História Flamejante - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Visualizações 2
Palavras 833
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Romance e Novela
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


- Desculpa por erros de português ou por qualquer coisa ❤

- Favoritem e adicionem a biblioteca ❤

- Beijões 😙

Capítulo 1 - O começo de uma história


Fanfic / Fanfiction Flamejante - Capítulo 1 - O começo de uma história

Eu sempre fui uma dessas garotas que não esperavam por um príncipe montado em um cavalo branco,nunca acreditei tanto no amor. Até conhecer você 

Hoje seria minha entrevista de emprego,não é a primeira da minha vida,mas finalmente teria um emprego oficial,não seria apenas uma estagiária seria algo a mais.

[...]

Acordei empolgada,mas infelizmente durou pouco,abri os olhos,me sentei sobre a cama desativando meu alarme,me descobri e me levantei,fui direto para o banheiro,despi-me de minhas roupas e entrei debaixo do chuveiro,a água estava fervendo,fiquei um tempo lá embaixo para acordar completamente,fiz uma higiene básica e sai do banheiro,abri meu armário e o encarei durantes alguns minutos,até que encontrei uma roupa quente,confortável e apresentável,fiz uma maquiagem bem rápida,passei perfume e desci as escadas,senti um cheiro de café no ar e logo pensei "mamãe deve estar acordada",ela estava fazendo torradas na torradeira,tamborilando suas unhas no balcão e olhando fixamente para a parede.Puxei uma cadeira e me sentei,logo ela olhou para mim e sorriu.

- Bom dia meu amor - disse pegando um prato - dormiu bem?

- Bom dia mãe,dormi sim - falei com um tom meio desanimado

Percebi um pouco de preocupação em sua expressão,mas ela acabou ignorando,peguei a geleia e o requeijão na geladeira logo depois de mamãe ter colocado o prato de torradas e a jarra de café em cima da mesa.

- Está animada para a sua entrevista? - mamãe disse levando a xícara de café até sua boca

- Eu até que estava mãe,mas  me desanimei no decorrer do tempo - disse olhando para ela

- Vai ficar tudo bem querida - mamãe disse fazendo carinho em minha mão com o seu polegar - você vai conseguir esse emprego e vai voltar radiante para casa

- Tudo bem,você me convenceu - falei enquanto dava meu melhor sorriso

Mamãe sorriu para mim.

Já estava na hora de eu ir,me despedi de mamãe com um beijo em sua bochecha e ela retribuiu o jesto. Sai de casa enquanto pedia um uber,achava mais fácil ir de uber do que de trem,pois era mais rápido e menos cansativo.

[...]

Chegando nas Empresas Carter o prédio era enorme,com janelas espelhadas e o preto dominava. Quando entrei recebi alguns olhares estranhos e curiosos,mas logo encontrei uma mulher com um sorriso encantador e olhos brilhantes,era a recepcionista,me aproximei e disse um "oi" sem graça ,mas foi tudo oque saiu, ela olhou para mim e sorriu.

- Bom dia! Como posso ajudá-la? - disse sorrindo

- Bom dia, eu vim para a entrevista de emprego - falei um pouco sem graça olhando para ela

- Ah,claro! - ela disse abaixando o olhar para a tela de seu computador - Qual o seu nome?

- Anastásia Gasparini - falei sorrindo - posso perguntar o seu?

- Ah,claro,sou Mia Pierce - estendeu a mão para mim,e retribui o jesto - Aqui está,me acompanhe por favor 

A segui até uma sala com mais 5 moças bem vestidas,todas vestidas formalmente,com vestidos ou calças e blazers,eu estava bem arrumada nesse dia,vestido vinho,sobretudo bege e sapatilha vinho,meu cabelo estava solto.

Ela sorriu para mim e me desejou sorte,tinham duas portas a nossa frente,a que entrei e outra que provavelmente seria a que vamos ser entrevistadas.

- Anastásia Gasparini - uma voz aguda e fina me fez sair de devaneios - sua vez

Peguei minha bolsa e me posicionei em frente à porta,dei duas batidas e recebi permissão para entrar,empurrei a porta um pouco pesada e acabei caindo. Ótimo,cai,oque eu faço? Uma mão grande encostou em meu ombro.

- Você está bem? - levantei minha cabeça e encontrei lindos olhos verdes,que me ajudaram a levantar

- Sim,estou - disse sem graça - Me desculpe por isso

- Tudo bem - ele passou a mão pela minha bochecha,o local onde estava doendo,franzi o cenho de dor e automaticamente ele tirou a mão dali - Acho que machuquei a bochecha - falei rindo - mas não foi nada - encarei ele e sorri 

- Sente-se por favor - ele fez um gesto para que eu sentasse - Sou o Jimmy Carter,prazer - ele estendeu a mão e sorriu

- Sou Anastásia Gasparini,prazer - dei minha mão e eu sorri

Ele fez várias perguntas e faltava apenas uma:

- Por que quer o emprego? - ele perguntou 

- Sou nova na cidade,tenho que pagar minha faculdade e me estabelecer de alguma forma - falei sincera

- Senhorita Gasparini - olhou para mim fechando uma agenda - Está contratada

- O que? - Minha boca estava aberta e eu sem reações

- Está surda? - arqueou uma das sobrancelhas - A Senhorita foi contratada - Disse silabando as palavras

- Me desculpe - abaixei a cabeça

- Você começa amanhã as 08 horas - disse se levantando

- Tudo Bem - disse ainda sem reação

- Não me decepcione - Ele disse enquanto andava 

- Claro,pode deixar - Eu sorri e sai da sala 

[...]

Quando cheguei em casa contei a notícia a minha mãe e ela sorriu e me abraçou.

Subi para o meu quarto,fui ao banheiro e tomei um banho,quando sai coloquei um pijama listrado azul e vesti meias,deitei em minha cama e comecei a mexer em meu instagram,não demorou muito para eu adormecer.

Continua...


 








Notas Finais


É,foi isso espero que gostem ❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...