1. Spirit Fanfics >
  2. Five Nights at School >
  3. Uma longa viagem.

História Five Nights at School - Capítulo 85


Escrita por: e ProjectFNaF


Notas do Autor


Olá! Tudo bem com vocês? Bom, não me aguento, preciso postar esta história que tanto amo! Aliás, já vou aqui indicar o vencedor da primeira rodada, mesmo que isso seja bem óbvio: Golden FazBear! Francamente, era inevitável tirarem o Golden logo na primeira rodada, né? O irmão do protagonista ganhou de 10x1 contra o Puppet... que goleada.

Enfim, vamos ao capítulo! Lembrem-se que há mais uma votação hoje!
Boa leitura! Divirtam-se! Avisem qualquer e é "nóis"! o/

Capítulo 85 - Uma longa viagem.


Fanfic / Fanfiction Five Nights at School - Capítulo 85 - Uma longa viagem.

~Ponto de vista do Foxy~

Freddy, Golden e eu não estávamos fazendo absolutamente nada! Quero dizer, Freddy mexia no seu celular enquanto Golden tirava uma soneca. Que bosta! Não aguento mais esse tédio! Resolvi pegar uma folha de papel e amassá-la, assim fazendo uma bolinha.

Leitores, lembrem-se: se vocês querem começar uma guerra caótica e destrutiva, façam uma bolinha de papel e jogue no seu amigo. Sempre funciona e não há como evitar conflitos.

– Vai começar? – Freddy perguntou, observando a bolinha que se encontrava na minha mão. – Vou ser sincero, não aguento mais mexer no celular. Sinta-se à vontade para lançá-la à fileira da frente e causar discórdia. – Freddy deu um sorriso maligno.

– Pode deixar! – Respondi animado e joguei a bolinha em direção aos assentos que estavam em nossa frente. Espero que eu não tenha acertado a Chica, ela vai reclamar para caralho!

– Quem jogou esta bolinha?! – Não demorou para que Chica gritasse furiosa, Freddy e eu olhamo-nos assustados. Golden acordou, também assustado, por causa do berro. – Senhores, quem foi? Posso saber? – A garota virou-se, ficando cara a cara conosco.

– Mas o quê? – Golden estava completamente perdido na situação, não entendia nada.

– Foi... não sei. – Freddy falou suando de nervoso, Chica olhou torto para ele. – Calma! Não fui eu! Juro! – Freddy disse desesperado, mas Chica não o perdoou e arremessou a bolinha nele. Fechei os olhos para não ver a cena extremamente violenta. – Quê? – Ouvi a voz do Freddy, abri os olhos por curiosidade e notei que a bolinha estava flutuando no ar.

– Como?! – Chica perguntou surpresa.

– Deus me salvou? – Freddy sorriu, observando a bolinha flutuando em sua frente.

– O que está acontecendo? – Bonnie também se virou para compreender a situação.

– Eu acabei de acordar ou ainda estou sonhando? – Golden indagou com uma voz sonolenta.

– Vocês acharam mesmo que perderíamos essa viagem? – Uma voz misteriosa soou, entreolhamo-nos curiosos.

– Isso com certeza é um sonho! Vou voltar a dormir que ganho mais! – Golden aconchegou-se na poltrona e fechou seus olhos. – Esperem! Se isso é um sonho, como eu volto a dormir? – Perguntou sério e abriu os olhos em seguida.

– Não sei, não quero saber e tenho raiva de quem sabe! Enfim, agora eu vou me revelar... – A voz misteriosa disse e, de repente, uma sombra formou-se em volta da bolinha de papel. – Olá, pessoas. – Shaddy?! Não acredito! Esse filho da puta desliga a televisão e ainda embarca conosco?

– Só podia ser este babaca mesmo. – Revirei os olhos.

– Não sou só eu. – Shaddy disse sorrindo.

– Tem eu também! – Plush pulou no ombro do Shaddy. – Autor, eu, como personagem secundário, quero fazer reclamações aqui! Estou sofrendo um abuso! Quase não apareço como personagem importante nesta história! Só faço breves aparições e sou citado em outros capítulos. – Plush cruzou os braços. – Exijo mais oportunidades! – Berrou revoltado, ficamos encarando o pequeno.

– Acabou já? – Perguntei impaciente.

– Tanto faz. – Freddy disse sério. – Shaddy e Plush? Por que caralhos estão aqui? – Ergueu uma sobrancelha.

– Pois já era hora de eu voltar a brilhar! Eu estou sendo esquecido aos poucos, lembram quando eu aparecia mais que o Bonnie e a Chica? Agora posso ser comparado com o Balloon Boy, dois personagens que não fazem a menor diferença. – Shaddy disse cabisbaixo.

– Enquanto eu estou muito ansioso para chegarmos a Paris! Quero comer muito pão francês! Eu adoro pão francês, é gostoso demais! – Plush saltou do ombro da sombra para a minha perna.

– Dá para sair de cima? – Perguntei, retirando cuidadosamente o pequeno de cima da minha perna. – Obrigado. – Sorri. Na verdade, eu apenas empurrei-o, fazendo com que ele caísse duro no chão.

– Estou de mal agora! – Plush exclamou zangado e pulou nas pernas do Golden.

– Era só o que me faltava... mais dois retardados para aturar. – Chica disse, referindo-se ao pequeno loirinho e sua amiga sombra.

– Estou começando a achar que a Chica só anda conosco por causa do Bonnie. – Freddy disse, olhando para mim. – Tens esta sensação também? – Questionou.

– Tenho um pequeno sentimento de que você está certo. – Falei sorrindo, Bonnie começou a encarar-me. – O que você quer? – Perguntei sério.

– Talvez sejam vocês falando que a Chica só anda com vocês por minha causa. Não sei se você sabem, mas isso é uma ofensa para mim também. – É até estranho conversar com o Bonnie hoje em dia, ele mudou tanto do primeiro capítulo para cá.

– Isso é uma ofensa para ti? Nós não te xingamos! Somente sugerimos a hipótese de que a Chica tem você como única motivação para continuar com a gente. – Freddy explicou-se e, em seguida, deu um longo suspiro. O coitado deve estar chateado realizando isso.

– Falem mais baixo, por favor! Estou tentando dormir! – Golden resmungou.

– E estou tentando entender o porquê de você estar dizendo isso, Frederick. – Havia uma expressão séria no rosto da garota quando ela falou aquilo, tudo isso enquanto encarava o pobre Freddy.   

– Vamos aos fatos? – Preparei o discurso. – Para começar, Golden, Freddy e eu somos o foco da história apenas porque você dois estão sempre juntos em outro lugar, logo resta a missão de fazer uma aventura épica para nós três, vulgo melhor trio do mundo. – Falei sério e Freddy assentiu.

– É? – Ainda com os olhos fechados, Golden perguntou.

– Com exceção do dia em que fomos ao parque aquático, só vejo você andando com o Bonnie quando estamos unidos como grupo! – Falei emburrado. – E está muito óbvio que você quer ir a Paris por causa de quem? Bonnie! Pois é a cidade do amor, o clima é romântico e coisas do tipo! Pois bem, aposto que enquanto vocês se beijam na esquina do hotel, eu, Freddy e Golden estaremos fazendo algo muito mais maneiro!

– Exatamente... eu acho. – Freddy disse, parecia melancólico ao concordar comigo. Bonnie e Chica olharam-se confusos.

– Estou começando a entender o que está acontecendo... – Chica sorriu fraco. – Está com ciúmes porque estou namorando o Bonnie?! Vou contar à Mangle, senhor Foxy! – Chica disse aumentando o tom de sua voz. Golden começou a gargalhar enquanto Freddy calou-se.

– Claro que não? Endoidou de vez?! – Perguntei indignado, Golden se matava de rir.

– Até perdi o sono. – O loiro estava quase sem ar e continuava rindo da situação.

– Estou sem palavras. – Em compensação, Freddy também devia estar sem ar, mas por outros motivos. Sua expressão indiferente dizia tudo.

– Que tal invocarmos aquele demônio mexicano para saber se esse lance da Chica só andar com vocês por causa do Bonnie é verdade? – Shaddy sugeriu invocando uma folha de papel e dois lápis.

– Boa, Shaddy! – Plush exclamou enquanto montava o “tabuleiro” do ritual. – Finalmente descobriremos se a Chica é uma santa ou uma falsa. – Plush disse com um sorriso macabro.

– Não acredito que vocês vão fazer isso. – Chica falou séria.

– Não há nada melhor do que invocar um espírito mexicano enquanto vamos à França. Isso tudo apenas para saber se a menina anda conosco por causa de um macho. – Freddy suspirou.

– As coisas estão começando a ficar interessante. – Golden esfregou uma mão na outra.

– Qual era o nome dele mesmo? – Shaddy perguntou pensativo. – Charlie Charlie, você está aqui? – A sombra perguntou. Para a nossa surpresa, o lápis moveu-se e apontou para o sim que estava no papel.

– Opa! Opa! Alguém soprou? – Bonnie perguntou assustado.

– Não é possível. – Freddy disse sem acreditar.

– Ninguém soprou. – Shaddy encarava a folha de papel. – Meu detector de sopros não identificou nada. – Retirou um dispositivo bizarro de seu bolso.

– Achei que tínhamos que falar mexicano. Tacos! Burritos! – Plush vestiu um chapéu mexicano. – Arriba! – Gritou animado.

– Vamos logo com isso, rapazes! – Chica exclamou impaciente. – Estou deveras curiosa.

– Eu não. – Freddy retrucou sério.

– Charlie Charlie, a Chica anda conosco por causa do Bonnie? – Perguntei e todos ficaram em silêncio. O lápis começou a girar ininterruptamente e permaneceu assim por vários segundos, até parar apontando para a resposta negativa.

– Sem sopros! – Shaddy verificou o dispositivo.

– Viu? Falei, gente. Tomem! – Chica disse sorrindo, Freddy parecia aliviado, mas eu estava irritado.

– Olhem! Está voltando a se mover! – Apontei para o tabuleiro. De repente, o lápis retornou e indicou a resposta positiva. – Não é possível! – Não consegui conter um sorriso, eu estava certo! Não acredito!

– Mas... será? – Plush questionou-se.

– Caiu no sim! – Shaddy exclamou assim que verificou o dispositivo. Golden, Shaddy, Plush e eu começamos a rir, Chica e Bonnie encaravam a gente seriamente. Freddy nem se movia.

– Isso é bem triste na verdade! Por que estamos rindo? – Golden perguntou, parando de gargalhar.

– É verdade. – Freddy, obviamente, concordou com o seu irmão, logo paramos de rir.

– É mesmo! Que coisa feia, Chica! – Falei sério.

– Esse demônio está mentindo! – Chica gritou irritada e deu um tapa na folha de papel, os lápis voaram longe. – Eu sou amiga do Golden também! – Falou, Golden sorriu.

– Isso doeu mais que um foda-se. – Freddy disse sério.

– Vamos considerar isso um erro do demônio mexicano então. – Plush falou enquanto montava o tabuleiro do ritual novamente.

– Charlie Charlie, é verdade que a Chica só gosta do Golden e do Bonnie? – Perguntei e o lápis indicou a resposta positiva rapidamente. – Ele nem demorou para responder. – Comentei.

– Nossa. – Foi a única coisa que o Freddy conseguiu dizer.

– Parem com essa merda! – Chica pegou a folha de papel e rasgou em vários pedaços. – Vão acreditar nisso mesmo? Falam como se eu fosse um monstro. – Cruzou os braços. – É lógico que eu sou amiga de vocês, não tem como não ser! Conhecemo-nos desde o primeiro ano. – Falou chateada.

Percebi a reação negativa da garota, Freddy, mesmo que um pouco triste também, notou que algo estava errado. Credo! Estou sentindo-me mal consigo mesmo agora.

– Calma, Chica! Estávamos brincando, certo, Foxy? – Freddy forçou um sorriso, tentando aliviar a situação.

– Sim! Só uma brincadeira! Não sabíamos que levaria para o pessoal. – Dei alguns tapinhas em seu ombro. – Fique sabendo que o Freddy e eu adoramos você. – Sorri.

– Eu diria que o Freddy gosta até demais do que... – Golden foi interrompido com um tapa na cara. Óbvio que o Freddy era o autor do golpe.

– É isso mesmo! O que o Foxy disse está corretíssimo. – Freddy assentiu. – Nós... te amamos de certa forma. – Desviou o olhar, corado.

– Bom mesmo. – A reposta veio de uma forma mais convencida do que esperávamos. – Pois considero vocês uma família. – Chica sorriu estendendo seus braços em nossa direção.

– Que bonito! – Plush batia palmas.

– Que bizarro. – Shaddy murmurou.                                           

– Logo o Bonnie é o marido da família, né? – Plush perguntou curioso.

– Exatamente. – Chica respondeu sorrindo e beijou o Bonnie em seguida. Olhei para o lado e vi Freddy afundando seu rosto na poltrona.

– Preparando o pouso. – A voz de uma das aeromoças ecoou pelo avião.

– Mas já? – Shaddy perguntou confuso. Golden retirou o plástico que tampa a visão da janela e observou a pista do aeroporto francês. – Afinal, vocês ficaram um tempão sem fazer nada durante o intervalo entre os capítulos ou este capítulo durou quinze horas? – Indagou.

– Provavelmente primeira opção. – Freddy respondeu descontente.

– Eu quero subir na Torre Eiffel! – Plush gritou alegre.

~Cinco horas depois~

Estávamos no quarto do hotel, havia quatro camas, logo faltaria um lugar para o Plush dormir, mas ele simplesmente invocou uma almofada confortável e resolveu chamar aquilo de cama.

– Mais tarde nós vamos ver a Torre Eiffel, certo? – Plush observava o enorme monumento pela janela.

– Claro! – Bonnie e Chica responderam juntos.

– Mais tarde?! – Freddy perguntou surpreso. – Uma vírgula! – Abriu a porta com um chute. – Eu vou agora! Quem vem comigo?

– É uma boa ideia. – Plush mostrou-se interessado.

– Eu topo! – Golden e eu levantamos a mão.


Notas Finais


Rodada 2 de 16, vamos lá!

Primeiro participante:
--------------------------------------------
Nome: Jamie Foxy
Idade: 16
Aniversário: 08/10
Grupo: Olds
Primeira aparição: capítulo 1 (Volta às aulas)
Última aparição: capítulo 85 (Uma longa viagem)
N° total de aparições até o capítulo: 77 (2° personagem que mais apareceu)
Comida favorita: Qualquer carne que existe
Gênero musical favorito: Rock/Rock alternativo
Par: Mangle
Curiosidade: No início da história, a ideia era que a personalidade do Foxy fosse de alguém rude, grosso e indiferente em relação a tudo. Inclusive, o primeiro capítulo da primeira versão é uma prova disso, já que ele sempre dá respostas curtas e desinteressadas. Não sei o que houve, mas acabou que ele se transformou no mais idiota e isso é magnífico ao meu ver! KKKKKK Eu alterei ele completamente e deu certo!


Segundo participante:
--------------------------------------------
Nome: Beatriz “Bonbon” Diaz
Idade: 16
Aniversário: 05/02
Grupo: Toys
Primeira aparição: capítulo 51 (Foxy e suas dicas)
Última aparição: capítulo 82 (Azul ou amarelo?)
N° total de aparições até o capítulo: 17 (16° personagem que mais apareceu, tadinha)
Comida favorita: Pizza de calabresa
Gênero musical favorito: K-pop/Indie rock
Interesse romântico: Freddy
Curiosidade: Como alguns já devem saber, a Bonbon só apareceria na segunda temporada da história e o seu papel era simplesmente não fazer nada KKKKK não havia funções para ela (tadinha!). Quis alterar isso nesta versão, resolvi que fazer ela gostar do Freddy daria um 'toque a mais' na história.

Em quem você vota (para ficar)?
A) Jamie Foxy
B) Beatriz "Bonbon" Diaz

Obs: Em caso de empate, teremos sorteio!

(Sim, vou botar vários nomes agora, mas não se preocupem KKKK é só para ficar legal mesmo. Na história, os apelidos/sobrenomes permanecerão! Quem sabe um dia não transformo FNaS em algo autoral?)

Até <3 o/


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...