1. Spirit Fanfics >
  2. For Keeps? >
  3. Rodovia 13

História For Keeps? - Capítulo 13


Escrita por:


Capítulo 13 - Rodovia 13


Edward acordou e estranhou a cama. Era bem menor que a dele. Ele sentiu o corpo pesar a cada instante que ficava mais desperto. Olhou ao redor e ficou confuso e depois ouviu um barulho na máquina ao lado, seu coração estava acelerado ao lembrar que estava num hospital e, o pior, o motivo de estar ali. Notou uma cama vazia ao lado da dele e viu sombras embaixo da porta de entrada.

O enfermeiro entrou no quarto e logo chamou o médico. Edward escutou muita coisa, mas não estava atento o suficiente para tentar entender a gravidade de seus ferimentos, o tempo de recuperação ou qualquer outra coisa que seja.

- Minha esposa. – Ele sussurrou cansado.

- Qual é o nome dela, senhor Cullen?

- Isabella. Meu filho é o Antony, ele estava lá também.

- Posso adiantar que seu filho está bem, não sofreu o impacto da batida e.… ele está bem. – O médico olhava a tela do tablet e tentava encontrar informações sobre a mulher, tentou reagir o mais profissional possível. – Sua esposa está em cirurgia, ela bateu a cabeça na janela e em breve teremos mais notícias.

- O outro carro... o outro carro veio rápido, pode dizer se a outra pessoa...

- A mulher no volante faleceu depois de atravessar o para-brisa. – Edward fechou os olhos e agradeceu por não esquecer de checar se todos usavam o cinto antes de ligar o carro. Ele sempre faz isso.

- Pode chamar meu irmão? Eu quero ver meu filho, por favor.

- Certo, vamos fazer um checkup antes, depois estará liberado para as visitas.

 

Edward olhou para o teto e ficou encarando ele por todo tempo de exames. Sua perna estava imobilizada e tinha passado por duas cirurgias desde a sua chegada, a dois dias. Ficaria com ela assim por alguns meses e faria fisioterapia assim que fosse liberado. Não perguntou mais sobre Bella, tinha medo de receber alguma notícia ruim. Passou aquele tempo todo com uma dor no peito, uma sensação que só passaria depois que estivesse com a família completa perto dele.

Mais tarde, Emmett entrou no quarto do irmão e o abraçou levemente, com medo de exceder a força. Era acostumado a dar abraços de urso. Rosalie entrou logo depois e tinha o bebê loirinho nos braços. Edward estava sentado e esperou ele ser passado para os seus braços. O menino, quando reconheceu o pai, sorriu e deitou a cabeça no peito dele. Os olhos do rapaz se encheram de lágrimas.

- Oi, o papai sentiu saudades. – Ele beijou a cabecinha de Tony e então notou a ferida perto do olho dele.

- O vidro estilhaçou. Você e ...a Bella estão mais machucados. Ele está bem, isso é o que importa. Mas sente a falta de vocês.

- Minha mãe já veio?

- Não, ela chega hoje à noite. Seu pai passou mal quando soube de vocês e ela estava esperando que ele recebesse alta antes de viajar para cá. Ele queria vir também e a fez esperar.

- Ele está bem?

- A pressão subiu. – Emm respondeu. – Ou a crise de consciência foi pesada demais.

- Emm! Não fale assim, é do seu pai que estamos falando.

- Sim, mas não estou falando nenhuma mentira, estou? – Eles escutaram o suspiro de Edward. Ele estava chorando agarrado ao menino. Emmett grunhiu. O irmão estava cheio de dor e ele ali enchendo a cabeça dele com os problemas. – Me desculpe, Edward.

- Não, tudo bem. Eu só estou preocupado com ela, com a Bella.

- Não teve notícias dela?

- Eu perguntei dela, mas depois não quis saber. Eu tenho medo do que eles podem dizer. – Ele limpou as lágrimas e Tony choramingou. – Ele está com fome.

- Trouxe a mamadeira para ele. Quer fazer isso? – Rose perguntou mexendo na bolsa de Antony.

- Sim, por favor. – Tudo que ele mais queria era segurar seu menino por mais tempo. E Bella. Ele queria a esposa ali.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...