História Flor de plastico - SadFic (NightHate) - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Undertale
Personagens Personagens Originais, Sans
Tags Dreamice, Nighthate, Suícidio, Yaoi
Visualizações 18
Palavras 813
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: LGBT, Universo Alternativo, Yaoi (Gay)
Avisos: Homossexualidade, Suicídio
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Eae meus manos!
Fanfic triste ne?

E eu to meio bolada assim e tal... Heh;-;

ENFIM, ESPERO QYE GOSTEM!

boa leitura!

Capítulo 1 - Capítulo Unico - Flor de Plastico


Fanfic / Fanfiction Flor de plastico - SadFic (NightHate) - Capítulo 1 - Capítulo Unico - Flor de Plastico

  Capítulo Unico - Flor de plastico...







Hate e Nightmare estavam sentados na grama, observando o céu escuro de estrelas. Hate estava estranhando o comportamente diferente do menor, porem não perguntava nada, poderia ser algo de sua cabeça

— Hey, Hate.. — O pesadelo chamou o maior, que teve a atenção para si

— Hm? — Murmurou para que Nightmare continuasse

— Acha que e amor quando um garoto dar dez flores para alguem, e nove são  verdadeira e uma de mentira, e falar “ te amarei ate que a ultima flor morra ” ? — Perguntou ainda olhando para o céu, o maior estranhou a pergunta

— Sim... E romcantico... — Disse meio seco como sempre, oque faz o menor rir um pouco, e agora, Hate encarava o pesadelo confuso

— Eu não acho...

— Porque? Ele disse ate a ultima flor morrer, e a flor de plastico não morre — Hate observou o rosto de Nightmare que agora lhe encarava com um sorriso fraco no rosto

— Mas a flor nunca esteve viva para morrer — A voz soou calma, não parecia ser o Nightmare falando, Hate desviou o seu olhar — A flor de plastico nunca estive viva parar morrer, então, o garoto nunca amou essa pessoa... — Fechou os olhos se encolhendo e abraçando as pernas, soltando um suspiro

— Nossa... — Foi a unica que Hate conseguiu falar, apertou um pouco o punho, levemente desconfortável com aquela conversa

— Eu sou igual a flor de plastico.. — Murmurou o pesadelo

— Porque?

— Porque a flor de plastico não tem vida... Assim como eu... — Abaixou a cabeça, Hate se sentiu incomodado com aquilo, se aproximou do menor, juntando suas mãos...

...

...

...

...

...

...

....

...

...

...

Hate andava pelos corredores da grande casa, sendo nenhuma expressão no rosto. Avia chegado cansado na casa, e se jogou na cama

— Hey, Hate! — Escutou seu nome, então abriu os olhos e encarou o ser a sua frente

— Fala oque quer logo Ice... — Disse impouco impaciente, vendo o amigo cruzar os braços

— Vai querer sair com a gente? — Perguntou se encostando na porta, vendo Hate encarar o calendário em no criado mundo, respirou fundo e negou com a cabeça, afundando o rosto no travisseiro — Porque?

— Hoje não e o dia certo... — Disse abafado, se enrolando nas cobertas, e fechando os olhos tentando relaxar. Ice demorou um pouco pra compreender

— Ah, sim... Claro, tudo bem entao, ate mais — Se despediu do colega e foi para o quarto ao lado, no caso, seu namorado Dream

Ah, hoje Hate não seria do quarto assim como todas as vezes de seu aniversario. Era estranho, para alguns, não querer sair no seu próprio aniversário?

Para Hate, aquela era uma das piores datas, não pelo fato de não gostar de si ou coisa do tipo, mas sim pelo fato que... O amor de sua vida avia cometido suicídio no dia de seu aniversario

Como Hate odiava lembrar todos os anos, aquela data horrivel, que avia lhe marcado tanto. Seu querido Nightmare, deitado na cama com os braços cortados, e vários remedios ao lado...

FlashBack

era aniversario de Hate, o mesmo poderia se dizer que estava feliz, pois iria passar o mesmo com seu amado e novo namorado

O maior ia em direção a casa de Nightmare, mas estava muito frio o local, quase todas as luzes desligadas, e a porta fechada. Parecia que o local estava sem vida

Hate apos bater varias e varias vezes na porta, perdeu a paciência, abrindo a mesma. O local estava escuro e num silencio grande

— Nightmare ? — Chamou o menor, parecia que ninguem estava em casa, mas sabia que o pequeno estava lá, Dream não estava, mas pela porta esta aberta, provavelmente Nightmare estava lá

Andava em passos lentos ate a escada, subiu a mesma, vendo o pequeno corredor, com tres portas. Uma do banheiro, outra do quarto de Dream e por fim, do Nightmare

Se aproximou, e abrir a porta lentamente, ao abrir, viu alguem deitado na cama, parecia estar dormindo. Chamou o namorado varias vezes, mas sem respostas, fui ate a cama, e mexou o corpo, que então se virou com um pouco de brutalidade, mostrando aquela horrível visão

A cama suja de sangue, a lamina na mão do menor, na comoda e chão vários remedios aleatórios. Hate sentiu seu coração parar de bater por um segundo

...

Depois daquilo tudo, e depois de Dream saber sobre o suicídio do irmão, foi morer junto de Hate em uma casa compartilhada, onde tinha mais amigos conhecidos, como Error, Ink, Ice e alguns outros...

FlashBack off

Mesmo que avia se passado cinco anos desde o suicídio do amado, nunca avia se esquecido do mesmo. E todos os dias no seu aniversario, pedia para morrer, pois não aguentava mais, fazer aniversário e contar mais uma ano de morte de seu pequeno Nightmare...



Hate sentia muita falta de seu pequeno Nightmare...


















   Fim...


Notas Finais


Triste eu sei...

DESCULPEM E NAO ME MATEM!!!!


Beijos de chocolate! ~~


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...