História For You - Capítulo 30


Escrita por:

Postado
Categorias Demi Lovato, Miley Cyrus
Personagens Demi Lovato, Miley Cyrus
Tags Demi Lovato, Diley, Dileyg!p, Miley Cyrus
Visualizações 309
Palavras 1.680
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, LGBT, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


E vamos lá 2/3

Capítulo 30 - Chapter Twenty Nine


Já era onze horas da noite e Demi andava de um lado para o outro em sua sala de forma preocupada, pois até agora Miley não tinha dado nenhum sinal de vida.

- Porque não foi ao apartamento dela? – Selena que tinha ido pegar um copo de água para amiga para ver se a acalmava falou.

Demi estava tão nervosa que tinha ligado para Selena ir até sua casa até porque Selena era a única que sabia sobre tudo o que Miley podia estar envolvida e Demi não queria alarmar mais ninguém por enquanto.

- Eu ligue para o telefone residencial e ninguém atendeu então acho que ela não está lá. – Demi suspirou.

- Ela não disse que ia chegar bem tarde porque causa que tinha compromissos com o empresário dela? – Selena perguntava tudo calmamente para não deixar a amiga mais nervosa do que já estava.

- Sel ela saiu de casa era de manhã e se tivesse com ele a mesma me avisaria, mas ela não respondeu minhas mensagens e nem atendeu o celular.

Selena ficou quieta enquanto pensava nas possibilidades do que poderia ter acontecido com a amiga.

- Você acha que ela pode estar sei lá em algum lugar usando algo? – Selena perguntou cautelosa.

- Eu não sei Sel. – Demi suspirou. – Deus onde ela se enfiou?

- Quer saber vamos no apartamento dela agora! – Selena pegou sua bolsa e a chave do carro.

Demi apenas assentiu com a cabeça, pegou seu celular e fechou a casa para em seguida entrar no carro da amiga. As duas levaram cerca de vinte minutos para chegarem no apartamento da loira.

Como o porteio já conhecia as duas ele as liberou sem interfonar para o apartamento quando chegaram no mesmo Demi abriu a porta com sua chave e entrou.

Tudo estava silencioso e em seu devido lugar pelo menos no andar debaixo foi quando Demi viu a mochila de Miley no sofá.

- Ela esteve aqui ou está! – Demi indicou a mochila.

- Vamos subir! – Selena falou séria.

As duas morenas praticamente correram para o andar de cima e quando chegaram na porta do quarto da loira tentaram abrir, mas a mesma estava trancada.

- Miley! – Demi chamou séria enquanto batia na porta.

- Ela só pode estar aqui dentro. – Selena falou séria e socou a porta também.

- MILEY ABRE ESSA PORTA. – Demi gritou e bateu mais forte na porta.

Elas ficaram por pelo menos uns cinco minutos batendo na porta quando escutaram o barulho da trinca da porta sendo destrancada e a porta sendo aberta.

Miley se fez presente diante da porta e a mesma estava apenas de top e cueca sua cara estava péssima, seus cabelos bagunçados e seus olhos vermelhos sem contar o cheiro de álcool que vinha da mesma.

As duas morenas entraram no quarto e viram os lençóis revirados, roupas jogadas e duas garrafas de vodca no chão vazias por sorte antes de apagar Miley desligou o som e se livrou do saquinho de cocaína vazio.

- O que foi que aconteceu aqui? – Demi perguntou séria.

- Deus Dems quer falar baixo? – Miley pediu com a voz meio falhada.

- Falar baixo? – Demi perguntou rindo debochada. – Eu passei o dia inteiro atrás de você e você sequer me respondeu.

- Como pode ver eu estava aqui e não aprontando algo por aí como deve estar pensando. – Miley devolveu no mesmo deboche.

- Miley! – Selena a reprendeu.

- Eu não estou insinuando nada! – Demi revidou nervosa.

- Gente por favor não briguem vocês mal começaram a namorar. – Selena estava nervosa por ver as amigas entrando em atrito.

- Sel pode nos deixar a sós? – Demi pediu com carinho para a amiga.

- Estarei lá embaixo se precisarem de algo me chamem. – Selena falou séria e saiu do quarto.

- Onde esteve? – Demi perguntou por incrível que pareça calma.

- Eu fui ver o meu empresário e vim para cá. – Miley falou séria enquanto pegava sua calça do chão e a vestia.

Demi passou os olhos no quarto novamente e parou seus olhos sobre as garrafas de vodca vazias e assim como o olhar da morena o da loira também parou nas garrafas.

- Porque você...

- Porque eu precisava extravasar. – Miley respondeu, pois já sabia a pergunta. – Eu bebi porque eu queria relaxar.

- Foi por isso que não me atendeu? – Demi se aproximou da namorada que se afastou e passou a andar no quarto enquanto soltava suspiros.

- Sim, eu não te atendi porque passei a tarde toda bebendo. – Miley falava normalmente sem se importar no que aquilo acarretaria.

Claro que Miley ainda estava no efeito do álcool o que não poderia ser dito da droga, mas por sorte não era o efeito de embriagues então ela sabia o que falava só não tinha papas na língua por isso admitia tudo facilmente.

- Porque fez isso? – Demi perguntou séria. – Que eu sabia tudo estava bem não tinha motivos para você beber desse jeito.

- E agora precisa de dia para beber Demi? – Miley perguntou sem paciência.

- Eu não vou ter uma conversa com você desse jeito. – Demi negou com a cabeça e decidiu sair do quarto, mas Miley a segurou pelo braço.

- Desculpe está bem? Eu não queria ser grossa. – Miley suspirou.

- Se você não sabe somos um casal e casais compartilham seus problemas agora se você não queria isso porque me pediu em namoro? – Demi perguntou tranquilamente porque ela realmente não queria brigar.

- Desculpe Dems. – Miley acariciou o rosto da morena. – E eu te pedi em namoro porque eu te amo.

- Eu também te amo Miley, mas eu disse para você que a quero por inteira. – Demi acariciou a mão da loira que estava em seu rosto. – E para isso você tem que se abrir comigo.

- Eu bebi porque eu precisava extravasar como eu disse. – Miley soltou o rosto da morena. – E eu precisava extravasar porque eu não consigo aceitar que você vai voltar para a turnê onde vai ficar longe de mim e ficar com a Kehlani.

- Então é isso? – Demi se virou na direção da namorada. – Miley você tem que entender que esse é o meu trabalho assim como eu vou entender quando você tiver que sair em turnê e quanto a Kehlani nós somos apenas amigas sem contar que eu nem sei se ela vai voltar para a segunda parte da turnê.

- Você pode ser amiga dela, mas você acha que ela te vê assim depois de você ter dançando em cima dela e feito sei lá mais o que? – Miley disse nervosa.

- O que aconteceu no show foi apenas uma brincadeira e se quer saber a gente deu um beijo e nada mais que isso – Demi falou bem séria.

- Nossa obrigada por isso não sabe o quanto me consola saber que você não transou com ela. – Miley debochou enquanto negava com a cabeça.

- Para de ser infantil Miley e por um acaso você me viu enlouquecer ao ver você com a Megan na balada? – Demi estourou e Miley arregalou os olhos. – Sim eu vi e nem por isso eu te disse algo.

- Demi...

- Eu não disse porque eu confio em você mesmo eu sabendo que você e ela tiveram um relacionamento o que é bem diferente do que rolou entre a Kehlani e eu. – Demi cortou a loira de forma séria.

Sim a morena tinha visto Megan e Miley conversarem no bar da balada e claro que ela surtou de ciúmes, mas engoliu o mesmo dizendo a si mesma que tinha que confiar na loira mesmo que elas ainda não tivessem em um relacionamento.

- Agora me diz o problema é a Kehlani ou a minha turnê? – Demi voltou a quebrar o silêncio.

- Os dois porque eu não suporto ver ela perto de você. – Miley admitiu. – Eu vejo como ela te olha cheia de admiração e eu não quero que saia em turnê porque nós vamos ficar longe e eu tenho medo de te perder.

- Ela me olha com admiração por causa da minha estória Miley e nada mais do que isso sem contar que ela está em outra! – Demi falava a encarando nos olhos para que a loira visse que não estava mentindo. – E você não vai me perder porque eu te amo então não tenha medo é o meu trabalho assim como o seu babe.

Miley suspirou pesado e Demi a puxou pelas mãos fazendo seus corpos se chocarem e em seguida entrarem em um abraço apertado e regado de sentimentos.

- Desculpe eu só tenho medo que você encontre alguém melhor do que eu ou que veja que eu não sirvo para você. – Miley falou com os olhos lacrimejados.

- Deus Miley eu te amo! – Demi falou amorosa. – Acha que se eu buscasse outra pessoa eu teria aceitado o seu pedido de namoro?

- É que você ainda não viu os meus defeitos. – Miley falou resmungando e a morena riu.

- Eu já vi a maioria deles e estou aqui não estou? – Demi a encarou de forma intensa e Miley sentiu o corpo arrepiar com medo do que aquela fala realmente representava.

- Me perdoe está bem? – Miley pediu séria. – Acredite eu vou me controlar com o ciúme e eu sei que é o seu trabalho eu só estou insegura.

- Eu te desculpo. – Demi suspirou e deu um rápido selinho na loira. – Agora vá tomar banho que eu vou preparar um café para você.

- Tudo bem. – Miley sorriu sem jeito e soltou a namorada indo para o banheiro.

- Miley? – Demi a chamou antes que ela entrasse no banheiro.

- Sim?

- Prometa que quando tiver um problema não vai beber e sim falar comigo! – A morena pediu.

- Eu prometo Dems. – Falou séria também mesmo sabendo que seria uma batalha aquilo.

- Ótimo agora vai tomar seu banho.

A loira então entrou no banho e Demi fechou sua fisionomia sabendo que as coisas estavam mais graves do que ela pensava e ela tinha que tomar uma atitude diante disso.


Notas Finais


Uma briga pra animar o começo de namoro rs

Bateu 15 eu volto <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...