sono não vinha com tanto pensamento que vagava na minha cabeça extremamente bagunçada. Acendi a luz da minha luminária e coloquei uma música calma, bem baixinho para que não acordasse Yoongi, se bem que eu acho impossível aquela criatura acordar, mas isso não vem ao caso agora. Peguei meu lápis 6B e comecei com pequenos traços. Com o passar do tempo, me dei conta de quem eu havia desenhado. 

Ele mesmo, Min Yoongi. 

Eu realmente devo estar ficando louca, isso é considerado obsessão? Obviamente. Fechei meu caderno de desenho e peguei meu celular, desbloqueando o mesmo e fui fuçar em minhas redes sociais e acabei encontrando as selcas dos meninos por onde eles estavam e claro, tive que comentar tal foto. Sorri ladino com a resposta idiota de Hobi. 

Quando dei conta, já era manhã, seis e cinco da manhã sendo exata. Levantei de minha cama, ajeitei a mesma e vesti roupas simples para ficar em casa. Sai do meu quarto e fui para o banheiro, escovei meus dentes e fiz minhas necessidades. Depois, lavei meu rosto e prendi meu cabelo em um coque bagunçado. Sai do banheiro e parei em frente a porta do quarto de Yoongi, abrindo a mesma cuidadosamente. Ele ainda dormia, sorri aliviada por estar vendo ele descansando como deveria. 

Desci para a cozinha e comecei a preparar o café da manhã, sopa, vegetais e tofu frito e claro, acompanhados de um suco de laranja natural. Meu celular começou a tocar, era Jungkook. 

Olá, querido coelho.

Olá, fofa borboleta.

Está tudo bem?

Sim, só estamos cansados. O hyung melhorou?

Ele está descansando, isso ajuda na melhora dele. Estão curtindo  por onde estão?

Muito, aqui é bem divertido. 

Ficamos um bom tempo conversando no telefone e senti estar sendo observada, olhei para a porta da cozinha e lá estava ele, encostado e me encarando. Me despedi de Jungkook e desliguei o telefone - Olha só quem está conseguindo ficar de pé - sorri ladino - Como se sente? - perguntei.

- Ainda sinto dor mas acho que estou sobrevivendo a ela - sorriu fraco - Estou com fome. 

- Que ótimo porque o café já está pronto! - sorri e me levantei para colocar as coisas a mesa.

- Fez a sopa do Jin a essa hora? - ele perguntou e eu assenti - Obrigado. 

- De nada, faz bem você tomar ela - ele sorriu ladino - Veja como está melhor depois de ter tomado ela ontem - sorriu novamente e eu me sentei a sua frente e comecei a comer. 

- Você fez tudo isso pra mim? - perguntou timidamente curioso. 

- Sim, eu prometi aos meninos que eu ia fazer máximo pra cuidar de você - ele abaixou a cabeça e sorriu tímido. 

Depois de ambos alimentados, lavei a louça e fiquei um pouco com o Yoongi na sala, onde ele estava deitado e vendo televisão. O dia lá fora estava bonito, então subi para o meu quarto e peguei algumas folhas e meus lápis e desci novamente, Yoongi me olhou confuso e eu sorri tímida - Quer ir comigo para a estufa? - perguntei e ele assentiu - Que bom, porque está um dia maravilhoso e você não vai ficar enfurnado nessa casa - pude ouvir sua risada. 

- Eu queria voltar a dormir mas já que você insiste - resmungou. 

- Dormir? - encarei ele rindo - Você dorme demais Yoongi. 

- E você adora reclamar! - indagou - Pode me ajudar a ir até lá?

- Não consegue ir sozinho? - perguntei. 

- Se eu estou te pedindo ajuda, é claro que não - bufou e riu. 

- Aish, grosso - revirei os olhos e o ajudei a ficar em pé. 

Saímos da casa e andamos pelo jardim, abri a porta da estufa e entramos. O cheiro das plantas penetrou minhas narinas, fazendo com que eu sorrisse. Tirei meus chinelos e andei descalça pelo lugar, ajudei Yoongi a sentar no enorme pano xadrez azul que ainda permanecia ali desde aquele dia e coloquei minhas coisas sobre o tecido. Me sentei ao lado de Yoongi, que sorriu e ficava curioso com o que eu iria desenhar. 

- Está sem ideias do que desenhar? - perguntou curioso. 

- Um pouco, não que eu esteja sem inspiração - suspirei - Estou realmente sem ideias, socorro. 

- Me desenhe - me virei rapidamente pra ele surpresa - O que? Não precisa de uma ideia? Me desenhe. 

- T-Tudo bem - voltei meus olhos para o meu caderno e peguei meu lápis. Minhas mãos estavam trêmulas pelo nervosismo. Puta que pariu, Min Yoongi quer que eu desenhe ele? Eu devo ter entrado em coma e isso é apenas um sonho. 

- Yumi, está tudo bem? - perguntou preocupado, tirando-me do meu transe e eu assenti positivamente - Não parece, suas mãos estão pouco trêmulas.

- Relaxe, não é nada de mais - sorri ladino e ele assentiu - Bom, posso te desenhar com o cenário em nosso volta? 

- Fique a vontade afinal, o desenho é seu, não meu - sorriu e procurou um lugar para se ajeitar. 

Logo a ponta do lápis se encontrou com a fina folha branca do meu caderno, não demorou muito para que os rabiscos ganhassem uma forma, principalmente quando desenhei ele. Ele estava com o braço apoiado no joelho, seu rosto deitado na palma de sua mão, os cabelos esverdeados desbotados puxados a um loiro e os olhos estavam fechados. Ele é perfeito de certo modo. 

~♡~

Depois de ter terminado o desenho, fiz alguns biscoitos de chocolate e levei para a estufa. Yoongi estava deitado e sorria enquanto ouvia uma música aleatória que tocava em meu Ipod. Ele comia os biscoitos de uma maneira fofa, jesus, eu nunca imaginei o Yoongi sendo uma pessoa fofa e sinceramente, nas últimas horas ele tem sindo adorável comigo. 

- Estão gostosos? - perguntei curiosa enquanto tomava um gole do meu chocolate quente. 

- Está sim - sorriu ladino - Jin deveria fazer biscoitos assim as vezes. 

- Jin realmente adora cuidar de vocês né? - perguntei e ele assentiu, sorrindo - É tão bom saber que você tem alguém que não importa o problema, sempre estará por perto para lhe proteger e te acolher. Antes de eu conhecer vocês, Jungkook sempre cuidou de mim como se eu fosse uma criança - sorri tímida - Acho que se não fosse ele, eu nem estaria respirando agora - abaixei a cabeça. 

- O que aconteceu? - ele perguntou preocupado, levantando delicadamente meu rosto com seus dedos - Claro, se quiser contar o que aconteceu né. 

- Jungkook me encontrou desacordada no meu quarto - engoli seco - Eu havia tomado uma caixinha inteira de um remédio pesado, Kook disse que eu quase morri - pausei e senti uma lágrima escorrendo pelo meu rosto. 

- Não chore, Yumi - disse limpando minhas lágrimas, que continuavam a cair.

Em um ato repentino, os braços de Yoongi me acolheram a um abraço. Eu desabei ali mesmo, odiava me lembrar disso. As mãos dele estavam em meus cabelos, como se fosse uma forma de me acalmar, eu não conseguia parar de chorar. Me afastei devagar e engoli meu choro, sequei meu rosto com a manga da minha blusa. 

- Isso é passado, Yumi - me encarou entristecido - Não se remoa por isso, tudo bem? - assenti - Não quero ver esse rostinho tão lindo triste, uma moça bonita deve sorrir - senti minhas bochechas ficarem quentes. 

- O-Obrigado - sorri tímida - Eu acho - ele riu.

- Deve estar estranhando o fato de eu estar tão carinhoso com você né? - ele perguntou com o sorriso nos lábios e eu assenti - Já esperava isso de você, relaxe, não estou querendo enganar você e nem nada disso. 

- Eu sei bobinho, eu só achei estranho você estar sendo assim - ele sorriu ladino - É que geralmente você é muito grosso. 

- Normal de mim - riu - Eu poderia comer esses biscoitos a vida toda. 

- Sempre que quiser, eu farei com o maior prazer - falei e ele sorriu. 

E ficamos ali, com o cheiro pertinente das flores e das plantas e o cheiro suave de hortelã dele. Estava realmente um dia agradável, pelo menos para mim. Yoongi estava com a cabeça deitada em minha coxa e seus olhos estavam fechados, o som de Chopin ecoava pela estufa e eu voltei a desenhar em meu caderno. Havia uma tranquilidade em mim e era ele que estava me transmitindo isso, era como se ele fosse a calmaria do meu caos. 

Eu estava tão distraída desenhando que demorei a perceber que estava sendo encarada por ele, e quando percebi, minhas bochechas ficaram quentes no mesmo instante. Ele sorriu ladino e se sentou de frente para mim, eu não conseguia encará-lo - não consigo manter contato visual com os outros, raiva -, deixei meu caderno de lado e senti suas mãos deslizarem pelo meu rosto. 

- Você é tão linda - disse calmo - Você me lembra rosas, sabia? 

- Por que? - ergui minha cabeça e encarei suas pequenas órbitas castanhas.

- Porque você é tão delicada quanto uma - sorriu tímido e se aproximou mais de mim - E também, é linda como tal. 

- Y-Yoongi... - seu dedo indicador fora pressionado contra meus lábios. Aquilo de novo. 

- Eu acho que gosto de você, Mayumi - disse envergonhado. Quem diria. 

- Isso é algum tipo de brincadeira? - ri sem graça. 

- Me responda, por que eu brincaria com os meus sentimentos e talvez, com os seus? - ele me encarou.

- Yoongi, eu gosto tanto de você - acabei admitindo. 

Ele não respondeu nada, apenas se aproximou lentamente e o desejado aconteceu. Ele selou nossos lábios. 

~♡~


Notas Finais


Feliz aniversário atrasado, minha Capri ♡


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...