História Five Sisters - Camren Intersexual 2 temporada - Capítulo 6


Escrita por:

Postado
Categorias Fifth Harmony
Personagens Ally Brooke, Camila Cabello, Dinah Jane Hansen, Lauren Jauregui, Normani Hamilton
Tags Camren, Romance
Visualizações 316
Palavras 1.704
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Famí­lia, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Cross-dresser, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 6 - 6- Jantar e Casa do Louis



Mais 1 mês se passou.

Pov Lauren.

Sai do banho apenas de cueca, me apressei e vesti minha calça jeans escura. Já estava em cima da hora, Camila iria me matar. Calcei meus coturnos pretos e coloquei minha touca da mesma cor e sai em disparada do quarto não esquecendo

do meu precioso casaco. 12

Cheguei na sala e respirei o ar perdido na corrida, rolei os olhos a procura da minha namorada e franzi o cenho ao constatar que ela não estava presente. Fui até a cozinha e encontrei a senhora em frente ao fogão bastante concentrada.

-Dona Sinu? -Pigarriei chamando a atenção da mulher que se virou erguendo as sobrancelhas.

-Diga, menina Lauren. -Falou em um tom calmo. Aquela senhora de alguma forma me intimidava, eu sentia algo estranho estando perto dela, como se ela me vigiasse a todo tempo. 11

-Onde está Camila?

-Uh, -A mulher pareceu pensar e logo abriu um largo sorriso. - Deve ter saído com meu afilhado.

-Oi? Desculpa...

Afilhado? 41

-Ele pediu a ela para que dessem uma volta ao redor do quarteirão, não devem estar longe.

Mas o quê? E nosso jantar?

Nem me preocupei em perguntar quem era esse afilhado e sai de casa entrando no carro. Pediria explicação da minha namorada mais tarde, agora só precisava encontrar ela, o que não demorou muito.

Apertei firme o volante quando avistei Camila ao lado de um rapaz, os dois pareciam rir de algo, nem me dei o trabalho de estacionar o carro, apenas parei e sai correndo em direção a minha garota.

-Camz! -Me aproximei dos dois e peguei as mãos da latina. -Suas mãos estão frias, você não pode sair sem casaco, amor.

-Lo...

-Não iríamos demorar. -Vi o garoto fazer menção de tirar o casaco, fui mas rápida e tirei o meu cobrindo o corpo de Camila. O garoto entortou o nariz e ajustou o casaco de volta. 1

-E você é... -Me referi ao tal afilhado de dona Sinu.

-Shawn. -Estendeu suas mãos pra mim na qual tratei de rejeitar. -Shawn Mendes. -O idiota ficou sem jeito e enfiou suas mãos no bolso de seu casaco ridículo. 159

-Que seja. -Passei minhas mãos pelo ombro de minha namorada e a apertei contra meu corpo. -Nós estamos indo, cuidado no caminho garoto.

-Tchau Mila. 22

Mila?

-Tchau. -Camila acenou fraco para o garoto e se virou para mim dando um beijo em minha bochecha.

Não tente me convencer. -Murmurei.

Não estava com paciência para nenhum garoto qualquer, só de ver essa cara de pão com manteiga já me deixou irritada. E ainda por cima estava ansiosa sei lá com o quê, sinto que algo vai acontecer, e... enfim. 19

Levei a latina até o carro e abri a porta pra mesma entrar e a ajudei colocando seu sinto a deixando confortável para não machucar sua barriga avantajada, que carregava meus bebês. Entrei no carro e liguei o aquecedor.

-Por que não me esperou na sala? -Questionei comprimindo os lábios.

-Você demorou demais Lo, e seus filhos estavam inquietos querendo a outra mamãe deles. Não me culpe. -Fez um beicinho adorável com as mãos acariciando a barriga, um sorriso se formou em meus lábios e me inclinei sobre o corpo da garota para beijar sua barriga. Toda a chateação sumiu em um piscar.

-Mencionar nossos bebês é golpe baixo. 6

-Boba.

-Quem era ele?

-Apenas o afilhado que acompanhou dona Sinu hoje...

-Ela me assusta as vezes. 3

-Por que, amor? -Franziu o cenho e eu liguei o carro dando partida.

-Sei lá.

-Certo. -Deu de ombros e se encolheu sobre o casaco.

-Onde estão as outras?

-Louis e Harry.

-Mamãe e papai?

-Vendendo balinha. -Virei a cabeça minimamente para encarar a latina que revirou os olhos. -Na Syco, óbvio. 20

-Só pra confirmar, cariño. -Sorri me achando idiota pela pergunta na qual já sabia a resposta. -Mas balinha foi ótimo.

-Apenas dirija, Lauren. Estou com fome, Laurinha e Camilinho também. 49

-Quem? -Parei o carro no sinal vermelho fitando a garota incrédula.

-Nossos filhos. -Falou como se fosse óbvio.

-Ugh! Não.

-Chico e Chica? 63

-Camila! -Repreendi.

-Não deu... -Tive que rir da sua carinha triste e rapidamente biquei seus lábios a fazendo sorrir denovo. 11

(...)

Depois de termos comido como duas porcas, voltamos pra casa e ainda era exatamente sete e oito da noite, tudo estava silencioso, concluímos que não havia ninguém. 5

Decidimos ir então, até a casa de Louis, ver os dois e ficar por lá com nossas irmãs. Estacionei o carro em frente a sua casa e sai indo abrir a porta para minha latina que estava impaciente.

-Madame... -Fiz reverência e recebi um tapa em troca.

-Gorda, me ajuda aqui, parece doida. 23

Ajudei a latina a descer do carro e seguimos para a porta de entrada. Apertei a campainha freneticamente, sabia que Lou odiava isso, mas não me impediu de fazer mais algunas vezes.

-Não estupre o botão sua porca obesa. -Ouvi seu grito másculo e gargalhei com Camila ao meu lado. A porta foi aberta revelando um Louis com uma tiara brilhante em sua cabeça. -Bem viadas à Wonderland. 23

-Harry ou Dinah te deram drogas? -Cerrei os olhos para o garoto que tentou me estapear mas eu desviei.

-Que engraçada. -Revirou os olhos. -Cadê meus afilhados lindos, oi princeso e princesa.


-Princeso? -Camila adentrou na minha frente e eu fechei a porta atrás de mim. 1

-Sim, princeso... eu, o garotinho aí dentro, Harry... -Divagou. -HARRY! -Gritou.

-Como uma deusa... Uh, sapas. -Abracei meu amigo bagunçando seus cabelos e o moreno foi acariciar a barriga da minha namorada. -As meninas estão lá em cima e temos convidadas do Harry, venham. 14

-Cadê a tia? -Passei meus olhos pela casa.

-Mamãe está no salão e papai...bom, deve tá traindo ela com aquela senhora gorda lá. -Louis deu de ombros e eu arregalei os olhos murmurando um Okay em seguida.

-Essa família não é normal, amor. -Camila sussurrou quase inaudível.

-E algo relacionado ao Lou é?

-Não falem do meu macho, suas biscates! -Harry falou enfurecido e eu gargalhei alto.

Chegando ao quarto do garoto já podia ouvir os gritos e barulhos see nem entrar, direcionei a latina até a entrada e logo avistei uma Ally pulando na cama em meio ao quarto.

-Que baderna, por Deus. 4

-Laur, Mila. -Ally gritou parando vindo em nossa direção. 1

-Tava demorando... -Dinah fociferou e eu dei o dedo do meio pra ela.

O quarto estava diferente da última vez que eu havia visto, estava pintado de cinza e os móveis trocados de lugar e bom...a bagunça era evidente. Notei também que haviam duas garotas diferentes no quarto, eu não as reconheci, apenas dei de ombros e levei a latina para a poltrona e sentei com ela. 5

-Meninas, não mexam nessa gaveta por favor. Único local que está arrumado. 1

-Como cabe tanta gente aqui? -Balbuciei acariciando a cintura da latina ao meu lado. 1

-Gente, silêncio total. -Harry chamou atenção tirando a tiara de Louis colocando-a em sua própria cabeça. -Meninas, essas são Lauren e Camila, as irmãs dessas pestes que vocês duas já conhecem.

-Que legal né Harry. -Normani jogou uma almofada no menino que pegou em cheio em seu rosto fazendo todos gargalhar. O garoto se recompôes e pigarriou.

-E casal camren, essas são Sofi e Taylor, outro casal lésbico que eu conheci no twitter e que estudam na nossa escola. 170

-Não seja escroto. - A maior das duas desconhecidas cruzou os braços.

-Sofi é filha da senhora que cuida de você Mila, descobri ainda agora. -Ally falou sorridente se sentando no chão, olhei para Camila e notei a latina um pouco tensa, apertei suas mãos e transmiti conforto, seja lá o que deu nela, perguntarei depois. 14

-Prazer...

Fitei a mais baixa das duas e passei os olhos por seu rosto, incrível. Ela é tão... parecida com a...? Que ótimo, estou ficando maluca. 2

-Oi, prazer, Harry fala bastante de vocês. -A que eu julgo ser Sofi sorriu com a língua entre os dentes. A garota parecia eufórica e animada. Ela me lembrava a Camila quando mais nova, e essa Taylor...ai, besteira.

-Somos famosas, então? -Brinquei.

-Lauren, não é? -Afirmei para Taylor que tinha um olhar questionador. -Você me lembra minha mãe...e é muito bonita também. -Fiquei meio desconcertada com o elogio mas tratei de agradecer. 40

-Uh. Espero que isso seja bom.

-E é...muito bom. -Pude ver um sorriso simpático se formar em seus lábios, retribui apenas assentindo.

-Parece que vamos todos nos dar muito bem. -Falado isso, Louis murmurou algo no ouvido de Harry que fez o mesmo rir baixinho.

Pov Camila.

A garota, filha de dona Sinu, era bastante divertida, vez ou outra me lançava olhares curiosos, de admiração e entusiasmo.... eram tão intensos que me queimavam e eu me questionava se não a conhecia de algum lugar.

Por algum motivo eu me senti bem naquele quarto...no começo, logo que entrei e vi as duas desconhecidas, meu coração acelerou e uma sensação de familiaridade se apoderou do meu corpo e por um momento quis chorar? Podia ser os hormônios apenas. 5

Ficamos jogando conversa fora, tirando brincadeiras, até que as duas falaram que tinham que ir embora pois estava tarde. Sofi ou Sofia, me garantiu que iria com sua mãe da próxima vez, já que a mesma declarou que gostou muito da gente e que precisava de amizades assim e por incrível que pareça eu me apeguei a ela de uma forma tão rápida que estou surpreendida comigo mesma. 3

A sua namorada, Tayloe, também fora muito simpática e pareceu se dar bastante com Lauren. A semelhança das duas era até engraçada de se ver. 1

Nos despedimos de Louis e Harry que informou que iria doemir na casa do namorado e Dinah levou Normani e Ally em seu carro enquanto eu fui com Lauren pra casa. Estava exausta e precisava de um bom banho e da minha cama.

-Elas são adoráveis né? -Perguntei fitando as ruas da cidade.

-São sim... e... estranhas de um modo bom.

-Já tinha visto elas no colégio?

-Nunca...

-Ah... devem ser novatas. -Dei de ombros me escorando no banco do carro me permitindo cochilar um pouco.

Pov Harry. 5

-O que achou?

-Interessante. -Louis bicou meus lábios me encarando em seguida pensativo. -Mas não gostei da cor dos sapatos...

-Sabe que eu não falava disso, bebê.

-Eu sei, eu sei. -O garoto revirou os olhos passando os braços em meus ombros.

-E então?

-Os sapatos ficaríam melhor se fossem brancos. -Piscou pra mim me fazendo negar com a cabeça. -Isso é uma completa doidice.

-Misturar rosa com laranja? -Ergui as sobrancelhas em forma desafiadora.

-Também. -Puxei o garoto pela cintura e lhe dei um beijo de esquimó.

-Te amo Hazz. 1

-Eu sei. -Sorri convencido para um Louis indignado.



Notas Finais


Continua sim ou não?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...