História Flowers (Yoonjin) - Capítulo 3


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Kim Seokjin (Jin), Min Yoongi (Suga)
Tags Bts, Fuffly, Romance, Yoonjin
Visualizações 82
Palavras 1.234
Terminada Sim
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Fluffy, LGBT, Romance e Novela
Avisos: Homossexualidade
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Último cap aaaaa
Espero que tenham gostado 😏💜

Capítulo 3 - 3 Letter and Kisses


Fanfic / Fanfiction Flowers (Yoonjin) - Capítulo 3 - 3 Letter and Kisses

Jin deve ter estranhado o fato de eu não ter passado lá as nove como sempre passo ao sair do trabalho, espero que ele não tenha ficado preocupado, pois logo estarei lá para esclarecer qualquer dúvida que ele tiver sobre isso.

Hoje a loja fecha uma hora mais tarde, então resolvi passar em casa e tomar um banho para espantar um pouco do nervosismo. Ao acabar de me arrumar fui até a porta e estava pronto para sair e ir encontra-lo, mas me dei conta de que não conseguiria dizer tudo o que eu queria dizer, eu estava nervoso demais e acabaria desistindo no meio do caminho, então dei meia volta e me sentei no sofá com um caderno e uma caneta em mãos e comecei a escrever o que sentia por ele.

Terminei de escrever a carta, peguei as flores, dei uma última olhada no espelho e arrumei meu cabelo, então sai e fui até a lojinha encontrar Jin.

— Yoongi? — Ele disse me olhando surpreso. — Achei que não viria hoje, você demorou.

— Eu… eu estava ocupado com umas coisas.

— Vida de empresário deve ser difícil. — Ele disse colocando meu capuccino sobre o balcão. Eu nem precisava fazer o pedido, ela já me conhecia bem o suficiente para saber o que eu iria pedir.

— Aah, obrigado. — Disse pegando a bebida.

— Vai me ajudar a fechar? — Ele disse saindo de trás do balcão.

— Claro. — Coloquei o copo de volta sobre o balcão e fui ajudá-lo a fechar a loja.

— Não sei como consegue fechar essa janela com tanta facilidade. — Ele disse ao me ver fechar a janela velha que sempre emperrava na hora de fechar. Terminou de fechar as portas e deixou a chave do lugar em cima do balcão.

— É tudo questão de prática. — Respondi enquanto ele se sentava em uma das mesas do lugar.

— Seu café vai esfriar. — Ele disse encarando a bebida em cima do balcão.

— Jin, eu... Disse pegando o café e a chave. — Eu já volto.

Fui até meu carro e peguei a carta e as flores, depois o fechei e caminhei de volta para a lojinha explodindo em nervosismo.

— As flores? — Ele disse olhando confuso. — Vai querer trocar?

— Não elas… — Disse me aproximando tentando tomar coragem. — São pra você. — Entreguei em suas mãos e ele sorriu para mim ainda confuso.

— Aah, obrigado.

— E isso também. — Disse entregando a carta para ele e notei que minhas mãos tremiam ao segurar o envelope.

~ ◆ ~

Olá!

Bom, devo confessar que nunca escrevi uma carta antes, pelo menos não uma como está, então não espere grande coisa de mim enquanto a isso, eu mesmo não espero.

Ao acabar de ler isso acho que ficará surpreendido, nem eu mesmo imaginava que um dia eu escreveria uma carta de amor para alguém.

Eu estive pensando em você, pensando até demais, você está em minha mente o dia todo e já faz algum tempo.

Eu fico tentando entender como foi que eu mudei tanto, tentando entender o que é isto que sinto queimando dentro de mim e a única resposta que encontro para isso é que deve ser amor.

Eu era tão frio quanto uma geleira, creio que notou isso pela forma que te tratei da primeira vez que nos vimos, queria me desculpar mais uma vez por isso. Eu era muito frio, mas você faz meu coração queimar como se estivesse pegando fogo.

Seokjin, antes de te conhecer eu era como um espaço vazio e totalmente escuro, mas aos poucos você foi me enchendo de estrelas e fez-me brilhar como uma linda constelação.

O amor é estranho. As pessoas se apaixonam de formas misteriosas, as vezes com apenas uma troca de olhares. Eu me apaixonei por você através da troca de uma xícara de café amargo, um café amargo que fez com que meus dias depois daquilo fossem muito mais doces.

Eu sei que não somos nem um pouco parecidos e que as chances de darmos certo um dia são tão nulas quanto a chance de um dia você corresponder meus sentimentos, mas eu preciso dizer...

Eu preciso dizer que te amo, Kim Seokjin.Te amo com toda a força, te amo com todo meu coração.

Eu amo seu jeito de sorrir, amo seu cabelo rosa do qual eu sempre riu e faço piadas que o faz rir junto a mim, amo seu cheiro doce e reconfortante, amo seus olhos brilhantes e o seu jeito carismático de ser. Eu amo cada pequeno detalhe seu, cada pequena coisa, até mesmo os defeitos, porque são essas pequenas coisas que formam quem você é e me fazem te amar tanto.

Você foi a melhor coisa que aconteceu em minha vida, você esteve lá para mim quando ninguém mais estava e cuidou de mim quando ninguém se preocupou em ao menos saber se eu estava bem. Obrigado por existir Seokjin, você foi um verdadeiro herói para mim.

Talvez ao entregar esta carta eu destrua uma das coisas mais importantes que tenho em minha vida, a nossa amizade. Mas eu não posso viver o resto da minha vida imaginando como as coisas seriam se eu tivesse te contado, eu quero saber como elas vão ser.

Você pensa sobre o futuro, Jin? Pensa em se casar, ter filhos um dia, mesmo que ainda sejamos um pouco novos para isso? Você pensa em ter uma casa com a cozinha de seus sonhos? Pensa em chegar cansado de um dia puxado de trabalho e encontrar o amor de sua vida sentado no sofá sorrindo para você a sua espera? Eu penso nessas coisas, Jin, e todas as vezes que eu penso sobre futuro eu vejo você lá comigo.

Eu não quero que se sinta obrigado a me corresponder e nem estou te pedindo em namoro nem nada, a última coisa que quero é te pressionar. Eu só precisava lhe dizer o quão especial e importante é para mim.

— Suga.

~ ◆ ~

— Yoongi… eu. — Ele começou a dizer ainda encarando a carta e meu pobre coração acelerou mil vezes mais.

— Pode falar, seja sincero, não tenha medo de me magoar.

— Isso que você escreveu, está muito lindo, acho que foi a coisa mais bonita que já recebi em toda minha vida. Eu fico feliz que goste de mim, é ótimo saber que alguém tão incrível assim sinta algo tão bonito por mim.

— Mas...

— Não tem " mas " eu… eu também gosto de você, Yoongi. Eu me encantei por você desde a primeira vez que o vi e isso não mudou mesmo depois de você me dar aquela patada. — Ele disse me fazendo rir.

— Ai meu Deus, eu estava tão nervoso. — Respondi aliviado, mas o nervosismo ainda estava em mim.

— É uma pena que não tenha sido um pedido de namoro, eu teria aceitado.

— Teria mesmo?

— Claro que sim. — Ele respondeu tão nervoso quanto eu, mesmo que tentasse esconder isso.

— Bom, sendo assim. — Disse sentando ao seu lado na mesa. — Kim Seokjin, você quer ser meu namorado?

— Quero! — Ele respondeu animado e me deu um selinho rápido envergonhado.

— Você é incrível. — Respondi o vendo sorrir com as bochechas coradas e juntei seus lábios aos meus outra vez nos envolvendo em um beijo calmo e apaixonado.

— Você tá com gosto de café. — Ele disse se afastando de mim.

— Aah, não estraga o momento. — Disse rindo e ele voltou a me beijar.


Notas Finais


Mais é muita melação mesmo esses dois, mds, nem parece que fui eu quem escreveu isso kskskj


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...