1. Spirit Fanfics >
  2. For you >
  3. Emma

História For you - Capítulo 4


Escrita por:


Notas do Autor


Sim, vai ter tudo que se passa ou passou comigo abordado na fanfic. Espero que gostem...

Capítulo 4 - Emma


Fanfic / Fanfiction For you - Capítulo 4 - Emma

Emma

- estava arrumando minhas coisas para ir embora da empresa com a Natalie, já que a mesma iria dormir lá em casa. Todos já tinham ido embora e só restou eu David e Natalie, vi que eles estavam conversando resolvi não me meter e terminar as coisas.

Natalie- a Julie não veio, achei estranho será que aconteceu alguma coisa?

David- não, está tudo bem eu liguei pra ela e perguntei porque não tinha vindo. Já que  ficou insistindo que queria trabalhar, ela teve que ficar até mais tarde na escola.

Natalie- tudo bem, bom mande um beijo pra ela por mim. Eu não vou dormir em casa hoje

David- vai dormir na casa de quem?

Natalie- da senhorita Mondrian eu chamei ela pra sair mais cedo, só que a Fernanda veio aqui e disse umas coisas que ela aparentou não ter gostado. Pois a mesma saiu da sala, até que depois eu perguntei se ela queria sair ainda. e ela deu a ideia da gente beber na casa dela.

David- tudo bem cuidado, eu vou cuidar da nossa caçula amanhã estou pensando em tirar folga. Qualquer coisa eu te ligo nanati tenho que ir te amo.

Natalie- tchau te amo também

Emma- vamos? Vou só pegar meu carro e podemos ir, no caminho pra minha casa tem um mercado vou passar lá espero que não se importe.

Natalie- não, que isso tudo bem

O caminho até minha casa foi tranquilo passei no mercado comprei bebidas, pipoca, chocolate, biscoitos, sorvetes. Seria um belo encontro, saio do mercado entro no carro estaciono na garagem. Espero a Natalie estacionar também para subirnos

Natalie- em qual andar você mora?

Emma- ta chegando já, é no 14

Natalie- ata

Emma- bom chegamos, pego as chaves do apartamento e abro entrando logo em seguida.

Natalie- nossa aqui é tão diferente, seu gosto é diferente mais é linda sua casa.

Emma- obrigada, ganhei de presente dos meus pais eu mesma decorei.

Natalie- tem bom gosto

Natalie- é… tem alguma toalha pra me emprestar? Eu queria tomar banho, e poderia me emprestar uma roupa também?

Emma- claro tenho calcinha também, mais normalmente eu uso cueca. Qual você quer?

Falo entrando no quarto junto com ela e procurando roupas para a mesma.

Natalie- cueca é confortável? É aquelas de homem?

Emma- sim pra mim é confortável, aquelas de homem não, elas são minhas

Natalie- desculpa, pode me emprestar uma por favor?

Emma- claro, faz assim pode ir tomando banho que eu deixo as coisas separadas aqui na cama pra você. Enquanto eu vejo algo pra comer.

Natalie- ta bom

Entro no banheiro tirando minhas roupas, pra tomar um banho relaxante. Tudo é perfeitamente decorado e lindo. Acabo meu banho e vou direto para o quarto Emma não está aqui, ponho uma cueca e uma blusa dela saio em direção a cozinha.

Emma

começo fazendo pipoca, ligo para a pizzaria faço brigadeiro. Sorvetes já estão na geladeira, antes abro uma garrafa de vinho. Deixando tudo pronto pizza chega, pago guardo as coisas e espero a Natalie sair do banho. Pra poder tomar o meu…

Natalie- Oi nossa você fez tudo isso enquanto eu estava no banho?

Emma- tudo não só a pipoca e o brigadeiro, o resto eu comprei mesmo. Bom estava esperando você sair para tomar meu banho, pode ficar a vontade.

Natalie- ta bom enquanto isso vou escolher um filme ok?

Emma- ok

Vou em direção ao quarto entro no banheiro faço minhas higienes coloco uma roupa, saio do quarto indo em direção a sala. Chegando lá a mesma estava escutando música na TV, nem me viu.

Natalie- nossa mais já? Que banho rápido

Emma- não costumo demorar em banhos, então vamos beber?

Natalie- eu quero comer primeiro se não se importar, porque eu estou morrendo de fome.

Emma- as coisas estão em cima do balcão

Pego a garrafa de vinho e começo

a beber, aproveito pego meu celular falo com meus país, dou uma olhada no Instagram. Tiro uma foto da taça de vinho e posto no insta. Parei de mexer no celular, e pego Natalie me olhando. não de um jeito normal mais sim com desejo.

Natalie- sabe… eu reparo em você desde a sua entrevista, mais eu fico calada na minha esses dias tem cido difícil. Porque eu tenho que me controlar ao máximo pra não ficar olhando muito pra você, tenho que controlar meus pensamentos e todos eles envolvem você.

Vou chegando perto dela enquanto eu vejo ela imóvel, sem se mexer nem falar nada.

Emma- que? Olha não sei, você deve estar confundindo as coisas aqui, olha pra você Natalie ta querendo o que com isso. acha que só porque eu tenho 18 anos pode tentar me iludir? Mulheres como você só se aproximam de mim pra uma coisa, pra levantar o ego delas. e por favor se for por isso pode parar por aqui.

Natalie- nossa o que você quer dizer com isso? Tá dizendo que eu vou te usar só pra levantar meu ego? Olha aqui hoje eu fiquei O dia inteiro pensado em ser aberta, com você e te contar que eu estou sentindo algo por você. E tentando a maneira mais natural possível de te falar isso sem te assustar, é novo pra mim, porque eu nunca gostei de ninguém mais novo. E eu não estou nem aí para o que as outras garotas fizeram com você eu não sou elas Emma.

Emma- por acaso você está sóbria? É a bebida né?

Natalie- cala a boca, você não vê que eu estou gostando de você?

Chego perto de Emma que vai andando para atrás. E seu corpo se choca com a parede

Emma

Estamos um centímetro de distância da outra até que por um segundo. Natalie me beija o beijo começa calmo, mais ela logo intensifica deixando selvagem. Minhas mãos vão deslizando entre aqueles cabelos lisos. Ela vai distribuindo beijos pelo o meu pescoço, me arranhando eu puxo mais sua cintura para que ela fique colada a mim. Paramos por conta do fôlego.

Natalie- desculpa eu não devia ter feito isso

Emma- é típico disso acontecer né?, me beijou e agora está se desculpando? Fica calma não precisa pirar.

Natalie- é que eu queria fazer isso a tanto tempo que não vinha nem pensando direito, você gostou?

Emma- claro que sim, fica tranquila vamos resolver esse assunto não agora. Eu estou com uma puta fome e preciso comer

Natalie- nem um pouco passa fome né?

Emma- você comeu eu não.

Vou em direção a cozinha em busca de comida, pego e observo Natalie me olhando.

Emma- porque você fica me olhando tanto?

Natalie- te acho bonita, pra falar a verdade uma deusa. E eu to feliz de estar aqui com você

Vejo a mesma corar enquanto falo.

Emma- também estou feliz que esteja aqui, Obrigada pelo os elogios. Você é maravilhosa

Senti Natalie chegar perto de mim, e sentar no meu colo, a sintonia dos olhos castanhos se encontraram…

Natalie

Lá estava eu sentada no colo da minha secretária após ter beijado ela e querer de novo, meu deus que boca viciante. Estava tão perdida nesses pensamentos. que nem percebi que ela tinha iniciado o beijo com selinhos, que logo fez questão de começar o beijo selvagem. Sua língua entrou em contato com a minha, as mãos dela estavam na minha bunda. E minha mão acariciava seus seios nenhuma das duas queriam parar, mas a maldita falta de ar impediu. Fomos parando o beijo com selinhos até nossas respirações voltar ao normal.

Emma- vou guardar essa coisas e tomar outro banho, tudo bem?

Natalie- tudo, não vai assistir nenhum filme não?

Emma- podemos assistir no quarto, leva a pipoca e o brigadeiro enquanto eu vou tomar banho.

Estava indo ao banheiro quando eu ouço Natalie se aproximando.

Natalie- você vai fingir que isso nunca aconteceu depois?

Emma- claro que não, porque acha que eu vou fazer isso? É bem evidente que precisamos pensar sobre o assunto, afinal você é minha chefe e eu sua secretária. Então temos que ter cuidado e com a certeza de que se não der certo, vamos seguir mantendo o profissionalismo.

Natalie- é que sei lá, você é nova, livre e eu realmente estou gostando de você. E eu gostei de como o nosso beijo se encaixou, adorei a nossa noite então já da pra ver que eu sou um pouco emocionada. Eu não sei se você sente o mesmo por mim, porque nunca vi você me olhar da forma que eu te olho. Eu sei que pode achar isso bizarro ou até mesmo pensar ser mentira, mais eu estou sendo verdadeira com você… e eu esper….

No momento em que eu ia terminar de falar, Emma me dá um beijo daqueles que te tiram de órbita, e as borboletas no estômago vão pra casa do caralho. Fomos parando o beijo até que ela começou a falar.

Emma- eu entendo tudo isso que está se passando na sua mente, mas se estamos aqui não tem como fugir né? Eu nunca olhei para você da forma que você me olha porque eu não presto atenção, e eu nem sabia que você me olhava, se não fosse a Serena me contar hoje no almoço. E eu nunca pensei em me envolver com a minha chefe entende? Vamos deixar rolar, fluir naturalmente.

Natalie- tudo bem, fico feliz que não irá fingir que não aconteceu nada. Vai lá tomar seu banho.

Emma- você que manda

Entro na banheira sentindo a água quente percorrer sobre meu corpo. Acabo minhas higienes coloco uma cueca e uma blusa, vou em direção ao quarto e vejo Natalie deitada na minha cama.

Natalie- estava esperando você pra escolhermos o filme

Emma- ok

Optamos por ver a culpa é das estrelas, porque seria uma briga pra procurar um filme. Estávamos vendo o filme e comendo pipoca. Em um clima agradável até que eu sinto Natalie me olhando de novo, com aquele olhar malicioso. Ela vem engatinhando até onde eu estou. Eu apenas olho todos os movimentos que ela faz, meu Deus essa mulher é insaciável?

Emma- pode parar o que está prestes a fazer, temos que trabalhar amanhã e já são 02:00 da manhã.

Natalie- não temos, David deu folga pra todos disse que iria passar mais tempo com a Julie.

Emma- que? Como assim? Quem é Julie?

Natalie- nossa irmã ue não sabia?

Emma- não, eu achava que era só vocês dois.

Natalie vem subindo em cima de mim, beijando meu pescoço tirando minha blusa e me deixando nua. E começa  a estimular meus seios com uma mão e chupando o outro, eu já estava ofegante

- Natalie - gemi seu nome em excitação era uma sensação estranha, até que sinto ela distribuindo os beijos pela a minha barriga, e descendo os beijos pela minha intimidade.

Emma- Natalie…. Para por favor.

Digo levantando indo até o banheiro e começo a chorar, espero até que as lágrimas parem lavo o rosto. E saio do banheiro, vejo Natalie me olhando assustada, até que a mesma vem até a mim e me abraça.

Natalie- eu fiz algo errado? Se fiz desculpa não foi Minha intenção. Desculpa mesmo me perdoa?

Emma- não foi sua culpa, é que eu nunca fiz sabe? E também, aconteceu umas coisas comigo na infância que é um trauma pra mim.

Natalie- tudo bem, quero deixar claro que eu não vou te forçar a nada. Eu gosto de você e nunca lhe faria mal, quero que me desculpe não foi Minha intenção ok?

Emma- tudo bem, eu sei que não foi sua culpa.

Natalie- você é maravilhosa, deusa, gostosa, meu Deus eu poderia ficar o dia inteiro e a noite te elogiando.

Vejo Emma ficar vermelha igual ao pimentão, ela fica tão bonita vermelha.

Emma- nossa que isso, com tanto elogio assim eu fico sem graça. Você é linda

Natalie chega perto de mim e começa a beijar meu rosto, minha testa, minhas bochechas. E tudo isso me elogiando.

Natalie- vamos dormir?

Emma- claro, eu fico no canto

Natalie- a não eu quero ficar no canto poxa

Fiz bico

Emma- sabe que esse bico não funciona comigo né? Eu sempre durmo no canto, e eu duvido que se eu dormisse na sua casa, você ia deixar eu dormir no canto da sua cama.

Natalie- ih, ta bom moreh põe no currículo, eu durmo do outro lado mesmo.

Emma

Me arrumo pra dormir vou até a Natalie dou beijo de boa noite, e deito e durmo.

Natalie

Observo ela dormir, meu Deus eu só tenho a agradecer. Porque, puta que pariu que mulher maravilhosa do caralho. Paro de admirar a mesma que estava dormindo tranquilamente. E vou dormir com o coração explodindo de felicidade…

Natalie

Acordo olho o relógio está marcando 13:30 da tarde. Observo Emma que estava dormindo com a cabeça em meu ombro, pernas em cima de mim e com as mãos na minha barriga. Como se eu fosse fugir, ela estava completamente colada a mim. Tento me mexer sem acorda-lá, vou ao banheiro escovo os dentes. E vou em direção a cozinha fazer o almoço, almoço pronto fiz strogonoff, arroz, uma salada particularmente eu era Boa na cozinha.

Emma

Acordo não vejo Natalie do meu lado, levanto rapidamente olhando a hora são 14:30 tomo um bom banho, ponho uma roupa confortável e vou pra cozinha em busca de comida. Sinto cheiro de strogonoff e arroz. Vejo Natalie preparando o suco e resolvo ir até ela, beijando seu pescoço.

Natalie- Boa tarde, dormiu bem?

Emma- Sim, dormi perfeitamente bem…

Natalie- que bom então, vem vamos almoçar? Espero que não se importe, eu que fiz

Emma- não, sem problemas senhorita Herrera está tudo bem. Mais antes não ganho nenhum beijo?

Natalie- claro que ganha, nossa não fala assim que meu coração chega a errar as batidas. Já te disse que eu sou emocionada?

Falo dando um beijo na mesma, assim que terminamos o beijo ela vem beijando todo meu rosto, nem preciso dizer que cai na gargalhada né? aí eu sou muito bobinha

Emma- já disse que é emocionada, mas eu não me importo eu até gosto sabia?

Sentamos na mesa e começamos a comer, papos descontraídos uma descobrindo mais sobre a outra.

Emma- mas a maioria das lésbicas são emocionadas, parece que um dia na terra são 5 anos pra elas. Eu tiro por você, olha onde estamos dormimos juntas. Acordamos e estamos aqui almoçando juntas.

Natalie- verdade, eu e a maioria das lésbicas vivemos intensamente. E depois nos fudemos amargamente.

Emma- nossa que profunda.


Notas Finais


E claro que como nada é padrão, não quis botar a Emma como uma mulher padrão. Sim, é a Shannon purser que faz a Sierra


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...