1. Spirit Fanfics >
  2. Flesh - Billdip >
  3. Capítulo 12

História Flesh - Billdip - Capítulo 13


Escrita por:


Notas do Autor


Oi gente! Tenho alguns avisos para dar pra vocês!

1- Os capítulos serão postados toda segunda, quarta e sexta.

2- Faltam mais ou menos 7 capítulos para o fim da fanfic :'3

3- O lemon tá muito bom 7w7

4- Não sei se tá muito bom, mas esse capítulo foi feito com meu coraçãozinho

5- Apoiem o autor que foi chifrado pelos amiguinhos tá? Valeus ❤

Capítulo 13 - Capítulo 12


Meu coração parecia uma escola de samba brasileira. Eu sentia que poderia explodir à qualquer momento e tinha um formigamento e arrepios abaixo da costela. Aquilo era um horror.

Quando percebi estava me entupindo de sorvete e nem sabia sobre o que era o filme.

_BILL! VOCÊ COMEU O POTE TODO! Você é o demônio da mente, não da gula! _ Enquanto ele brigava comigo eu lambia a colher, acenando com a cabeça.

Quando já não tinha mais nada simplesmente enfiei a cara no pote, tentando ignorar Dipper e me livrar dos meus sentimentos.

"Merda de corpo humano e sensações idiotas."

_BILL VOCÊ SEQUER TA ME OUVINDO!?

Ele me puxou pelos cabelos e tirou meu rosto do pote.

_Dane-se. Eu vou pausar o filme e ir comprar mais sorvete. Vê se fica quieto.

Ele suspirou, revirou os olhos e saiu do quarto, então eu comecei a flutuar, procurando qualquer distração.

Quando cheguei aqui, eu tinha um plano para dominar o mundo já que Ford tinha me dado a equação e agora eu estava livre para ultrapassar as barreiras de Gravity Falls, mas esses dias eu só queria ficar na cabana e viver a vida humana.

Isso era muito estranho. Desistir de algo que quis por tantos milhares de anos era estranho.

Obviamente minha situação era patética, mas nem era muito ruim. Meus poderes estavam limitados, mas aprendi outras formas de me divertir.

Acabei indo ler a sinopse do filme que a gente tava vendo, já que não sabia nem em que parte estava. Era algo sobre... "vingadores" ou algo do tipo.

Dipper demorou bastante, então depois de um tempo acabei me jogando no chão. Sentia meu corpo suar um pouco. Nunca me acostumei com aquilo.

Passei a imaginar Pinetree e como ele ganhava coragem quando bebia. Como ele tinha feito meu coração dar voltas e mais voltas no bar. Como seus lábios eram macios e como eu queria segurar sua cintura.

Eu queria afundar minha cabeça em seu pescoço, sentir seu perfume, seu sangue em meus lábios. Queria pressiona-lo contra mim e beija-lo até não poder mais.

Abri meus olhos quando ouvi um súbito barulho de passos invadir o quarto. Eu estava assustado com meus próprios pensamentos e não conseguia afastá-los.

_Você tá bem?_ Ele perguntou. _ Está suado.

Eu dei um sorriso e disse que sim.

Voltamos a assistir o filme. Ele tinha dito que comprou mais dois potes de sorvete além do que estávamos comendo, mas que eu não deveria pensar em tocar neles.

O filme ia passando, mas eu só podia me concentrar no fato de que minha cabeça estava dando voltas.

Estava quase no final quando Dipper se levantou.

_Eu vou abrir a porta. Tá muito quente, sério.

Seus cabelos estavam grudados na testa e suas bochechas estavam rosadas, e meu coração continuava pedindo por algum tipo de sensação. Qualquer coisa que Mason pudesse me dar. Qualquer brecha.

Quando ele voltou, se sentou um pouco mais perto de mim, então eu comecei a bater o pé na madeira, inquieto.

Sem pensar mais, segurei seu pulso e o empurrei contra o chão de madeira, observando ele abrir um pouco os lábios e gemer por conta do baque.

_O que está fazendo, idiota?!_ Ele gritou. Agora estava ainda mais vermelho e tinha os olhos arregalados, o que fez meu coração acelerar ainda mais.

Eu não o respondi, apenas coloquei cada uma de minhas mãos ao lado de seu corpo, o impedindo de sair.

Lambi seu pescoço e o senti arrepiar. Ele pareceu relaxar um pouco. Não consegui me conter.

Peguei em seu queixo e selei nossos lábios, sentindo um formigamento no ventre. Ele ainda tentava se soltar, mas sabia que não conseguiria.

Eu suspirei contra sua pele, direcionando meu olhar para seu ombro. Abri minha boca, ansioso para sentir o gosto do meu Pinetree, até que Soos entrou no quarto.

_GALERA EU TENHO UMA NOVIDADE!



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...