História First Sight - Capítulo 5


Escrita por: e jeonemillyduds

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Drama, Original, Romance
Visualizações 14
Palavras 1.319
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Festa, Fluffy, Hentai, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


sinceramente odeio ter que depender dos outros, mas fazer o que, depois que vendi meu celular é o único jeito.
desculpa se demorei <<culpa das minhas irmãs>>,obrigada pessoas que leem isso, vocês notam os invisíveis.
BOA LEITURA S2

Capítulo 5 - Não foi desta fez


Fanfic / Fanfiction First Sight - Capítulo 5 - Não foi desta fez

Marih POV

Quando finalmente acabei de gravar a musica, que francamente deu muito trabalho, peço para o motorista me levar ate o hotel que minha irmã esta, entro no carro e mando mensagem para Dong.

WhatsAap

me:

Do, como eu temia ocorreu um imprevisto.

mochi:

qual

me:

Vou ter que cuidar da minha irmã mais nova

mochi:

se quiser eu posso te ajudar

me:

Certeza? Não vou te atrapalhar

mochi:

tenho, você não me atrapalha e, além disso, não vou fazer nada quase a semana toda

me:

Então ta, vá ate o Acube Hotel Dongdaemun no quarto 480 avisarei o porteiro que você vira

mochi:

ok, só vou terminar umas coisas aqui e  já  vou

me:

Te espero

Desligo o celular, guardo e desço do carro, converso com o porteiro autorizando minha entrada e a de Dong e subo ate o quarto, entro e sou recebida com um abraço forte e caloroso da minha irmã.

Nr: mariiiiiih super animada.

Mh: oiiiiiiiie saudades? retribuo o abraço e tento responder na mesma intensidade.

Nr: muita me solta e segura minhas mãos.

Mh: eu também me ajoelho e beijo sua testa.

Nr: hoje eu quero brincar muito e... É interrompida pelas batidas na porta quem é? Sai correndo para abrir, me levanto e vou atrás.

Ela abre a porta e vê o Dong.

Nr: quem é você?

Mh: Nari ele e meu... Sem ter o que dizer, olho para Dong e volto a atenção para Nari hmm amigo.

Nr: ok se é amigo da minha irmã puxa ele para dentro e fecha a porta é meu amigo também

Mh: observo a cena e começo rir.

Nr: que foi? Quer saber não importa, já que vocês estão aqui, me ajudem aligar esse troço vai em direção ao aparelho de som.

Mh: claro, porque não explico como funciona cada botão e ela começa a usar sozinha.

Vou me afastando devagar observando ela, fico do lado de Dong.

Dy: tão pequena, mas tão esperta observa nari impressionado.

Mh: pois é, nari é meu tesouro, e esta crescendo muito rápido aparece um sorriso no meu rosto.

Dong-Yul POV

Olho para a Marih, ela esta com um sorriso, que particularmente, eu amo e acabo dando um sorriso bobo.

Mh: que foi? Me olha sorrindo.

Dy: nada, só gosto do seu sorriso ela corou e pra mim só deixa ela mais linda.

Mh: bobo... Da uma pausa vamos voltar à atenção para nar... Olha para onde a nari estava e não vê ela cadê ela? Assustada.

Ouço risadas vindas de outro como cômodo.

 Mh: cozinha nos corremos ate lá e não ouvimos e nem vemos nada.

Ouço novamente as risadas.

Dy: banheiro? Corremos de novo ate o banheiro, mas de novo não tem nada.

Outra vez as risadas.

Mh: essa menina ta brincado com a gente, acho que ela esta no quarto corremos ate o quarto mas ouço pequenos passos indo para o outro quarto e vou atrás.

Mh: onde você vai? Confusa.

Dy: shh me segue fomos ate o outro quarto e vejo-a distraída, pego ela pela cintura e ela se assusta peguei grito e rodo ele no ar.

Nr: ri muito ok, ok agora me solta.

Solto ela colocando-a no chão.

Nr: ok agora vamo brincar do que? Agitada.

Dy: meu deus, você não cansa não?

Nr: não faz careta.

Mh: depois  de rir muito já sei pega um travesseiro, eu não entendendo nada, taca em mim e eu  caio guerra de travesseiros grita.

Nr: gostei pega outro travesseiro e começa a me bater.

Dy: socorro estão me agredido começo a rir.

Consigo alcançar um travesseiro e começo a me defender delas e atacar, tomava cuidado pra não machucar nenhuma, ficamos um bom tempo nessa brincadeira até que todo mundo cansou.

Mh: cansei se joga na cama.

Dy: cansei também me jogo do lado dela.

Nr: também pula em cima dela.

Mh: AIIIII grita e nari começa a rir.

Dy: que horas são?  Pergunto virando o rosto para Marih.

Mh:  pega o celular nove horas, nari ta tarde pra você, não ta não?

Nr: talvez da um sorrisinho.

Mh: isso é um sim, nari hora do banho.

Nr: só se você vir comigo carinha de cachorro pidão.

Mh: ta, Dong já volto.

Dy: ok, sem pressa.

Enquanto a Marih dava banho na nari, eu fui para sala, sentei no sofá e comecei a ver as redes sociais da minha irmã, parece que ela chegou bem na França. Quando percebo a nari já terminou o banho e estava olhando o que eu estava fazendo.

Nr: quem é essa? Curiosa.

Dy: que susto, essa é a minha irmã recuperando o folego.

Nr: onde ela ta?

Dy: na França olho as fotos dela.

Nr: é longe?

Dy: é um pouco começo a ficar triste.

Nr: você... Interrompida pela Marih.

Mh: chega né nari voltava do quarto.

Nr: ta emburrada.

Mh: desculpa ela é um pouco curiosa senta do meu lado.

Dy: tudo bem é coisa de criança.

Marih segura a minha mão, me da um selinho e coloca a cabeça no meu ombro.

Nr: eu quero fazer alguma coisa cruza os braços.

Mh: mais? Cansada.

Nr: é continua na mesma posição.

Mh: o que você quer  fazer?

Nr: não sei.

Dy: penso um pouco que tal um filme.

Mh: boa ideia se anima por não ter que brincar mais  coma nari.

Nr: eu posso escolher? Muito animada.

Mh: claro porque não.

Nr: então eu quero... Pensa um pouco liga da justiça.

Mh: ok Dong você pode colocar o filme pra mim? Eu vou fazer a pipoca.

Dy: ta peguei o controle da TV, fui à netflix, coloquei o filme e pausei esperando a Marih.

Depois de um tempinho ela voltou.

Mh: pronto ela veio com uma tigela cheia de pipoca.

Nr: espera... Nari saiu correndo ate o quarto e voltou com uma manta agora sim sentou no meio de mim e da Marih nos cobriu com a manta.

Mh: começou a rir ok soltou o filme.

Começamos a assistir o filme, mas um pouco mais da metade do filme a Nari dormiu e a Marih a levou pro quarto dela.

Marih POV

Quando eu voltei pra sala, vi que Dong estava sentado no sofá, aparentemente assistindo o filme então, fui me aproximando dele, num piscar de olhos, Dong me taca uma almofada na cara e me faz cair no chão onde o mesmo sobe em cima de mim, segura meus pulsos e a fica me encarando nos olhos.

Dy: agora estamos quites da um sorrisinho, ele se referia a travesseiro que taquei nele.

Ate que ele percebe o que fez e fica corado, o que fez eu o virar, invertendo as posições, agora eu estava em cima dele segurando seus pulsos.

Mh: não!! Agora estamos quites dou um sorriso e sem perceber nossos rostos estavam se aproximando e começamos um beijo calmo e sincronizado, e minhas mãos seguindo o ritmo, soltando os pulsos dele e escorregando ate as mãos onde elas se entrelaçavam.

Mas fomos interrompidos com o telefone tocando.

Mh: puta merda era para ser um pensamento que acabou saindo pela minha boca e  Dong ri, me levanto, vou atender e novamente era minha mãe avisando que ia passar a noite fora e ia voltar  de manha, pergunto como eu estou, se eu cuidei da nari e blá blá blá etc tal.

Depois de ter conversado com a minha mãe fui ver a hora no meu celular e já ia dar meia noite.

Mh: então é isso, temos que dormir falo acendendo as luzes e desligando a TV vem, você vai dormir comigo, não quero que você durma no sofá o puxo pelo braço ate o quarto e ele fica corado.

Dy: ok ri.

Fomos para o quarto de casal, apagamos as luzes, deitamos na cama, cada um para um lado, ate que Dong se virou me abraçou, não vou mentir eu gostei e acabamos dormindo de conchinha.


Notas Finais


FOI ISSO ESPERO QUE TENHAM GOSTADO e agora que voltou as aulas vai demorar mais, estou atolada de coisas pra fazer.
boa volta as aulas pra quem estuda e obrigada


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...