História Flores, amor e pudim - noren; - Capítulo 1


Escrita por:


Capítulo 1 - Único;


– jeno? você já está vindo?


– já estou no caminho, injun. eu passei em uma floricultura e comprei flores lindas pra você, agora eu estou na confeitaria comprando sua sobremesa favorita.


era mais uma noite comum entre os dois meninos, renjun não gostava de ficar sozinho e jeno sempre lhe fazia companhia. todo dia da semana era um filme diferente. quando o lee ouvia o huang pedindo para ir lá, ele não pensava duas vezes.


– bae, eu estou chegando com flores, amor e pudim. agora a gente pode assistir o filme agarradinhos.


– jeno... você sabe que não vamos assistir o filme todo... não fale assim! – ouviu o huang falar de modo envergonhado. ele não conseguia evitar ficar assim ao imaginar o coreano por cima de si, o fazendo gemer horrores. o filme ficava rodando enquanto transavam maravilhosamente. 


– seu safadinho! – entrou de surpresa na casa do namorado, vendo ele correr até si.


– meu amor! senti tanto sua falta...– pulou no colo do lee, beijando seu rosto inteiro.


o lee carregou renjun, rindo bobo enquanto recebia o carinho. se sentou no sofá, com o chinês no colo, acariciando seu rosto.


- como foi sua manhã, huang renjun? - perguntou enquanto o entregava uma flor.


- não tão boa porque você não estava nela... mas agora está melhor ainda. - segurou a flor, voltando ao beijo.


o moreno passeava com as mãos pelo corpo do menor, intensificando o beijo. logo foi interrompido pelo garoto que murmurava algo entre o beijo.


- n-não, nono, nós vamos assistir o filme! vou preparar a pipoca. - deu um último selinho no garoto antes de ir.


- junnie... não faça isso com o seu nono... - disse, abraçando firme renjun por trás dando beijos em seu pescoço.


novamente, renjun fugiu do mais novo, indo até a pipoqueira. ria baixinho, frustrado.


- vá escolher um filme, já já estarei lá.


[...]


perto do final do filme, os dois estavam trocando beijos e algumas carícias; mais por parte do lee. o garoto estava pegando fogo.


- jeno, vamos terminar de assistir, huh? nós nunca terminamos um filme sequer... - disse, estremecendo aos toques do lee.


- e assim eu quero que continue... - atacou o pescoço do huang, que logo se rendeu.


sentiu o cheiro de jeno e perdeu o foco no filme, começando a trazer o corpo do namorado com as pernas agarradas ao quadril alheio. mas o principal era: o cheiro de jeno. era forte e atraente, até demais. aquilo enlouqueceu o chinês, que logo implorava pelo corpo do lee.


- nono, eu preciso de você... você sabe muito bem disso... - arranhava o peitoral do garoto, olhando em seus olhos.


- você vai ter o que quer, meu bem... você sempre tem, sempre terá. 


e assim o fez, tocando no íntimo de renjun, que revirava os olhos, clamando pelo namorado. em pouco tempo, jeno já dava o prazer de todas as terças, quintas e finais de semana ao chinês.





Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...