História Five Days At Weekly (FDAW) - Part 1: Purple is so Beatiful - Capítulo 5


Escrita por:

Postado
Categorias Five Nights at Freddy's
Personagens Freddy Fazbear
Tags Bonniexchica, Fnaf, Freddyxchica
Visualizações 2
Palavras 1.190
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção, Ficção Adolescente, Harem, Luta, Mistério, Romance e Novela, Saga, Shounen, Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Spoilers, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Chica LaChiken:

Idade: 11
Aniversario: 04\Maio\1986
Peso: 51kg
Altura: 149cm (4,9 ft.)
Nação: \\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\
Religião: Cristã
Sexualidade: Heterossexual
Banda\Musico Favorita: Bonnie Tyler

Capítulo 5 - 04 - NEWS OF WORLD - Parte 1


Capitulo 04 - I so SAD

16\agosto\1997, Quinta Feira

09:00, Pátio

ON FREDDY:

Só estava observando, aquele outro urso de merda! (Pera aí ):d).

Ele nem sequer olhava para as meninas que estavam o idolatrando do seu lado.

Por acaso eu descobri o porquê dele ser tão famoso, ele é era um estudante muito famoso nos estados unidos, e também era um ótimo tocador de violão e que gostava de tocar músicas gospel e rock, ele foi nascido em 1988 ele era do Texas e se mudou para Nova York aos 6 anos e lá ele viu de quem seria a sua grande inspiração para tocar essas músicas, um tal de Bob Dylan.

Minha humilde opinião pessoal...

Ele é um bosta! Primeiro esse americano vem querer roubar o título de urso mais foda do colégio, ele tem um horrível gosto de música, esse tal “Bob Dylan” roubou uma das minhas músicas preferidas do Guns N’Roses, A “Knoking on Heaven’s Doors*” sendo que ele tanta de um jeito calmo e sem graça, esse cara é outro merda.

(*Nota do Autor: A musica Knoking on Heaven’s Door é original do Bob Dylan de 1965, já a do Guns N’Roses é de 1990, só para tirar a dúvida, ;) ).

Eu me direciono a ele bem devagar e enquanto eu vou mais fúria eu tenho dele. Ele está lá conversando com as meninas só quando eu vou.

-Assim.. eu gosto muito da musica “Like a Rolling Stone, ela é para uma obr... – Ele nem termina e eu o interrompo.

-BOSTA! ISSO SIM! – Assim que eu falo as meninas vão embora.

-Quem é você – Ele pergunta.

-Só Freddy para você...

-Hum... também... Eu sou Teddy (Toy Freddy) Murray, e...

-NÃO QUERO SABER! – Eu o interrompo. – Primeiro chega todo “pimpão” agora quer ser meu amigo, se fuder!

-Como é

-Você é surdo ou oque, você obviamente quer roubar meu luga!

-Não! Eu nunca disse isso...

-Nunca disse, mas vi em seu olhar

-O que, olha... eu nem te conheço, mas sei que não é boa companhia, provavelmente é só um garoto mimado que não tem respeito pelos outros e gosta de chamar a atenção, e se for assim, eu vou ir embora. – Ele diz se levantando.

-ESPERE...! COMO DISSE...! EI! VOLTE AQUI! – Ele nem olha para trás

-Tchau...!

Eu não podia acreditar, um cara desses, ele fala comigo direito e já quer Tretar, a vá a merda.

Enfim, deixando esse americano de lado, vou investigar sobre o tal homem de Roxo, que baseado naquele álbum do cara estranho e (Por acaso o nome dele é Mike Smith), nós o apelidamos o de “Purple Rain Man”.

Bonnie disse que uns cara relataram o ocorrido que eu tinha explicado, mas isso não era tudo o que ou queria, minha habilidade pode ser até útil mas não o que eu queria.

Fui ir para casa dessa vez com meu motorista praticar (Agora foi J).

Meu pai estava como sempre na varanda com minha mãe ouvindo músicas dos Beatles, eles ouviam Help, Can’t Buy me Love, Love me do, On my life, Twist & Shout.

Eu me direciono a meu quarto ,quando sou inforcado por um braço de leão que segundo minha irmã, ela chama de “abraçado”.

-Oi maninho!

-SAI FREDERIKA! SUA... – Ela me solta

-E aí, como foi a aula de hoje...

-não interessa...

-OI...

-Foi ótimo, eu aprendi muita coisa.

Assim vou de novo tentar ir ao meu quarto, e vejo meu irmão com a porta aberta e arruando sua mala, ele vai viajar para outro país onde eu conseguiu um emprego na Inglaterra.

-Oi Fredbear

-O que você quer...

-Bem, nada só fui dar uma olhada...

-Tá, agora tchau...

Meu irmão é bem rígido, e só descobri que ele não é meu irmão de verdade, segundo informações ele estava em uma clínica psiquiatra, em um orfanato e foi adotado pela minha mãe e meu pai.

Agora voltando ao assunto.

-Fredbear, você me acha imaturo e Mimado...

O Silêncio passa por um 5 segundos.

-E então, Fred...

-SIM! E HIPOCRITA TAMBÉM. – Ele diz isso e ele me joga para fora do quarto.

Todo poder se deriva de alguém mas meu pai não era nem um pouco forte, ele só tinha corpo. Meu poder de força se deriva da minha, mãe, segundo especulações, da 3ª geração*, que seria a do meu pai, (Nota do Autor: Freddy e os outros são da 5ª Geração), minha mão foi classificada 2ª pessoa mais poderosa do colégio.

Voltando agora fui direto ao meu quarto, eu estava cansado, só pensava em ir para minha cama, aliás, tenho muita vida a seguir, acho que mais 14 anos. (Opa Spoiler).

ON BONNIE:

De novo na minha casa pobre e suja, enquanto a dos meus amigos são condomínios, Apartamentos ou mansões.

Eu recebia US$ 3.000, por mês, pelo meu irmão, mas esse dinheiro só dava para comida, bebida e pagar todas as contas, eu odiava ficar sozinho (Além de eu ter medo de escuro e ainda sinto falta de alguém) eu sempre quis a companhia de alguém que tivesse uma aparência parecida com a minha. Pelo menos um outro Coelho. Pelo menos o meu irmão Spring.

ON FOXY:

Chegando em casa, vejo minha como sempre lavando a louça, ela sempre fica lá, mesmo que esteja limpo, ela diz que nesses momentos ela lembra do meu pai. Ela disse que o conheceu nos anos 70, quando ele cantava um música “Hotel Heartbreker”, e então esses se olharam e foi “Amor à primeira vista”.

Voltando estava indo ao meu quarto tinha acabado de comprar, um disco dos “Grandes Hits” do LED Zeppelin; as músicas que eu tinha em mente era: Whola Rotte Love, Stairway to Heaven, Immigrant Song, Khrshima e Black Dog.

Assim que faço tudo isso volto a pensar, por que minha mãe gostou do meu pai.

Sendo que meu pai morreu depois de 2 anos de divórcio, devido a traição feita por ele.

Eu me pergunto..., o que meu pai tinha de bom...

ON CHICA:

O Freddy não aprende.

O cara mal chega, e ele já quer que o odeie, ele não fez nada.

Ainda um dos motivos de não gostar muito dele.

Que saco...

ON NARRADOR:

A parte proibida estava quieta e sozinha, Mike estava lendo um livro quando começa a se lembrar de coisas passadas, que se lembrava das palavras “Papai, não!” e “Fuja irmãozão”.

Ele fica meio triste e se lembra de ter aquela aparência diferente e porque ele estava naquela situação, foi por sua culpa de ter parado aquilo e não ter uma vida simples e normal.

Aliás, ele era um homem adulto ele poderia estar trabalhando se relacionando e indo atrás de seus amigos.

-Por que sou assim. – Ele se pergunta ainda meio melancólico. – Meus arrependimentos são grandes, e eu ainda não tomo jeito, e meu pai está aí a solta podendo ter um corpo físico agora.

Ao falar de seu pai, ele lembra de uma figura roxa incorporando um homem com uma roupa de segurança escrita em uma pequena faixa “William Afton”.

E então começa a chorar e volta a dormir e seu colchão velho. Como um mendigo sem lar.


Notas Finais


Está Fanfic tera apenas 23 capitulos.
O a parte 2 já está programada, e pretendo fazer o segundo arco, provavelmente no final do mês
Espero que gostem.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...