1. Spirit Fanfics >
  2. Fogo e Gelo >
  3. Fogo

História Fogo e Gelo - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


Essa história eu tirei da minha conta do Wattpad! Se quiserem me seguir lá o meu nick é "Miloe98" Eu faço histórias por lá e se quiserem eu posso pegar de lá e passar pra cá!

Boa leitura!

Capítulo 1 - Fogo


Fanfic / Fanfiction Fogo e Gelo - Capítulo 1 - Fogo

Numa era medieval havia um mundo aonde tudo pode se tornar realidade, Várias criaturas mitológicas por aí juntos aos humanos. Nesse mundo existia dois tipo de pessoa, Um aventureiro nato, Nunca rebaixa a sua cabeça pra ninguém, Arrogante e destemido. Um príncipe rígido, Educado, Inteligente e Sempre foi cuidadoso com as suas coisas, Quem imaginaria que essas pessoas podiam se misturar e transformar em algo a mais?

Em um mundo enorme e cheio de segredos a muitas coisas para ser descobrir, Aonde Existe uma criatura enorme perigosas e misteriosas.

Dragon.

Dragões : são criaturas presentes na mitologia dos mais diversos povos e civilizações. São representados como animais de grandes dimensões, normalmente de aspecto reptiliano (semelhantes a imensos lagartos ou serpente), muitas vezes com asas, plumas, poderes mágicos ou hálito de fogo. A palavra dragão é originária do termo grego drákōn e é usada para definir grandes serpentes.

Em vários mitos são apresentados literalmente como grandes serpentes, como eram inclusive a maioria dos primeiros dragões mitológicos, e em suas formações quiméricas mais comuns. A variedade de dragões existentes em histórias e mitos é enorme, abrangendo criaturas bem mais diversificadas. Apesar de serem presença comum no folclore de povos tão distantes como chineses ou europeus, os dragões assumem, em cada cultura, uma função e uma simbologia diferentes, podendo ser fontes sobrenaturais de sabedoria e força, ou simplesmente feras destruidoras.

Essas criaturas raras de se encontrar Um simples Aventureiro nato tem uma delas, Um enorme dragão da pele vermelhada da cor de um sangue vivo. Dragão do fogo.
Eles sempre estão juntos nas aventuras perigosas aonde quase foram pro beleléu, "Eijirou" O nome do Dragão que Katsuki Bakugou deu a ele é um dos mais raros de todos, Cada um possuía uma magia, Cultura e aparência diferenciada, Um do país do Fogo, Aonde Eijirou roupa viveu, Pais da água aonde nascem os Dragões aquáticos, Pais das rochas e o pais da floresta. Katsuki sempre orgulhou do seu Dragão sempre o presenteando com grandes carnes saborosas e muito carinho na cabeça.

Carinho? Sim isso mesmo, Eijirou gostava de muito carinho e afeto, Mesmo os seus ancestrais sejam os mais temidos e perigosos, O Dragão enquanto esta com o seu dono parecia um enorme cachorro vermelho, Quando Katsuki não dava muita atenção ele ficava soltando fogo tirando a sua atenção. Bakugou achava aquilo ridículo mas era o seu Dragão, O mais temido entre os caçadores e fofo nas horas vagas.

Katsuki Bakugou sempre foi uma criança como posso dizer, Bem mimada e orgulhosa, Ele sempre tinha coisas que outros não tinham, Se exibindo que possui um carro de madeira enquanto os outros não tinham. Os seus pais não gostavam do que o seu filho se comportava, Em casa vários sermão mas parecia não adiantar, Anos depois Ele decidiu ser um Grande aventureiro e ao seu lado um enorme Dragão.

No fim essa decisão se realizou, Mas os seus pais não estavam contigo no momento de glória do filho, Eles faleceram no momento que a pneumonia estava átona.

°•°•°•°•°°•°•°•°°•°•°•°•°•°°•°•°•••

Agora O Humano e a criatura voavam pelo céu laranjado com alguns tons roxos, Mostrando que estava ficando de noite, O Vento no rosto do aventureiro e os seus lindos cabelos arrepiados igual de um sol lhe deixava mais lindo, As asas vermelhas batendo forte pelas nuvens brancas, Eles estavam voltando pra casa depois de uma aventura bem perigosa atrás de grandes tesouros e joias — Pelo qual conseguiram pegar —, Katsuki estava orgulhoso pela sua vitória gloriosa, Mesmo ter quase morrido pelas armadilhas dos templos.

Eles pousaram em terra firme aonde havia poucas árvores, Longe da tribo, Aonde Eijirou ficava — Pra ele não fazer alguma besteira lá —, Desceu de cima do Dragão pegando as bolsas que estavam presas no Dragão.

Bakugou : Você vai ficar aqui.. * Ordenou o humano vendo o Dragão bufar * Nem vem viu, Da última vez que eu deixei você ir. Você destruiu uma casa.. * Revira os olhos *

O Dragão fica triste.

Bakugou : Não fica assim Dragão idiota.. * Ele se aproxima fazendo carinho no fucinho dele * Eu trago carne pra você!

Os olhos da criatura fica cheio de brilho quando se referiu "Carne". Ele sorri saindo de perto do Dragão, Andou por 11 minutos e finalmente chega na sua aldeia, Que os seus pais deixou — Eles eram Chefes da aldeia e Katsuki seria um herdeiro —, Ao chegar todos lhe olhavam com desprezo e interesse, Bakugou achava aquilo um completa estupidez, Quantas vezes vários pais trouxeram os seus filhos até mim pra eu me interessar? Ai eles poderiam ganhar algo a mais usando os seus filhos? Vivi isso várias vezes. Chego na minha cabana e como sempre estava vazia, Apenas com móveis lindas e luxuosas, Desde dos meus 14 anos eu perdi eles.. Pela ignorância do seu próprio filho. 


Notas Finais


Esperem pro próximo ep!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...