História Fool's Gold - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Camila Cabello, Fifth Harmony, Harry Styles, One Direction
Personagens Camila Cabello, Harry Styles
Tags Adolescentes, Amor, Camarry, Camila Cabello, Drama, Festas, Harry Styles, Hesmila, One-shot, Romance, Traição
Visualizações 80
Palavras 3.355
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Festa, Ficção Adolescente, Suspense
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


hey yo, vocês se lembram de mim?
eu estive um pouco -muito- sumida por motivos pessoais, mas eu estou de volta vadias!!!

esse one shot eu escrevi baseada na série 13 Reasons Why a um bom tempo, mas so me senti segura para posta-lá agora!! espero que vocês gostem ♡

OLHEM AS NOTAS FINAIS APENAS QUANDO REALMENTE TERMINAREM DE LER, CONTEM SPOILERS!!!

{essa história é totalmente minha, plágio é crime}

Capítulo 1 - One shot - the end of the beginning


Fanfic / Fanfiction Fool's Gold - Capítulo 1 - One shot - the end of the beginning

Quando eu era pequena, minha mãe costumava me contar histórias antes de dormir onde as princesas sempre sofriam no começo, mas no final sempre terminavam com seus príncipes em um belo felizes para sempre. 

Eu cresci pensando que, sim, isso iria acontecer comigo. Que, sim, eu iria um dia sofrer e conhecer um príncipe que me tiraria desse sofrimento. Eu cresci pensando que, sim, eu iria ser amada de verdade. 

As pessoas tem o dom de pensar que o seu amor verdadeiro apenas está andando por aí, e que podem se esbarrar a qualquer instante. E, quando isso acontece, acham que tudo irá ser um conto de fadas. Pensam que terão finalmente seu tão esperado felizes para sempre, em seus castelos cheios de guardas e amor. Eu sou uma dessas pessoas, ou era. 

Isso mudou, Harry, assim que eu te conheci. Mudou assim quando meu olhar se encontrou com o seu naquele clube de campo. Mudou assim que acidentalmente você me acertou com a bola de tênis. Mas será que foi mesmo um acidente? Isso era o que você dizia. Eu nunca me esqueci da sua voz rouca me pedindo desculpas, dos seus olhos verdes esmeraldas me encarando com tanta profundidade, e nunca vou me esquecer do jeito em que você se preocupou com a minha testa que formava um pequeno galo. Droga, Harry. Você me flechou! 

Eram férias de verão, então eu ia todos os dias ao clube com Dinah, minha melhor amiga. E, você sempre estava lá. Sempre estava lá com seu os seus shorts brancos e cabelo preso me deixando impossibilitada de ver o seu tão grande cabelo. Bem mais tratado que o meu, devo confessar. Sempre invejei seu cabelo.

Eu sempre sentava nas mesas perto da quadra de tênis, apenas para ter a possibilidade de ver você jogando, e talvez pedindo mentalmente para que você me acertasse novamente aquela maldita bolinha. 

Você sempre me pegava olhando para você, era vergonhoso. Eu sentia minhas bochechas arder ao ver você me mandar uma piscadela, eu ficava completamente corada. E, após uma partida e bastante suor da sua parte, você veio até mim. Você se sentou na cadeira ao lado da minha, de um jeito largado. E, então, após você puxar um assunto de um modo totalmente desengonçado que me fez rir, conversamos a tarde inteira. Você tinha virado meu amigo. Ou algo a mais que isso. 

13 de abril de 2017 nós tivemos nosso primeiro encontro. Oh, como se esquecer do nosso primeiro encontro? Eu estava tão nervosa, meu amor. Eu me arrumei tão delicadamente e cuidadosamente apenas para você. Eu queria que você me achasse a única menina bonita daquela cidade. Mas isso seria possível? Eu não era a mais bonita daquela cidade. Nunca fui. 

Nosso encontro estava marcado para às 20:00 pm, e eu já estava pronta às 19:00. O nervosismo e a ansiedade corriam por dentro de mim. Era uma adrenalina louca que eu estava sentindo. Minhas mãos estavam formigando, borboletas no meu estômago, eu estava suando frio. E, quando o relógio marcou a hora do nosso encontro, eu fui. 

Dirigi o carro velho de mamãe até o local em que marcamos, uma música qualquer e calma tocava na rádio. E isso me deixava um pouco calma, devo admitir. A cada sinal em que eu passava, meu coração dava um salto de nervosismo. Segundo Dinah, eu teria um ataque cardíaco antes de chegar no encontro. Mas, eu cheguei, sã e salva. A fachada do Monet's nunca esteve tão brilhante como estava nesta noite, as luzes vermelho e azul piscavam, me deixando formar um pequeno sorriso de canto. Eu estava tão feliz. 

Eu adentrei no Monet's em passos largos e ansiosos, ansiosos para ver os seus tão lindos e delicados cachinhos. Rolei o olhar por todo o salão do estabelecimento em busca de você, mas não achei. Eu suspirei, você estava atrasado. Ou eu estava adiantada? Sentei-me em uma mesa próxima ao vidro, estava começando a chover lá fora. As pequenas garoas de chuva começavam a molhar o vidro, fazendo eu me apertar em meu tão quentinho casaco. Estava frio, era em um desses climas em que eu adorava tomar o tão famoso chocolate quente do Monet's. O melhor da cidade, devo admitir. E eu, depois de pedir o meu chocolate quente com bastante chantilly, te esperei enquanto pintava o pequeno livrinho de colorir do Monet's que eu tanto amava. 

10 minutos. 20 minutos. 30 minutos. 1 hora. 1 hora  e meia se passaram e você ainda não tinha chegado, Harry. Eu estava ficando sem esperanças de te ver passando por aquela porta, ficando com o coração apertado. Você tinha me dado um bolo, Harry. No nosso primeiro encontro. Eu estava me sentindo envergonhada. 

A tão gentil garçonete veio pela terceira vez me perguntar se eu estava pronta para finalmente fazer o meu pedido, e eu apenas pedi o meu terceiro chocolate quente daquela noite. Eu ja tinha bebido três chocolates quentes, concluído dois desenhos, e você não atravessou por aquela porta. 

E então, eu fui embora após ficar te esperando por duas horas naquele bendito estabelecimento. Eu estava cansada e satisfeita de tanto tomar chocolate quente enquanto te esperava. Oh, Harry, por quê fizeste isso comigo? Por quê justo eu, Harry? 

O carro estava silencioso, apenas o barulho do trânsito movimentado e os pingos grossos da chuva batendo contra o veículo era possível ser escutado. Eu estava triste. Triste com você, Harry. Mas eu seria capaz de te perdoar por isso, você era tão adorável. Talvez você apenas teve um problema com sua mãe, quem sabe. Eu espero que não tenha sido nada grave. 

Naquela mesma noite, após chegar em casa e tomar um banho relaxante e demorado, eu me peguei pensando em você. Pensando no porquê de você não ter me enviado apenas uma mensagem avisando que não iria poder me encontrar, e eu dormi assim, pensando em você. 

7:00 a.m 

Eu já estava de pé. Estava esperando o ônibus escolar passar naquela manhã do dia 14 de abril enquanto comia uma deliciosa maçã, estava nublado, um tempo perfeito para voltar para a minha quentinha cama e dormir enrolada em minha coberta.

E então o ônibus chegou, e eu logo entrei indo para o meu lugar diário. Os meninos como sempre ficaram cochichando sobre como minha calça estava marcando o meu tão vantajoso  bumbum. Ah, qual é, é apenas um bumbum meninos, não precisava de uma maldita lista para me mostrarem que meu bumbum é um dos melhores do segundo ano. Isso é vergonhoso! 

Me aconcheguei no banco e encarei a janela. Eu estava cansada. Não tinha conseguido dormir direito pensando em você, Harry. Eu estava ansiosa para te ver, eu estava ansiosa para sentir o seu cheirinho. Era minha sorte estudar na mesma escola que você, eu fui privilegiada em poder ver a sua carinha de lerdo nas aulas de Física, e poder te ajudar quando você não entende a matéria.

Após o ônibus estacionar em frente a nossa tão chata e triste escola, sai rapidamente e fui logo em sua busca. Eu tentava ser discreta ao extremo, mas eu queria tanto te ver. Encolhi os ombros assim que Rachel passou por mim, ela tinha espalhado boatos pela escola de que eu sou lésbica. E você não acreditou. Certo, Harry? Eu espero que não. 

Logo em frente estavam Dinah e Candy, as únicas amigas que eu tinha consigo realmente fazer aqui nessa bendita escola. Eu me sentia invisível nessa escola. Será que eles me odeiam? Se sim, o que eu fiz? Elas duas eram realmente as únicas que me acolheram assim que entrei aqui. 

Deixei meus pensamentos de lado e fui logo para a sala de aula junto com minhas únicas amigas. Você não estava na sala, provavelmente estava com os seus amigos populares fazendo coisas de populares. E eu, já estava sentada no meu lugar apenas revisando a matéria, tentando não me lembrar do quão triste e magoada você me deixou. 

Eu ainda não entendo, Harry. Por que você fez aquilo? Quis me iludir? Me usar? Apenas me dê uma explicação, Harry. Eu te esperei, te esperei até o meu ápice. Te esperei até meu estômago for capaz de negar o terceiro copo de chocolate quente.. 

Você não apareceu na aula de inglês, sua carteira estava vazia. Eu acho que estou um pouco preocupada com você. Pedi para a professora para que eu pudesse ir ao banheiro, e assim que ela deixou, sai rapidamente daquela sala. Eu estava procurando pela escola toda, mas ainda não te achei. Até que então, eu vi o seu tão famoso cabelo que eu era tão apaixonada. Oh, o seu cabelo! 

Eu dei alguns passos até você, mas fui interrompida pelos seus amigos brutamontes e algumas líderes de torcidas. Você estava contando algo para eles e rindo, mas eu escutei o meu nome, Harry. O que você estava falando de mim que era tão engraçado? 

                                       -x- 

Essa manhã passou rápida, eu já estava me preparando para ir para casa quando algumas meninas do fundo começaram a rir enquanto me encaravam. Será que eu tinha sujado a minha blusa? Ou a minha calça? Eu não sabia o que era, até aquele momento. 

Tyler Scott, um dos mais populares garotos da escola, apertou minha bunda e falou um nojento e doloroso "Ele te deixou sentada na cadeira, eu deixo você sentada no meu pau". Não, Harry! Me diga, por favor, que você não está brincando comigo. 

Agarrei em meu casaco e sai apressada daquela escola. Você estava perto da entrada, e apenas pegou em um dos meus braços e me puxou. Eu estava com os olhos marejados, Harry. E você percebeu. Mas eu não queria que você percebesse, aliás, a noite anterior não foi tão valiosa para você. Então, eu vou deixar você achar que também não foi para mim. Você apenas me ofereceu uma carona, mas eu neguei. 

Eu só queria ir para casa, sozinha. Naquela manhã quase tarde nublada, eu não queria mais saber da cor dos seus olhos, ou do seu perfume, ou do seu cabelo que eu tanto amo. 

Aquele comentário tão nojento não saia da minha cabeça. Ele era seu amigo, e você deixou ele falar aquilo para mim. 

Por que eu estou me apaixonando por você, Harry? Essa pergunta não saia da minha cabeça. 

Eu só tenho 17 anos, eu não sei o que fazer. Eu não sei como controlar o que eu sinto. Eu só sei que eu me derreto toda vez que eu vejo sua covinha, que eu vejo seu sorriso, que eu vejo você com seu jeitinho bobo e brincalhão, mas seu jeito sério e bravo as vezes. Eu sou tão nova nesse assunto de amor, mas meu coração já foi partido tantas vezes, você é minha última esperança. 

E, como mais uma tarde qualquer, eu fiz minhas tarefas de casa e fui para o meu trabalho de meio período. Trabalhar na biblioteca não era tão chato assim, mas você sempre achou que era. 

                                    -x- 


Estávamos em um novo ano, 2018 tinha reservado coisas boas para a gente. Último ano escolar, tínhamos nos aproximados mais após tudo aquilo e, finalmente, após meses daquele nosso desastroso primeiro encontro, nós estávamos juntos. É, você me pediu em namoro, Harry! Eu sou a garota mais feliz desse mundo, ou era. 

Hoje tinha a festa do Bruce, quer dizer, você já estava lá enquanto eu estava me arrumando. Eu estava, como sempre, tentando ficar o máximo bonita para você. 

Eu estava atrasada, talvez muito atrasada. Indo em direção ao carro da mamãe, eu estava pensando no que você está fazendo agora. Bebendo? Provavelmente. Mas, beba com cuidado, Harry. Era isso que eu deveria ter falado cedo. 

Após dirigir rapidamente, cheguei na casa do Bruce. Foi um sacrifício para achar uma vaga para estacionar o carro, estava lotado! Parecia que metade da cidade estava lá, a casa estava cheia. Sai do carro e andei de forma rápida para a entrada. Alguns meninos, bêbados, já estavam  começando a me tarar. Eu não gostava, e você sabia disso. 

Eu entrei. E procurei você naquela multidão de jovens bêbados e chapados. Mas eu não te achei, então, eu fui pegar um copo de bebida. Por que não? Cerveja nunca foi meu forte, mas acho que hoje eu estava precisando. 

Peguei um copo e fui para o sofá, me sentei e peguei meu celular enviando uma mensagem para você. Metade de mim falava que algo estava errado, que não era para mim estar ali. Mas a outra metade, falava que eu tinha que beber e dançar como se não houvesse amanhã.

A música alta que soava não era um dos meus ritmos favoritos, eu só vim por você, Harry. E você some. Suspirei pesado e me encostei no sofá, dando um grande gole da minha cerveja. 

Encarei minha unha, eu tinha que fazê-la. O esmalte branco já estava saindo, me fazendo criar um lembrete mentalmente para eu pare de roer unhas. Mas era impossível! 

Bufei impaciente e me levantei, indo atrás de você. Após procurar a festa toda, ser apalpada e cantada pela metade dos garotos, eu te encontrei. Você estava com seus amigos trogloditas na banheira de hidromassagem e estava também rodeado das líderes de torcida. Eu me aproximei de vocês, com o meu melhor sorriso, mas meu mundo parou assim que vi você envolvendo outra menina. Envolvendo outra pessoa que não era eu. 

Eu não estava entendendo, Harry. Aquela menina não era eu! Eu estava aqui, logo atrás de você. E então, eu escutei. Vocês estavam falando de mim! Vocês estavam rindo de mim! 

Isso era uma aposta, Harry? Você me apostou? Você apostou o meu amor? 

Não, Harry, não. Por favor, me diga que isso é mentira! Me diga que o que eu ouvi é mentira. 

E, para piorar tudo, você a beijou. Você beijou outra menina na minha frente. Eu era uma aposta para você, Harry! 

Por que, Harry? Por que? Por que você fez isso comigo? POR QUE EU, HARRY? 

Por que você me escolheu para ser a sua aposta? Por que você me escolheu para ser seu brinquedinho? Por que você me escolheu para ser sua diversão quando você estava entediado? 

Você me traia, Harry? Você transava com outras enquanto eu ficava em casa, pensando em você? 

Você ja tinha esse plano desde o dia em que nos conhecemos? Era sua aposta também virar meu amigo? 

O que mais você fez contra mim, Harry? Foi você que vazou a minha foto de lingerie, Harry? Foi? 

Foi você que espalhou que eu transo mal? Foi? ME DIZ, HARRY, FOI VOCÊ? 

ME RESPONDE, HARRY! POR QUÊ EU? POR QUÊ JUSTO EU? POR QUÊ ESCOLHEU ACABAR JUSTO COM O MEU CORAÇÃO QUE É TÃO FRÁGIL E CHEIO DE PROBLEMAS? 

Por que, Harry? Por que eu? 

Você me prometeu o amor eterno, Harry. Você falou que eu era o amor da sua vida. Mas, o que é amor para você? Apenas um beijo? Sexo? Isso é amor para você? Harry, você prometeu ficar do meu lado, sempre. E então, Harry, seus carinhos não significou nada? Suas mãos passeando pela minhas costas nos finais das nossas transas, não significou nada para você? Nossos banhos de banheira cheio de amor e brincadeiras, não significou nada para você? Porquê, para mim, significou tudo. 

Você me usou, Harry. Você é tão baixo a ponto de apostar o meu amor. Oh meu Deus, você apostou o meu AMOR! Eu te amei, Harry. Eu te amei com o meu profundo e sincero coração. Eu te perdoei naquela noite do dia 13 de abril, o dia que você me deixou te esperar durante duas horas. Mas, agora eu entendo os risos daquele dia na escola. Você fez isso de propósito. Você brincou com o meu coração! 

Mas, logo você virou um dos meus maiores problemas, Harry. Você virou o ápice da minha vida inútil e sem nexo aqui. Você me usou e me descartou como se eu fosse uma boneca barata, como se eu fosse um brinquedo. Mas eu era o seu brinquedo

Eu, só te peço para não me esperar mais para abrir a porta da minha casa para você quando sua mãe não deixar você entrar em casa bêbado. Não me espere mais para fazer cafuné no seu cabelo. Não me espere mais para cuidar de você quando você estiver gripado, ou apenas com suas típicas crises de falta de ar que tanto me tirava o sono de preocupação. Não me espere mais para fazer o meu chocolate quente que você jurava que era idêntico ao do Monet's. Não me espere mais para te deixar mensagens de amor todo dia de manhã ou antes de dormir. Não me espere mais, para ser o amor da sua vida assim como você falou que eu era. 

Ah, e não precisa mais guardar o meu lugar na sala de aula. Ou meu lugar na fila para pegar a comida. Ou apenas não me espere mais atrás da quadra como fazíamos todo dia para nos encontrarmos. Eu não vou mais aparecer. 

Não me ligue, não me mande mensagens, e, não apareça na minha casa para perturbar meus parentes. Eu não vou te atender. 

Eu te amei, Harry. Durante todos os dias da minha vida durante esse tempo que estávamos juntos. Mas, você e seus amigos me destruiram todo dia. Todo dia. De uma forma diferente. 

Mas, você fez meu coração parar. 

Eu só quero te dizer uma última coisa. Eu te amo, Harry Styles. Eu te amo a ponto de ser capaz de me mudar por você. Por não aguentar mais você brincando comigo ou com quem eu sou. Eu te amo, Harry Styles. Profundamente, intensamente e sinceramente. Eu te amo. Você não foi meu primeiro, mas fui meu último. Eu não vou jogar toda a responsabilidade da minha decisão em cima de você, a escola é responsável. Você apenas deu um empurrão, Harry. Logo você. Um dia, eu te disse que você era meu príncipe encantado, mas você me falou que eu era infantil por pensar assim e que não acreditava nessas coisas. Agora eu acho que entendo, Harry. Mas, não faz mal. Juro, não faz mal! 

Eu preciso de uma nova vida, uma vida longe de você e do seu fodido sorriso tão perfeito que poderia com toda certeza me fazer te perdoar por ter brincado comigo. Com esse olhar tão profundo e hipnotizantes. Mas, eu vou seguir em frente longe de você, longe do seu perfume e dos seus braços grandes que se encaixavam perfeitamente em minha cintura. 

Um novo começo. Longe de você e dessa escola que tanto me causou noites em claro chorando, e você sabe todos os motivos e deixou acontecer. Você fazia parte desses motivos, e eu não sabia. 

Eu só quero, Harry, que você saiba que você é o meu amor. Você é a pessoa que eu mais amo nessa vida, quer dizer, amava nessa vida. Você é tão maravilhoso, delicado, um anjo.. Bom, essa foi minha primeira impressão sobre você, mas você massacrou meu coração. Mas eu não te culpo. A culpada foi eu em acreditar que um dia um garoto como você poderia se apaixonar por uma garota como eu. Uma garota problemática como eu. 

Mas, Harry, me desculpa. Me desculpa por todos os momentos em que eu te coloquei em primeiro lugar na minha vida. Me desculpa pelos momentos em que eu fiz mais por você do que por mim. Me desculpa pelos momentos em que eu te defendi mesmo sabendo que estava errado. Me desculpa por querer cuidar de você todos os dias da minha vida. Me desculpa por amar você. 

Só não se esqueça das nossas noites no Monet's tomando chocolate quente, só não se esqueça dos nossos passeios noturnos quando você tinha insônia, só não se esqueça do dia em que você acertou a bendita bolinha de tênis na minha testa. 

Mas, eu só te peço, Harry, pela última vez, que você não acerte mais nenhuma bolinha em alguma menina assim como fez comigo. 

Eu quero ser a única. 
           Ou eu espero ser. 

Com amor, Camila Cabello.


Notas Finais


HEY YOO, o que acharam???

Para os lerdinhos que não entenderam o final, A CAMILA SE MUDOU!! Ela não se matou, ok galerous?? Ela apenas decidiu se mudar e tentar recomeçar uma nova vida longe das pessoas que faziam ela se sentir mal!!

Quem sabe isso não se transforme em fanfic? Só depende de vocês!!!

Não esqueçam do deixar o comentário de vocês falando o que acharam, isso é MUITO importante!!! Amo vocês ♡


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...