História Folded Danger - Capítulo 5


Escrita por: e LaraPark03

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jungkook (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin)
Tags Adrenalina, Bangtan Boys (BTS), Danger, Jimin, Jungkook, Taehyung
Visualizações 1
Palavras 1.783
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Crossover, Drama (Tragédia), Festa, Luta, Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Com Atraso Mas Postei kkkk Gente Não Desista Dessa História Por Favor, nos der uma chance folded danger está sendo muito meu xodozinho...e issooo desculpe pelo o atraso Boa Leitura!!

Capítulo 5 - Primeiro Dia


Fanfic / Fanfiction Folded Danger - Capítulo 5 - Primeiro Dia

Hoje finalmente seria nosso primeiro dia de aula na faculdade. Sinto a ansiedade percorrer todo o meu corpo e principalmente aquele famoso frio na barriga. Não paro de pensar no quanto a faculdade pode ser diferente do ensino médio e em como vou me sair nessa nova vida.

Termino de me arrumar e dou uma olhada no espelho para checar o quão apresentável eu estou, eu uso uma calça jeans no tom azul claro com alguns rasgadinhos, uma camisa branca com as mangas pretas e um tênis branco. Depois de conferir tudo, arrumo minha bolsa e me certifico de que o papel, que contém todas as informações necessárias sobre a faculdade, já esteja dentro. Desço as escadas a procura de meus dois amigos e logo os encontro já arrumados tomando café. Nem para me esperar! Danna usava uma blusa colada preta sem mangas, uma calça jeans com alguns rasgos e tênis branco. Enquanto Tae usava uma camisa branca com uma jaqueta cinza por cima, uma calça jeans clara com sapatos brancos.

– Bom dia amores! – sentei de frente para Danna e Tae que estavam um ao lado do outro.

– Bom dia, meu amor. - estranhei a animação de Tae.

- Bom dia, dorminhoca. – respondeu Danna me olhando e dando um sorriso contido como sempre fazia quando dormíamos uma na casa da outra.

Bom, pelo o menos ela não estava esquisita.

Ri com meus próprios pensamentos bobos e olhei mais uma vez para Taehyung.

- Não liga, não. Ele acordou assim hoje. Já até perguntei o que ele tem, mas segundo o querido, ele está “normal”. – falou minha amiga.

– Enfim... A gente vai se encontrar para almoçarmos juntos na faculdade, não é? – mudei de assunto.

- Claro! Esse foi o combinado. – Tae respondeu.

– Ai, eu estou tão nervosa. Parece que eu vou ter um ataque do coração antes mesmo de chegar à faculdade. – Danna confessou me olhando apreensiva.

– Nem me fale! Acho que nunca fiquei tão ansiosa como estou agora.

– Ah meninas, vai sem legal! Vocês vão ver. – disse o menino com certeza.

- Como você pode ter tanta certeza? E se o pessoal não gostar da gente e a gente começar a ser vistos como alvos de chacota em ascensão? – Danna fitou Tae com os olhos arregalados.

- Fica tranquila, do jeito que vocês são é capaz dos estudantes ficarem com medo de vocês.

- Você está chamando nós duas de feias, Kim Taehyung? – indaguei incrédula com o seu modo de tentar nos fazer ficar mais calmas.

Ótimo jeito Taehyung!

- Não, claro que não. Apesar de eu achar que vocês são duas monstrinhas, os meninos consideram as duas muito bonitas. O que eu estou tentando dizer é que... Do jeito que vocês duas se metem em confusão e não se calam até que sintam que estão “por cima” em uma discussão, podendo até partirem para os tapas, o pessoal vai achar que vocês são loucas e aí vão querer ficar o mais longe possível de vocês. Fim!

- Sua conclusão não faz sentido. – Danna acusou e colocou um pedaço de panqueca na boca.

- Claro que faz!

- Não, não faz. Agora vamos que já está quase no nosso horário. – Danna disse enquanto olhava a hora em seu celular.

- Chama o taxi TaeTae. - pedi. Porém os dois seres começaram a rir da minha pessoa.

Ué, o que eu falei?

– O que foi gente? Por que estão rindo?

– Esqueceu que Tae é burguês safado e saiu ontem para compra um carro novo?

É, eu havia me esquecido. Acontece que os pais de Tae estavam tão animados com a mudança, que deram um carro novo de presente para meu amigo.

- Melhor presente, ele é lindo Lua você tem que ver, a Danna já viu e disse que vai aprender a dirigir que é para andar nele. Você acredita nisso?! Minha preciosidade nas mãos dessa maluca?! – falava ele empolgado.

É impressionante como Tae ganhava as coisas dos pais! Praticamente tudo que Taehyung queria, ele ganhava. Talvez isso se deva ao fato dele ser filho único.

– Você tem sorte. A única coisa que ganhei dos meus pais desde que saí de casa foi “nada de festa Luna”. – brinquei.

Assim que chegamos ao campo, me surpreendo com o tamanho da instituição. Ele era realmente enorme! A universidade era dividida por áreas, todos os departamentos ficavam ao redor do prédio principal, no fundo ficavam os dois campos para esportes e a quadra de basquete, já no final da rua havia os apartamentos dos universitários que usavam programas de bolsas para estudar. Antes de chegar ao prédio principal, cruzávamos com um grande espaço verde, bem aconchegante, onde era possível ver algumas pessoas sentadas conversado. O lugar possuía algumas mesas espalhadas e um pouco mais ao lado podíamos ver o refeitório.

- Tudo bem, eu estou muito assustada com tudo isso. – disse nervosa.

- Eu já disse, vai ficar tudo bem. Nosso ano vai ser memorável! Tchauzinho e boa aula garotas. – falou Tae se afastando de nós duas e indo para o seu departamento.

Danna e eu então nos olhamos e desejamos “boa sorte” uma à outra antes de cada uma seguir seu caminho. Eu caminhava olhando tudo e todos a minha volta, muitos estudantes sorriam para mim, já outros simplesmente me ignoravam, nada de muito novo. Ao chegar aos corredores, retirei meu horário da bolsa e comecei a tentar decifrar aqueles códigos alienígenas.

Será se o Tae e a Danna também estão tão perdidos quanto eu?

- Ai, porque tão complicado, gente? - olhei ao redor. – Calma, acho que me perdi.

Continuei andando a procura de minha sala, tentando seguir as instruções que estavam no papel, até que acabo por me esbarrar em alguém.

Espero que não seja ninguém babaca igual aquele cara do mercado.

– Oh desculpa.

- Sem problemas. – respondeu a garota. Ela possuía cabelos loiros na altura da cintura, uma pele clara e os olhos azuis. Pelo visto ela era estrangeira assim como eu.

- Então... Até qualquer hora. – tentei passar por ela e seguir meu caminho.

- Espera! Você é nova na universidade? – indagou recebendo um aceno positivo meu. – Precisa de ajuda? Eu meio que te vi andando um pouco perdida.

Sorri anasalado.

- Se não for muito incômodo.

- Claro que não! Ah! Que mal educada, onde então meus modos? - a menina riu dela mesma. – Prazer, me chamo Bia. – me estendeu a mão para me cumprimentar. - Qual curso está fazendo?

- Ah sim, meu nome é Luna, estou fazendo fotografia. – me apresento vendo um sorriso satisfeito tomar o rosto da garota.

- Que legal Luna! Você está na mesma classe que a minha, podemos ir juntas se quiser.

- Pode ser. – fico animada agora conheço alguém da turma, pelo menos não vou ficar sozinha a aula inteira.

- E então...? Você veio de onde?

- Eu vim do Brasil. Estou aqui com alguns amigos meus. E você?

- Legal! Eu vim do Canadá, meus amigos e eu viajamos para lá às vezes. Talvez algum dia eu te apresente eles. Na verdade não vai ser tão difícil assim já que eles estão na grande maioria das festas que acontecem por aqui.

- É. Talvez eu te apresente aos meus amigos também.

- Por falar em festa, mais tarde vai acontecer a festa de boas vindas aos novatos. Quem sabe você poderia ir. Vai ser divertido. – então ela tira um papel do bolso e me entrega. – Aqui, esse é o endereço da festa.

- Uii, adoro festas. Vou ver se consigo ir. – falei me lembrando do aviso de meus pais.

Mas eles não estão aqui para saber o que você está fazendo...

Bem lembrado mente. Obrigada.

E lá estava eu; perdida de novo. Eu me encontrava parada enquanto passava minha vista ao redor para ver se encontrava aqueles dois bocós. Me assustei quando vi um par de olhos me encarando de longe. Pensei até que poderia ser Taehyung, mas logo mudei de ideia quando Danna apareceu ao meu lado me assustando outra vez.

- Vem sua lesada. Tá parecendo uma barata tonta, parada aí.

Olhei novamente para o par de olhos estranhos e me surpreendi quando encontrei mais dois. Um deles era de Bia, que quando percebeu que eu olhava de volta sorriu largo e me mandou um tchauzinho. Retribuí seu aceno e segui Danna que mais uma vez estava distraída com seu celular. Não demoramos a chegar onde Taehyung estava.

- E aí! Lua, você estava parecendo uma formiguinha perdida e assustada ali parada no meio do pessoal. – falou Tae assim que me viu.

- Eu não tenho culpa se não estava achando vocês. – respondi emburrada.

- Enfim, como foi à aula de vocês?

- Foi divertido. Eu conheci uma menina chamada Bia. Ela parece até um pouco comigo.

- Ela é sem noção você quer dizer. – Tae rebateu. – E a sua Danna?

- Maravilhoso, tirando a parte de que eu já tenho um “trabalho” para entregar próxima semana.

- Sério? – perguntei surpresa.

- Ãham. Vai ter meio que uma recepção oficial para os novos estudantes próxima semana e o diretor quer que nós nos apresentemos. Pelo o que uma menina que estuda comigo me falou, é comum esses trabalhos serem passados assim, de última hora. Parece que os cursos de dança, de teatro e de música são bastante participativos aqui.

- Ainda bem que eu não escolhi nenhum desses. – falou TaeTae com a boca cheia.

- Vocês sabiam que mais tarde vai ter uma festa de boas vindas para os novatos?

- Sim, eu fui convidado. – Tae disse meio entediado e minha amiga murmurou um “também”.

- Quem chamou vocês?

- Um menino da minha sala.

- Um menino da sala do Taehyung.

- Espera, um menino da sala do Taehyung te chamou para a festa? – Danna balançou a cabeça positivamente. – O que você tava fazendo na sala do Tae?

- Eu não estava na sala do Tae. É que minha aula acabou primeiro, então eu vim me sentar aqui, foi quando eu vi ele vindo enquanto conversava com um garoto, bem bonito por sinal, então ele se sentou com a gente e acabou me convidando para a festa junto com o TaeTae. Nós ficamos conversando até um pouco antes de você estancar ali e eu precisar ir te buscar.

- Hum... Então? Nós vamos, né? – perguntei animada.

- “Nada de festas, S/n”. – minha maravilhosa amiga fez questão de me lembrar.

- Por favooooor TaeTae. – fiz carinha de cachorro pidão.

- Eu vou deixar só por que eu também quero muito ir. Então se comportem e não estraguem minha noite.

- Ele tá pensando em transar com uma garota atirada que ele conheceu hoje. – disse Danna apontando para Taehyung enquanto eu me acabava de rir do modo sincero como ela falou.

- DANNA!


Notas Finais


O que Será que Vai acontecer nessa festa ein? Vocês Tem Sugestões??

Semana que vem tem capítulo novooo não esqueças Folded danger precisa de vocês


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...