História Folhas Do Passado - Capítulo 4


Escrita por:

Postado
Categorias Naruto
Personagens Hashirama Senju, Hiruzen Sarutobi, Itachi Uchiha, Izuna Uchiha, Madara Uchiha, Mito Uzumaki, Naruto Uzumaki, Personagens Originais, Sasuke Uchiha, Shisui Uchiha, Tobirama Senju, Tsunade Senju
Tags Hashimada, Hashiramaxmadara, Madahashi, Romance
Visualizações 32
Palavras 1.309
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Lemon, LGBT, Romance e Novela, Shonen-Ai, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Essa capa de capitulo não tem muito haver com o capitulo, mas achei bonitinha e o Tobirama aparece nesse capitulo então associei tudo isso, não me julguem

Capítulo 4 - Almoço Com Uchiha


Fanfic / Fanfiction Folhas Do Passado - Capítulo 4 - Almoço Com Uchiha

Narrador On

Madara foi até seu carro e o ligou, deu um sorriso e saiu rumo a escola onde Hashirama estava esperando para que eles pudessem almoçar, quando chegou abriu a porta e saiu do veiculo, Hashirama parecia bem pensativo e indeciso, os olhares que eles trocaram foram suficiente para que ambos pudessem sorrir e entrar no carro.

- O que fez? - Perguntou Hashirama enquanto se arrumava e colocava o cinto de segurança calmo. 

Madara sorriu ligando o carro.

- Uns novos contratos e reuniões.. - Respondeu e começou a dirigir. - Mas e você, falou com Sasuke?

Hashirama engoliu seco, mesmo que contra sua vontade, ele havia beijado Sasuke alem de simplesmente conversar, suspirou e disse tentando parecer totalmente verdadeiro.

- Falei sim com ele..

Madara olhou para a rua e seguiu dirigindo, os dois pararam na frente do restaurante, após entrarem e escolherem sua mesa, Madara pegou um dos cardapios e olhou brevemente enquanto pensava.

- O que vão querer para beber? - Perguntou uma moça, a garçonete, os dois se olharam e então sorriram.

- Traga a taça de vinho mais saborosa por favor.

Madara disse e então a moça assentiu e perguntou mais uma coisa.

- E os pratos?

- Me traga seu melhor prato por favor. - Madara disse sorrindo, Hashirama olhou para ele e então Madara sorriu, e voltou a falar. - E para ele também.

Após isso a moça se retirou e deixou eles lá um simples sorriso se formou no rosto de Madara enquanto Hashirama olhava meio indgnado, ambos se encararam até o Senju quebrar o silencio.

- Por que fez isso? - Perguntou enquanto pensava, suas bochechas estavam coradas, um pouco pelo menos. - Pediu coisas caras demais.

Madara apenas deu uma risada baixa e abafada, decidiu não responder, aconteceu que eles continuaram conversando até o vinho chegar, não demorou tanto e logo a eles chegou os dois pratos.

- Vamos comer Hashirama.

Madara pegou seus talheres enquanto olhava o prato, simplesmente maravilhoso, olhou o vinho em sua taça e sorriu, a sua frente Hashirama olhava a comida como um enigma, a verdade era que, mesmo Hashirama sendo o diretor de uma super escola ele era simples e não tinha tanto dinheiro quanto Madara, o Senju vivia simples com dinheiro suficiente para viver e se divertir as vezes, nada tão estravagante.

- Sabe como começar? - Perguntou Madara ao notar que o parceiro estava bem confuso quanto a comida, Hashirama afirmou com a cabeça e bebeu um curto gole do vinho. - Irei ajudar.

Os dois se olharam rapidamente, aquele era um prato simples e complicado ao mesmo tempo, os ingredientes eram basicos, arroz, feijão, algum vegetal cozido especialmente e uma carne que Madara não conseguira identificar, mas tinha certeza de que era de outro país, o modo como o prato fora preparado sim o deixava especial, o chefe era muito bom, o sabor de cada um dos itens estava itensificado na boca de Madara, uma mistura de sabores que o Uchiha amava e que o fazia voltar ali sempre.

- Começe cortando levemente a carne, pedaços curtos para que possa unir tudo no prato.. - Explicou enquanto olhava o maior fazer, olhou e sorriu ao ver fazer corretamente.. - Agora junte os outros em doses pequenas no garfo e leve a boca.

Concluiu, Hashirama olhou aquilo e sorriu, se fosse fazer por si propio iria comer primeiro um pedaço mediano e depois de mastigar iria levar os outros, mas Madara simplificou tudo e fez com que o maior pensasse de forma "diferente".

Os igredientes eram faceis, tudo era bem facil, mas Hashirama ainda temia fazer algo errado ou até mesmo vergonhoso, o Uchiha deu um gole em sua bebida e em mais alguns minutos terminou sua refeição, ele olhou ao companheiro que já estava quase terminando também, os olhares deles se cruzaram e Madara se levantou gentilmente.

- Já volto..

Saiu a caminho de algum lugar que Hashirama não viu, o Senju voltou sua atenção ao prato que comia de forma calma, não podia entender porque tantas duvidas, era até simples a refeição, mas suas duvidas eram sobre o que aconteceria, ele beijou um aluno, o que sairia dali? Claramente Hashirama não queria um relacionamento, esperava que Sasuke entendesse, e Madara? Quais sentimentos ele tinha pelo Uchiha mais velho, eram duvidas que matavam o Senju, decidiu apenas esquecer essas duvidas e terminou sua refeição, um homem veio pegar os pratos, não demorou e Madara veio sorrindo, ele guardou o cartão na carteira e os dois sairam do local.

- Pagou tudo? - Hashirama perguntou e Madara apenas assentiu sorrindo de canto. - Eu podia ajudar também!

Reclamou enquanto caminhavam até o carro, após entrar, Madara dirigiu até a escola, e quando desceram do carro ambos se olharam.

- Quando é a reunião? - Madara perguntou pegando o celular, digitou algo rapido demais para Hashirama acompanhar. - Provavelmente eu virei.

Hashirama após informar o horario entrou e Madara retornou a empresa, mas o resto do dia para ambos fora bem tedioso, Madara pensou se realmente deveria estar fazendo aquilo, mesmo que de pouco em pouco, o subconsiente de Madara estava trazendo com força sentimentos fortes que o Uchiha por enquanto não podia demonstrar, mas era dificil com Hashirama sendo espetacularmente perfeito aos olhos de Madara.

- Esqueça isso.. - Madara disse ao entrar em sua sala e bateu a porta fortemente. - Esqueça esses sentimentos inuteis! Como fez anos atrás.

Sentou em sua mesa e logo viu mais uns papeis de contratos, olhou para os lados e revirou os olhos, bateu forte na mesa e no mesmo instante Itachi abriu a porta olhando seu chefe e tio bem enfurecido.

- Tudo bem?

Madara não respondeu, apenas suspirou e pegou os papeis que estavam em cima da mesa, entregou eles a seu sobrinho e antes de sair da sala disse brevemente.

- Resolva para mim, de forma responsavel, não estou em condições para permanecer aqui, talvez eu te de um aumento ou promoção se fizer isso de forma que eu aprove.

Dito isso, saiu rapidamente e dirigiu até seu apartamento, após entrar caminhou rapidamente pelos corredores, seu cabelo estava desgastado, le não tivera tempo de cuidar nos ultimos dias, sentou em sua cama e percebeu a ausencia de Sayoko até agora, pegou o celular e logo ouviu um pequeno ruido vindo de algum lugar na casa.

- Sayoko? - Perguntou se levantando e então saiu a caminhar, deu de cara com a empregada que estava com um balde em mãos. - Me deu um susto..

Sayoko deu uma risadinha e foi caminhando até a varanda, pelo visto algo havia sujado por ali, lembrou que era para ter passado em varios lugares, mas sua mente simplesmente havia apagado todas suas memorias sobre esses eventos.

Hashirama esperava que Madara viesse a escola, queria conversar mais profissionalmente com ele sobre o aluno rebelde que Sasuke era, o Senju encontrou o mais novo nos corredores e o alertou sobre ser expulso ou suspenso, mas Sasuke ignorou e seguiu caminhando por ai, Hashirama estava sentado agora pensando se valeria a pena Madara sair de seu conforto para perder seu tempo com Sasuke que até então parecia não querer nada com nada, essas ideias formigavam na mente do Senju enquanto ele olhava o relogio, as horas andavam devagar demais e isso estava irritando Hashirama.

- Onde almoçou irmão? - Perguntou enquanto abria a porta o homem de cabelos brancos, Tobirama.

Hashirama olhou para o chão e depois sorriu brevemente.

- Num restaurante.

Hashirama não havia contado a Tobirama que não tinha mais casa ou algo fixo, não contou sobre ir morar com Madara, apenas noticiou sobre a morte de Mito, ele esperava manter o resto em profundo segredo, Tobirama podia ser super protetor e talvez muito ciumento as vezes e Hashirama preferia evitar isso por enquanto.


Notas Finais


Nos vemos no proximo capitulo ou na proxima fanfic, fiquem com deus e beijosss


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...