História For a Second - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jungkook (Jungkook), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin)
Visualizações 6
Palavras 3.227
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Lemon, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


⚠️ Atenção ! Capito mais de 18 🔞

Capítulo 1 - Capítulo : I


- Por quê diabos  eu concordei em sair da minha casa , minha maravilhosa casa e vim aqui com você em ? - Yoongi reclamou quando estávamos próximos a editora em que meu pai trabalha , me fazendo revirar os olhos pela décima quarta vez.

- Porque você é meu melhor amigo e também por que está me devendo um favor  que eu te fiz na semana passada! -Bufei já sem paciência alguma , parando em  frente ao estabelecimento.

- Há não Jimin ! Só pedi para você conseguir o número do garoto lá , nada demais . - O vejo cruzar seus braços , me olhando cínico.

- Nada de mais - Fiz uma voz estranha apenas para o imitar, o que resultou em um tapa  forte sendo depositado em meu braço. - Min Yoongi ! Quer morrer jovem é ? - Falo já irritado passando minha mão pelo lugar que estava doendo afim de aliviar um pouco a dor.

- Jimin só vai logo buscar sua irmã e pegar o dinheiro com seu pai ! - Não deu nem tempo de reclamar de algo pois Yoongi já foi logo me arrastando para dentro do estabelecimento feito um louco , parecendo que sua vida estava dependendo  daquilo.

- Já estou indo garoto abusado ! - Reclamei e arrumei minha roupa antes de caminhar até  Chung Ha , a recepcionista da editora .

Eu e Yoongi somos amigos desde que nos entendiamos por gente , Yoongi era meu vizinho e frequentemente dormia em minha casa já que sua mãe tinha que fazer plantões no hospital  . Quando tinha 7 anos de idade , tive minha primeira briga por influência do Yoongi , nada grave , apenas quase perdi meus dentes por não saber como me defender e desse dia então ninguém ousa mexer comigo , se não  terá que lidar com a ira de Min Yoongi . Ele vira outra pessoa quando está irritado.

- Boa tarde Jimin - Chung Ha falou assim que eu já estava próximo o suficiente da bancada . - Em que posso lhe ajudar desta vez ? - A loira pergunta sorrindo , sabendo que vinha aqui sempre com frequência e sempre pelo mesmo motivo.

- O de sempre . - Falei em um tom brincalhão e a loira apenas sorrio novamente enquanto balançava a cabeça positivamente , como se a ideia  que estava cogitando em sua cabeça sobre minha visita estivesse certa.

- Quer que eu avise seu pai ? - Neguei rapidamente antes de deixá-la pegar o telefone fixo .

- Não precisa , estou com muita pressa - Indiquei com a cabeça para o rumo da saida em um modo discreto , podendo ver Yoongi ,o motivo de toda minha pressa , este que  estava me esperando parado ali enquanto mexia no celular . -  e ele demorava dois anos para atender . - Finalizei .

- Certo . - Ela disse e apontou para o elevador , gesticulando em um simples movimento com as mãos indicando para ir logo . - vá  rápido , entre antes que outra pessoa entre junto. Aproveita que  agora está vazio . - Falou se referindo ao elevador.

Apenas sorrio e caminho rumo ao elevador sem excitar em entrar logo no mesmo . Em um movimento rápido , apertei o botão para a porta se fechar e assim que esta fechou , apertei o outro botam do painel ,  que indicava o 7° andar .

Enquanto esperava o elevador parar , olhei para  meu reflexo um pouco embaçado na parede de metal do elevador , vendo que a calça preta que estou vestindo está mesmo bem justa em mim , marcando bastante minhas nádegas e coxas.

- Gostoso - Falo para mim mesmo e acabo rindo, porém tendo minha  ação interrompida quando o elevador para e a porta dele se abre , mostrando que já estava onde queria .

Andei pelo pequeno corredor um pouco movimentado , murmurando  um bom dia para algumas pessoas que passavam por mim com as mãos cheias de papéis , escutando um bom dia Jiminie como resposta .

Andei mais um pouco e logo parei assim que já estava de frente a porta da sala em que meu pai  . Do lado de fora , pude escutar alguma palavras , porém estava difícil de realmente entende- las  já que saiam em um tom de voz baixo.

Meu pai deve está em reunião . Pensei .

Mesmo que , já sabendo que era a maior falta de respeito entrar na sala de alguém sem bater na porta ou ser chamado , abri a porta de uma vez , podendo ver que toda atenção ali estava voltada a mim e uma delas me deu medo Muito medo.  Sendo ela  a  do meu pai. Ele me olhava com seu cenho franzido , um olhar  sério pronto para me dá uma broca , e daria de estivéssemos a sós ali . 

- Jimin isso são modos ? - Ele fala e pude perceber que ele  estava  irritado pelo tom de voz que usou   .

- Desculpa pai... -  Pingarregei com minha cabeça baixa ,  arrependido pelo meu ato  .- Eu vim ... Buscar Jihyo e pegar o dinheiro . - Mesmo não o olhando , pude perceber que ele suspirou , e quando o olhei , ele estava com a postura mais relaxada , com suas costas encostada na cadeira.

Meu pai não é uma pessoa rude comigo , pelo contrário  . Ele é um amor de pessoa tanto comigo quanto com Jihyo , sempre nos ajudou no que precisávamos e sempre foi muito presente em nossas vidas , mesmo que ele passa mais da metade do tempo no escritório na editora .

Caminhei até o mais velho assim que ele me chamou e parei em seu lado , o vendo tirar uma boa quantia em dinheiro dentro de sua carteira  , em seguida colocando em minha mão .

- Compre um vestido para Jihyo usar hoje a noite e compre uma roupa para você também.  - Começou a falar e eu apenas assenti com a cabeça mormurando um sim senhor . - Se Yoongi quiser ,compre uma roupa  para ele também . Hoje quero velos mais lindo do que já são.

- Sim pai. - Sorrio e o vejo sorrir também, deixando um selar em minha testa .

- Não demore , as sete e meia os quero aqui comigo. - Avisou.

- Estarei .

Fui até o canto da sala e peguei na mãozinha se Jihyo , fazendo a mesma se levantar e vim até mim . Olhei para meu pai e desviei meu olhar para seus convidados , analisando  cada um deles.

Um estava com  seus cabelos tingindo de rosa já desgastado e é  alto  , seu rosto é  realmente bonito e seus lábios cheios iguais aos meus , ele está vestido com um terno azul escuro , com uma camiseta branca pouco visível , por dentro . O outro é  moreno , alto com suas cabelos  um pouco grande e negros caídos sobre sua testa  , combinando exatamente com suas órbitas negras e intensa . Muito intensa. Ele está usando um terno parecido com o de cabelo rosa , porém o seu é de uma cor mais escura , semelhante ao preto ,  dando para marcar bastante seus braços fortes . Ali estava mais um também , ele é alto igual aos outros , seus cabelos eram de uma cor mais diferente, um mesclado de azul e roxo , seu terno estava esbanjando bastante luxúria com  detalhes prateados em alguns lugares .

Acabei corando quanto percebi que estava olhando tento demais  para os três, corando mais ainda quando um deles percebeu minha atenção , o  moreno.  Ele também me olhava porém não sabia decifrar seu olhar já que sua órbitas negras não demostrava reação alguma . Ele apenas me olhava.

- Pai eu já vou indo . - Falei assim que consegui desviar meu olhar do moreno podendo olhar para o mais velho enquanto ele me olhava confuso , por passar tempo sinais olhando para um desconhecido da minha parte é claro.

- Tudo bem , até mais . - Respondeu .

Sai da sala tropicando em minhas próprias pernas  , escutando risadinhas vindo de Jihyo uma vez ou outra. Não demorou para ir de encontro a Yoongi , ele que apenas me olhou , pronto para reclamar e querer saber o motivo de toda minha demora.

Saímos de frente da editora e começamos a andar  , desta vez indo para o shopping comprar alguma roupa para usar hoje a noite para celebrar  o réveillon , que vamos comemorar na editora . Durante o trajeto ,  contei a Yoongi o que havia acontecido na sala do meu pai , falando o quanto estava intrigado porém curioso por conta do moreno que me olhava tão intensamente . Yoongi apenas ficou murmurando frases como hétero de Taubaté , tá apaixonado por um desconhecido e a que me deu mais medo. Vou te ajudar nessa.

Estava com medo porém bastante curioso sobre o que Yoongi estava pensando em fazer . Ele é uma caixa de surpresa e pelo o que eu o conheço , ele será capaz de fazer de tudo  para conseguir o que quer. Ele sempre consegue. 

Assim que compramos todas as roupa e depois de insistir muito  Yoongi e fazê-lo comprar uma roupa também, voltemos para nossa casa para assim então podermos nós arrumar.  Não dava muito tempo para comer algo , então decidimos que comeriamos na festa mesmo já que comida era uma das coisas que mais tinha ali , além das  bebidas .

[...]

- Estou com sede !  . - Falei mais  alto  que o nornal , por conta da música alta que tocava e preenchia todo o ambiente ao som de thank u, next .

- Vamos procurar algo para beber . Vai que encontramos seu crush ! - Me respondeu no mesmo tom , mais antes que eu o   respondo  , ele me puxa enquanto tentava desviar de algumas pessoas que estavam dançando .

Yoongi me levou para um lugar que de calmo não tinha nada , a mesa de bebidas estava lotadas com alguns homens já muito bêbados e outros que estavam quase lá . Peguei um copo de plástico e fui onde estava os refrigerantes já que os  leites de banana que havia pedido para meu pai já tinham acabados .

Depositei um pouco do refrigerante de limão e antes de eu o tomasse de uma vez , Yoongi puxou o copo de minha mão , falando alguma coisa do tipo para mim ir ao banheiro , talvez . Virei um pouco meu corpo afim de olhar melhor para aquele corredor  que ia diretamente para o banheiro , porém nada ali estava me chamando atenção . O corredor estava praticamente vazio se não fosse algumas pessoas quase se comendo enquanto se beijava , então apenas dei de ombros e voltei a olhar para frente , encarando o azulado de novo.

- Não vi nada ali  .- Gritei e o olhei sério mais ele não disse nada , apenas ficou me olhando como estivesse esperando algo acontecer , até que entregou meu copo novamente. 

Medo.

Encostei minhas costas na parede e Yoongi fez o mesmo . Levei um pouco do refrigerante de limão até minha boca e tomei um pouco do líquido que , por estranho que pareça, não estava com um gosto normal. Talvez por ter ficado tanto tempo fora do frigobar . 

Tomei todo o refrigerante que estava no copo e de certa forma me deu uma vontade de dançar , e teria feito isso se não fosse o calor que comecei a sentir derrepente pelo meu corpo , chegando até me arrepiar .

- Yoongi o que você colocou na minha bebida ?! -  Desta vez eu  gritei alto , tanto que pode ver alguns olhares sobre nós dois , mais não demorou  para estes serem  desviados novamente. 

- Eu te falei que iria te ajudar não falei ? - Ele me olha e sem aproxima mais de mim , apenas para dizer em meu ouvido .  - Coloquei apenas um pouco de Viagra , nada vai te prejudicar apenas vai te fazer ter uma vontade imensa de transar .

Eu definitivamente vou mata-lo .

- Você o quê?! - Puxei um pouco minha gravata por conta do calor em meu corpo que estava sentindo , afim de acalmar um pouco a tensão,  porém não estava ajudando em nada .

- Hey se acalma . - Direcionou de olhar para o corredor que levava até o banheiro , e eu olhei junto.  - Acho melhor você ir no banheiro . - Sorrio sacana .

- Você me paga Min Yoongi !  - Falei antes de correr o lançando um olhar mortal .

Sai correndo tentando não esbarrar em algumas pessoas que estavam na frente e me olhavam como se eu fosse a maior atração da noite.  Estava me segurando para não tirar minha roupa ali em público de uma vez pois os resultados não seria nada legais . Após chegar no banheiro , tirei minha gravata e comecei a dezabutuar  minha camiseta social , já deixando  boa parte do meu peito exposta , mais parei meu ato quando percebi que não estava sozinho ali .

- Merda . - Murmurei baixo e comecei a abutuar minha camiseta novamente , até que senti uma mão em cima da minha , parando totalmente meu ato.

- Algum problema anjo ? - Pude ouvir uma voz grossa , causando arrepios em lugares que nem eu mesmo imaginava que dava para arrepiar-ce .

- Sim - Falei desesperadamente sem perceber e virei meu corpo para ver quem estava atrás de mim , arregalando os olhos quando pude ver com mais clareza seu rosto. -  Não ! Não estou com problemas.  - Falei rápido , forçando um sorriso enquanto me preparava   para sair correndo .

- Não é isso que estou vendo . - Apontou para minha calça , onde já podia ver uma bela ereção marcada pelo tecido preto. Corei rapidamente , querendo morrer neste momento. - Hey não tem problema - Ousou falar em um tom mais calmo , o que suou ainda mais sexy . - Eu posso te ajudar , isto é... Se quiser minha ajuda. 

A única coisa que eu quero agora é acabar com o calor que estou sentindo .

Ainda corado não o respondi . Não é que eu não queria o responder , pelo contrário , porém as palavras simplesmente fugiram da minha boca . - Tomou algo que não devia ? - Perguntou. 

- M-me ajuda por favor ! - Pedi já não aguentando mais essa sensação dentro de mim .

- Apenas dê três batidas em meu braço se quiser que eu pare ok ? - Assenti violentamente com a cabeça. 

Foi questão de segundos  até sentir seus lábios tocarem os meus e ficamos assim por mais  alguns segundos , até eu acostumar com a ideia do que estava preste acontecer , mais preferi não pensar muito nisso e apenas resolvi seder  ao  beijo, deixando minha vergonha um pouco de lado. Abri um pouco minha boca , mais foi o bastante para sentir sua língua quente entrar em contato com a minha dando início ao um beijo nessecitado  .

Senti suas mãos em minha cintura , deixando um aperto ali me fazendo gemer desesperado por mais daquele toque , o que não foi negado pois mais um aperto foi deixado . Ainda com suas mãos em minha cintura , ele me levantou e me fez sentar sobre a pia gelada , sendo ágeu em dezabutuar novamente minha camiseta , deslizando o tecido lentamente pelo meus ombros até jogalo no chão.

- S-senhor - Tive dificuldade de chamá-lo por conta da falta de ar que estava tendo .

- Quer que eu pare ? - Perguntou me olhando preocupado ,com medo de está fazendo algo de errado . Mais eu apenas neguei com a cabeça , o que foi mais que preciso para fazê-lo voltar ao que estava fazendo ,  mais desta vez ele passou a beijar meu pescoço , deixando uma mordida fraca ali , me fazendo gemer novamente .

Passou a beijar  minha clavícula , descendo seu beijo pelo meu peito até parar de frente a um dos meus mamilos , prencionando seu polegar ali . Gemer era a única coisa que eu sabia fazer , mais tentei o tempo todo me conter , pois sabia que não estávamos sozinhos e que a qualquer momento alguém poeira entrar . O que me fez lembrar que a porta estava aberta.

Rapidamente o afastei e ele me olhou sem entender minha atitude repentina. - A porta . -  Avisei.  

O acompanhei com o olhar até a porta e  escutei está sendo fechada , logo pude ver sua imagem novamente com os cabelos um pouco bagunçado por eu ter os puxados , diferente de antes já que ele estava com o cabelo perfeitamente alinhado .

Nada foi dito então ele caminhou novamente até mim , ficando entre minhas pernas.  - Lembre-se , se quiser parar me avisa .

- Tudo bem .

Olhei para suas mãos ágeis que estavam abrindo o zíper da minha calça , me deixando nervoso e ansioso pelo que viria a seguir . Ele voltou a me beijar , enquanto tirava minha calça por completo , me deixando apenas de box . Soltei um gemido manhoso no beijo , quando ele finalmente colocou sua mão dentro da minha box , passando a massagear meu falo duro .

Após deixar de beijar minha boca ,  ele passou a beijar todo meu torço , até que senti sua língua quente em contato com meu mamilo, o chupando e mordiscando , me trazendo mais e mais prazer . Suas mãos eram rápidas em me estimular , mesmo  com o tecido da box atrapalhando um pouco ,  mais soube o motivo de não querer tirar o tecido de uma vez  , ele não queria me que me sentisse muito exposto .

Senti meu corpo tremer em suas mãos, me alertando que meu orgasmo  estava próximo e com isso , tentei afastar sua mão do meu pênis, mais isso só gerou uma tentativa falha. Mesmo sabendo que não demoraria gozar ele permaneceu com sua mão em meu pau, passando a me estimular com mais rapidez . Senti meu corpo tremer novamente e o líquido quente sair do meu pau , sujando minha box e sua mão.

- Desculpa - Pedi ofegante .

Ele não me respondeu , apenas beijou novamente meus lábios  .Um beijo  mais calmo . Depois tirou sua própria camiseta e a molhou um pouco , limpando o gozo que escorria pela minha perna .

- Acho melhor você ir - Falou pegando minha roupa que estava no chão e caminhou novamente até mim , passando a me vestir .

- Sim... - Falei baixo , ainda um pouco ofegante . - Qual seu nome ? - Pergunto .

- Jeon Jungkook , Anjo . - Respondeu com um sorriso sacana no rosto . Agora vá , devem está te procurando. - Assenti com a cabeça e com sua ajuda , desci da pia .

Após abrir a porta , sai andando tentando disfarçar um pouco meu estado . Passei a procurar  Yoongi mais eu não estava o achando em lugar nem um então resolvi sentar em uma mesa vazia , até que encontrei novamente aquele par de olhos negros de olhando de longe .

Que noite intensa .

Peguei meu celular e antes de desbloquia-lo , vi que já estava marcando meia noite e pude ouvir gritaria e os fogos de artifício . Olhei novamente para a frente encontrando Jungkook parado no mesmo lugar , ele sussurrou um Feliz ano novo  , e eu fiz o mesmo


Notas Finais


Voltei com mais uma fic para  vocês . Está fic será totalmente ligada ao BDSM e ao decorrer da história irei explica-los sobre tal filosofia.
Perdoem qualquer erro de digitação e até a próxima . 


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...