História FODA-SE ELA (Imagine Armin) - Capítulo 3


Escrita por:

Postado
Categorias Amor Doce
Tags Amor Doce, Armin, Paqueras
Visualizações 70
Palavras 813
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Ficção Adolescente, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Homossexualidade
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 3 - Capítulo 2


Após chegarmos em casa, Cassy e Lys foram para o quarto do mesmo e eu, Rosa e Alexy ficamos jogados na sala. Liguei a TV em um canal qualquer e deixei passando. Fui na geladeira pegar algo para comermos. Achei um resto de pizza de dois dias atrás e alguns salgados que, provavelmente, mamãe assou ontem a tarde. Também um refrigerante, que já estava pela metade. 

Levei tudo e coloquei na mesinha da sala e os dois famintos quase me derrubaram para pegar comida. Bem, eu não estava muito diferente deles.

Passamos algum tempo ali, assistindo TV. Trocamos de canal até que achassemos algo que nos interessasse, até que paramos na FOX, onde passava The Walking Dead, uma de nossas séries favoritas.

Nem nos demos conta de quanto tempo havia passado, mas escutamos a porta abir e em seguida mamãe e papai passarem por ela, nos comprimentando com um boa tarde. Me levantei e fui dar um beijo na bochecha de cada um. Eles chegavam as 17 em casa, pouco depois, as 18, Leigh fechava a loja e vinha.

Eu adoraria saber cozinhar para quando todos chegassem a janta estivesse pronta, porém tanto eles quanto meus irmãos sabem que eu sou um completo desastre na cozinha. A última vez que tentei, eu queimei o macarrão...

Mamãe e papai já eram velhinhos, por volta de seus 50 anos. Eles eram um doce de pessoas. Começaram a preparar o jantar e rosa nos encheu tanto que concordamos em ir buscar Leigh na loja.

Todos nos levantamos e fui avisar meus pais que sairia.

— Mamãe, papai, irei com Rosa e Alexy buscar o Leigh, tudo bem? 

— Claro, querida. – papai sorriu

— Mamãe, pode colocar uns salgados no forno para assar? Eu já os coloquei na forma e estão lá dentro do forno. Só não achei que fosse uma boa ideia eu ligar – sorri amarelo 

Mamãe riu divertida – Claro que posso, sei que faria a maior bagunça.

— Obrigada. Já vou indo! Tchau, beijo.

Gritei da porta da sala e sai com Rosa e Alexy. 

Começamos a caminhar até a loja, enquanto Alexy reclamava.

— Não sei porque temos que ir buscar o Leigh, o namorado é seu, não nosso!

— Concordo plenamente com a Minha Purpurina. 

— Calem a boca, eu quero comprar uma blusa nova. – Rosa se defendeu.

— Eu acho que não. – falamos juntos e rimos.

Combinamos de rosa ir buscar Leigh e nós dois irmos comprar mais algumas comidas numa lojinha 24h que ficava a algumas ruas de casa e a loja não era tão longe também.

Iriamos nos encontrar em casa. 

Entramos na loja depois de andar um pouco mais e fomos na parte de doces. Pegamos algumas barras de chocolate e uns salgadinhos que estavam na prateleira do outro lado. Fomos até às máquinas e pegamos quatro latinhas de refrigerante. Quando estávamos saindo encontramos Kentin, vulgo crush de Alexy.

— Hey, Kentin! – chamei sua atenção e ele se virou para nós.

— Sacar! – me deu um abraço. – Alexy! 

Não sei se foi impressão minha ou não, mas suponho que o mesmo tenha ficado sem jeito ao ver o outro.

Ficamos num silêncio meio constrangedor, então sai de lá para pagar as coisas. Após pagar fui buscar Alexy e encontrei os dois do mesmo jeito que os deixei.

— Foi bom te ver, Kentin! Até segunda. – puxei Alexy pelo braço.

— Até...

Saímos da loja e enquanto olhava nos olhei Alexy curiosa.

— O que foi aquilo, menino?

— Aquilo o que? – me olhou confuso.

— Vocês dois. Ficou um climão lá dentro... Acho que ele gosta de ti.

— Claro que não, Scar, sua burra. – o olhei incrédula, mais ainda do que ele me olhava 

— Burro é você. Olha o jeito que fala comigo, fiquei até magoada. É claro que ele gosta de você, olha só!

Bufei e continuamos andando, já estava meio escuro pelo horário e começava a ventar, então, apressamos um pouco mais o passo.

Alguns minutos depois chegamos em casa, vendo Rosalya e Leigh no sofá. Cumprimentei meus pais e eu e Alexy subimos para o quarto.

Largamos as sacolas em cima de minha escrivaninha e nos jogamos na cama. Alexy praticamente morava aqui já. 

Eu não sei ele, mas eu adoraria ver Alexy e Kentin juntos, afinal, Kentin era crush da minha purpurina. 

Talvez um plano para deixar os dois sozinhos... Nhé 

— Hey, Alexy – chamei sua atenção e o mesmo me olhou – você deveria tomar alguma iniciativa com Kentin...

— Hm... Isso assim do nada? Eu não acho uma boa... – sorriu minimamente – eu nem sei se ele realmente gosta de mim. Quer dizer, ele gostava de você né

— Isso foi a muito tempo, eramos amigos apenas – olhei para cima pensando – hm...

— Ah não, não gosto quando faz essa cara! O que planeja?

— Nada de mais...

Eu não sei ele se iria fazer algo. Muito provavelmente não, mas eu com toda a certeza iria. 

Escutei minha mãe nos chamando e descemos para jantar.


Notas Finais


Então, o que acharam do capítulo? O que acham que vai rolar?
Desculpa a demora gente, mas tá meio difícil de escrever. Ando muito sem tempo. E mesmo nessas férias os professores passaram milhares de trabalhos.
Enfim, espero que tenham gostado! Amo vocês, beijinhos de anéis! @saturno_o


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...