1. Spirit Fanfics >
  2. Flowers >
  3. Capítulo 13

História Flowers - Capítulo 13


Escrita por:


Notas do Autor


Voltei meus amores

Quero agradecer aos novos favoritos e aos comentários que tanto amo

Agora vamos ao capítulo

Capítulo 13 - Capítulo 13


Sesshoumaru

Durante a ronda pelos arredores cheguei ao lado sul e vi que tudo estava bem, fiquei um tempo ali admirando o quão belo é o reino do Oeste, quando me viro para voltar ao castelo vejo os guardas do castelo e estranho, até que um deles vem até mim.

Guarda:- Senhor, não tem ataque aqui?

Sesshoumaru:- Explique

Ele me olhou com medo

Guarda:- Bem senhor, nos avisaram que o senhor queria que todos os guardas do castelo viesse para cá pois estava tendo um ataque aqui no lado sul.

Senti um aperto no peito e sai em disparada para o castelo e quando cheguei notei vários youkais mortos pelos corredores, encontrei muitas cinzas e foi ai que ouvi a voz de um youkai ao longe e fiquei irado pois senti o cheiro da minha fêmea misturado a sangue, corri pra la sacando bakussaiga e cortei o youkai ao meio, quando caiu uma parte pra cada lado vi a Kagome ao chão ela me olhou e desmaiou, a peguei no colo e pelo que pude sentir pelos cheiros não tem mas nem um youkai, a levei correndo para o nosso quarto e assim que abri a porta estava todos os filhotes das servas ali e todas estavam assustadas, mas uma delas aproximou de mim olhando o estado que a Kagome estava em meus braços.

Criança/youkai:- Ela nos salvou senhor, então salva ela também.

Vi a pureza e a sinseridade nos olhos dela e assenti.

Sesshoumaru:- Chame a Nana para mim.

Ela não disse mais nada e saiu correndo e os outros foram juntos, deitei a Kagome no futon e a vi arfar meu peito apetou mais pois lembrei das palavras do Akira-sensei, que ela não poderia se esforçar que poderia perder nosso filhot, foi ai que a porta se abriu e a Nana entrou logo me mandando para longe do futon.

Nana é a curandeira do castelo, ela esta aqui desde que meu pai nasceu, fiquei observando enquanto ela examinava a Kagome.

Nana:- Me de um pouco de seu sangue Sesshoumaru

Ela falou estendendo um copinho para mim, me aproximei e cortei meu pulso com a ponta da garra e deixei meu sangue escorrer para o copinho.

Nana:- Ja basta.

Fiz o corte se curar e a Nana levantou um pouco a cabeça da minha fêmea e abriu um pouco sua boca e a fez beber meu sangue e a deitou novamente no futon.

Sesshoumaru:- Como ela esta Nana?

Nana:- Não vou mentir pra você meu menino, ela quase perdeu o filhote, fiz ela beber seu sangue para que ajuda-se a segurar o filhote no ventre dela, mas isso não afastou o risco, ela pode perder o filhote, então recomendo repouso absoluto

Nana

Sentia como essa menina tinha um coração bondoso e sendo assim seria uma ótima Leyde.

Nana:- Assim que ela acordar mande me chamar.

Ele assentiu pra mim e eu sai do quarto, segui pelo corredor e fui até a área dos servos, assim que cheguei vi que todas as servas estavam ali com seus filhotes a Lia me olhou.

Lia:- A senhora esta bem?

Nana:- Na medida do possivel sim, mas vi o que fizeram com ela.

Vi todas abaixarem a cabeça, eu sou uma youkai que consigo ver o que se passa na mente e no coração dos outros, por isso o avô do Sesshoumaru me.trouxe para cá quando ainda era uma mocinha, sou de grande valia para o Oeste pois além deste meu dom tenho conhecimentos para a cura.

Nana:- Sabe Lia, fico me perguntando o que a Senhora fez a você ou a alguma de vocês?, A senhora veio de um lugar onde não tem youkais e ainda por cima não pode mais voltar para sua familia, ela esta em um lugar diferente e longe de seus parentes e o mais importante ela nunca destratou nem uma de vocês então me respondam o que ela fez para vocês a tratarem assim?

Ela continuavam de cabeça baixa

Lia:- Ela nunca nos destratou, na verdade não sei o porque disso, acho que por ela ser nigem, não sei.

Suspirei

Criança/youkai:- Mamãe a senhora nos salvou, nos levou para o quarto do Lord Sesshoumaru e disse para ficarmos lá que estariamos seguros e foi o que aconteceu.

Nana:- Viu só, ela pôs a vida de cada um de vocês na frente da dela e do filhote que é o herdeiro do trono e o pior é que para defender vocês ela pode perder o filhote, pensem nisso.

Vi todas me olharem com pesar,me levantei.

Lia:- Perdão Nana

Nana:- Não é a mim que deve pedir perdão.

Sai dali e voltei para os meus afazeres.

Sesshoumaru

Quando a Nana saiu do quarto voltei para perto da minha fêmea e fiquei alisando seus cabelos, depois de um tempo notei que ela estava acordando e assim que abriu os olhos gemeu.

Sesshoumaru:- Você sente algo?

Ela me olhou assustada

Kagome:- Como esta meu filho?

Sesshoumaru:- NOSSO filhote esta bem, vou chamar a Nana.

Fui correndo e peguei a Nana no colo e voltei correndo para o quarto, assim que entrei coloquei a Nana no chão.

Nana:- Sesshoumaru não faz mas isso afinal não sou mais uma menininha.

Sesshoumaru:- Ela acordou a examine.

Vi a Nana chegar perto da minha fêmea e sentar no futon 

Nana:- Menina você nos deu um belo susto.

Kagome:- Desculpe.

Nana:- Não se desculpe, o que você fez pelas servas foi digno de uma Leyde.

Vi minha fêmea ficar corada 

Nana:- Mas antes de tudo vamos falar do filhote sim.

Ela assentiu

Nana:- Seu filhote esta bem agora, mas para continuar assim você tem que manter repouso absoluto até o risco passar entende?

Kagome:- Sim, faço qualqer coisa pelo meu bebê.

Nana:- Ótimo agora eu ja vou, mas se sentir algo fora do normal mande me chamar sim.

Ela assentiu novamente e a Nana saiu do quarto, minha fêmea me olhou e eu a olhava seriamente.

Kagome:- Porque me olha assim?

Sesshoumaru:- Porque fez tudo isso?, Você poderia ter perdido nosso filhote ou pior eu poderia ter perdido os dois.

Kagome:- Meu amor nem comece com os sermões, pois é assim que sou e não vou mudar.

Me virei de costas para ela e baguncei minha franja em sinal de frustração.

Sesshoumaru:- O que fez foi uma irresponsabilidade, você poderia estar morta agora tem noção disso hem?

Mas a resposta não veio, quando me virei vi que ela dormia tranquilamente, deixei um sorriso escapar pois ela é linda, me aproximei dela e deu um beijo na sua testa e me deitei ao lado dela, a parte boa disso tudo é que o Tomoe levou a nigen e as duas youkais , a Rin insistiu muito e ela também foi para o templo do Akira-sensei, assim ela não teve que ver o que acobteceu, mas o que me preocupa é que o maldito do Teki esta oferecendo uma recompensa para quem levar minha fêmea para ele, tenho que redobrar sua segurança para que ela fique segura.

Teki

Estava no aguardo e nada daqueles vermes voltarem, foi ai que vi um youkai se aproximando.

Youkai:- Mestre, eles não conseguiram, a Miko é mais poderosa do que pensavamos e o Lord chegou bem na hora que aquele ogro iria pega-la depois de ter conseguido a muito custo deixar ela fraca, perdão mestre.

Urrei irado com tanta imcopetência, saquei minha espada e como esse verme estava prostrado aos meus pés eu cortei sua cabeça fora e ela rolou até bate nos meus pés, eu pisei nela a esmagando, voltei para dentro da minha mansão e me sentei em meu trono, olhei em volta e vi o quão bela é minha mansão, sim tem várias peças de ouro, vasos carissimos, e tudo isso para dividir com minha fêmea, eu a terei ao meu lado nem que eu tenha que matar aquele maldito Lord do Oeste.

Peguei um pouco de saque e voltei para meu trono e tomei um gole.

Teki:- Sim minha bela Miko, minha Kagome, você será minha por bem ou por mal, ou não será de mais ninguém.

KKKKKKKKKKKKKKKKKKKK


Notas Finais


Bom meu amores foi isso, o capítulo saiu curtinho pois ando sem tempo, mas prometo compensar no próximo
Espero que gostem e até o próximo
Beijos.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...