1. Spirit Fanfics >
  2. Fofo? Ah ta! >
  3. Capítulo Único.

História Fofo? Ah ta! - Capítulo 1


Escrita por: e Softsintese


Notas do Autor


Olá, pra quem gosta de softmindo!
Mais uma que saiu do forno faz tempo mas estávamos com preguiça de postar
Parece que tem uma fornada cheia que estava guardada para alimentar nossos bebes, não é mesmo?

Sem mais delongas, boa leitura!!!

Capítulo 1 - Capítulo Único.


Quando eu tinha por volta de 17 anos, eu debutei como o mais novo em um grupo de kpop, o nome era Sweet Boys. A gente se saiu bem no comeback, até, conquistamos alguns fãs. Eu era o mais novo então a minha responsabilidade principal era ter uma imagem fofa e inocente. Eu nunca me senti bem naquele conceito e nunca fui popular. Os outros membros se destacavam mais, mas eu ficava feliz da gente estar lutando para conquistar os nossos sonhos, e por eu ter uma aparência fofa que condizia como maknae que me dava aquela oportunidade.

 

Tinha tudo para dar certo, mas não deu. Três anos depois quando o contrato acabou, sendo interrompido mais cedo pela empresa que já tinha nos jogado no porão a mais de um ano, oficialmente demos o disband. 

 

Era muito triste tudo aquilo, eu não consegui chorar, mas o fim definitivo foi dolorido. Não éramos famosos, não conseguimos público o suficiente, aquele era o fim dos nossos sonhos. 

 

Eu queria superar, pensar sobre tudo, arrumar um plano decente e ver se queria ou não seguir como cantor. Mas eu não conseguia desligar meu cérebro, música era a minha vida, porém eu não queria mais a identidade do Suga, porque eu nunca senti que aquele menino fofo, que mal tinha linhas, e fazia pequenas partes do rap das canções fosse quem eu realmente sou.

 

Mas passar por todo aquele desespero de treinar em uma nova empresa? Isso parecia tão sufocante, eu só queria curtir a paz de não ser amarrado pela empresa novamente, e foi por isso que eu criei um Instagram.

 

Lá eu podia expor um pouco do meu trabalho, com o pouco dinheiro que juntei durante os anos que estava no grupo, só deu para eu fazer um pequeno investimento de um estúdio num quarto vazio do meu apartamento, e lá ao menos eu podia gravar algumas coisas, mesmo que nunca fizessem sucesso por eu não estar mais em um grupo.

 

Eu era apenas um anônimo na internet, Agust D, tinha poucos seguidores no instagram, mas eu estava feliz por mostrar o meu trabalho de verdade.

 

Alguns poucos seguidores em sua grande maioria eram fãs do meu antigo grupo que deu disband, mas se já éramos flopados em serviço, depois do disband piorou muito, não é como se tivesse muito o que aproveitar.

 

Eu queria lançar uma mixtape, mas seria desperdício e ninguém a ouviria, então eu comecei devagar, eu fiz uma música só, com críticas ao mundo que eu vivi, aos haters que eu recebi e coloquei o nome de cypher. Era uma canção curta, quase como um diss só que sem nenhum alvo específico.

 

A batida era forte e simples e o flow era rápido e preciso. Eu gostava de rap, de hip hop de verdade, mas eu nunca pude mostrar minhas habilidades e nem para o que eu havia me dedicado e treinado tanto. Sempre mascarado com as danças simples e aparência fofa. 

 

Eu fui bem provocativo, talvez bem mais do que eu devesse. Eu postei a música nos lugares certinho, mas para por no instagram eu me gravei em meu estúdio cantando uma parte, pois era a única forma que achei de encontrar algum retorno e visualização.

 

Eu postei sem esperar grandes coisas e quando acabei fui para o trabalho que havia arrumado para pagar as minhas contas. O dia se passou normal, eu fui para casa, jantei e dormi, eu estava preparado para o pior, para o flop quando entrasse em minha rede social, mas eu não estava preparado para o que havia acontecido.

 

Meu celular travava de tanta notificação, eu nem acreditei quando entrei na minha conta. 

 

Na minha cabeça só podia ser um bug do próprio aplicativo, como que um vídeo meu pode ter tantas visualizações em poucas horas? Tentei até atualizar a página para ver se o bug saia, mas muito pelo contrário, fez foi aumentar mais junto com os montes de comentários que me provavam que aquilo não era um bug, visto que as pessoas comentavam falando diretamente explicitamente sobre mim e minha música. 

 

@36kl: Ótima música para mandar pros invejosos u.u

 

@princessCL: @DaraLove olha isso que foda, além de que o cara que canta é muito bonitinho;) 

 

@ChoiSuhy: Gostei da batida e da letra. 

 

@SweetKpopper: pera... esse não era o Suga do grupo sweet boys?

 

@Docontra: Nunca iria imaginar que aquele garotinho fofo podia fazer letras como essas ou fazer rap desse jeito '-' 

 

@Sweetboys4ever: Por que o grupo flopou???? Olha um dos bebês como é talentoso, completamente culpa da empresa! 

 

@Poser: uma vez idol sempre idol, tá uma porcaria.

 

Tinha tantos comentários, alguns maldosos, mas a maioria eram curtindo o som, a forma como eu fazia rap, a minha aparência ou falando do meu grupo dizendo que eu não parecia com o Suga. 

 

Acho que ninguém falou que eu mudei com o tempo porque o disband aconteceu a dois dias, eu realmente não esperei muito para fazer criações solos, na verdade eu já tinha muita coisa nova pronta eu só não tinha confiança e nem certeza se deveria lançar.

 

Os números de seguidores aumentaram bastante. Claro que eu não estava famoso, só não havia flopado, na verdade aquele vídeo estava meio viral.... mas um vídeo viral não garante sucessão e eu sei que logo ninguém mais vai lembrar disso. Afinal, o meu grupo debutou bem, teve vários fãs e depois foi só ladeira abaixo até entrarmos no flop de vez. 

 

Como eu ganhei um pouco de atenção resolvi postar alguns vídeos de dança mais complexas e diferente das que eu fazia em meu antigo grupo. Eu não era dançarino, mas eu sabia memorizar e dançar acima da média com esforço e eu nunca pude mostrar essa habilidade antes. E se um dia eu tentasse entrar em um grupo novamente seria bom as pessoas ao menos saberem um pouco do que sou capaz mesmo que eu seja reprimido novamente a um conceito fofo.

 

Graças aos anos de treinner eu tive um bom aprendizado, mesmo que depois do grupo fossem apenas feitos conceitos fofos e leves, eu ainda tinha uma boa prática de hip hop e street dance, e foi justamente um vídeo desses que eu postei.

 

@Sweetboys4ever: Sempre falei que o meu Suga era talentosíssimo demais, a Cube deve estar se revirando por ter perdido um grupo tão foda como o Sweet Boys.

 

@KpopperHard: Nunca acompanhei Sweet Boys porque achava o conceito fofo demais chato, mas olhando agora esse ex membro... ele não tem nada de fofo '-'

 

@36kl: Se ele dançava tão bem por que sempre estava no fundo do grupo dele?????

 

@fadailudida: Eu lembro que o Suga sempre parecia um pouco desconfortável em programas de variedades e pediam para ele ser fofo kkkkkkkk pior maknae ♡ 

 

@Sugadormindo: lindo como sempre vou te seguir até o fim da minha vida meu amor.

 

@Clara682: por causa do Agust eu estou indo atrás de sweet Boys só pra ver as fincam dele como Suga *-* ele era fofo, mas parecia meio sem sal lá, quase sem linha ;-; porra cube se foder

 

@Sweetboys4ever: Se juntar todo mundo dá pra gente ir botar fogo na cube e.e

 

@Softsintese: Eu levo a gasolina. 

 

@SugaDormindo: Eu levo o fósforo \o

 

@Docontra: #TodosContraACube #AmamosTreta

 

@SweetBoysFC: pior que nem na empresa ele tá mais ;-; a cube realmente perdeu vários talentos com o disband e a perca de contrato dos meninos. 

 

@KpopCoreana: Exato, meu bias era o Dongyu, depois do disband ele nem postou mais nada ;-; 

 

@Softsintese: Bem que o Suga poderia participar de uns programas de rap agora...

 

Eu estava recebendo muito direct dos seguidores também, mas ler poderia gerar problemas futuros então eu sequer abria. Eu só fui descendo a barra de rolagem, olhando por cima os nomes foi então que algo me chamou atenção, havia um emblema de alguém verificado, era um rapper que eu gostava e eu pensei que só podia ser uma pegadinha. Mas ali estava "J-Hope" com um certificado azul na frente.

 

Não tive como não abrir e ler a mensagem, afinal mesmo não conhecendo muito sobre o cara ele era bem famoso mesmo.

 

@J-hope: Olá, sei que pode parecer um pouco aleatório, mas você já faz parte de alguma empresa novamente?

 

Acredito que não já que as empresas proíbem ter instagram principalmente aos novatos.

 

Enfim, indo direto ao assunto, eu gostaria de contratar você para participar de uma das minhas faixas da nova mixtape que estou fazendo, se tiver interesse aguardo a resposta.

 

Ps: Gostava muito do seu antigo grupo é uma pena ele ter acabado, sinto muito.

 

 

Eu não sabia o que era mais aleatório, Hoseok me mandando uma dm, Hoseok perguntando se eu já tinha empresa, Hoseok me convidando para participar de uma faixa, ou Hoseok simplesmente dizendo que gostava do meu antigo grupo.

 

Não, não era possível, ele devia ter dito para ser simpático, não faz sentido um cara como ele gostar de uma coisinha fofa feito os Sweet Boys.

 

De qualquer forma a última opção parecia a mais aleatória para mim, porém, ele estava me chamando para uma parceria, é claro que eu não iria recusar!

 

@AgustD: Olá, pois é, eu estou sem nenhum contrato de empresa no momento. Eu realmente adoraria fazer parte do seu álbum, também te admiro muito como rapper, muito obrigado pelo convite!

 

@J-Hope: Ah você me respondeu ♡ Que ótimo! Então poderia me passar seu telefone? Assim a gente se fala melhor e eu te explico como faríamos. 

 

Ele mandou um coração... ele é meio estranho, mas vai ver nem é ele que está falando comigo, e sim algum assessor se forçando a ser simpático. 

 

De qualquer forma passei meu número de celular e não demorou muito para que meu celular tocasse.

 

— Alô? — atendi na primeira chamada.

 

— Suga? É o J-Hope, tudo bom? — escutei a sua voz e meus olhos se arregalaram ao perceber que era ele mesmo.

 

— Sim sou eu, mas como o grupo não existe mais e esse nome pertence a empresa, pode me chamar de Agust ou Yoongi que é meu verdadeiro nome — expliquei. — Eu estou bem e você? — devolvi por educação.

 

Caralho, eu não acreditava que estava realmente falando com o J-Hope, que era ele quem estava do outro lado da linha de verdade.

 

— Ok, te chamarei de Yoongi então, ok? — perguntei.

 

— Ok.

 

— Estou bem sim, respondendo a sua pergunta — falou. — Eu sempre tive interesse em te chamar para uma parceria, mas como você estava em uma empresa e o seu conceito era totalmente diferente do meu eu pensei que não combinaria, que não daria certo...

 

— Uhum... — murmurei assentindo com a cabeça, ainda era difícil para mim acreditar que ele viu mesmo algo do Sweet Boys.

 

— Mas então você postou o seu cypher, e caramba, é muito meu estilo!

 

— Ah sim, tem o estilo hip hop — compreendi o que ele queria dizer com ter o estilo dele. — Como funcionaria a parceria?

 

— Bom depende, podemos fazer a distância, te mando a parte que precisa cantar como normalmente acontece quando eu faço feat com um ídol ou então podemos nos ver e você pode escrever sua própria parte com a minha ajuda para que combine com a música já que tecnicamente agora você não é um idol — explicou.

 

— Qual forma você prefere?

 

— Gostaria que fizéssemos juntos — comentou.

 

— Seria em Seul?

 

— Sim, ou você já voltou para Daegu? — questionou.

 

Ele sabia da onde eu era? Ele conhecia mesmo o grupo ou pesquisou depois que quis a colaboração? Provavelmente a segunda opção, certo?

 

— Ainda estou em Seul, não pretendo voltar para Daegu. Mas enfim, eu trabalho durante a semana, então só estou livre a noite ou nos finais de semana — expliquei.

 

— Trabalha? — questionou confuso. — no que?

 

— Atualmente de garçom em um restaurante.

 

— Minha nossa... mas o seu grupo só deu disband há 2 dias... — falou.

 

— Estávamos no porão faz muito tempo, continuar só com o grupo não tava mais sustentando ninguém, grande parte dos membros tiveram que arrumar outros trabalhos já que só o grupo não tava dando resultado... então bem, eu fui apenas mais um só.

 

— Que restaurante você trabalha? Tenho interesse em passar ai um dia pra te ver — comentou.

 

— Ahn... não é nada muito chique do que você deve estar acostumado — falei. — Acho que não seria legal você me ver trabalhando assim, podemos nos encontrar no seu estúdio mesmo né?

 

— Tá bom, eu vou te passar o meu endereço e então marcamos o dia e a hora, pode ser a noite mesmo eu não tenho problemas.

 

— O que ficar melhor para você, só me mandar uma mensagem que eu apareço. 

 

— Tudo bem, boa sorte com a sua carreira — falou e eu sabia que era só educação.

 

— Obrigado, vou desligar agora, tenha um bom dia — então eu desliguei e fui me arrumar para o trabalho.

 

Talvez participar no álbum do Hoseok de um up a mais e alguma empresa se interesse novamente em mim. Não que eu tenha pressa para que isso ocorra, na verdade gostaria de tomar um ar de tantas regras por enquanto.

 

Com esse tipo de pensamento novamente segui meu dia como sempre, só que foi bem estranho no trabalho o fato do restaurante ficar bem mais cheio e muita gente fazer questão de ser atendido por mim.

 

Sério foi constrangedor quando algumas pessoas pediram fotos ou autógrafo, achei que fosse ser despedido, mas o gerente pareceu não ligar. 

 

O dia foi meio estranho, mas seguiu bem a medida do possível. Quando voltei para casa tomei um bom banho e me deitei na cama. Tanta novidade me fez não ter sono apesar de estar exausto de cansaço. Eu precisava ensaiar, mas meu corpo não aguentava mais nada, eu já ensaiava de manhã todos os dias para não perder a prática porém sabia que não seria o suficiente e que eu podia ficar pra trás se ficasse parado.

 

Entrei no Twitter para ver o que as pessoas falavam, se ainda estavam comentando sobre mim ou se já tinham esquecido e levei um susto de ver o nome Suga na hastag dos assuntos mais falados.



 

@TaehyungViuSuga: Olha só o que eu conseguiiiiiiiiiiiiiiiii! Nem acredito na sorte que eu tive de encontrar o Suga no restaurante, ele estava trabalhando de garçom e foi super simpático a tirar uma foto comigo TT ❤ [Arquivo]

 

@Hatecube: Cubeeeee sua maldita, eu vou quebrar essa empresa, o Suga foi um dos maiores idols que você já teve e você simplesmente faz isso com ele?

 

@Malbem: Por isso que eu digo, esse mundo de idol é só uma grande lorota, se você não trabalhar de verdade você não se sustenta, é só 1 em 1 milhão que consegue ficar rico debutando, Suga é a prova disso.

 

@HopeWorld: Mais ninguém ou só eu notou que o Hoseok ta curtindo todas as publicações do Suga? Não sei não, mas sinto cheiro de feat por aí...

 

@Fujoshi10: Pois eu sinto é cheiro de shippe! Imagina que lindo... Hoseok+Suga.

 

Acabei rindo com os últimos comentários, pois o feat estava mais que certo, mas aquele lance de shipp não existia. Incrível que antes ninguém me shippava com os outros membros eu fui meio que "isolado", talvez por eu ser o mais novo provavelmente. Mas isso não importa mais, ninguém precisava saber que eu achava fofo e engraçado esse tipo de coisa. 

 

Peguei meu celular e procurei por algumas fotos para publicar no Instagram, postei duas selcas minhas de manhã no meu estúdio. 

 

Gostei de ver o pessoal reagindo, já que eu nunca vi essa as coisas nem quando postava selcas no Twitter do meu antigo grupo. Era meio dolorido fazer live e ver eles perguntarem de outros membros. Sem dúvida eu era o que tinha menos fãs.

 

Acabei dormindo com o celular na mão, eu iria trabalhar para mostrar quem realmente eu sou. Talvez seja esse o momento certo para que eu poste a minha mixtape, antes que aquela pequena fama desapareça de vez novamente.

 

Eu acordei no meio da madrugada ainda com acordei cabeça cheia de pensamentos e em um surto de coragem eu postei a mixtape e compartilhei o link no Instagram e Twitter. 

 

Tinha duas versões a gratuita e a paga, a paga vinha com alguma músicas e remix extras, não esperava que muitos fossem querer adquirir ela, mas não custava tentar arrumar um dinheiro extra para investir no meu estúdio.

 

@AgustD: Espero que gostem do meu trabalho, fiz com muito carinho �� [Arquivo]

 

 

Postei a mensagem junto com uma selca, logo as curtidas e os rts junto com menções chegavam. 

 

Eu sabia que tinha que dormir, para descansar e trabalhar amanhã, mas eu estava tão ansioso que duvido que conseguiria. 

 

Eu queria ver em tempo real o que falavam de mim, mesmo sabendo que ia demorar tempo para ouvirem todas as minhas músicas. 

 

Porém, com o lançamento da minha mixtape parece que alavancou a falação de mim no Twitter, pois agora eu vi que além de Suga estar nos trends, uma nova tag começava a subir. 

 

#WelcomeAgustD

 

@Sugadormindo: EU TÔ SURTANDO TANTO, COMPREI O ÁLBUM PRIVADO E TEM TANTA MÚSICA QUE SOCORRO. 

#welcomeagustd

 

@Solzinhodohope: Gente... faz só quatro dias que o garoto saiu do grupo e agora já tem um álbum desses? O quanto ele não trabalhou nisso?

 

@Agustina: Eu sou má por estar feliz que ele saiu do grupo? Olha essa mixtape? Eu só vi a versão grátis e já tô juntando as moedinhas aqui de casa pra comprar a privada. Por sorte é um preço acessível, ele pensa mesmo em seus fãs ♡

 

@TaehyungViuSuga: Caralho, eu estava dormindo e então apareceu a chuva de notificações... hoje é o melhor dia da minha vida sim ou claro? 

 

@HardStan: ♡♡♡♡♡♡♡♡♡♡♡♡♡♡♡♡♡♡ me fode mais seu gostoso ♡♡♡♡♡♡♡♡♡♡♡♡♡♡♡♡♡♡♡♡♡

 

@SatyTwo: É o amor da minha vida mesmo. 

 

@Anticap: Viu só? Sempre falei que debutar em um grupo acaba não mostrando os verdadeiros talentos, o Suga sempre foi bem apagado no Sweet Boys, e agora solo está se mostrando um rapper de muito mais valor. 

 

@SoftMindo: ;-; nem parece aquele garotinho fofo que eu conheci... adorei, Min Yoongi é ótimo como Suga e maravilhoso como Agust D♡

 

Eu me arrumei e fui trabalhar naquele dia com um sorriso no rosto, eu estava curtindo aquele momento de fama, mesmo que eu soubesse em meu interior que tudo iria ruir e desabar nas minhas mãos novamente.

 

[...]

 

Alguns dias depois eu fui chamado para algumas entrevistas para falar sobre o disband, eu acabei indo depois que a minha antiga empresa pediu e me pagou um bom dinheiro para fazer aquele papel ridículo.

 

Foi bem ruim, mas eu fui o fofo Suga quase o tempo todo, principalmente ao se referir aos meus antigos colegas, mas eu acabei soltando umas respostas ácidas já que “sem contrato sem punições”. Eu não era obrigado a ser o doce do Suga agora que já expus quem sou.

 

Depois de dar a entrevista sem saber o que geraria eu fui até o estúdio do Hoseok já que marcamos de nos ver no sábado a tarde. Cheguei lá e já suava de nervosismo, mas tentei ficar calmo, seria só um trabalho.

 

@Yoongi: Eu já cheguei, estou na frente do seu estúdio... 

 

 

Resolvi mandar uma mensagem para ele ao invés de simplesmente tocar a campainha. 

 

@Hoseok: Ok, já estou indo ;)

 

 

E mais rápido que a sua resposta foi a porta se abrindo na minha frente, com Jung Hoseok aparecendo pessoalmente ali. 

 

Cara eu nunca tinha o visto tão de perto antes, ele era mais bonito do que eu imaginava... 

 

— Boa noite — falei educado. 

 

— Boa noite, entre — ele disse com um sorriso no rosto. — Está tudo bem?

 

— Sim e com você? — perguntei.

 

— Ótimo. Nossa pensei que fosse mais alto — falou quando entramos e ele me guiou até a sala de seu estúdio.

 

— A empresa mentiu a minha altura um pouco para aumentar a dos outros membros — expliquei. — Tenho 1,74.

 

— Ah sim. 

 

— Eu nunca participei de um feat ou compus com outra pessoa então se eu fizer algo de errado esteja livre para me corrigir — falei o mais profissional e simpático que eu consegui ser sem soar falso. Eu só estava muito nervoso para conseguir ser eu mesmo.

 

— Sinta-se a vontade, não precisa se preocupar, tenho certeza que faremos um ótimo trabalho juntos — falou quando entramos no estúdio. 

 

Quase caí para trás, era tudo tão lindo, tinha vários equipamentos todos pareciam ser bem profissionais e modernos... seria meu sonho ter um estúdio desses um dia! Mas por enquanto vamos apenas aproveitar que sonhar não custa nada. 

 

— Uau, que lindo — elogiei me sentando em uma cadeira ali. 

 

— Obrigado, você também é — respondeu.

 

— Eu... eu falava do estúdio — disse meio sem graça.

 

— Uhum, eu sei, mas você também é lindo — riu se sentando ao meu lado sorrindo abertamente para mim.

 

Eu fiquei meio sem jeito então apenas sorri para ele desviando o olhar. Hoseok não precisava se forçar a ser tão legal assim, mas acho que fazia parte para termos uma boa convivência.

 

— Então esse é o beat que eu vou querer usar...

 

Ele então me mostrou uma melodia muito boa e começou a falar sobre a canção que ele queria fazer comigo. Eu prestei bastante atenção achando tudo muito incrível. Ficamos trabalhando por horas e mais horas, escrevendo juntos e combinando as idéias. 

 

A gente ria e se estressava juntos conforme produzimos a canção. 

 

Quando ficou bem tarde, paramos e resolvemos tirar uma pausa, o trabalho infelizmente ainda estava pela metade.

 

— Posso tirar uma foto sua? — ele pediu. Acho que ele quer postar para divulgar nosso feat, né? 

 

— Pode sim — sorri abertamente fazendo sinal de vitória com os dedos e então ele apontou a câmera em minha direção e me fotografou.

 

— Ficou ótima! — ele disse, eu pensei que ele iria publicar nas redes sociais, mas para a minha surpresa ele... pois de fundo de bloqueio da tela do celular dele? Ok, achei aquilo muito estranho mas decidi não falar nada. — Você é a melhor pessoa com que eu já fiz parceria Yoongi, está saindo tudo tão naturalmente... 

 

— Realmente, parece que estamos em uma sintonia para trabalhar juntos — admiti. — Estava com medo já que nunca tinha participado de uma colab antes, mas está bem tranquilo...

 

— Você é um ótimo compositor, eu amei a mixtape que lançou — elogiou e eu fiquei feliz com o fato de alguém talentoso como ele também reconhecer o meu trabalho.

 

— Obrigado.

 

— Posso ser sincero? — questionou. Nunca vinha coisa boa depois disso, ele iria criticar minhas músicas?

 

— Pode sim, não precisa pedir pra ser.

 

— Bom eu te contei que gostava do seu grupo não foi?

 

— Sim — assenti.

 

— Confesso que pensava que você fosse um ídolo todo fofo e sem muita personalidade ou talento já que sempre estava no fundo e tendo poucas linhas.

 

— Eu não me encaixava muito no conceito e acho que naturalmente eles foram me colocando no canto...

 

— Sim, mas você agia de forma fofa e eu amava ver suas fancam porque mesmo naquele conceito você tinha um olhar confiante e diferente — explicou.

 

— Oh... então é mesmo verdade? Você realmente conhecia o meu grupo? — falei tentando disfarçar a surpresa. 

 

— Conheci no debut, e continuei acompanhando por causa de você... na verdade sei que é estranho dizer isso, mas eu era dono de um FC seu no Twitter... 

 

— Ok agora eu to chocado — falei sério. — Você dono de FC no Twitter? 

 

— Confesso que eu não entrava tanto por não ter tempo, mas eu sempre te acompanhava. 

 

— Essa é a coisa mais estranha que eu já vi na minha vida... nunca imaginei que logo você fosse um fã meu...

 

— Por que não? Você era muito bonito e fofo, e quando vocês debutaram eu tinha apenas 16 anos, ainda nem tinha começado com a minha carreira — explicou sem graça.

 

— Ah sim, você é apenas um ano mais novo que eu, não é? Eu gosto bastante das suas músicas também — respondi. Só que eu não me achava fã do Hoseok, só reconhecia o bom trabalho dele.

 

O cara é mais novo que eu, começou depois de mim e era bem mais popular, eu realmente tive um pouco de azar e escolhi mal a empresa que fui treinar, já que debutei em um grupo que não foi bem explorado.

 

— Eu fico muito feliz de estar tendo a oportunidade de te conhecer Yoongi, ainda mais participar de uma música com você... sério, é como realizar um sonho de muitos anos.

 

— Tecnicamente eu quem deveria te agradecer Hoseok, você pode ser mais novo e ter me acompanhado quando eu estava no grupo, mas hoje em dia eu sou praticamente um Zé ninguém, você está muito mais famoso e influente que eu.

 

— Que nada, sua mixtape está bem popular, não anda acompanhando as repercussões?

 

— Eu voltei a ficar um pouco longe das rede sociais para ter mais tempo produzindo novas músicas. Quero lançar uma nova mixtape antes de ir atrás de uma empresa e me tornar ídolo novamente. 

 

— Pretende ser ídolo novamente?

 

— Sim — assenti. — Meu medo é só não conseguir e se conseguir debutar novamente acabar preso mais uma vez em um conceito fofo. Eu nem sou mais tão novo como antes, me sinto até desconfortável.

 

— Porque não tenta uma carreira solo? — questionou.

 

— Geralmente quem já foi idol e tenta uma carreira solo não obtém muito sucesso... — respondi inseguro. — Além do mais as empresas não estão afim de assinar contrato com artistas solos. O que vale mais a pena no mercado é ter um grupo... Mas confesso que se eu tivesse uma boa estabilidade financeira ia preferir seguir como solo mesmo.

 

— Eu posso te indicar na minha empresa — falou. — Eles podem conseguir um contrato para você.

 

— Não precisa se preocupar com isso — sorri para ele. 

 

— Não estou preocupado eu ia adorar trabalhar na mesma empresa que você. Estaria fazendo mais por mim, eu posso te indicar, né? 

 

— Ok, pode. Eu não vou recusar sendo que eu realmente preciso.

 

— Quer pedir algo para comer? Está meio tarde, mas deve ter algum lugar aberto.

 

— Podíamos pedir uma pizza, né? — confessei já que estava vontade de comer mesmo.

 

— Ótima ideia — ele piscou um olho. — Conheço uma pizzaria ótima que sempre está aberta, que sabor você quer?

 

— Eu como qualquer um mesmo — respondi.

 

— Eu gosto de frango com catupiry — ele disse.

 

— Que tal uma meia frango catupiry e uma meia mussarela? — perguntei.

 

— Melhor combinação! — concordou pegando o celular para ligar para a tal pizzaria. — Vai querer uma doce de sobremesa também?

 

— Se eu pedir sinto que vou sair daqui rolando... — respondi.

 

— Por que acha isso? Você é magrinho — negou rindo.

 

— Eu engordei um pouco já que parei com a dieta — fui sincero.

 

— Vou pedir um doce para a gente, você está ótimo assim, não tem que emagrecer — respondeu jogando para a pizzaria.

 

— Hm... tudo bem, mas só porque adoro pizza de brigadeiro também — falei sorrindo tímido.

 

Estar com Hoseok estava se tornando mais divertido do que eu imaginava, fazia tempo que eu não saia com meus amigos, na verdade eu nem sabia se tinha mais amigos no momento. As únicas pessoas que eu convivia depois que debut foram os amigos do meu grupo, e por eu ser o maknae sempre fui o mais excluído.

 

Hoseok fez o pedido por telefone, depois a gente continuar conversando sobre coisas aleatórias sobre a nossa música. Depois de uma meia hora a pizza chegou, Hoseok foi lá pagar e pegar as coisas e eu deixei, talvez ele pense que eu sou folgado, mas eu não ligo muito para isso. 

 

Quando ele voltou colocou tudo sobre a mesa e a gente se sentou em um sofá que havia em seu estúdio. Começamos a comer e a beber, anda conversando sobre nossas carreiras. O assunto parecia nunca morrer.

 

— Sabe, eu amo mussarela também — ele disse pegando um pedaço da pizza de queijo e comendo, assim como eu que estava com o mesmo sabor. — Mas eu sempre tenho vergonha de comer coisas com queijo em público.

 

— Por que? — questionei vendo que ele estava com uma certa dificuldade de cortar o queijo no meio, fazendo com que tivesse que esticar o seu braço, mas o queijo continuava esticando e não partia.

 

— Por causa disso! — ele disse meio desesperado enquanto tentava comer todo o queijo.

 

Eu acabei rindo o observando e tampei a minha boca sentindo um pouco de vergonha por rir alto, mas Hoseok estava tão engraçado.

 

— Você é fofo demais — comentei parando de rir quando ele conseguiu comer a mussarela do mal. 

 

— Não ria de mim poxa. 

 

— Foi muito fofo, Hoseok, você é uma gracinha — o provoquei mais.

 

— Não é nada fofo uma pessoa que não consegue comer nem uma pizza de queijo direito — respondeu emburradinho, mas não parecia realmente irritado por eu ter o provocado. 

 

— Oh, o neném não consegue cortar o queijo com o dente? Tadinho — ri mais ainda para ver sua reação. 

 

— Aish Yoongi, para com isso... — reclamou. 

 

— Não dá, sua cara está muito fofa agora enquanto eu te provoco. 

 

— Não deveria me chamar de fofo, sou mais alto que você — debochou.

 

— Você ser grande só multiplica o tamanho da sua fofura — rebati sarcástico e ele puxou sua cadeira ficando mais pertinho de mim.

 

— Você que tem essas bochechas fofas olha — apertou elas fazendo eu ficar com um bico involuntário por causa do aperto. 

 

— Você é todo fofo , sua personalidade principalmente — falei meio estranho por ele estar me segurando daquele jeito.

 

— Você é mil vezes mais fofo que eu Yoongi. 

 

— Sou fofo só como Suga, como Yoongi e como Agust eu sou apenas um cara mal — respondi com um biquinho nos lábios visto que ele continuava apertando minhas bochechas. 

 

— Cara mal? Pois então é um cara mal fofo. Não bota medo em ninguém...

 

— Não boto medo? Deveria tomar cuidado Hoseok, os gatinhos mais fofos são os que arranham mais forte — brinquei.

 

— Se for por você eu não teria medo de ser arranhado — riu e eu acabei rindo junto, aquele tipo de brincadeira eu nunca tive, mas via alguns dos meus antigos membros fazer isso para faservice, sempre achei divertido.

 

— Cuidado com o que deseja — comentei levando minha mão a nuca dele raspando minhas unhas ali. Não tinha câmera então eu podia brincar com Hoseok sem preocupação.

 

— A-Aish Yoongi! — ele se contorceu botando a mão no pescoço enquanto ria. — Não faça isso, eu me arrepiei todo! — reclamou. 

 

— Falei que não se pode brincar com gatinhos ariscos, eles te arranham pra valer Hoseok — respondi. 

 

— Alguns gatinhos mordem também, será que você morde Yoongi? — perguntou.

 

— Com certeza — o puxei para mais perto. Como ele estava deixando eu brincar acabei me empolgando dando uma mordidinha no maxilar dele.

 

— Assim o gatinho vai me deixar excitado — riu tentando se afastar. 

 

— Você é muito pervertido pensando em ficar excitado comigo sendo um gatinho fofo, Hoseok — disse brincalhão.

 

— Se você já soubesse o tanto das vezes que eu já fiquei excitado com você... — ele suspirou mordendo o lábio inferior e então desviou o olhar para não me encarar.

 

— Você realmente gosta de mim? — questionei, aquilo parecia ser uma ideia muito absurda, mas depois do que eu vi hoje e do que ele falou aquela pareceu ser a conclusão mais óbvia.

 

— E tem como não gostar de você, Yoongi? — devolveu minha pergunta.

 

— Tem sim... — falei confuso, ainda estávamos brincando ou o papo era sério mesmo agora. — Você gostava do Suga, certo?

 

— Eu gosto do Suga, do Agust e principalmente você como o Yoongi — respondeu. 

 

— Obrigado por gostar de mim então — agradeci. Não sabia o que falar eu não me sentia da mesma forma, mal o conhecia pessoalmente afinal.

 

— De nada, na verdade eu acho impossível não gostar de você — falou. 

 

— Ah, é bem possível sim, sou cheio dos defeitos, você não me conhece direito mas a coisa mais fácil é não gostar de mim... — falei. — Esse negócio de se excitar antes por mim é real? — falei. 

 

— Teve uma fancam sua de pijama rosa uma vez... e digamos que marcou bem enquanto você dançava...

 

— Ah, você é muito pervertido — ri me sentindo constrangido com aquela informação. 

 

— Você estava excitado aquele dia?

 

— Ninguém nunca saberá — ri. Mas a verdade é que nem eu sabia, eu fiz o show com toda a adrenalina e quando sai cansado e o corpo se acalmou eu fui para casa, só depois eu vi as fancam, mas por sorte em meio ao azar eu era flop então quase ninguém viu.

 

Porém, quem viu tinha que ter sido justo Jung Hoseok que estava agora na minha frente. 

 

— Ahh, não me deixe curioso, somos amigos agora você pode me contar — falou tentando me persuadir. 

 

— Deixo para a sua imaginação Hoseok — respondi. 

 

— Garanto que se você soubesse o que se passa na minha imaginação nunca falaria um negócio desses... — brincou. 

 

— Aish, é mesmo um pervertido!

 

— Você não parece bravo, significa que posso continuar sendo pervertido com você? — questionou.

 

— Por enquanto pode.

 

— Posso mesmo? — pareceu surpreso.

 

— Você está sendo muito fofo e divertido, eu estou gostando — expliquei.

 

— Então está gostando que eu seja pervertido com você, é? — perguntou com um sorriso malicioso. 

 

— É divertido ver a sua carinha de neném achando que me passa alguma coisa com suas perversidades, na realidade só te acho um garotinho fofo mesmo. 

 

— Me chamando de garotinho? Só porque eu sou mais novo que você? 

 

— É um direito que o hyung tem, a vida toda sempre me chamaram de garotinho por ser maknae.

 

— E você ainda mantém amizade com alguns dos antigos membros? — questionou curioso.

 

— Ainda estou no grupo que usávamos para conversar sobre as coisas, eles ainda falam lá, mas eu nunca fui de mandar mensagem então continuo fantasma lá. Está tudo muito igual — dei de ombros um pouquinho desapontado por ele ter mudado de assunto, acho que ele só estava brincando mesmo. 

 

Não sei porque me senti desapontado já que não ia rolar nada. Não que eu seja hétero, é só que ficar com alguém, ainda mais um homem, na loucura que está a minha vida hoje, não ia dar certo.

 

Voltamos a comer e conversar assuntos triviais, eu queria aproveitar aquela paz ao máximo possível. 

 

Quando deu umas duas da manhã eu chamei um táxi e me despedi de Hoseok e fui para casa descansar. Aquela parceria e o fato de termos idades parecidas me fazia sentir que seríamos próximos, como amigos e era bom ter uma amizade nesse momento. 

 

Conforme o tempo foi passando eu fui chamado para muitos feats com outros cantores já que por causa daquele vídeo viral o meu nome sempre estava sendo buscado. Eu aproveitei isso para ir ganhando dinheiro e assim eu não estava mais precisando tanto trabalhar no restaurante, ainda mais que a minha mixtape estava vendendo bem, em alguns ranking de música ela sempre estava no “top 1”. 

 

Como os outros feat eu só gravava a minha parte e mandava, eles saíram mais rápidos que o meu e do Hoseok. Eu fiz colaboração com alguns grupos e cantores solos sempre fazendo o rap, mas eu não participei de mvs nenhum então não mudou muito as coisas. 

 

Estava nas redes sociais e vi que Hoseok postou algo me marcando e fiquei curioso para saber o que era.

 

@Hoseok: Saudades desse dia, bem que podíamos nos encontrar novamente e quem sabe produzir algo legal né? [Arquivo]

 

 

A foto que ele tinha publicado foi aquela que ele tirou de mim aquele dia e tinha posto de fundo de tela do celular. 

 

Claro que era pra ser só uma foto inocente, mas logo algumas fãs tratadas já vieram criando teorias pervertidas. 

 

@Loveyaoi: Então quer dizer que o Hoseok tinha uma foto exclusiva do Yoongi só para ele? 

 

@Home: Ahhh, então quer dizer que pode sair outro feat AgustHope? 

 

@TaehyungViuSuga: Meus dois rappers favoritos juntos, se eu apoio? Com certeza! Por falar nisso obrigada pela belíssima foto do Suga ♡♡♡

 

@BabyDoYoon: Hoseok quer produzir algo com o Yoongi? Hm... pra mim ele quer é algo mais com o Suguinha, tá muito na cara #DaUmaChancePraEleYoongi

 

Eu dei um coraçãozinho na publicação do Hoseok e fui até o meu celular, entrando na caixa de mensagens, ali a gente tinha trocado poucas conversas, todas referente ao nosso trabalho naquela faixa musical.

 

@Yoongi: Está com saudade de mim, Hoseok? 

 

 

Acabei rindo por estar querendo brincar com ele novamente, mas era tão divertido.

 

@Hoseok: Estou, bem que podia matar a minha saudade né? Queria te ver...

 

 

E só por diversão tirei uma selca minha deitado na cama piscando um dos olhos.

 

@Yoongi: Agora está me vendo [Arquivo].

 

@Hoseok: Ohh, você gosta de brincar com o meu coração né? ;-; 

 

@Yoongi: xD confesso que é bem divertido ♡

 

@Hoseok: hyung malvado e.e Mas eu queria te ver do meu lado mesmo ;-; 

 

@Yoongi: Qual a diferença de me ver por foto e me ver pessoalmente? 

 

@Hoseok: Eu poderia te mostrar essa diferença pessoalmente... sério, você é o culpado de fazer eu sentir saudade suas, deveria vir matar ela aqui :v

 

@Yoongi: Hmmm mas eu estou com preguiça de sair da cama. Não quer você vir aqui no meu apartamento? 

 

@Hoseok: Eu vou! Agora mesmo, qual o seu endereço? 

 

 

Passei o meu endereço e ele falou que já estaria vindo. Eu podia me arrumar ou algo assim, mas eu já tinha lhe mandado uma foto de como estava e realmente me sentia preguiçoso.

 

Fiquei ali no celular por uns trinta minutos e então escutei o interfone tocar. Me levantei ajeitando apenas os cabos e então atendi falando com o porteiro e autorizando Hoseok a subir. Já fui até a minha porta a abrindo e esperando Hoseok aparecer saindo do elevador.

 

— Boa noite garotinho, sentiu saudades minhas é? — falei o provocando quando ele apareceu. 

 

— Não vim até aqui para você me chamar de garotinho... — ele disse emburrado mas logo abriu um sorriso vindo até mim e me abraçando. 

 

— Ah é? E veio para eu te chamar de que, Hoseok? — questionei sacana retribuindo o seu abraço, e então lhe dei espaço para entrar, logo fechando a minha porta. 

 

— Você está me provocando de propósito né? 

 

— Quem sabe — dei os ombros divertido. — O que quer fazer? — perguntei.

 

— Eu não quero trabalhar hoje, quero matar a minha saudades — deixou claro e eu fechei a porta a trancando.

 

— E essa sua saudade pode ser matada na minha cama? Eu quero voltar a me deitar — questionei sacana adorando quando ele me olhou daquele jeito pervertido vendo malícia no que havia dito. Mas bom, eu fiz de propósito.

 

— Oh, com certeza ela pode ser matada na sua cama, hyung... — ele disse e então eu sorri vendo suas segundas intenções.

 

— Então vamos — falei o chamando até o meu quarto enquanto andava. 

 

— Ah sua casa é muito bonita hyung... — elogiou.

 

— Eu tento mantê-la arrumada, digamos que eu dei uma pequena reformada com o dinheiro da mixtape — falei chegando no meu quarto.

 

— Provavelmente você vai ganhar algum prêmio — comentou. 

 

— Não tenho tantas expectativas assim — abri a porta do meu quarto e fui até a minha cama caindo em cima dela e me deitando. Acabei rindo ao sentir o olhar de Hoseok, eu gostava tanto dessa brincadeira perigosa. 

 

— Você gosta mesmo de me maltratar — Hoseok reclamou.

 

— Que mentira, o hyung está aqui para matar sua saudade, porque não vem me dar um outro abraço? —perguntei abrindo os braços.

 

— Ah vou te dar um abraço sim — ele disse se aproximando de mim e abraçando a minha cintura bem apertado, e então foi rolando comigo pelo colchão. — Posso te pedir uma coisa? — perguntou. 

 

— O que? — questionei. 

 

— Será que... Eu poderia te beijar? — ele perguntou com o rosto próximo ao meu, e eu me segurei pra não rir. 

 

— Quer dizer que o garotinho quer me beijar é? 

 

— Não finja que não sabia que eu queria isso hyung — devolveu.

 

Acabei rindo segurando no rosto dele, fechando meus olho, lhe dando carta branca para me beijar caso ele realmente quisesse. 

 

Então ele fez. 

 

Eu senti sua boca macia contra a minha, foi inicialmente apenas um selinho, minha mão foi para trás de sua nuca e eu apertei seus cabelos, virando meu rosto um pouquinho para esquerda encaixando nossas bocas. 

 

Entreabri mais meus lábios quando senti a pontinha de sua língua e então o beijo tomou forma, criando um ósculo um pouco tímido, mas extremamente prazeroso.

 

Sua língua se movia a primeira vez contra a minha em uma dança sensual em busca de descobrir cada detalhe da boca um do outro.

 

Fazia tanto tempo que eu não ficava com ninguém, na verdade graças ao contrato de idol que eu tinha eu nunca mais pude sair com ninguém devido às regras impostas de empresa, e mesmo após o disband eu não tinha me preocupado em ficar com alguém. Pelo visto Hoseok apareceu no momento certo, afinal ele beijava super bem.

 

Abracei as costas dele, acariciando, descendo e subindo minhas mãos, apertando e o puxando para mim. O beijo foi criando mais intensidade e desejo. 

 

O ar se fez necessário, mas parávamos de nos beijar e então retornávamos ao beijo, e a cada novo beijo mais intenso e gostoso ficava. Meu corpo ia subindo um calorzinho ardente.

 

Senti suas mãos irem até a barra da minha camisa e ele a puxou para cima, mesmo que sem tirar, apenas deixando a minha barriga amostra, e então me jogou embaixo de si novamente ficando por cima de mim entre as minhas pernas.

 

Nem tive tempo de dizer nada, apenas vi ele descendo a boca para a minha barriga beijando ali, e seguindo com uma trilha de beijos até os meus mamilos, enquanto suas mãos apertavam a minha cintura. É, Hoseok tinha pegada.

 

Mordi meu lábio inferior com força segurando os gemidos quando ele chupou meu mamilo, mas não fui capaz de controlar os meus suspiros, arqueei as costas abrindo os olhos encarando os seus olhos cheio de desejo.

 

— Você é muito malvado segurando seus gemidos — Hoseok comentou apertando as minhas coxas e alisando minhas pernas.

 

— Eu sou um cara muito malvado Hoseok... — falei provocativo.

 

— Então eu sou um cara muito sortudo por conseguir deixar um cara malvado e perigoso feito você duro... — ele disse malicioso levando sua mão até o meio de minhas pernas e apertando suavemente a minha ereção por cima da calça ainda.

 

— Você não é sortudo, você é gostoso, por isso — respondi.

 

— Então eu sou cara gostoso e sortudo por ver você duro e sem roupa — falou abrindo a minha calça a puxando para baixo e tirando do meu corpo. 

 

— Também sou bem sortudo — comentei.

 

— É sortudo por quê? 

 

— Porque um cara gostoso como você daqui a pouco vai estar me chupando não vai?

 

— Ah com certeza vou estar, mas nesse caso eu sou sortudo em dobro, pois vou ter esse seu pau na minha boca e ainda vou ouvir você gemendo o meu nome, Yoongi — ele disse.

 

— Será que você é mesmo capaz de me fazer gemer o seu nome, Hoseok? — o provoquei. — Eu não sou um cara que se rende fácil...

 

— Ah, com certeza você vai gemer — ele falou. — Só gemer não vai ser o suficiente, eu quero ouvir você gritar também.

 

— Que convencido, porque não me mostra do que é capaz logo enquanto eu estou sendo legal com você? — questionei o olhando sério e vi ele ficar um pouquinho tenso. 

 

— Como assim legal?

 

— Estou te deixando brincar bebê — respondi. — Mas se eu ficar impaciente terei que tomar controle hm? — indaguei e vi que ele ficou surpreso. Com certeza ver o fofo do Suga com essa personalidade era impressionante, mas Hoseok deveria ter percebido que Suga estava bem longe de ser como Min Yoongi é na cama.

 

Afinal de contas eu ainda tinha o meu lado Agust D, que como eu cantava em uma música era um "pau no cu que estava longe de ser doce".

 

— Eu não vou te desapontar, hyung — ele garantiu e eu pagava pra ver, queria ver até onde ele ia, ia deixa-lo brincar um pouquinho e então no final eu tomaria o controle novamente, mostrando quem é que mandava ali.

 

Hoseok pegou o meu membro e então lambeu toda a extensão pela lateral, passando a sua língua quente até chegar na glande, onde envolveu com os seus lábios aveludados começando a chupar.

 

Mordi meu lábio com força, me recusando a gemer, aquilo era uma prova de controle, sem falar que me conter deixava eu excitado por ser um desafio. Uma batalha entre Hoseok e eu. 

 

Apertei a roupa de cama, abrindo um pouco as minhas pernas o deixando me tocar livremente, eu queria ver o seu melhor e descobrir se ele merecia ou não os meus gemidos.

 

Porém, o desgraçado foi aprofundando o meu membro em sua garganta, levando-o em movimentos de vai e vem enquanto subia e descia cada vez mais a cabeça.

 

Os gemidos presos a minha garganta ficavam cada vez mais difíceis de controlar, mas eu me continha e ficava forte. Era muito tempo sem uma boa foda de verdade, estava sensível demais aos simples toques devassos e gostosos de Hoseok.

 

Minha boca se entreabriu, e quando eu estava quase cedendo um gemido eu olhei para Hoseok que me encarava com aquele olhar debochado dele. Ah,mas eu me contive na mesma hora, mordendo meu lábio com força arqueando as costas em prazer. 

 

— Hmmm esse é mesmo seu melhor, Hoseok? — desdenhei.

 

Pude ver seu olhar queimar de ódio enquanto me encarava, aquilo me trouxe um arrepio a mais pois ele realmente pareceu bem ameaçador aquela hora. E eu não estava errado, nem tive tempo de falar mais nada pois se eu ousasse abrir a minha boca naquele momento seria impossível não soltar um grande gemido por sentir Jung Hoseok me engolindo todo até chegar tocar em sua garganta.

 

Ele me olhou com um olhar totalmente sacana e debochado, afinal de contas eu poderia não ter gemido, mas era impossível não notar o quão fiquei abalado com aquele seu gesto.

 

Mas se ele queria me provocar eu mostraria que não ficava atrás. Ergui uma perna passando por cima do seu ombro e fiz a mesma com a outra abraçando seu pescoço e como Hoseok estava ajoelhado minha banda ficou de encontrar com sua ereção e eu rebolei ali de uma forma bem safada.

 

— A-Ahhh hmmm — ele gemeu contra a minha boca todo afetado e eu ri com gosto, bem cínico.

 

— Você geme tão fácil, Hoseok — o olhei cheio de deboche.

 

Mas se ele queria me provocar eu mostraria que não ficava atrás. Ergui uma perna passando por cima do seu ombro e fiz a mesma com a outra abraçando seu pescoço. 

 

Foi um prazer ver a cara de bobo e impressionado que ele fez. Isso me fez rir debochado, eu ainda tinha mais controle do que ele, afinal Hoseok que parecia às vezes apaixonado por mim e tudo que eu fazia parecia ter o poder de mexer com ele milhares de vezes mais forte do que se fosse qualquer outra pessoa ali no meu lugar.

 

Mas eu estava cansado de bancar o bonzinho, o prazer que eu estava sentindo estava ótimo, mas seria muito melhor e mais divertido mostrar a Hoseok quem é que manda. 

 

— H-Hoseok... pare, eu não quero gozar agora — Foi o que eu falei, ele me olhou com um olhar cínico como se dissesse "acha mesmo que eu vou parar justo agora que você disse isso? " — Estou falando sério, temos a noite toda para aproveitar, não acha? — tentei persuadi-lo enquanto sentia o meu membro começar a pulsar, seria torturante, mas eu queria ter o controle mais um pouco.

 

Foi então que ele levantou a mão e me mostrou três de seus definhou, esticando até perto da minha boca, sem parar de me chupar. 

 

Ser passivo ou ativo não mudava o fato de quem ia ou não controlar a situação, mas... se eu deixasse muito facilmente teria o mesmo mérito?

 

Apenas ignorei qualquer tipo de pensamento e então entreabri a minha boca deixando que ele colocasse seus dedinhos, onde comecei a chupa-los deleitosamente os encharcando com a minha saliva, deixando bem molhadinhos para o que desejávamos.

 

Afinal a noite era uma criança, Hoseok e eu ainda teríamos bastante tempo para "brincar" e nos divertir, e então eu mostraria quem dominava de verdade.

 

Estava sendo um bom hyung, mas ele mal esperava pelo que estava por vir.

 

Quando meus dedos estavam bem molhados, Hoseok tirou seus dedos da minha boca e também parou de me chupar. Ele foi descendo sua língua de meus testículos, me provocando e eu acabei soltando um gemido involuntário de prazer quando ele tocou com a pontinha de sua língua em minha cavidade, separando minhas nádegas com uma das mãos.

 

— Filho da puta — xinguei ao sentir ele brincar com o meu corpo daquela forma ousada.

 

— Conseguir um gemido com esforço é bem mais excitante mesmo — riu e meteu aquela língua safada em minha cavidade, me chupando todo.

 

— Não acredito que você está fazendo isso, seu desgraçado, ordinário... 

 

— Ah hyung, você fica tão sexy xingando desse jeitinho gostoso... — ele respondeu e então continuou penetrando aquela língua em mim, me fazendo delirar ao sentir o seu músculo esponjoso em meu interior. 

 

Eu realmente não esperava que ele tivesse audácia de fazer uma coisa dessas, confesso que Hoseok me surpreendeu muito tomando essa atitude. 

 

Ahh, eu não podia gemer, não podia me mostrar ser tão fácil a cair em seus encantos.

 

Eu realmente não podia, mas acabei fazendo, porque Hoseok começou a alternar sua língua com os seus dedinhos, além de usar aquela sua língua safada para me torturar de várias formas, fosse em minha cavidade ou em meu pênis. 

 

Tampei a minha boca tentando me conter, mas aquilo era trapaça então resolvi aceitar a minha derrota e parei de me conter tanto.

 

— Ahhw, Hoseok maldito... — O xinguei em meio ao gemido. 

 

Droga, por aquilo tinha que ser tão bom? Jung Hoseok era um homem perigoso que estava jogando sujo com suas artimanhas para me fazer ficar rendidinho por si. 

 

Eu poderia até gemer por agora sem me conter, mas juro que vou fazer ele pagar por tudo que está cometendo. 

 

— Isso hyung, geme pra mim — ele disse logo voltando a colocar sua língua no meu interior.

 

Meu corpo estava quente e eu não lembrava uma vez sequer que sentir tão afrontado daquela forma. Era algo novo e completamente intrigante. 

 

Quando ele terminou de me preparar aquele vazio foi angustiante e achei que estava na hora de tomar controle e mostrar para Hoseok quem era que mandava ali.

 

O derrubei na cama e escutei ele rir, eu terminei de tirar todas as suas roupas o beijando em seguida agarrando seus cabelos e escutando ele gemer facilmente contra a minha boca, enquanto eu sentava em seu colo e rebolava sobre sua intimidade sentindo seu membro duro entre as minhas nádegas em um atrito gostoso e provocante.

 

— Está bravo hyung? — ele perguntou rindo olhando com aquele olhar arteiro e sacana cheio de desejo.

 

— Não, agora estou apenas sendo eu mesmo, Hoseok — falei indo para frente e para trás sentindo o seu membro roçar no meio da minha bunda e me dando mais tesão. — Eu estou no controle agora.

 

— Ah é? E o que vai fazer estando no controle agora, hyung? — perguntou levando as suas mãos até a minha cintura e descendo pelo meu bumbum o apertando. 

 

— Eu vou cavalgar em você, e te fazer meu cavalinho, Hoseok-ah. Vou sentar tão gostoso que você nunca mais terá uma foda igual.

 

— Hmmm faça isso — mordeu o lábio inferior com força.

 

As mãos de Hoseok foram em minhas nádegas as apertando com vontade, separando elas. Uma de suas mãos soltou a minha bunda e então segurou em seu pênis. Elevei meu corpo e depois desci pressionando minha cavidade contra sua glande, me esfregando e olhando como um sádico com a expressão sofrida de prazer de Hoseok. 

 

— Implora — mandei.

 

— A-ahn? O que? Não... nada disso — ele negou me olhando confuso.

 

— Não vai implorar? — questionei sádico. — Então é você quem vai sofrer Hoseok... — rebolei bem devagarinho ameaçando fazer ele entrar em mim, mas logo saia novamente.

 

— Deixa de graça Yoongi, vamos meter logo — ele disse.

 

— Eu já falei que só sento quando você implorar... — falei provocativo.

 

— Ah não — reclamou.

 

— Acho que você não me quer tanto assim, que decepcionante... — blefei e ele agarrou a minha cintura me olhando desesperado. 

 

— Por favor, Yoongi — implorou. — Eu quero muito!

 

— Mais. — eu disse firme de uma forma séria quase o ameaçando. 

 

— Eu to te implorando, por favor, não vê o quanto eu já estou todo duro por você? Deixa de ser cruel, mata minha vontade, eu preciso estar dentro de você — pediu suplicante, de uma forma quase como desesperada, que eu achei muita graça.

 

— Hm... você está se tornando um bom garoto Hoseok, acho que merece uma recompensa... — falei sorrindo de lábio, e então peguei o seu membro guiando até a minha cavidade, e fui me abaixando deixando ele me penetrar por completo, finalmente me sentindo preenchido novamente.

 

Eu fui me acostumando, enquanto rebolava no colo dele, amando ouvir seus gemidos, ele parecia realmente estar no paraíso só de estar dentro de mim.

 

Ter aquele controle e sentir a paixão do Hoseok me deixava ainda mais excitado.

 

Adorava estar por cima e me sentir como o próprio demônio da luxúria corrompendo ele, eu descia rebolando me aproveitando de todo o seu membro dentro de mim que me preenchia de uma forma que queimava o meu interior e que mesmo assim clamava por mais, clamava por movimentos, clamava para encontrar a minha próstata e soca-la ali até eu explodir de prazer.

 

Hoseok me olhava, e eu podia ver o suor escorrendo de suas testa deixando os seus cabelos molhados, eu o encarava e então ia dando continuidade aos meus movimentos de uma forma bem provocativa, mas não deixando de ser sensual.

 

Agarrei os cabelos dele o beijando com vontade, abafando nossos gemidos em um beijo molhado, cavalgando no colo dele, adorando sentir ele pulsar dentro de mim. Ah, eu o faria gozar antes de mim, era meu desafio. 

 

As mãos de Hoseok apertaram a minha bunda com força e eu pude até sentir suas unhas curtas afundarem em minha pele arranhando um pouco por conta do toque bruto.

 

— A-ah... Hoseok desgraçado... — o xinguei enquanto gemia.

 

— Yoongi, seu gostoso da porra... isso, geme mais... 

 

— Está gostando de me ver cavalgando em você, né safado? — o provoquei descendo bem fazendo com que ele me estocasse de uma forma certeira e profunda. — A-ah...

 

— Estou adorando de ter o meu putinho cavalgando para mim — ele respondeu, e então impulsionou o quadril para cima me ajudando com os movimentos também, me estocando na mesma medida que eu rebolava gostoso em seu membro.

 

Peguei na mão de Hoseok e coloquei sobre meu pênis. Ele entendeu o recado me masturbando. Estava tão gostoso, ele me derrubou na cama se movendo contra mim e foi tão bom porque Hoseok era realmente bom fodendo. 

 

Abracei as costas dele o arranhando, abrindo bem as minhas pernas sentindo ele pulsar cada vez mais dentro de mim.

 

Ele ia fundo e rápido, praticamente esmurrando a minha próstata com vontade, eu já me via com as pernas bambas e uma energia de calor tomava conta do meu ventre, me envolvendo naquele pré-prazer que me levava a loucura, não conseguia pensar em mais nada, só em como eu estava adorando ele me foder gostoso.

 

Ele segurou uma perna minha e a esticou, nessa hora eu agradeci pelos anos de traineer e todas as atividades físicas que eu fazia na dança que me fizeram ter uma boa flexibilidade.

 

Mas mesmo assim eu sentia a dor de ter meu corpo empurrado daquela forma, só que era uma dor gostosa que me fazia querer que ele me fodesse cada vez mais.

 

Levei a minha mão ao meu pênis me tocando e sentindo prazer máximo daquela forma, me contraindo e pulsando. Por mais que eu quisesse fazer Hoseok gozar primeiro eu não estava me segurando e acabou rolando um empate técnico, pois ao mesmo tempo que eu sentia ele me preenchendo eu também gozava em minha mão.

 

Foi uma sintonia incrível e maravilhosa, pois a sensação do seu leitinho quente no meu interior intensificou ainda mais as sensações para mim.

 

Hoseok gemeu bem alto e escandaloso caindo deitado do meu lado, já eu meus olhinhos reviraram, eu me via vendo estrelas, todo o meu corpo estava em um êxtase profundo que durou alguns segundos até eu me recuperar novamente.

 

— Foi muito bom... — ele disse com as respiração arfante.

 

— Eu amei matar a sua saudade, você deveria sentir saudade de mim mais vezes — brinquei.

 

— Ah pode apostar que agora eu serei saudades toda hora — riu e então me abraçou.

 

Francamente eu nunca pensei que a minha vida ia dar aquela guinada e mudar tudo, mas eu sabia que meus objetivos estavam diante de mim e eu iria atrás deles com força e foco.

 

Eu não tinha tempo para relacionamentos, mas Hoseok era tão divertido, ele tirava meu estresse e me recarregava com sua energia positiva.


Notas Finais


Esperamos que tenham gostado, até uma próxima fanfic!!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...