História Flames of hate - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Visualizações 3
Palavras 3.056
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Ecchi, Fantasia, Ficção, Luta, Magia, Mistério, Shounen
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Pansexualidade, Sadomasoquismo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Oiii mais um capítulo aqui, desculpa se n estiver bom, mas vamos lá, rumo a evolução, se gostar ou não fala ae nos comentários, vamos crescer juntos.
Espero q goste
bjs do Kaji❤

Capítulo 2 - Capítulo 2:O lado desconhecido de Kaji Parte 1


-Bom hoje vou começar de verdade meu trabalho... Isso parece cansativo, mas tudo bem, vou fazer de tudo pra ser reconhecido por todos os grandes reinos...

-Onii-chan! você prometeu me levar com você pra sua missão, lembra??

-Irmãozinho! você estragou a minha entrada!.... tudo bem deixa pra lá...

(Uma manhã calma apenas pássaros os cantar, o som dos ventos a balançar as árvores, nada pode tirar a calmaria desse dia... Exceto Elaine a mãe de Kaji gritando tentando o acordar!)

-Kaji, levante logo, você vai se atrasar pra sua missão!!

-Mãe pare de gritar, ainda é cedo, diga que vou mais tarde

(Pensamentos de Kaji)

*Caramba que mulher irritante*

-Levante logo seu preguiçoso, você agora é um mercenário formado

-Aaaaaaa tudo bem!

(Kaji suspira meio sonolento e desanimado)

-Droga, você não viu o que eu fiz ontem? Eu derrotei uma quimera, não acha que mereço um descon...

(Kaji mal pôde terminar a sua frase, e Hokai já o interrompeu)

-Onii-chan eu q derrotei a quimera!!


Você foi só um auxílio

-Tudo bem irmãozinho, pense assim se você se sente melhor, afinal, não me importo se você acha que derrotou a quimera, eu sempre vou ser o prodígio do clã

(Kaji falou num tom de superioridade)

-Onii-chan, vou superar você logo logo, porque eu serei seu substituto!

-Chega vocês dois! Vão se arrumar logo, antes que se atrasem

-Tá bom mãe, não precisa gritar, que saco

-Onii-chan não fale assim com nossa mãe

-irmãozinho você as vezes é mais irritante que a mãe

(Hokai fica sério e meio bravo)

-Tudo bem, vá se arrumar logo Hokai, não vou ficar esperando você por muito tempo

-Tudo bem, já estou indo

(Alguns minutos depois, Hokai já estava pronto esperando, ansioso e meio impaciente com a demora de kaji)

-Vamos Onii-chan! Não vou ficar esperando você por muito tempo

-Irmãozinho você realmente está ansioso, caramba

(Depois de poucos segundos Kaji termina de se arrumar)

-Pronto maninho, vamos logo

-Certo Onii-chan

(Kaji e Hokai vão correndo até o escritório de Ignil para pegar sua missão, Hokai parecia mais empolgado que Kaji, eles já estavam atrasados mas conseguiram pegar alguma missão)

-Oláá Ignil sensei! Desculpe pelo atras..

(Kaji foi interrompido por um grito)

-Kaji!!

(Ignil pula de trás da sua mesa e da um cascudo na cabeça de Kaji)

-Ai ai ai ai, sensei por que fez isso?!

-Para por juízo nessa sua cabeça, você não pode se atrasar assim, um ninja deve ser pontual

-Onii-chan nunca é pontual

(Hokai ri com deboche)

-Calado irmãozinho

(Kaji faz cara irritada)

-Então Kaji, por que trouxe Hokai?

-Aaa, sim, Ignil sensei, eu trouxe Hokai para me acompanhar na minha missão, tudo bem?

-Bom, sua missão hoje não é tão seria, é uma missão rank D, então não vejo problema, mas tudo que acontecer sera responsabilidade sua

-Ok sensei

(Hokai ficou animado por poder participar de uma missão de verdade)

-Certo, sua missão é essa, uma aldeia vizinha nos contratou para o serviço de segurança de um casamento, não é algo muito difícil, mas toda missão deve ser levada a sério, ENTENDIDO KAJI?!

-Por que você disse isso nesse tom sensei?

(Kaji fez uma cara de incomodado, mas não retrucou mais)

-Porque, aposto que você queria algo mais sério ou perigoso, só porque você é um pouco habilid..

(Kaji ficou sério e falou num tom orgulhoso, interrompendo Ignil)

-Não sou "um pouco habilidoso" sou o mais habilidoso do clã, Ignil sensei, você pode ser mais velho do que eu, eu o respeito, mas você sabe que provavelmente sou mais forte do que você também

(Ignil fecha os olhos e sorri com sarcasmo)

-Kaji, você de fato é o prodígio do clã...

(Ignil desaparece de repente)

-Sensei, a onde ele foi???

(Ignil aparece atrás de Kaji, torce seus dois braços e põem uma adaga nas suas costas)

-Bom, mesmo você sendo "provavelmente mais forte que eu" Eu te derrotei apenas com uma adaga, garoto, você é muito convencido, tem muito que aprender até chegar a minha altura

(Kaji sendo segurado fica tremendamente irritado e frustrado)

(Pensamentos de Kaji)

*Mas que droga, eu nem vi ele, foi rápido demais, maldito está me subestimando*

-Certo Kaji, chega disso

(Ignil solta kaji e o deixa cair no chão)

(Hokai ficou totalmente impressionado ao ver que seu irmão perdeu tão facilmente para Ignil, até sua expressão mudou, ele ficou sério e um pouco nervoso)

(Pensamentos de Hokai)

*Caramba, Onii-chan sempre disse que era superior a todos do clã... Mas mesmo assim perdeu pro Ignil, preciso me esforçar mais se quero ser o mais forte...droga todos são muito habilidosos!*

-Já perdemos muito tempo, sua missão está numa aldeia de elfos brancos, você tem três horas para chegar lá, quando chegarem se apresentem com o nome do clã e não seus nomes verdadeiros, não esqueçam, sempre temos que proteger nossas identidades, outra regra importante, nunca tirem suas máscaras, os outros detalhes serão dados a vocês quando chegarem lá, entendido?

(Kaji ainda irritado, limpando suas roupas depois de levantar)

-Certo, sensei...

(Hokai um pouco nervoso)

-S-sim Ignil sensei!

-Ótimo, podem ir

(Kaji e Hokai saíram do escritório bastante frustrados, mas kaji parecia ignorar isso quando quis passar na loja de ferramentas da aldeia, para pegar o que faltava de equipamentos e suprimentos pra viagem)

-Onii-chan, o que você quer comprar? Já não temos tudo?

(Kaji ficou meio envergonhado e sem jeito)

-S-sim irmãozinho, só acho melhor termos equipamentos extra sabe, nunca se sabe pelo o que vamos passar, né?

-Onii-chan, você só quer ver ela né?

-O que? Ela quem irmãozinho? Só acho que devemos estar bem preparados

(Kaji fica vermelho e sorri)

(Hokai fala com cara de malicioso)

-Você realmente gosta dela né Onii-chan

-Tudo bem Onii-chan, vamos

(Kaji parecia contente por ir a loja, como se nem lembrasse do que Ignil tinha lhe dito a poucos minutos)

-Ali Onii-chan, a loja está logo ali, vá logo se despedir da sua amiguinha e vamos para nossa missão

(Kaji sorri e vai ansioso até a loja)

-Olá senhora hatsune!

-Aaa olá Kaji, não esperava ver você por aqui, eu já disse não precisa me chamar de "senhora" assim faz parecer que sou velha


-Desculpe senhora hatsune, já é costume meu chamar a senhora assim



-Bom tudo bem, então, você já usou todos seus suprimentos que comprou outro dia?

-Não senhora hatsune, é que vou sair em missão com meu irmãozinho, então vim pegar suprimentos extra

-Aaa sim, vejamos, o que você precisa?

-Bom, me de algumas ervas medicinais, curativos e adagas de arremessos, nunca se sabe quando vamos precisar, não é?

(Kaji sorri meio nervoso)

-Senhora hatsune, a lisi-chan esta?

(Hatsune da um leve sorriso, como se ja esperasse por isso)

-Sim sim, vou chamar ela espere um minuto

-Obrigado

(Kaji parecia outra pessoa, estava sorrindo, mas não era com sarcasmo como de costume)

-Oláá Kaji-kun!

-O-Olá lisi-chan, como você está??

-Estou ótima, que bom que passou aqui, tenho algo para te dar, é um presente por ter se formado

-Poxa, sério? Não precisava se incomodar

(Kaji ficou sorrindo sem jeito)

-Aqui está, é um colar com o símbolo do nosso clã, o gato escarlate, desculpe não consegui algo melhor a tempo

(Lisi sorri meio tímida)

-Não lisi-chan, tudo bem, eu adorei, vou usar ele sempre

(Kaji sorri muito contente)

-Aqui está Kaji, tudo o que você me pediu

-Obrigado senhora hatsune, agora tenho que me apressar para minha missão, até logo senhora hatsune, até mais lisi-chan

-Até mais kaji

-Volte logo Kaji-kun

(Kaji acena para hatsune e lisi enquanto corre até a entrada da Vila para se encontrar com Hokai)

(Kaji chega a entrada sorridente e empolgado)

(Hokai estava um tanto incomodado por Kaji demorar muito)

-Onii-chan finalmente! Se despediu da sua namorada?

-Desculpe a demora irmãozinho, e lisi-chan não é minha namorada, mas quem dera fosse

(Kaji fica com cara de bobo)

-Vamos logo irmãozinho

-Siiim Onii

(Kaji e Hokai estavam muito ansiosos então foram correndo até a aldeia de elfos)

(Alguns quilômetros percorrido depois)

-Onii-chan, a aldeia fica muito longe ainda?

-Três horas de caminhada, mas no nosso ritmo chegaremos lá em uma hora

-Bom, Onii-chan podemos parar um pouco?

(Hokai fala um tanto sem jeito)

-Irmãozinho, vc já está cansado?

-N-Não é isso

(Hokai já sério e ofegante)

-Só acho que não devemos chegar lá cansados, sabe nunca se sabe quando vamos entrar em ação né?

-Tudo bem irmãozinho vamos descansar alguns minutos aqui depois continuamos

-Obrigado Onii-chan

(Kaji e Hokai ficam deitados na beira de um rio descansando, até que de repente Kaji percebe algo se aproximando)

-Hokai! Levante algo está se aproximado de nós

(Hokai levanta rapidamente e fica alerta)

-Fique perto de mim, não sabemos o que ou quem é

-Eu sei cuidar de mim Onii-chan!

(Galhos se mexem, Kaji já estava com chamas em suas mãos preparado para atacar)

-Mostre o quem é vc!

(Uma voz suave sai da direção onde os galhos de mexiam)

-Deviam ser mais gentis com uma dama

(Em seguida sai uma menina loira e baixinha com uma pele muito pálida)

-Prazer meninos me chamo yuka, eu sou de uma aldeia aqui perto

(Kaji e Hokai suspiram se sentindo um pouco idiotas)

-Prazer yuka-san, nós somos do clã Neko, nós estamos indo para um casamento que terá numa aldeia de elfos, seremos seguranças

-Então serão vocês que vão cuidar do casamento de minha irmã? bom não acho que vocês sejam muito úteis, mas talvez sirvam

(Kaji fica irritado com a garota duvidar da sua capacidade)

-Olha aqui criança eu sou Kaji Neko o prodígio do clã Neko, e vou ser conhecido e temido pelos grandes reinos!!!

-Obrigado por me dizer seu nome

(Yuka ri com um pouco de deboche)

-Onii-chan calma, ela não deve ter dito com intensão de onfender a gente!

(Kaji olha pra Hokai com seriedade)

-Por que está defendendo ela irmãzinho?

-Ela é praticamente parte da nossa missão

-Bom criança eu não tenho mais tempo pra perder com você, vamos seguir nosso caminho irmãozinho

-Siim Onii

-Então meninos posso acompanhar vocês até a aldeia?

-Não sei se voc...

(Kaji foi interrompido por Hokai)

-Claro que pode yuka-San!

(Hokai nervoso e rindo)

(Kaji suspira)

-Tudo bem então, mas vamos logo não quero me atrasar

-Certo, prometo não atrasar vocês

(Eles foram caminhando até a aldeia sem falar uma única palavra, Kaji ainda incomodado com yuka por ela o subestimar, Hokai um tanto atraído por yuka, e yuka sorrindo com sempre, depois de meia hora de caminhada eles chegam até a aldeia)

-Bom chegamos meninos, bem vindos a minha aldeia, venham vou levá-los até meus pais para eles passarem os seus deveres

-Certo

(Kaji incomodado por saber que yuka era praticante era sua contratante)

(Eles caminham até uma casa enorme talvez a maior casa da aldeia)

-Seus pais são importantes na aldeia pelo visto

-Sim, eles são os líderes da aldeia

-Isso explica porque você é tão metida

(Yuka olha com raiva)

-O que você disse?!

-Onii-chan acho que você a irritou...

-Vou fingir que n ouvi nada

(Yuka volta a sorrir como fez o caminho todo)

(Uma voz grossa sai de dentro da casa)

-Que bom que já chegaram!

(Logo em seguida um homem alto, forte, com balos longos e loiros sai de dentro da casa)

-Olá clã Neko, estava esperando por vocês

-Olá senhor...err...

-Meu nome é Arthur mas me chame de Arth

(Arthur sorriu amigavelmente)

-Sim, muito prazer trabalhar com você senhor Arthur

-Ó jovens, não precisam dessas máscaras podem tiralas, somos de confiança, então, qual os seus nomes?

(Kaji e Hokai tiram suas máscaras pois se sentem muito a vontade com aquele rapaz)

-Sou Kaji, prodígio do meu clã

-E eu sou Hokai

-É um prazer conhecer membros do clã Neko

(Arthur ri amigavelmente)

-Então vamos aos afazeres, minha filha mais velha vai se casar, e quero que tudo seja perfeito por isso chamei os melhores para deixar tudo seguro

-Mas quem poderia querer estragar o casamento?

-A nunca se sabe quando alguém vai protestar contra o casamento não é?

-Pois bem você Kaji ficara na entrada vigiando todos que entrarem, e você Hokai ficará perto do altar sempre alerta, entendido?

(Ambos falam)

-Sim Arthur-Sama

-Ótimo! O casamento começa em uma hora, enquanto isso podem andar pela aldeia, yuka será minha representante nesse passeio, yuka por favor mostre os pontos turísticos para nossos convidados

-Sim pai.


Vamos andando Kaji-san, Hokai-san

-Certo

(Yuka leva os por toda a aldeia, mostrou todos os pontos turísticos, Hokai apreciava tudo que yuka falava, mas Kaji não consegui a relaxar, algo o intrigava em Arthur, mas ele não queria fazer perguntas tão descaradamente)

-Aqui é a Praça o principal ponto de encontro da aldeia... Kaji-san está tudo bem?

-A c-com certeza!

(Kaji sorriu tentando disfarçar seu jeito intrigado)

-Você parecia preocupado

-Só estava pensando na missão

-Onii-chan você nunca se preocupa com suas missões, você sempre acha que vai ser tudo fácil

-É que vamos proteger um casamento, uma união de pessoas que se amam, eu acho que isso é algo que tem que se prezar muito... Eu ficaria desesperado se alguém tentasse me separar de quem amo

(Kaji fala num tom sério)

-Está pensando nela não é Onii-chan?

(Kaji sorri, não mais tímido como de costume)

-É eu pensei nela

(Yuka fica curiosa)

-Ela quem? Kaji-san ja tem sua amada?

-Sim, é a lisi-chan ela a ama, mas nunca fala

-É complicado Hokai um dia vc vai entender

-Eu já entendo Onii...

(Hokai olhava para yuka desfarçado)

-Ja?

-Q-quero dizer eu imagino sabe porque deve ser algo diferente...e... Bom eu acho que entendo irmão hehe

(Hokai envergonhado ri e fica com as mãos para trás)

-Bom yuka-san quantos anos você tem?

-Porque o interesse Kaji-kun?

(Yuka sorri com malícia)

-Curiosidade apenas

-Bom tenho 15

(Hokai e Kaji ficaram sem expressão, pois yuka aparentava ser muito jovem, na faixa de 10 anos no máximo)

-Sério yuka-san!?

-Por que Kaji? Não pareço ter essa idade?

-Nem um pouco, olha irmãozinho vocês tem a mesma idade, dariam um belo casal

(Kaji sorri brincando com Hokai)

(Hokai fica vermelho e nervoso)

-O q-que está falando Onii-chan, eu mal a conheço, e além do mais eu sou muito ocupado me dedicando ao meu treino, não sou uma boa pessoa pra ter uma relação, d-digo além de amizade s-sabe, não que eu não te acha atraente v-você é bonita yuka-chan, digo você é linda c-claro, m-mas não estou dando em cima de você, não estou dizendo que não daria e-eu só, aaaaaaa Onii-chan você me fez ficar passar vergonha

(Hokai respira fundo, extremamente envergonhado e nervoso)

-Então vamos indo para o casamento Onii-chan não quero me atrasar para meu posto

-Certo maninho

-Tudo bem então, vamos meninos me sigam

(Eles forma andando até o templo onde seria feito a cerimônia, conversaram um pouco sobre seus clãs, contaram suas histórias, pareciam muito amigos como se se conhecem a anos, enfim chegaram ao templo)

-Certo aqui está o templo, bom depois de terminaram seus trabalhos o que acham de sairmos um pouco?, sabe, antes de vocês voltarem para sua aldeia

-Claro, aposto que o Hokai vai adorar né maninho

(Hokai começa a corar)

-C-claro

-Certo, vejo vocês depois

(Yuka sorri não mais com seu deboche)

-Certo irmãozinho vá para seu posto logo, me avise se precisar de mim tudo bem

-Certo

(A cerimônia estava começando, muitas pessoas estavam chegando Kaji e Hokai não estavam acostumados com tantas pessoas, afinal sempre ficaram na aldeia e sua vila não era tão grande como a dos elfos, após todos entrarem Arthur chega, então a cerimônia começou)

-Olá meus caros amigos e amigas, parentes, companheiros, estamos aqui hoje para comemorar a união de minha filha Lily e seu marido Kai, eles decidiram se unir perante a bênção do nosso Deus Nishiki, então eles estão aqui para se tornarem um só perante Nishiki, vamos começar o casamento

(Uma musica harmoniosa começou a tocar, a noiva entrava com um vestido verde enorme, parecia que a própria natureza a envolvia)

(Pensanntos de Kaji)

*Eu sonho com esse dia, o dia que eu e ela vamos estar juntos, juntos para sempre*

-Kai, você aceita se casar com Lily? Promete ama-la e a proteger com sua vida?

-Eu aceito

-Lily você aceita se casar com Kai? Promete ama-lo e o proteger com sua vida?

-Eu acei...

(Lily foi interrompida por um estouro na porta que foi arremessada quase acertando Arthur, por sorte Hokai pulou na frentee desintegrou uma parte da porta fazendo um espaço perfeito para a porta passar sem dano algum a Arthur)

-Eu protesto! Ops desculpa achei que já fosse a hora certa agora

(Uma voz irônica e risadas vinham da fumaça que baixava aos poucos)

-Perdão não me apresentei, sou Shisaki e vim matar todos aqui presente! alguma dúvida?

(Shisaki ria com grande sarcasmo e ironia)

(Kaji correu para perto de Hokai e Arthur)

-Quem é esse cara Arthur-sama?

-Esse é... Meu filho bastardo, Shisaki, eu sábia que ele tentaria acabar com a cerimônia

-Um filho bastardo??

-É, o grande líder Arthur abrandou eu e minha mãe a muitos anos para não manchar seu nome na sua aldeia de elfos estúpidos, eu fui expulso do meu clã aos cinco anos de idade por ser meio elfo e meio kôri, meu clã falava "Um elfo não é digno de herdar as habilidades do nosso clã, matem essa criança" minha mãe me salvou me levando para fora da aldeia, mas não tínhamos como nos virar, não tínhamos nada, conseguimos uma casa num vilarejo de humanos, certo dia o vilarejo foi atacado pelo clã kôri, minha mãe me escondeu num cesto, eu vi eles espancarem minha mãe até a morte, seus gritos ecoam na minha mente ainda, eu ainda sonho com isso, mas daquele dia em diante eu tinha um objetivo, do mesmo jeito que você me tirou tudo, eu irei tirar de você, e aqui estou eu, vou matar todos nessa aldeia pacata e insignificante!!!

(Kaji estava extremamente furioso com Arthur, mas mesmo assim não podia deixar Shisaki matar ninguém)

-Sim o líder errou, mas matar todos não vai trazer sua mãe de volta!

-Tem razão...mas vai me divertir um pouco

(Shisaki ri descontrolado e como psicopata, sem qualquer pingo de sanidade ,enquanto congelava tudo a sua volta)

-Não vou deixar você machucar ninguém, terá que me matar se quiser machucar alguém!!

-Que seja pirralho!!!

                         Continua!


Notas Finais


Valeu por ler, da sua crítica ae, sua opinião é importante pra me ajudar, esse é só o começo de uma das histórias q to fazendo, só o começo do sonho de um adolescente, tmj até sábado q vem tchau
Bjs do Kaji❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...