1. Spirit Fanfics >
  2. First Time (MarkHyuck) >
  3. Sober

História First Time (MarkHyuck) - Capítulo 5


Escrita por: VelvetKeyR

Notas do Autor


Espero que gostem e boa leitura!

Capítulo 5 - Sober


Fanfic / Fanfiction First Time (MarkHyuck) - Capítulo 5 - Sober

A bebida descia pela minha garganta refrescando todo o meu corpo, mesmo que estivesse morrendo de nervosismo por dentro, eu conseguia disfarçar perfeitamente bem. Em meu rosto eu mantinha uma expressão tranquila, mas ao mesmo tempo imponente, se minhas mãos suavam eu as colocava no bolso para disfarçar, desse modo, num geral, eu era bem extrovertido até mesmo quando estava próximo a pessoas que eu não me dava muito bem ou simplesmente não tinha intimidade.

 

Renjun concordou pagar uma bebida para mim, já que foi essa a condição que eu impus. Ainda estava tentando entender porque ele tinha essa obsessão comigo desde o semestre anterior. Mark estava sentado em minha frente, ele parecia estar um pouco tímido com a minha presença e tinha um pouco de dificuldade em puxar assunto sem envolver a noite em que nos conhecemos. Apesar de nervoso, não estava desconfortável, eu não suportava o Renjun, mas pelo menos Jaemin e Chenle eram legais, sem dizer que o principal motivo pelo qual eu aceitei ir para essa emboscada estava bem ali na minha frente deixando tudo mais leve: Mark Lee.

 

-Vocês são amigos há muito tempo?-Perguntei intrigado querendo saber mais sobre a amizade deles com Mark.

 

-Sim, desde a escola suporto eles.-Chenle disse olhando para Jaemin, Mark e Renjun e começou a rir. 

 

-Nem é para tanto, você ama a gente que eu sei.-Jaemin disse e tentou dar um beijo em Chenle de brincadeira. 

 

-Está tudo bem?-Mark perguntou ao ver que eu não parava de olhar o celular.

 

-Sim, estou mandando mensagem para os  meus amigos, Jeno e Jisung.-Falei com esperança de que algum deles me respondessem dizendo que poderiam me buscar no bar. 

 

-Eles vão vim?-Renjun disse enquanto bebia um gole de cerveja.-Quanto mais gente melhor! Mas espero que não esteja chamando eles apenas por estar se sentindo desconfortável com a gente.-Ele disse com um sorriso debochado.

 

-Não, está tudo tranquilo.-Respondi sem dar muita importância e virei um copo de soju.

 

Continuamos bebendo e jogando conversa fora, mesmo que tenha sido apenas por um curto período de tempo, consegui conhecer melhor Mark Lee, que todas as poucas vezes que abria a boca para dizer algo, conseguia fazer com que eu ficasse ainda mais interessado na personalidade dele. Ele tinha um ar misterioso, era engraçado e seu jeito tímido fofo contrastava com a sua figura máscula e seu porte físico notável e sedutor. Eu realmente estava experimentando algo totalmente novo ao ficar tão intrigado com alguém assim, fato que nunca aconteceu antes já que todos para mim sempre foram um pouco desinteressantes.

Não havia notado que eu e Renjun tínhamos iniciado um conflito discreto de quem bebia mais, por algum motivo, sempre que ele levava uma garrafa á boca eu fazia o mesmo sem nem ao menos perceber. Eu tinha esse espírito competitivo e provocador, mesmo que fosse tudo apenas dentro da minha cabeça. Logo me arrependi desse pequeno conflito, pois comecei a sentir minha cabeça pesada e até o vento tornou-se engraçado.

 

-Sair com vocês é sempre uma armadilha, eu nem pretendia beber tanto assim!-Chenle disse entre risadas.

 

-Eu to um pouco enjoado.-Jaemin disse com uma expressão de quem iria vomitar a qualquer momento.

 

-E você, Haechan? Consegue ir para casa tranquilo?-Mark perguntou tentando ver meu rosto que estava quase grudado na mesa, afinal estava impossível me manter equilibrado.

 

-An?-Perguntei levantando a cabeça.-Sim!-Respondi meio embolado.

 

-Acho que ele não está bem, para ser bem sincero.-Renjun riu, mas sua voz continha um certo tom de preocupação.

 

-Eu posso levar ele para casa.-Mark levantou-se e deu a volta na mesa vindo em minha direção.

 

-Não tem problema, eu posso levá-lo.-Renjun disse também levantando-se.-Eu sei onde ele mora, será mais fácil, ele não parece bem.

 

-Eu também sei onde ele mora, eu posso levá-lo.-Mark retrucou com um sorriso amigável e já colocando a mochila nas costas.

 

-Sabe?! Pensei que tivesse dito que não o conhecia.-Renjun disse cerrando os olhos.

 

-Sim, eu sei. Eu cometi um engano.-Ele respondeu sério.

 

-Eu consigo ir para a casa sozinho! Nem é tão l-longe! Estou sóbrio!-Falei quase trocando as palavras e me levantando bruscamente da mesa.

 

-Tudo bem, então eu, Jaemin e Chenle já vamos indo.-Renjun falou por fim.-Manda mensagem quando chegar em casa, tchau!

 

Era como se eu estivesse sentindo o gostinho da noite que nos conhecemos novamente. Saí correndo pela rua enquanto Mark vinha rindo atrás de mim, certamente eu estava alterado, mas nada que fizesse aquele momento menos relevante. Parei por um instante no meio da rua e soltei um grito bem alto e forte.

 

-Ah!

 

-Meu deus, Hyuck!-Mark disse entre risadas.

 

Hyuck”  bastou apenas uma noite conversando comigo para achar que tinha intimidade suficiente para me chamar por esse apelido, apelido este que apenas os mais íntimos me chamavam, ou Renjun quando queria me provocar. Mas quer saber? Não odiei ouvir ele me chamando assim.

 

-Não acredito que você lembra até mesmo de onde eu moro.-Falei desacreditado e cambaleando.

 

-Lembro.-Ele riu.-Hm, posso te perguntar uma coisa?

 

-Diz aí.

 

-Parece que quando você e o Renjun estão perto um do outro fica um clima estranho entre vocês, aconteceu alguma coisa?-Mark perguntou curioso.

 

-Ah…é uma história meio longa, mas digamos que não gosto muito dele, não pense que ele gosta de mim só porque ele é gentil comigo, é tudo um disfarce para me tirar do sério.-Falei desanimado. 

 

-Entendo.-Ele respondeu pensativo.-Conheço Renjun desde pequeno, sei que ás vezes ele pode ser complicado.-Mark respirou fundo.-Chegamos!

 

-Obrigado por me trazer até em casa.-Falei timidamente. 

 

Ficamos parados na frente do meu prédio nos encarando por um tempo, a bebida ainda estava agindo em meu corpo, meus olhos estavam funcionando como lentes, em que o foco era Mark Lee e tudo que estava em volta se mexia em câmera lenta. Me perguntei se ele estava apenas sendo gente boa ou se ele também ainda estava tão interessado quanto eu, era um pouco frustrante ele saber até bastante coisa sobre mim enquanto eu não sabia muito sobre ele. Mais do que isso, eu confidenciei a ele o fato de que eu era virgem e que ele foi a primeira pessoa com quem me relacionei.

Eu ainda tinha perguntas sobre aquele dia, queria chamá-lo para entrar, no entanto consegui ficar tímido perto dele.

 

-Já vou indo, então.-Mark sorriu, acenou e saiu, deixando-me parado na frente do meu prédio com a cabeça cheia de perguntas.

 

Passei o resto do final de semana encucado com a figura de Mark Lee. Entendo que é comum as pessoas irem embora sem deixar vestígios após uma noite, mas geralmente é porque elas não querem mais saber da pessoa, diferente dele que parecia estar sim intrigado com a minha presença na mesma universidade que ele.

De volta ao campus, mesmo que não fosse novidade ouvir cochichos pelas minhas costas, hoje incrivelmente parecia estar pior. Por onde eu passava as pessoas me encaravam e logo falavam “discretamente” algo para a pessoa que estivesse mais próxima. Todo aquele teatro estava me dando nos nervos, eu sabia que não deveria ter saído com Renjun naquele dia, isso com certeza deve ser culpa dele.

 

Atravessei rápido o corredor e antes de entrar na sala escutei em alto e bom tom:

-Sabia que não ia demorar muito para o Donghyuck cair nas graças do Mark.-Ouvi várias risadas.-Ele não consegue se segurar, qualquer um que aparece ele precisa dar a bunda.-Ouvi novamente mais risadas.

 

Um ódio subiu fervendo por todo o meu corpo, fiquei parado na porta da sala escutando aquele absurdo, era revoltante como um boato conseguia se espalhar rapidamente por aquele lugar. Segurei firme para não virar e xingar o imbecil que estava dizendo aquela idiotice, mas pensei melhor e cheguei a conclusão de que não valia a pena, afinal da minha vida apenas eu mesmo sabia muito bem e era o que importava. Entrei na sala que, surpreendentemente, estava vazia mesmo com tanta gente lá fora nos corredores, nela havia apenas um Mark sentado morrendo de rir enquanto mexia no celular.

 

Por algum motivo, aquela cena dele quase passando mal de tanto rir, despreocupado, como se não desse para ouvir tudo que tinham acabado de falar para mim no corredor me deixou com ainda mais raiva. Eu deveria saber que tinha algo de errado com ele, como fui burro em achar que ele seria como um personagem de filme, em que com seu charme e personalidade misteriosos, ele aparece e me conquista. Na verdade, os sinais de que ele não era boa coisa sempre estiveram ali, afinal eu ignorei completamente o fato de ele ser amigo de muitos anos do Renjun, assim como ele mesmo me disse. Me senti um tremendo idiota por ter me interessado nele, pior, ter confidenciado a ele minha intimidade. 

 

-Foi você, né?!-Falei em alto e bom tom.-Quer dizer, só pode ter sido você, quem mais seria?!

 

-Do que você está falando?!-Mark colocou o celular na mesa e perguntou confuso.

 

-Deve ter sido divertido espalhar para todo mundo que transou comigo, como se eu fosse qualquer um, né?-Perguntei decepcionado.

 

-O que?! Eu não falei nada.-Mark respondeu levantando da mesa e muito sério.-Você está maluco?!

 

-Eu já passei por isso antes, não vai ser mais um boato que vai me abalar, mas eu realmente esperava mais de você.-Eu realmente queria fingir que isso não me abalava, no entanto minha voz estava abafada.

 

-Eu não sei do que você está falando!-Mark disse levantando a voz.

 

-Agora você vai me fazer passar de doido?! Isso não cola comigo, já disse, eu já estive nessa posição antes…

 

-A gente não transou naquele dia!-Mark disse me interrompendo. 

 

-O que?!-Falei totalmente surpreso.

 

-Não aconteceu nada naquele dia.-Mark disse abaixando o tom de voz.-Quer dizer, nós não fomos até o fim…

 

Então quer dizer que, ironicamente, mesmo com fama de pegador, eu simplesmente ainda era virgem? 

 


Notas Finais


Obrigada por ler :)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...