1. Spirit Fanfics >
  2. Flowers - JiKook One Shot >
  3. Flowers

História Flowers - JiKook One Shot - Capítulo 1


Escrita por: BabeNiih

Notas do Autor


Boa leitura🐈

Capítulo 1 - Flowers


Fanfic / Fanfiction Flowers - JiKook One Shot - Capítulo 1 - Flowers

12 de Dezembro de 1881
/Sexta-feira/16:35


-Querido! - Jimin chamara Jungkook quando o viu entrar pela cozinha.

-Sim? Precisa de algo?

-Não não - pensou por alguns segundos - Bom, o dia está tão lindo não acha? O sol já está quase se pondo. Eu gostaria de ir ao jardim - disse enquanto tricotava uma camisa para seu marido.

-Oh, é claro, apenas vou arrumar lá fora e já estarei de volta para irmos - sorriu docemente mostrando seus dentinhos de coelho.

Jimin amava seu jardim, dizia que lhe transmitia uma paz inexplicável, sempre sentia seu espírito relaxar e esquecia de suas dores pelo menos por alguns minutos. Esta que era causada por uma doença rara e que infelizmente não tinha cura.

As pessoas de Dozza sempre dizia que Jimin era um homem meio abobalhado, sempre vivia no mundo da lua, não cuidava do marido - quando era mais novo -, e que parecia uma criança. Coisa que não era verdade, Jimin já fizera muito por Jungkook, este que era um grande galanteador;
Vivia provocando as mulheres, sempre saia para beber, "curtir" a vida sem se importar com absolutamente nada.

Jungkook mudou muito assim que conheceu Jimin. Era uma tarde de sexta-feira, o sol já estava se pondo quando ele chegou em casa e viu um homem que não conhecia sentado no sofá ao lado de seu pai. Seu pai, o senhor Jeon, lhe apresentou o filho de seu amigo, Park Jimin, e desde então, eles se aproximaram e conversaram sobre várias coisas, sempre iam às cafeterias conversar sobre tudo, uma vez ou outra chamavam para passar a tarde na praia. Demorou pouco mais de 2 anos para perceberem que estavam apaixonados - coisa que todos de Dozza já sabiam, estava na cara! - e demorou mais 5 anos para Jimin pedir Jungkook em casamento, este que não dava nenhum passo por puro nervosismo.
Logo então se casaram e se mudaram,
Jimin era dono de uma pequena fazenda localizada em uma das montanhas de Dozza, era maravilhosa, "mágica" como disse assim que terminaram com toda a mobília e viram que a casa estava do jeitinho que os dois gostavam.

-Jimin? Vamos?

-Sim! - Jimin sentiu a alegria nascer em seu coração e crescer muito rápido expandindo-se por toda sua alma. Jungkook o pegou no colo e levou-o para o jardim, deixou-o sentado em um banquinho de madeira que ficava debaixo de uma grande árvore, suas folhas tinham um tom tão brilhante, dando a impressão de que era forte e saudável - e que realmente era verdade -, o que sempre encantara Jimin.
Foi embaixo daquela árvore que Jungkook jurou seu amor por Jimin eternamente e que se algo de ruim chegasse a eles e tivessem que se separar, nunca iria se casar novamente. Pois Jimin foi o único que lhe mudou e o único que lhe mostrou o amor, abriu seus olhos para "um novo mundo".

Jimin olhou em volta observando todas as flores e árvores do jardim, respirou fundo sentindo o ar puro por todo seu corpo.
-Oh Jungkook, isso não é maravilhoso? Essa visão é perfeita, se algum dia eu morrer, quero que seja olhando para meu jardim. Ah, regue aquelas florzinhas por favor! Veja como elas estão ficando sem vida, são muito novas para morrerem...

Jungkook obedeceu seu amado, pegou o regador que estava com um pouco de água e foi até as florzinhas que se encontravam um pouco distantes de Jimin, regou toda aquela área florida sentindo como se as pequenas flores lhe agradecessem.

E assim como havia falado e desejado, Jimin sorriu e uma pequena lágrima desceu lentamente pelo seu rosto e foi diretamente para a grama. Jimin, então, sussurrou como se seu amado companheiro pudesse escutá-lo: Jungkook-ah, obrigado por tudo e por me tornar o homem mais feliz do mundo.
E então, fechou seu olhos calmamente e se entregou ao sono eterno. Jimin não tinha medo da morte, sabia que não iria doer, como ele mesmo dissera ao seu amado quando este se sentava sob seus pés e chorava toda vez que pensava nisso: "A morte com certeza virá como uma velha amiga, Jungkook. Não se preocupe hm? Estarei lhe guiando e lhe protegendo lá de cima. Todas as vezes que olhar para o céu e ver que tem uma estrela brilhando intensamente, quero que se lembre de mim meu amor".
E assim, acariciava o cabelo de seu homem.

Jungkook assim que terminou de regar todas as florzinhas, se virou para encarar seu amado, estava com a cabeça um pouco inclinada para o lado e um pequeno sorriso em seus lábios rosados. Jungkook se aproximou devagar, e viu que seu querido Jimin, há quem lhe foi companheiro durante 30 anos, agora, estava descansando em paz.
Se ajoelhou ao seu lado e começou a chorar, agradecendo por tudo o que lhe fizera durante todos esses anos em que estavam juntos, e que sem ele, nunca poderia ter conhecido o verdadeiro amor.

Jimin foi enterrado no cemitério de Câmodi - Dozza no dia 13 de Dezembro de 1881

~Passarão outonos e primaveras, mas nenhum vento levará o amor que sempre nos manteve unidos~



Notas Finais


Autora: eu literalmente não sirvo para fazer OneShot triste, chorei tanto escrevendo isso, parei mais de 10 vezes para poder chorar e chorar. Meu coração dói, aaaa :(

Esse One foi inspirado em uma das histórias do livro Anne Whit E.

Modifiquei várias coisas mas a parte do jardim e da morte, foi realmente inspirado no livro, o que foi bem marcante para mim.

Lembre-se pequena criança, palavras tem um poder absurdamente incrível assim que você a fala com emoção, então, tome cuidado!

Obrigado por ler até aqui! Espero que você tenha gostado, me desculpe pelos erros ou se ficou confuso, beijos e byebye🐻


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...