História Flower Boy - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jeongguk (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Taehyung (V), Park Jimin (Jimin)
Tags Flores, Floricultura, Flower Boy, Fluffy, Jikook, Jimin, Kookmin, Menção Jihope, Menção Taegi, Primavera, Romance, Sope
Visualizações 352
Palavras 1.296
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Bishounen, Drama (Tragédia), Fluffy, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yaoi (Gay)
Avisos: Homossexualidade
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Então ne, esse capitulo não ta muito bem revisado, então ja peço desculpas.

Vou soltar esse cap aqui porque amanhã eu ja nem vou ta mais viva, reviverei daqui a alguns dias, não sei. Depende de como sera o tiro, ai meu Deus socorro.

Boa leitura bolitos e boa sorte para o ComeBack, tia Park ama vcs demais❤

Capítulo 2 - The Street Kid


Fanfic / Fanfiction Flower Boy - Capítulo 2 - The Street Kid

O menino JungKook havia mudado a vida de um certo Park, o jeito que JungKook era delicado lembrava uma flor que Park tanto adorava, a cerejeira; Jeon era pequeno como a mesma e delicado, era algo que realmente mexia com as estruturas de Park, mesmo ele não querendo admitir que estava encantado da inocência e gentileza de um ser tão pequeno, aquilo era... Inacreditável.
                               ~ ♡ ~
O pequeno Jeon corria verso a floricultura para poder dar um 'Oi' e um abraço em seu Hyung, quando uma criancinha de estatura menor que a sua o chamou com um murmurio e logo depois colocou as mãos estendidas. O garotinho era muito fofinho porém estava sujo, suas vestes estavam cheias de pequenos buracos e seus cabelos negros estavam meio embolados.
 - Olá... Você... Esta sozinho, cade a sua mamãe? - o pequeno Jeon perguntou, realmente não tinha ideia do porque daquele garotinho estar naquele estado.
 - Eu... Você deve saber oque eu sou, não fique me perguntando! - o garotinho parecia muito incomodado, o vermelhidão de suas bochechas pareciam denunciar uma certa raiva, mas para Jungkook aquela cena era muito fofa.
 - Você... Não tem mamãe? Ah! Minha mãe já me disse sobre pessoas assim, são moradores de ruas né? Minha Omma disse que vocês são pessoas malvadas e que querem roubar porque não são honestos e não trabalham, ela também diz... - o pequeno Jeon parou de falar quando viu que o rostinho raivoso agora continha lagrimas complementando aquela feição.
 - Chega! Por favor, n-não diga mais nada, okay? Me desculpe por te incomodar. - o garotinho deu um risinho irônico, se virando de costas e andando em direção ao muro da escola que estava com os sacos de lixo e um especie de cama de papelão improvisada bem ao lado.
 - Ei! Espera, você... Você não parece ser malvado, você é... Fofinho. - o pequeno Jeon sorriu envergonhado quando o garoto o olhou surpreso, dando um sorriso minimo logo após. - Qual o seu nome?
 - Me chamo Min Yoongi. - o garoto ditou simplista e agora já não mantinha mais contato visivo com Jeon.
 - Muito prazer Min Yoongi. - Jeon sem pensar duas vezes sentou na cama de papelão do seu novo amigo, sorrindo para o mesmo da forma mais doce possivel. - Posso me sentar aqui?
 - P-pode... - o garoto parecia realmente envergonhado, então apenas sorriu para o garoto ao seu lado.
 - A proposito, eu me chamo Jungkook... Jeon Jungkook, mas se quiser pode me chamar de...
 - Jungguk! - o garoto sorriu grande achando que tinha adivinhado o apelido de Jeon.
 - Na verdade eu iria dizer Kookie, mas eu gostei de Jungguk, agora esse vai ser meu apelido. - Jeon sorriu pequeno, pegando sua lancheira e abrindo mesma e sorrindo ao perceber que não tinha comido tudo e que tinha um pão ainda inteiro ali. - Ei Yoongi, esta com fome? Eu tenho pão... Um chá gelado e umas uvas, toma, pode comer. - o menino Yoongi nada disse, apenas deixou que suas pupilas se dilatassem e um sorriso grande tomasse posse de seus lábios e segundos depois Yoongi se permitiu começar a devorar o pão com atum e tomate que seu novo amigo o tinha dado. - Sabe Yoongi, mesmo você sendo sujinho, oque eu acho bem fofinho, ainda se percebe que você é bem branquinho, parece ate um cubinho de açúcar. - Jeon sorriu enquanto falava, vendo seu amigo devorar o lanche. - E seu eu te chamar de Suga? Oque acha? Tipo, açúcar em inglês, entendeu? - o menino Jeon sorriu grande quando viu Yoongi rir muito alto, Jeon não se aguentou e caiu na gargalhada também.
 - É uma... uma ótima ideia, g-gostei. - Yoongi ainda se recuperava de seu ataque de risada, mal conseguia dizer bem as palavras.
 - Yoo... Suga, acho que eu preciso ir, eu tenho que ver alguém antes da minha mamãe chegar, prometo que todo dia vou te trazer comida e se quiser ate roupas novas, as suas estão meio rasgadinhas. - o menino Jeon sorriu triste assim que viu seu amigo Yoongi abaixar a cabeça e se encolher, parecia envergonhado.
Jeon pensou por um instante, olhou para o lado e avistou um pé de cerejeira ja cheio de flores e com um galho baixo, JungKook correu ate lá e colheu algumas, voltando para seu amigo e se ajoelhando na frente do mesmo. Estendeu a flor, mas vendo que Yoongi não levantava o olhar, JungKook colocou dois de seus dedos no queixo do menor e o fez olhar em seus olhos, ficaram por segundos assim ate que Jeon estendeu as rosas apenas colhidas para Yoongi.
 - Tome, elas fazem sorrir ... Ate amanhã Yoongi, fique bem. - o menino Jeon se levantou dali, correndo ate a floricultura ao lado, abrindo um sorriso mais que grande para seu Hyung que o admirava correr, céus, ate como Jeon JungKook corria era bonito e gracioso ao ver de Jimin. - HYYUUUNG! - o menino cantarolou quando foi de encontro com o colo de seu tão amado Flower Boy, era tão bom ser apertado em um abraço gostoso pelos braços admiráveis de seu Flower Boy, JungKook poderia confirmar que aquele era o melhor abraço do mundo.
 - Olá Kookie, com que estava conversando, huh? - o maior questionou, se sentando no banco da calçada, colocando JungKook em seu colo que sorriu grande para se Hyung.
 - Eu fiz um amiguinho Jimin-Hyung, ele não tem mamãe e...
 - Jungkook! Você sabe que essas pessoas são perigosas, imagine oque poderia ter acontecido! - Jimin cortou a fala de Jungkook, olhando para o menor de forma preocupada.
 - Hyung, não! Não diga isso, o Suga é bonzinho. - Jeon disse, abraçando seu hyung.
 - Suga? Que nome esquisito. - o maior riu do nome dito, como alguem poderia se chamar Suga? Era quase que a mesma coisa de açúcar. - Que... Mãe ruim ele deveria ter.
 - Não hyung! Eu que dei esse apelido pra ele, Suga se chama Yoongi na verdade. - Jeon riu da careta que seu Hyung tinha feito, como aquele Flower Boy era doce, bonito e simplesmente perfeito aos olhinhos de JungKook.
 - Jungkook-ah! Eu não tenho nenhum apelido, porque seu novo amiguinho tem e eu não? Estou muito magoado. - o maior fez um biquinho e fechou a cara, cruzando os braços, mas logo depois voltou a rir quando viu a expressão de desespero de JungKook. - Eu estou brincando Jungkook, você é fofo demais.
 - Mas você tem um apelido, so não sabe. - JungKook sorriu traverso. - Eu gosto de te chamar de Mochi mas... - Jungkook chamou Jimin para mais perto com o dedo. Jeon deu uma risadinha quando seus lábios chegaram na orelha de seu Hyung, então segundos depois ele sussurrou. - Ninguém pode saber, my mochi. - Jeon após sussurar aquilo deu uma risadinha e um beijinho na bochecha de Jimin, que riu acompanhado de Jungkook, porém com suas bochechas de uma coloração vermelha.
 - Ok, agora vai JungKook, sua mãe deve ter chegado, já. - disse o maior, desferindo um selar na testa do menor.
 - Ta bom hyung, eu vou indo. - Jeon saiu do colo de seu hyung e começou a andar, mas parou na meio do caminho, se girando. - Mochi, eu te amo, ate amanhã.
 Então JungKook seguiu sua pequena estrada, so que agora se sentia de certa forma mais leve por dizer que amava seu hyung e por te visto o sorriso que ele tinha provocado em Park. Jeon tambem estava feliz do novo amigo que fizera; JungKook estava realmente feliz naquela tarde, e dentro de si, na região do peito, algo ardia fortemente de forma gostosa, aquilo sim era felicidade.
 


Notas Finais


Aaaaiiin, Jungguk menino dos céus, um anjo mesmo, como eu amodoro esse garoto.

My Mochi, UI, amo.

Vocês não maliciei nada não ta suas perversas! Não sejam como eu, eu sei, eu sei. Sou fofinha e tals( rum rum, so que não) mas as vezes aqueles pensamentinhos bate.

MAS JIKOOK CUTE FOREVER, AMEM!

Bom dia, boa tarde, boa noite. Obrigada por chegar ate aqui❤ seu comentario sera sempre bem vindo nesta familia de ARMYS❤

Beijos da tia Park.

Secret Agent - >
https://www.spiritfanfiction.com/historia/secret-agent-11861661

Crazy Obsession ->
https://www.spiritfanfiction.com/historia/crazy-obsession-12784238


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...