1. Spirit Fanfics >
  2. First year (O primeiro ano) >
  3. O nervoso

História First year (O primeiro ano) - Capítulo 3


Escrita por:


Notas do Autor


eai gente, hoje eu to que to ein hehehe
desculpa pelos erros ortográficos e etc escrever pelo celular é bem difícil pra mim
sem mais, enjoy

Capítulo 3 - O nervoso


Fanfic / Fanfiction First year (O primeiro ano) - Capítulo 3 - O nervoso

Naruto POV

Abracei hinata com força, eu tive tanto medo de ter perdido ela essa manhã, eu sou tão idiota, quem larga a esposa sozinha na noite de núpcias? Foi o que kakashi sensei disse, iruka quase teve um infarto, pelo que eu soube, encontrei com ele enquanto ia a mansão hyuga procurar hinata

As ruas estavam apinhadas de pessoas, pessoas de quase todas as vilas que eram meus fans vieram comprar lembrancinhas pra comemorar meu casamento e me enviar envelopes de dinheiro, eu não entedia aquele comportamento, mas kakashi disse que eu devia apenas seguir o fluxo, afinal eu era o grade herói da guerra, o cara que salvou o mundo ...

parei de pensar no que aconteceu nessa manhã até por que não isso não importava, no momento nada importava a não ser ter hinata em meus braços, a forma como ela me recebeu mesmo após uma burrada dessas era surreal pra mim 

Fomos interrompidos pelos protestos do meu estômago, eu estava faminto, apesar de ter tomado um lámen antes, afinal já era hora do almoço, hinata riu

-Naruto-kun se você esperar alguns minutos eu posso fazer um almoço pra nos dois o que acha?

para nós dois? aquilo era tão bom e ouvir, principalmente vindo dela

-sério? Quer dizer espero o tempo que for preciso!

Eu já tinha provado da comida dela varias vezes mas ver ela cozinhar e a situação era diferente agora, isso fez borboletas levantarem voo no meu estomago , mesmo um pouco relutante soltei ela

Que me deu um beijinho na bochecha e foi pra cozinha, eu a segui, sentei a mesa e observei enquanto ela fazia um lámen temperado e alguns acompanhamentos, eu estava hipnotizado pela imagem, hinata fazia qualquer coisa parecer um sonho, ela estava cortando um tomate quando seu cabelo começou a atrapalhar seu trabalho, ela tentou jogar os fios pra trás em um movimento de cabeça, sem sucesso , é a minha chance ter ela nos meus braços de novo, pensei. desde que começamos a namorar , criei o habito de  levar uma liga de cabelo no bolso, por que hinata nunca lembrava de trazer uma , fui até ela e amarrei seu cabelo em um rabo de cabelo frouxo, ela parou que fazia um pouco tensa quando eu a abracei por traz, e beijei seu  pescoço, ela ficou um pouco mais tensa mas não me afastou

-Na-na-na-naruto-k-kun...

Ela estava nervosa demais eu percebi , então a soltei e voltei a sentar a mesa e observar enquanto uma muito nervosa hinata tentava terminar o de cozinhar

Hinata POV

Por que eu sou tão covarde me perguntei enquanto terminava de arrumar um acompanhamento no prato e servir a mesa do almoço, o ar estava quente a tensão era quase palpável, e  por mais que eu tentasse não conseguia lembrar que calcinha eu estava usando naruto parecia não notar meu desespero, a qualquer momento faríamos se... a-a-aquilo, empurrei esses pensamento para o fundo da minha mente e tentei focar apenas no almoço

Naruto estava absorto em aproveitar a refeição, elogiando vez ou outra entre as mordidas, eu sorria tentando parecer bem normal, mas ele começou a me encarar e perguntou

-hinata você tá bem?

 eu senti o sangue fugir do meu rosto, eu não conseguia encontrar minha voz, qual calcinha eu estou usando? É agora? O que eu faço?? O que eu digo? será que ele sabe no que eu estou pensando? Qual calcinha? Podemos esperar até a noite? Dizem que no escuro é mais fácil

-oi hinata? Tudo bem? No que você ta pensando ? aconteceu algo? Eu fiz algo errado?

-NÃO!!

Eu gritei, e ele ficou com o rosto ainda mais confuso, nao ele nao sabe , tentei me acalmar

-quer dizer, não naruto-kun, tá tudo bem!!

Ele me olhou desconfiado

-hinata, você nem tocou na sua comida e parece assustada, tem certeza que está tudo bem?

Fiz que sim com a cabeça e dei um sorriso forçado, comi um pouco da comida que eu fiz

-o que acha de ver um filme depois?

 ele sugeriu

-adorei a ideia

Sorri abertamente aliviada que aquilo estaria adiado por algumas horas

Narrador POV

Algum tempo depois o filme passava na televisão em frente ao sofá, uma chuva leve começava a cair lá fora o casal nervoso tentava se aproximar sem parecer estranho, naruto tentava não parecer um tarado e hinata tentava encontrar uma desculpa pra adiar aquele momento

Ela era virgem não que isso fizesse diferença ou fosse um grande problema, ela só achava que talvez fosse a única que era virgem ali, a única que não sabia o eu fazer, segundo sua irmã garotos sempre fazem isso primeiro e ele viajava com o sábio tarado com certeza ele sabia mais que ela

 mas Naruto também era virgem, na verdade ele sabia uma ou outra coisa na teoria mas na pratica era diferente , ele nunca tinha feito mais do que o que fazia com hinata, ela era a primeira em tudo pra ele, ele queria fazer amor com sua esposa, mas queria que ela também quisesse fazer com ele

O filme terminou, hinata desligou a televisão, estava nervosa demais com a situação depois de um longo debate interno  decidiu que era melhor fazer isso de uma vez igual tirava curativos de uma só vez,  "Vamos resolver esse problema de uma vez" pensou

Ela beijou naruto, tensa demais e faminta demais , naruto percebeu que algo estava errado e interrompeu o beijo, colocando ela de frente pra ele

-por que está fazendo isso ?

Ela desviou o olhar não queria ter que falar sobre isso, tentou beijar ele novamente, mas ele desviou

-hinata, olha pra mim?

Ele pediu com calma, ela relutante olhou

-hinata, me diga o que você está pensando? Por que você está agindo assim?

Ela se desvencilhou dele, saiu do sofá , virou de costa pra ele e disse

-é o que temos que fazer não é?

disse tentando não gaguejar com o nervosismo

-pode até ser, mas não me importo nem um pouco, hinata não ser force a fazer algo que você não quer.

Ela podia sentir o nervosismo dar lugar a uma urgência e seus olhos marejarem

- mais eu quero, eu quero você, eu quero ser sua

Ele levantou do sofá, a pegou pelos ombros, virou ela de frente pra ele , a olhou nos olhos limpando uma lagrima que já escorria pela bochecha dela

- não precisa se forçar a nada hina, temos o resto de nossas vidas pra fazermos isso, apenas me diga quando estiver pronta, meu amor por você não vai mudar mesmo que eu morra virgem

Ele sorriu e ela ficou com uma expressão surpresa, então ele era virgem? Era tudo novo pra ele igual era pra ela, o pensamento fez ela relaxar, ela tomou sua decisão, engoliu em seco e disse

-eu estou pronta, só não sei qual calcinha estou usando !

ele engasgou surpreso, corou violentamente mas não desviou o olhar, não soltou ela ou fez algo do tipo "pro inferno com toda essa coisa de pisar em ovos" ele pensou

-tudo bem você não vai usar ela por muito tempo de qualquer forma




Notas Finais


o hot ta chegando e.e
eai o que estão achando?
e vc fantasminha vc é camarada???
até o proximo juro que vai ser rapidinho
beijos de cereja 🌸


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...