1. Spirit Fanfics >
  2. "Foi o manager?" - Jikook >
  3. Capítulo único!

História "Foi o manager?" - Jikook - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


Olá! Essa fanfic têm o principal intuito de contar um pouco sobre quando o BTS teve um dos seus managers que era abusivo; e a minha vontade é alertar vocês, armys, para sempre tentarem ajudar os meninos! Boa leitura!

Capítulo 1 - Capítulo único!


O dia estava chegando ao fim. Jungkook e Jimin finalmente puderam se deitar, tinha realmente tinha sido longo, e eles estavam bem cansados.

- Não está com calor, mochi? - Jeon perguntou, olhando para o enorme moletom que o loiro usava. Era verão, e como de costume, ele já deveria estar só de cueca a esse ponto.

- Não, querido, eu estou bem assim. - O menor segurou o queixo do outro, levantando sua cabeça e fazendo ele parar de olhar o seu corpo.

- Mas você está suando! - O moreno passa os dedos nas bochechas do companheiro suavemente. Como eram vermelinhas... e também molhadas por causa do suor. - Não é possível!

Jimin deu uma risada forçada, e olhou nos olhos do namorado. Ele não teria coragem de contar que aquilo tinha acontecido de novo, então a desculpa do "estou com calor" teria de 'colar.

- Você é muito fofo quando se preocupa comigo, cookie.

- Não me chama assim, se não eu fico mais apaixonado!

Foi quando Jeon apertou os braços de Park, e ele não impediu de gritar de dor. A parte ainda estava inchada e dolorida, e mesmo que Jungkook não tivesse intenções, tinha sido bem dorido.

- Mochi, o que foi!? - O mais novo logo arregalou os olhos, não pensava que seu gesto poderia machucar seu companheiro. - Eu vou ter que aprender a controlar minha força... Desculpe.

- Não, não foi você... - Jimin finalmente teve coragem e tirou o moletom. Apenas de regata, foi possível ver uma marca roxa em seu braço. - Fiz esse machucado no trabalho, por isso doeu tanto quando apertou.

- E como fez isso? 'Tá muito feio! - O moreno distribuiu uma série de beijinhos pelo mancha.

- Eu caí na escada... - Jimin falou gaguejando. Olhou para o lado e estalou os dedos.

- Jimin, não mente para mim, eu sei que você faz isso quando está mentindo.

- Promete que não vai contar a ninguém? - Jeon balançou a cabeça em confirmação. - E nem ficar com raiva?

- Sim, eu prometo.

- Então...

- Espera 'aí... foi o manager? - O mais novo não demorou para perceber quem seria o culpado.

Jimin não fez nada além de se encolher na cama, desviando de qualquer contato visual. Então o moreno já poderia dizer que isso era um "sim". Franziu o cenho e rapidamente se levantou da cama, furioso.

- Amor, espera! - Park gritou ao ver o mais novo abrir a porta e tentar sair. - Vamos ficar aqui, já vai passar.

- Não, eu prometi que se acontecesse mais uma vez, eu irá falar com o ceo. Eu não vou quebrar minha promessa.

- Não, cookie... - Jimin se levantou e começou a puxar o outro. - Eu me comportei mal, provavelmente se contar, o manager vai ter razão.

- E o que você fez de tão grave para que ele te batesse!? Já faz alguns meses que ele desconta sua raiva na gente, e isso já deveria ter acabado.

- Fica aqui comigo... Eu posso te contar o que aconteceu. Nós precisamos ter calma. - O loiro sentia suas bochechas quentes, provavelmente muito vermelhas.

O moreno desistiu de lutar e finalmente se deitou na cama. Jimin foi para o seu lado, e enquanto fazia cafuné, iniciou a contar sobre o seu dia.

- Na hora do almoço estávamos todos reunidos, e ele até recomendou que nós colocássemos menos quantidade de comida em nossos pratos. Cinco muitos depois dele dizer isso, eu estava com muita sede, então peguei um copo bem grande de coca sem ser diet. Ele me olhou de 'cara feia, mas eu ignorei completamente, e bebi o copo todo.

- Eu vi você beber... e o que ele fez?

- Bom, no final da tarde, Jin pediu para que eu pegasse suas luvas na outra sala. Quando fui lá, o manager estava. Ele me segurou pelo braço, muito forte, e falou que eu teria que escutar. Disse que eu estava engordando que nem uma orca, e que isso era ruim para minha carreira. Eu tentei me soltar, mas ele era muito forte.

Jimin sentiu seus olhos marejarem, e percebeu que estava prestes a chorar. Via-se extremamente fraco por não ter conseguido forças, parecia indefeso, ficou com tanto medo que não conseguiu revidar.

- Oh, meu pequeno, não chora... - O maior o abraçou.

- Você me acha fraco...? - Então Park se soltou, e começou a sentir que as lágrimas estavam escorrendo. - Me senti tão mal por não conseguir me defender...

- Você nunca será fraco, mochi. Mesmo que tenha a aparência de um bebê, é uma das pessoas mais fortes que eu conheço. - Jimin deu um leve sorriso, e JK se viu menos irritado. - Você é muito batalhador, e olha o sucesso que você faz hoje em dia? É maravilhoso!

- Você sempre consegue me acalmar, é impressionante. - Jimin passa a mão no peitoral do parceiro. - Te amo.

- Também te amo.

- Se me ama, promete que não vai contar isso 'pra ninguém?

- Mas, amor, o nosso ceo tem que saber! - O mais novo resmungou.

- Não, não vamos contar... não vão acreditar e ele vai ficar no nosso pé.

Foi quando Taehyung abriu a porta rapidamente, assustando o casal. Ele tinha um enorme sorriso no rosto, e segurava o celular em uma das mãos.

- Não iria cair a mão se batesse na porta! - Disse Jeon, cruzando os braços.

- Não, vocês têm que ver isso. Armys viram um dos vários momentos que nosso manager foi babaca com a gente, elas estão criando uma hashtag para pedir explicações a empresa. Acho que ele se fudeu! - Ele disse, rindo.

- Finalmente a natureza está sendo justa. - Jungkook deu uma risadinha.

- Fico feliz... será menos assustador. - O menor disse, apertando a mão de Jeon. O mais novo o olhou e deu um beijo em sua testa.

- Calma, meu mochi, tudo será resolvido.

###

Depois de algumas semanas, os sete meninos viam o manager arrumar suas tralhas, pronto para nunca mais cruzar as portas da empresa.

Num movimento rápido, ele fez referência aos garotos, enquanto segurava suas bolsas. Alguns tinham um sorrisinho no rosto, enquanto outros olhavam para baixo em sinal de decepção.

- Eu peço desculpas por meu comportamento, espero que vocês tenham um profissional mais qualificado que eu. - Ele voltou a sua postura ereta, se retirando do cômodo.

Então Jeon beijou suavemente a testa de Park, que parecia bem nervoso.

- Finalmente estamos livres, meu amor.


Notas Finais


Armys, sempre tenham seu espírito detetive ativado hehe


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...