História Fofo igual um bichinho de pelúcia - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias Neo Culture Technology (NCT)
Personagens Jungwoo, Lucas
Tags Fuflly, Jungwoo, Kpop, Lucas, Luwoo, Nct, Nct127, Nct2018, Nctu, Roamance, Woocas, Yaoi
Visualizações 127
Palavras 1.590
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Fluffy, LGBT, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yaoi (Gay)
Avisos: Homossexualidade
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oiiiiii meu amores, eu quero inventar alguma coisa pra chamar vocês em vez de amores, por favor me deem ideias.

Então, de estamos aqui com esse lindo extra, UHUUUUU, eu ia postar só amanhã, mas como sempre, eu fiquei ansiosa, e vou postar hoje, esse vai ser o primeiro é último extra que vai ter, era pra ser só uma capítulo, mas eu vi que bastante pessoas gostaram, então surgiu a ideia desse lindo extra.

Eu espero que vocês gostem, não sei se está tão bom quanto o primeiro, mas eu acho que ficou legal, e me desculpem se tiver algum erro.

Agora vamos logo para essa bagaça

Capítulo 2 - Extra: Raios e relâmpagos


PV Jungwoo

Já avia se passado uma semana depois do que aconteceu com migo e com o Lucas, e nós não tocamos mais no assunto do beijo, mesmo que depois daquilo ele tenha se aproximado mais de mim, e eu estou muito feliz por isso, mais eu ainda não criei coragem para dizer que amo ele, mas hoje eu iria fazer isso, então dessidi chamar ele para vir ao meu apartamento.

Agora eu estava em um mercadinho que ficava um pouco perto do meu apartamento, estava comprando algumas besteiras para eu comer junto ao Lucas enquanto assistimos algo.Eu estava terminando de pagar as coisas quando começou a chover, era bem fraca a chuva, mas não tinha como eu sair de lá, poruque se eu pegar nem que seja um poço de chuva enquanto está frio eu já fico gripado, e odeio ficar assim, então não vou nem arriscar.

Se passou um tempo e a chuva piorou, e agora tinha relâmpagos e raios, eu eu morro de medo deles.Eu estava no canto do mercado, o mais longe das janelas o pusivel, eu já estava quase começando a chorar com medo de ficar preso ali quando escuto meu celular tocar, eu tinha me esquecido completamente que eu estava com ele, atendo o celular quando ia perguntar quem é fui interrompido.

- Jungwoo onde você está, eu tô na frente da porta do seu apartamento batendo faz tempo e você não aparece - disse Lucas com um tom de voz desesperado e preocupado.

- Lucas e-eu estou em um mercado perto do meu apartamen.. - fui interrompido por um barulho alto dos trovões e acabo me assustando - Aaaaaaa, Lucas vem me buscar por favor - falo quase chorando e com os olhos fechados.

- Calma hyung, eu já tô indo te buscar, fica calmo, por favor não chore, não gosto te ver assim - disse ele com um tom cálmo - Vou desligar, tchau hyung - ele desligou sem nem me dar tempo de responder.

Se passou algums poucos minutos e escuto passos vindo em minha direção, vejo que é Lucas e me levanto do chão, correndo para seus braços, o abraço, colocando meu rosto em seu pescoço quando escuto outro relâmpago.

- Calma Woo, eu estou a aqui, e vou te proteger - Lucas disse enquanto fazia carinho nos fios do meu cabelo.

-Eu sei disso Lucas, agora vamos embora, por favor, eu comprei comida pra gente - disse tirando meu rosto de seu pescoço e o encarando com um biquinho nos labios.

- Tá bom - disse ele rindo e apertando meu lábios entre seu dedo, o que me fez ficar vermelho.

Fomos andando até a porta, e lá ele abriu o guarda chuva, e segurou minha mão entrelaçando nossos dedos, quando ele fez isso eu olhei nossas mãos juntas depois olhei para seu rosto, ele me olhava com um sorriso lindo nos lábios, o que me fez sorrir também.Fomos andando na chuva, e cada vez que eu escutava os relâmpagos e me encolhia mas ao seu lado, isso se repitiu várias vezes até chegarmos em meu apartamento.

Chegando lá, deixei a sacola com as coisas em cima da mesa de centro da sala e fui até o banheiro pegando duas toalhas, uma pra mim e outra para o Lucas,porque mesmo com o guarda chuva acabamos nos molhando um pouco.

- Pega - disse estentendo a toalha para ele, que logo pegou e começou a se secar, logo eu fiz o mesmo, no momento que fui enchugar meu cabelo, ele tirou a toalha da minha mão, e começou ele mesmo a enchugar, e bem na hora eu dei um espirro, e outro, e outro e mais um.

- Que fofinho,seu espirro parece com o de um gatinho hyung - disse Lucas rindo e virando meu rosto em sua direção, e colocando a mãos em minhas bochechas, e apertando elas logo em seguida- Meu deus hyung, você está quente - disse ele, logo depois colocando sua mão em minha testa - Você está com febre hyung.

- A não, eu tô gripado e com febre, odeio isso, e ainda tá chovendo, tô considerando esse o pior sábado da minha vid... - ia terminar de falar, mas novamente o clarão de um raio que entrava pela porta da varanda me assustou, fazendo com que eu pulasse no colo de Lucas, ficando com as pernas entrelaçandas em volta de sua cintura, e abraçando seu pescoço com o rosto enterrado no mesmo lugar.

- Uou, calma hyung, desse jeito você vai me derrubar - disse Lucas cegurando minha cintura com as mãos, para eu não cair.

Ele foi anadado até o sofá que ficava na frente da mesa onde estava as sacolas com a comida, e sentou, e com isso eu fiquei sentado em seu colo, ainda o abraçando.

- Pode ficar calmo hyung, os trovões e raios já estão parando, e a chuva já tá mais fraca - disse ele tirando meu rosto de seu pescoço e fazendo carinho carinho em meu rosto.

- Tá bom Lucas ~ - eu disse de uma forma fofinha sorrindo.

- Não faz isso com migo - disse ele fazendo uma carinha triste.

- Fazer o que? - perguntei colocando minha cabeça para o lado fazendo cara de confuso.

- Fazer essas coisas fofas, sorrir, fazer biquinho, quando você faz isso dá vontade de te beijar de novo, nem foi beijo de verdade o que nós demos, foi só um selinho e foi só uma vez, e eu já fiquei viciado - disse ele fazendo carinho na minha bochecha e beijando a mesma.

- Não fala esse tipo de coisa Lucas - eu disse escondendo meu rosto com as mãos.

-Eu só falei a verdade - disse ele sorrindo - Woo, posso te beijar outra vez? - ele perguntou para mim, olhando bem no fundo dos meu olhos.

Eu quero dizer sim, porque eu também quero, mas eu to com medo, aaaa vamos Jungwoo, você fico pensando nisso e em como se confessar a semana toda, não vou perder essa chance.

Então sem falar nada, juntei nossos lábios, em um simples selar iqual ao primeiro, levei minhas mãos até seu pescoço, puxando de leve seus cabelos, e ele colocou as mãos em minha cintura, ele pediu passagem com a língua e eu deixei, o beijo era lento, ficamos assim até o ar faltar.

- Sua boca tem gosto de chocolate, é bom - disse ele sorrindo pra mim, e eu como sempre fiquei com vergonha - Esse foi o melhor beijo da minha vida - ele disse suspirando.

- Esse foi o meu primeiro - eu disse bem baixinho, esperava que ele não tivesse escutasse, mais isso não aconteceu.

-Sério isso hyung? - perguntou, eu eu assenti - Aí, que fofo, meu hyung é tão inocente, eu tô feliz que tenha sido o primeiro a fazer isso com você, espero ser seu primeiro em tudo, até seu primeiro amor - disse ele olhando em meus olhos com um tom um pouco... sério?

- M-as voc-cê já é meu primeiro a-amor - disse gaguejando muito, odeio essa mania que eu tenho, nessa hora ele me olhou surpreso.

- É sério isso hyung? - ele disse agora sorrindo.

- Sim Lucas eu... te amo- disse olhando em seus olhos com um sorriso enorme em meu rosto.

Quando falei isso ele ficou tão feliz que começou a beijar minha bochecha várias vezes, me fazendo rir.

-Aaa-aaa Lucas, para - disse rindo, colocando a mão em seus ombros, tentando o emprurrar para ele parar de me beijar - Lucas paraa~ disse de um jeito manhoso - Por favor Lucas ~ - falei segurando seu rosto e o dando um beijinho de esquimór.

- Você falando desse jeito é tão fofinho, cada vez mais eu me apaixononado por você - disse ele me abraçando.

-Lucas, o que nós somos agora?- perguntei olhando para baixo, desviando de seus olhos.

- Nós somos namorados - disse ele falando como se fosse obvio - Quer dizer, isso se você quiser - ele disse me olhando ansioso pela minha resposta.

- Eu... eu quero - disse olhando para ele, o abraçando forte.

Continuamos abraçados até ele se soltar de meu abraço e me tirarae de seu colo, olhei para ele de um geito confuso, e ele riu, pegou a sacola com as comidas em uma mão, seguros a minha com a outra.

- Vem, vamos nos deitar, assistir algum filme é comer logo isso, porque eu tô morrendo de fome - disse ele me puxando até meu quarto.

Quando chegamos no meu quarto ele deixou a comida na cama, pegou o controle da TV e a ligou, colocando em um filme, e se deitando na cama ao meu lado, ele me puxou para ficar abraçado com ele, e logo começou a se remexer na cama.

- Que foi?- perguntei olhando para ele.

- Tem alguma coisa em baixo do traviceiro - disse ele colocando a mão em baixo do mesmo, tirando de lá o bichinho de pelúcia que ele me deu por achar que parece com migo.

- Olha só o que temos aqui - disse ele pegando a pelúcia com as duas mãos - Porque ele tá na sua cama? - ele perguntou se virando para mim.

- Eu durmo abraçando ele - disse também o olhando.

- Que fofo, você realmente parece com ele - disse ele olhando para mim depois para a pelúcia.

- De novo não - disse escondendo meu rosto no traviceiro.

E assim passou a tarde, com ele falando coisas novas que são parecidas entre mim e a pelúcia, e também me enchendo de carinho e beijos, porque agora nós éramos namorados, e ele poderia me comparar para o resto da vida,com quantos bichinhos de pelúcia fossem.


Notas Finais


Então, foi isso, fomos deu para ver, esse cp ficou maior que o primeiro, não sei se isso é ruim ou bom, mas tá aí,eu não tenho mais nada a falar sobre ela, tipo, nada mesmos.

Tchau amores até a próxima 🖤

Aqui em baixo vai tarde as minhas outras fanfics

Chensung
https://www.spiritfanfiction.com/historia/popcorn-13740672

Markhyuk
https://www.spiritfanfiction.com/historia/presente-para-o-hyung-13870324

Yuwin
https://www.spiritfanfiction.com/historia/voce-sabe-que-dia-e-hoje-14373330

Chensung
https://www.spiritfanfiction.com/historia/a-pessoa-que-eu-mais-amo-na-terra-14446010


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...