História Flocos de Neve - Capítulo 3


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), I.O.I, IU, LODIA, Red Velvet
Personagens Elena, Jeon Jeongguk (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Chung-ha, Lee Ji-eun "IU", Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Seulgi
Tags Jikook, Jungeun, Namjin, Seulmin, Seulyoon, Sope, Yoonha, Yoonmin, Yoonran
Visualizações 7
Palavras 1.344
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Romance e Novela
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Gravidez Masculina (MPreg), Heterossexualidade, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


ALE, AGORA PARA DE ENCHER O MEU SACO.

Capítulo 3 - Qual é Mesmo o Seu Nome?


Liguei novamente para ela. Arrependido? Nem um pouco. Não queria ligar para ela para pedir desculpas, mas, sim, para pedir um favor, com o que quer que seja em troca, claro, com limites. Suspirei, pensando se desligava ou permanecia à espera. A voz veio do outro lado da chamada, e então, de imediato, engoli seco, respirando fundo.

- Jieun? - Chamei, um tanto medroso. - Eu preciso de um favor.

- Olha só quem resolveu me ligar. Jeon Jungkook, o coelhinho pegador. - Debochou. - Anda, o que você quer? Tenho todo o tempo do mundo, mas pra' você, são apenas segundos.

- Aqui, eu sei que fui um escroto com você, mas sério, não podemos ser só amigos, ou pelo menos conhecidos próximos? - Perguntei, revirando os olhos. - Enfim, Namjoon vai planejar uma festa adiantada para os diplomatas, e eu queria saber se você pode fazer a decoração.

- Hum, certo. - Falou com a típica voz demoníaca. - E o que eu ganho em troca?

- O meu cu, serve? - Brinquei. - O que você quer em troca? - Retruquei.

- Ainda vou decidir, mas irei fazer a decoração sim, mas não por você. - Riu.

- Tá, filha do Capeta. - Suspirei.

Finalizei a ligação, logo fiz outra ligação para Nam, avisando que a decoração já estava obtida. 

- Certo, Jão, mas, e a música? - Perguntou ele.

- Temos Yoongi e o Aoki para...? - Retruquei, com um sorrisinho angelical.

- Ah, sim. 

- Já vai, já vai, já vai. - Repeti por trás da porta, para alertar que estava indo atender a mesma. 

Ao abri-la, dei de cara com Jimin, que deu-se a liberdade de entrar. Envolveu seus braços em minha cintura, então abracei seu pescoço, fechando a porta. 

- Quem arranjou para a decoração? - Perguntou, num tom curioso.

- Er... Então... Quer mesmo saber? - Perguntei, um tanto envergonhado. 

- Fala, Kookie! - Implorou o mesmo.

- A IU... - Respondi inseguro.

Senti o olhar fuzilante de Jimin sobre meu peito. Se olhar matasse, meu funeral estaria reservado. Suspirei fortemente, levando meu olhar de encontro ao seu. 

- Chimchim, desculpa, mas, pelo menos a decoração.

Observei o movimento da cabeça de Park, suspirando à procura de calma. Encostei seu rosto em meu ombro, acariiando seus loiros cabelos.

O por que disso? Bem, um resumo rápido; antigamente, eu namorava Lee JiEun, a IU, e Jimin já era apaixonado por mim nesta época. Por trás de mim, Jieun tentava de tudo para fazer com que o pequeno ChimChim se afastasse de mim, e ele quase chegou ao ponto de sair da faculdade, bem, chegou na porta de fazer isso, mas eu já havia descoberto, e então, meu relacionamento com Lee acabou e o com Park iniciou. Até hoje eles tem uma intriga forte.

• • •

Separei aquele abraço lentamente, afastando meu corpo do seu, selando meus lábios em sua bochecha. Tinha de sair logo, passara apenas para saber sobre a decoração da festa, precisava procurar o local para festejar com meus amigos. Certo que não era o meu dever ver sobre o local, mas sim as vestes dos outros, porém queria saber o tamanho de um bom lugar. 

Antes de me retirar, puxei Jungkook pelo colarinho, selando meus lábios aos seus, separando por uma fração de segundos.

- Já vai, ChimChim? - Perguntou, envolvendo minha cintura com seus braços. - Fica comigo.

- Jungkookie, eu tenho que ir, você sabe. A festa é daqui a cinco dias. - Respondi, tentando livrar-me.

Ri com seu sorriso sapeca, soltando-me do mesmo. Dei um leve tapa em seu braço, saindo da casa em seguida. Segui caminho em direção ao salão de festas da cidade, a Mondokk Fest, na qual conhecia a filha do casal que gerencia o salão, na verdade, apenas de nome; Kang SeulGi, a filha de Kang HaReum e Yoon MinHwa. Suspirei forte ao entrar, tendo meus olhos arregalados ao dar-me dentro de um dos maiores salões que já vi em minha vida.  

Longe de mim, uma jovem garota estava a sair por uma porta, juntamente a um casal, que me recordavam da sra. Kang e do sr. Yoon, então, supus de que eram os mesmos, acompanhados de sua filha, Kang SeulGi. Suspirei de forma tímida, tentando permanecer calmo naquele momento. Notei os mesmos a caminhar em minha direção, então, retribuí, direcionando-me ao centro do salão. 

- Jiminnie! - Exclamou a sra. Kang, abrindo seus braços para que eu a-abraçasse. Envolvi-a em um abraço. - Quanto tempo!

- Sim! - Retruquei, abrindo um doce e simples sorriso.

- Cresceu? - Perguntou o sr. Yoon, em forma de brincadeira. Formei um bico emburrado. - Doce e pequeno ChimChim. - Ele riu.

Era inegável que eu era como uma partícula ao seu lado, mas não era motivo para eu ser zoado assim, vai... Eu não sou pequeno, apenas ele que cresceu mais do que devia!

Em meio à toda essa brincadeira, lembrei-me que a garota ainda estava ali, mas estava presunçoso de perguntar sobre a mesma, então continuei a conversar, permanecendo a abaixar a cabeça meio envergonhado sobre aquilo. As perguntas que o casal me faziam eram em relação à mim e Jeon, e isso me deixava desconfortável, e dava para notar em minha forma de agir, mas, permaneci a sorrir, apenas para deixar que saibam o que queiram saber. 

De imediato, eles logo lembraram de Kang junto à eles, e então, resolveram a-apresentar.

- Ah, essa é a Seulgi, que tanto tinhamos te dito. - Disse sr. Yoon, empurrando a filha para frente do mesmo pelas costas.

- Prazer, Seulgi. - Falei, apertando sua mão e fezendo uma reverência em sinal de respeito. Fui retribuido da mesma forma.

- Então, Jimin... - Sr. Yoon chamou minha atenção. - Em que podemos ajudar?

- Ah!, eu queria alugar esse espaço pra' uma festa da universidade, que eu e uns amigos estamos organizando. - Respondi, abrindo um sorriso. - A decoração é por conta de nós mesmos. Será que podemos?

- Claro. Vem comigo.

Segui sr. Yoon para o balcão, assim resolvendo os negócios para o alugo.

• • •

- Vagabundo, só sabe me ligar pra' pedir favor. Nem pra' pedir desculpa esse desgraçado interrompe a ligação. - Resmungava enquanto pocurava algumas fotos para insiração para a decoração da festa. - Depois chega o dia da festa, pergunto se vou ser convidada e ele ri da minha cara. Se isso acontecer, eu saio desfazendo tudo no fogo. - Bati na mesa, soltando um suspiro forte.

Não gostava nem um pouco de sobreviver sabendo que o Jungkook nem sequer liga ou manda uma mensagem pedindo um simples perdão por causa de um desentendimento durante o maternal. Certo, a culpa podia ser minha por causa do término, mas não fui eu quem fez Park Ji-Min se apaixonar pelo que é meu!

Baguncei a franja enquanto tentava afastar aqueles pensamentos de minha cabeça. Tomei um ar e esqueci aquilo, pelo menos no momento, para tentar focar mais no trabalho do que nos problemas sobre quem não quer mais saber de mim. Coloquei em alguma música e tentei focar nas fotos, o que mais fazia o estresse fluir, pois nada me dava ideia, até certo ponto em que, no meio da música, pensei em pegar o celular e... Sim... Falar com Jeon Jung-Kook. Peguei o dispositivo com hesito e disquei seu número, assim ligando a chamada, levando o celular ao ouvido.

- O que foi, Jieun? - Perguntou ele, suspirando forte.

- Assim, sobre a decoração, algo que eu não perguntei, eu acho; tem algum tema em específico? - Indaguei, indo diretamente ao ponto, não querendo passar por mais uma discussão idiota.

- Namjoon quer algo inspirado em um estilo Tropical House, algo assim.

- Certo. Apenas?

- Vê se manera no rosa e no vermelho.

Emiti um "pff" com a boca, revirando os olhos, ele riu divertido e desligou, joguei o celular sobre a cama, fazendo um lance para trás, voltando para a tela do notebook.

- Virou piadista, o lindo.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...