História Flower again (Taegi) - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga)
Visualizações 14
Palavras 1.488
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Romance e Novela
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oi meus xuxus, voltei com mais um cap e espero que vocês gostem 💜✨

Capítulo 2 - Cap.2


P.o.v Kim Taehyung

Depois de conversar bastante tempo com o Jimin, o mesmo falou que tinha uma consulta agora e quando olhei no relógio acabei por me assustar com o horario, olhei pro mesmo me despedindo pois também teria uma consulta agora, logo arrumei alguns papéis em cima da minha mesa e fui sai da minha sala junto com o Jimin e tranquei a mesma, ando meio apressado até o local onde atendia os pacientes e suspiro baixinho me sentando na cadeira e me encostando logo levando meus olhos até a porta por um tempo esperando, mas logo me deparo com um menino lindo...ele era muito lindo, seu cabelo era extremamente preto, oq dava um impacto enorme contra sua pele que era extremamente branca...seus olhos? Eram maravilhosos...poderia me perder ali por um dia todo...

Sai dos meus pensamentos vendo ele se sentar em minha frente e logo suspiro baixinho e olho diretamente pro mesmo

- prazer, me chamo Kim Taehyung...sou o Dr.Kim receio que já tenha ouvido falar desse lugar certo?

Vejo o Min sorrir de lado...aquele sorriso sinico mas que me faria ficar apaixonado, se ajeitando na cadeira e me olhando no fundo dos olhos...

My- prazer Kim...me chamo Min Yoongi mas receio que já saiba...e receio que saiba que prazer nos apenas teremos na cama...

Teremos...??? Aishhh como assim!!

O mesmo sorri e eu me ajeito na cadeira devagar tentando manter a postura e engulo seco

- pelo jeito já vi que vou ter um paciente difícil de lidar não é mesmo Min?

Pergunto baixinho olhando ele é tombo a cabeça um pouco para o lado

My- pensei que fosse mais emocionante estar aqui...mas é tão clichê, nao acha Kim? Da pra prever por seus olhos suas palavras daqui em diante..."vamos começar logo sem demora" ou "pare já com essas brincadeiras senhor Min aqui e meu local de trabalho" a mesma coisa de sempre, tão entediante e sem graça

Ele diz com aquele sorriso sinico que parecia que apenas ele sabia dar, porém hoje eu estava num dia ótimo, e com uma paciência maravilhosa pra gente igual ele

- sinto ter que dizer isso Min, mas vou dizer em poucas palavras pra poupar o tempo que temos pra falar sobre você e seus problemas ok? Isso aqui não é nenhum filme de ação pra ser emocionante, e também nenhum parque de diversões pra você se sentir animado ou se divertir, a partir de agora...

Olho no meu relógio e sorrio

- o Senhor só abre sua linda e agradável boca, pra responder às minhas perguntas tudo bem ?

Digo revidando com o mesmo tom sinico que o mesmo tinha falado no começo vendo o mesmo se calar e apenas virar seu rosto pro lado oposto do meu

- certo, vamos começar

Digo sorrindo

- pode me responder com quantos anos começou a achar divertido fazer essas...essas coisas?

Precisava saber se isso tudo começou com a família dele ou algo do tipo

My- não que seja da sua conta mas eu n me lembro, e mesmo que eu me lembrasse não teria que te falar nenhuma dessas coisas, doutor...sinto muito lhe dizer mas isso não vai te levar a lugar nenhum e só vai gastar seu tempo com isso tudo..

- não acho que seja perda de tempo Min...você precisa de ajuda e isso está escrito em seus olhos...eu posso ver... não acho que eu vá perder meu tempo...por mais que tenham falado que você era um cado perdido ainda consigo ver alguém melhor em você...ainda consigo ver que você pode sim melhor...e parar de pegar gosto por essas coisas, na verdade eu tenho praticamente certeza de tudo isso que eu te falei mais preciso da sua ajuda.....de vdd

Sem poder falar mais nada que pudesse o fazer mudar de ideia pego meu óculos e coloco o mesmo olhando ele, vi o mesmo acentir

Continuei com algumas perguntas simples, mas tudo era normal, parecia que nada foi afetado nesse período, eram respostar normais e muito boas...mas como poderia saber que era verdade certo? A única coisa de relevante que teve, foi que ele me falou que quando era menor, ele era uma criança diferente...falou que achava difícil se comunicar com outras crianças, então preferia ficar apenas com sua própria companhia

Olho meu relógio devagar e logo solto um suspiro baixinho

- olha...nosso tempo de consulta está acabando, então preciso que colabore comigo e me responda, honestamente ok?

My- como quiser anjo...fique à vontade

Solto um riso soprado, aquele sinismo dele me deixava certamente incomodado porém nao chegava a me estressar

- pode me dizer por que sente gosto em matar pessoas? Pelo que eu vi, você era um ótimo aluno uma ótima pessoa... notas excelentes...tudo pra ser perfeito e ter uma profissão ótima...por que isso de repente?

Pergunto baixo e intrigado o olhando com os olhos um pouco semi cerrados, o que percebi é que até agora é que em nenhum momento de toda nossa conversa o mesmo mencionou sua mãe, e muito menos sua irmã

Como eu sei disso? Bom ele me falou que tinha 3 irmãos contando com ele e que a mais nova era uma menina, e logo após isso ele não tocou mais no assunto e nem falou nada que se ligasse a isso tentando evitar ao máximo mas em nenhum único momento falou de sua mãe

My- digamos que pra mim essa vida era entediante e chata de mais entende?

Ele diz se ajeitando na cadeira e me olhando com aquele sorriso de lado que sempre fazia ele parecer superior a qualquer pessoa

- mas Yoongi...e sua mãe?..

Pergunto baixo vendo sua expressão mudar, seu semblante ficar sério e o sorriso se desmanchar, agora ele já me olhava de um jeito diferente, e o ódio era evidente em seus olhos, mas logos alguns guardas chegaram pra avisarem que nosso tempo tinha acabo e que precisavam levar ele de volta pro quarto

My- espero que não mencione mais ela...

Ele diz antes de ser levado me deixando totalmente curioso é intrigado, eu iria dormir pensando nisso e com certeza iria pensar em várias coisas que podem ter acontecido...mas a minha certeza de tudo isso...e que ela tem sim algo a ver com isso...se ela não for o ponto mais importante dessa história...

Volto pra minha sala pensando em tudo que ele tinha me falado e como ele tinha mudado quando eu falei dela...me lembrando exatamente das palavras "espero que não mencione mais ela"...

P.o.v Min Yoongi

Enquanto estava sendo levado não parava de pensar, o porquê dele ter me perguntou aquilo estava tudo tão bem, até ele falar sobre ela

Quando chego no meu quarto, acabo surtando ao lembrar de tudo que tinha acontecido, e começo a chorar sem parar começando a dar vários socos com toda minha força na parede, ates os guardas aparecerem e me segurarem, so ai percebi oque eu está a fazendo, mas não consegui parar de chorar...meus olhos pareciam verdadeiras torneiras quebradas sem jeito de faze las parar, ou de controlar as mesmas, até sentir uma picada no meu pescoço e me sinto tonto e logo vejo tudo ficar preto e acabo apagando ali mesmo

P.o.v Kim Taehyung

Logo me passaram as informações de que o Min tinha surtado, mas achei um absurdo cedarem ele com um sedativo tão forte quando aquele..

- vocês oque???? Cedaram ele com isso aí?? Aishhh, só vao e se certifiquem de que ele está bem, ouviram???? Vão...do resto eu cuido

Digo pegando uma folha e escrevendo o nome de alguns remédios na mesma, soltando um suspiro e indo até a sala do Jin com a folha na mão

- Jin!? Vou precisar desses remédios aqui até amanhã no máximo

Digo é coloco à folha na mesa dele o olhando

Jin era o farmacêutico do local, então se precisava de remédios era só falar com ele

Jn- Tae... pra que vai precisar de tudo isso?

- só me entregue esses até amanhã por favor, eu vou precisar muito deles, e também, vou sair mais cedo hoje, acabei com meus pacientes beijos

Digo baixinho e logo saio da sala do mesmo e depois do hospital indo em direção a minha casa, depois de algum tempo caminhando chego em casa e logo vou até a lavanderia e jogo o jaleco lá dentro pra lavar soltando um suspiro pesado, subo pro meu quarto e tiro toda minha roupa tomando um banho quente e relaxante pra ver se toda a pressão daquele dia saísse de mim, depois de um tempo tomando o banho saio e me seco me trocando em seguida com uma roupa bem confortável e logo me jogo na minha cama totalmente cansado

Logo começo a pensar em tudo que tinha acontecido naquele dia e suspiro ao lembrar de uma imagem específica...aquele sorriso dele...

Com um tempo pensando no mesmo acabo pegando no sono


Notas Finais


Espero de coração que vocês tenham gostado anjinhos de vdd, amo vocês até o próximo cap e como era de costume e sempre será, não me abandonem💜💫💜💫💜


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...