História Flowerville - Capítulo 2


Postado
Categorias Histórias Originais
Tags Suspence
Visualizações 14
Palavras 366
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Ficção, Ficção Adolescente, Ficção Científica, Fluffy, Literatura Feminina, Luta, Magia, Mistério, Misticismo, Musical (Songfic), Orange, Poesias, Policial, Romance e Novela, Saga, Sci-Fi, Sobrenatural, Survival, Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência, Yuri (Lésbica)
Avisos: Adultério, Heterossexualidade, Linguagem Imprópria, Mutilação, Necrofilia, Nudez, Sadomasoquismo, Spoilers, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Despem pelo atraso, espero que gostem

Capítulo 2 - Cap 2


Logo depois de ler o papel , me dirigi por imediato a meu roupeiro até ignoro os remédios que minha mãe tinha me obrigando a tomar, pequei minha bolsa e fui em direção a porta , sabia que ele iria se machucar e eu também queria explorar

Elizabeth:depois se a criatuta quebra a perna, a culpa é minha, e capaz que vou ficar em casa enquanto meu irmão está se divertindo explorando o tal "parque assombrado"

Foi meu difícil sair despercebida , pois não queria chamar a atenção dos vizinhos, mas consegui depois de me esconder em vários arbustos e passar pela cerca quebrada de minha casa , que dava em um terreno baldio, quando estava próxima aos arredores do parque, vi uma cerca entre aberta com a qual continha por pendurado um pedaço da estampa do casaco do meu irmão

Elizabeth:se essa criatura se machuca e começa a dizer que fui eu quem botei pilha ,ele vai ver só

Mas quando me aproximei e vi o pedaço de tecido pindurado na cerca aberta, vi que a fenda era muito grande, grande o suficiente para ele passar e o tecido também avia um pouco de sangue como ...

Elizabeth: está fenda é muito grande ,grande o suficiente para ele passar, e ainda , está com sangue no tecido , como ...COMO SE ALGUÉM O TIVESSE PUCHADO PARA DENTRO!

Entrei na fenda mas que depressa a procura de meu irmão ,comecei a correr e ignorei o fato de que tinha achado famíliar o parque ,mas não liguei para isto, continuei a procura de meu irmão

Elizabeth: Henrique!!irmão sou e...

Tapei minha boca na hora , quando tinha percebido .que se foi alguém que o puchou meu irmão para dentro , este alguém ainda deve estar aqui dentro.

comecei a andar com mais cautela , quando ouvi algum som não parecia um animal e muito menos vento , se adequava mais a som de passos ,passos apressados e silenciosos, cada vez mais próximo de mim , quando me dei por conta, senti uma pancada muito forte em minha nuca ,a qual me fez perder a consciência , e a única coisa a qual me lembro é meu corpo no chao e uma risada ensurdecedora .


Notas Finais


Logo vou postar outro


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...