História Five Nights At Freddys: Nightmare Begins: the coma - Capítulo 5


Escrita por:

Postado
Categorias Five Nights at Freddy's
Personagens Personagens Originais, Purple Guy
Tags Aventura, Coma, Fnaf, Fnaf 4
Visualizações 22
Palavras 362
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Aventura, Ficção, Mistério, Romance e Novela, Sobrenatural, Survival, Terror e Horror, Violência
Avisos: Heterossexualidade, Linguagem Imprópria, Mutilação, Sadomasoquismo, Spoilers, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Olá, espero que gostem. Tipo, eu possivelmente vou ficar demorando pra postar, mas eu vou postar, então... se divirtam!

Capítulo 5 - M...i...K...e...


Fanfic / Fanfiction Five Nights At Freddys: Nightmare Begins: the coma - Capítulo 5 - M...i...K...e...

Eu estava esperando... pelo que? Talvez pela noite... Talvez pelo guarda... Talvez pelo fim desse... P... peS... AdeLo...

                 A noite caiu, todos nos levantamos... e quando eu me dei conta... estava na frente da porta fechada do escritório e o metal dela, cheio de rasgos de tantas vezes que já tentei corta-la... eu queria gritar por ajuda, mas tudo que saia eram múrmuros bizarros. Eu estava sentindo uma chama queimando no meu peito, eu queria pedir ajuda a ele, mas também queria... mAT... aLo...

                Foi quando ouvi a voz do guarda “Você parece triste... ha... devo estar sendo muito compassivo”. Quando ele disse aquilo eu... tive esperança, talvez ele... me ajude. a M... atALo... Não... não... não... mata-lo não... sIM... M...

                Eu lutava contra mim mesmo, algo dentro de mim queria... sA... NgUe... gUE... fiquei lá, querendo pedir ajuda, mas só conseguia me remoer e retorcer no lugar. Pela primeira vez, não voltei pra toca do pirata depois de bater na porta. Quando ela se abriu, tanto eu quanto o guarda, nos surpreendemos. Ele não me esperava lá e eu também... ele correu pra tentar fechar a porta, antes dele pressionar o botão eu consegui pela primeira vez falar... ”SOcOrrR...oO...” Quando ele ouviu isso, ele hesitou em fechar a porta... eu olhava pra ele com um olhar que pedia ajuda desesperadamente. Nesse momento já estávamos nos comunicando pelo olhar, eu implorava por ajuda e ele dizia com os olhos que estava disposto a ajudar.

                “Oque você é..?” eu tremia minha cabeça tentando manter o controle e tentei falar “UM...m tOn...ON...N...To, u...M FrACasSSs...O” ele olhou pra mim com compaixão e disse “Quem é você?” eu respondi “eU s...sO...U a... a... ALa... AquELe qUE V...A...i tE M...mAtar!!!” ele disse “que?!?!!” eu dou um grito estridente como se estivesse chamando os outros. Então um dos outros bate na porta fechada atrás do guarda, eu tento correr até ele com uma pose de ataque, mas ele desvia e consegue pular pra fora da sala e fechar a porta me trancando lá dentro.

 

                Eu consegui me recuperar e fiquei mau, muito mau, por que toda vez que tento pedir ajuda acabo tentando matar alguém?! Por que?!?!! “WWwWHhhHhAAAaaaAAAAaAAA!!!!”


Notas Finais


Espero que tenham gostado! Por favor, compartilhem e Favoritem!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...