1. Spirit Fanfics >
  2. Five seconds of lessons >
  3. Temos o primeiro suspeito?

História Five seconds of lessons - Capítulo 8


Escrita por:


Notas do Autor


Eu voltei agora pra ficar, Porque aqui é o meu lugar.... essa Eu tirei do fundo do baú, não me julguem sksksk. Sentiram falta da Fic? Desculpem a minha demora. Precisava relaxar a minha mente nas últimas semanas devido alguns problemas... Mas enfim né, isso não importa
Boa leitura pessoal! Hoje o capítulo promete

Capítulo 8 - Temos o primeiro suspeito?


(...)

Naquela mesma noite, todas as ruas estavam cheias de carros policiais. Para a sorte de Michael, Christine estava por perto e avisou os policiais que o rapaz não estava envolvido com os traficantes procurados

A poucos quarteirões do hotel, o animal começou a se agitar nos braços de Michael, como se quisesse sair correndo daquele beco onde estavam

- calma garoto, está tudo bem - disse com a voz mansa para acalmar Billy, mas falhou miseravelmente. Ainda bem que o hotel está perto, pensou consigo mesmo. Mas ao partir para a próxima esquina, o rapaz avista uma sombra alta e aparentemente bem magra no final do corredor daquele outro beco, a sombra parecia estar com algo em mãos. Michael saira correndo no mesmo instante que viu aquela aberração começar a andar em sua direção. Felizmente Michael consegue chegar a tempo para dentro do hotel, indicando seus dados para a outra mulher que substituira o lugar de Ariana... essa garota estava mexendo com o psicológico de Michael


ao subir até seu quarto, o mesmo soltara o cachorro para que pudesse correr por todos os lados. O que Michael não sabia, é que tinha uma visita o esperando. Assim que o rapaz finalmente se sentou em sua cama, uma mão pousou em seu ombro, o assustando - QUE ISSO! - exclamou berrando ao sentir aquele toque, mas ao se virar seu medo fora embora - Luke! Vai assustar sua sombra, desgraçado

O amigo gargalhou alto ao ver aquela cena e em seguida se sentou ao lado do amigo de cabelos azuis - temos um pequeno problema - disse ainda rindo fraco

- prossiga - disse Michael por fim

- estamos aqui já faz algum tempo, provavelmente estão tentando nos rastrear de alguma forma e nosso show já está condenado em Amsterdam. Não podemos sair da cidade por questões de segurança segundo o prefeito... eu não sei se consigo ficar aqui por mais tempo, Michael. Meu pescoço já está amarrado em uma corda - Luke parecia claramente preocupado e não escondeu esse sentimento no tom de sua voz naquelas palavras

- Hey - Michael segurou o ombro do amigo fazendo Luke olhar para o mesmo - lembra quando chegamos aqui? Estávamos condenando toda essa cidade, estávamos sendo todos hipocritas. Todos nós viemos do mesmo mundo que essas pessoas, claro. Estamos desacostumados com nossas raizes - Luke sorrira ao ouvir o que o amigo disse. Micahel o acompanhou - mas eu acho que em pouco tempo conseguimos deixar nossas ideias claras. Toda aquela pressão já não está mais em cima de nós... eu acho que ficar preso aqui foi a melhor coisa que nos aconteceu

- você fala isso porque tem uma gata na sua cola Michael. Eu te conheço - o loiro de olhos azuis encarou o amigo com um olhar de cúmplice

- vai se foder então, to aqui tentando te ajudar, seu ingrato! - disse Michael fazendo drama totalmente encenando

- qual é Mike, agora está parecendo uma adolescente dramática e mimada

- estou sendo a sua versão feminina - em seguida, ambos cairam na risada por alguns segundos

- obrigado pelo sermão. Mas agora é sério, não saia mais do hotel a noite porque pode ser perigoso e amanhã irei conversar com o prefeito novamente sobre nossa saída porque querendo ou não, não podemos ficar presos aqui o resto da vida

Aquelas palavras deixaram Michael pensativo, e se ele nunca mais voltasse a se encontrar com Ariana? E se ela o esquecesse enquanto ficassem longe? Será que Ariana iria aceita-lo por ser um cantor mundialmente famoso sem nenhum interesse? Eram muitas perguntas para nenhuma resposta

- tá vivo ai cara? - perguntou Luke

- to, mas eu vou dormir agora

- aproveite sua noite então, Sr apaixonado

- haha que engraçado - disse sarcástico

Em seguida, Luke passou a cantar pequenos trechos da música Valetine

- cai fora do meu quarto Taylor Swift!! - disse sério. O amigo dera gargalhadas enquanto saira do quarto cantarolando

(...)


Luke hemmings

No dia seguinte, Luke acordara mais cedo que de costume e se aprontou rapidamente vestindo uma roupa mais confortável porém com um sobretudo já que o frio começava a ameaçar a pequena cidade

Não demorou pouco mais de quinze minutos andando até que o rapaz chegasse em seu destino. Ao chegar, não se hesitou de entrar e dar seu nome a recepcionista, em menos de cinco minutos, já estava na grande sala do prefeito

- bom dia - disse simpático ao senhor de meia idade

- bom dia, Luke. Que surpresa agradável - disse o Senhor simpático - a que devo a honra de sua visita?

- queria conversar novamente com o Senhor sobre minha ida com meus companheiros. Você é o único da cidade que sabe quem nós somos e o Senhor não sabe tamanha gratidão a nossa por não ter espalhado pela cidade toda, mas eu e meus amigos precisamos ir embora... - disse hesitando a última frase

Ao ouvir todas aquelas palavras de Luke, o homem respirou e se virou para o mesmo e o encarou por alguns instantes - eu entendo sua preocupação Luke, entendo mesmo. Mas... - antes de dizer o que queria, o velho deu uma olhada para sua porta verificando para que ninguém estivesse ouvindo a conversa dos mesmos - eu já tenho os registros dos suspeitos e um deles está em contato com você e seus companheiros, não quero estragar o disfarce de nosso informante. Eu suspeito que o traficante saiba que vocês são uma banda famosa e com toda certeza vão tirar proveito de toda a situação, por isso tenho medo de que vão embora e no caminho acabem sendo roubados ou coisa pior

- mas Amsterdam fica a alguns minutos daqui - retrucou Luke, ignorando todo o fato do traficante poder usa-los de refém

- eu sei, Luke. Mas essa estrada nossa não possui sinal e você sabe disso. O tráfico de drogas e assassinatos está crescendo a cada dia que passa, entende porque estou pedindo para que fique? Meus oficiais já encontraram pistas, você quer que eu ligue para seus superiores?

Por algum momento Luke pensou em dizer sim, mas sabia que essa decisão a altura do campeonato seria praticamente suicídio - não precisa, mas pode me deixar a par da situação? Vou querer notícias de tudo que estiver acontecendo, mas sabe que não vamos poder ficar aqui por muito tempo - o loiro se apoiou sobre a mesa encarando o velho mais convicto de si

- pode deixar, não vamos criar problemas com isso. Luke

(...)


Michael Clifford

- tem certeza que não teve problemas ontem a noite? - o garoto perguntara novamente para a mesma

- certeza, Michael - mentiu, mas Ariana sabia que era o melhor a se fazer - mas tudo o que aconteceu ontem não muda o fato de tudo que eu te disse - disse abaixando a cabeça e brincando com o filhote em seu colo


- Ariana, você sabe já coisas sobre mim que ninguém mais sabe além dos caras. Como isso é "Não saber da minha vida?" - disse revirando os olhos e olhando para o lado oposto de onde estava a garota

- Michael, você não me conta de onde veio, o por que parou aqui, quem são seus pais, do que trabalha, etc. Como posso ficar tranquila com tudo isso? Me desculpa mas se suas antigas namoradas eram estupidamente ingênuas, eu não sou - suas palavras soaram com bastante clareza no qual o garoto de cabelos azuis se impressionara - qual é, você nem me conta o porque desse cabelo ser azul! - ambos riram com seu último comentário

- ele é azul porque eu gosto de ser diferente e gosto de azul. Achei a combinação perfeita - disse dando de ombros - considere-se com sorte de não ter me conhecido quando esse cabelo era verde

- você pintou de verde? - disse incrédula e estranhando totalmente a escolha exótica do garoto

- verde limão - disse lançando uma piscadela para a garota, rindo logo em seguida

- você realmente gosta de ser diferente - disse por fim, voltando a dar atenção para seu animalzinho - estava com tanta saudade do meu garotão - disse fazendo uma voz de criança, fazendo escapar um sorriso de Mike com a situação

- porque não passa a noite com ele hoje? Deve estar com muita saudade mesmo

- não podemos ficar a noite na rua, esqueceu? Os policiais ainda estão fazendo ronda pela cidade. É, parece que voltamos a uma ditadura - disse sem animação

- quem disse que estou falando para ficarmos na rua? Eu estou no hotel onde você trabalha - disse rindo sarcástico

- não está pedindo para que nós passemos a noite juntos no mesmo quarto, está?

- não com essas palavras, mas se você prefere assim. Pode ser - o rapaz lançara um olhar malicioso para a mesma

- não, Michael - disse rindo envergonhada - não é desse jeito que as coisas funcionam... a nossa conversa ainda não acabou, você está desviando do assunto!

- que droga, descobriu - disse irônico, bagunçando todo o cabelo da mesma e pegando Billy de seu colo - deixa ele comigo também, meu carinho é melhor que o seu - disse se gabando e deixando o filhote lamber todo o seu rosto

- você é um idiota, Mike - disse raivosa, mas não demorou para voltar a sorrir

- prefiro ver você assim, sabia?

- assim como? - perguntou sem entender

- te ver sorrindo - o sorriso de Michael fez ficar a mostra suas bochechas saltadas e seus labios vermelhos e molhados, seu olhar mostrava um ar afetivo

- acho melhor a gente voltar com os meninos na lanchonete - disse levantando do banco com o cachorro em seu colo

- vamos - disse se levantando e se juntando a Ariana


(...)


- e deu toda essa merda, foi basicamente isso - acrescentou Luke - mas eu disse que não podemos ficar muito tempo aqui, a essa altura já eramos pra estar em Amsterdam e já estar a caminho de Nova York

- vocês viajam muito pelo visto, não entendo por que o Michael não me conta nada sobre a vida de vocês

- porque não tem necessidade de saber agora - disse Michael como se fosse o óbvio - já conversamos sobre isso

- estão juntos por acaso? - sacaneou Ashton olhando para os dois. Que ficaram se entreolhando por um tempo sem responder - coloquei vocês na parede né, foi mal - provocou mais

Antes mesmo que alguém pudesse dizer algo, Calum havia chegado e foi se juntando a todos no canto da lanchonete - desculpa a demora pessoal, do que estavam falando?

- nada demais, só estava deixando a Ari e o Mike constrangidos - disse Ashton sorrindo divertido

- e podia parar por ai né - Mike elevou levemente a voz indicando que já estava chato a situação

- olha eu ainda não me acostumei com tudo nessa cidade, mas passei perto de um bar que estava tocando músicas antigas. Achei incrível, faz tempo que não via um desses

Ariana começara a rir fraco por ver Calum surpreso - aqui tem alguns, muito bom por sinal

Com o passar das horas, todos acabaram almoçando ali mesmo na lanchonete. Ash estava terminando de tomar seu refrigerante quando viu algo estranho no bolso de Calum - o que tá escondendo ai, Calum? - sem esperar respostas do amigo, Ash enfiou a mão no bolso do amigo e de lá, retirou algo que não esperava - Calum! Que merda é essa que você tem?! - o garoto disse entredentes e raivoso

- Calum isso ai é cocaína?! - perguntou Luke incrédulo puxando o moreno pela gola de sua camisa - Calum acho bom ter uma boa explicação!

- calma gente, calma! Isso ai não é meu, eu juro! - disse o moreno na defensiva

- corta essa Calum, como essa merda veio parar no seu bolso? - Mike se pronunciou dessa vez, surpreso ainda com toda aquela situação

- galera eu só estava com o Roger antes de vir pra cá e...

Antes mesmo de Calum terminar, Ariana bateu sobre a mesa chamando a atenção de todos - como assim o Roger? 




Notas Finais


**Alerta de spoiler**

Aos poucos tudo vai piorar mas ao mesmo tempo fazer sentido, ainda terá vários momentos de Ariel nosso shipp fofo/misterioso/problemático que a gente ama

É isso pessoal, estarei mais presente por aqui ( dessa vez eu prometo)

Até o próximo cap, beijos!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...