1. Spirit Fanfics >
  2. For You (Chaelisa) >
  3. Capítulo 50

História For You (Chaelisa) - Capítulo 50


Escrita por:


Capítulo 50 - Capítulo 50


Fanfic / Fanfiction For You (Chaelisa) - Capítulo 50 - Capítulo 50

O caminho foi todo em silêncio, resolvi chamar Lisa pra dormir na minha casa e ela aceitou apenas concordando com a cabeça, quando chegamos lá Jennie ainda estava lá junto com Jisso.

Rosé- ainda está aqui, pelo jeito gostou em - sorri 

Jennie- estamos assistindo uma nova série, e o ator principal é um gostoso - nem me olhou 

Jisso- como foi com Jeon? Ele vai mesmo sair com vocês amanhã ? 

Rosé- sim - Lisa foi direto para meu quarto 

Jisso- Carlos já chegou, Bambam disse que ele foi direto pro quarto e se trancou lá - me avisou 

Rosé- vamos evitar falar nele, Lisa está muito estranha e acho que é por causa dele, até que Jeon a animou bastante. 

Jennie- me fala, vocês vão adotar ele é?? - me sentei com elas no sofá 

Rosé- aí não sei, eu e Lisa vamos conversar sobre isso, até pq eu sou tão nova e ela também, sem falar que estamos namorando a pouco tempo e como vamos adotar uma criança juntas e muito coisa a se resolver - falei sendo sincera 

Jisso- então é melhor ir se afastando dele, ele já parece bem apegado na Lisa - disse 

Rosé- vamos conversar ok ? 

Rosé- vai dormir aqui Jennie ? 

Jennie- não sei, acho que sim, posso dormir aqui ? - olhou pra Jisso 

Jisso- pode, dorme comigo - que bestas 

Jennie- Ain, vamos dormir agarradinhas - ficaram se abraçando 

Rosé- depois eu que sou gay ? - me levantei 

Jisso- já vai deitar ? 

Jennie- lógico, o amor dela tá esperando ela - sorriram 

Rosé- tenho uma fera pra conversar - sai pro quarto 

Quando cheguei Lisa olhava o peixinho dentro da vasilha e estava apenas de top e a calça que ela usava antes, joguei minha bolsa no chão e tranquei a porta, ela me olhou e voltou a sua atenção pro peixe.

Lisa- temos que comprar um novo aquário pra ele - disse 

Rosé- amanhã vamos comprar - fui pro banheiro 

Lisa- o que vamos fazer com Jeon? - apareceu na porta do banheiro 

Rosé- não sei, eu gosto muito dele, ele me faz sentir diferente, um diferente bom, só que não podemos esquecer que ele precisa de um lar familiar pra viver - ela me olhava 

Lisa- não somos um lar ? 

Rosé- namoramos a pouco tempo Lisa, e nem moramos na mesma casa, sem falar que eu tenho 22 anos e você 23, tem certeza que está pronta pra ser mãe e dedicar sua vida a uma criança ? - ela brincava com sua correntinha 

Lisa- por ele sim, podemos resolver a parte da casa e creio que podemos dar amor a ele, só não queria deixar ele lá, ninguém quer adotar ele Rosé, todo mundo desiste - ficou triste 

Rosé- pq desistem ? Ele é maravilhoso - fiquei confusa 

Lisa- não sei, Cristina nunca me contou, acho que é algo bem particular- saiu da porta e sentou no vaso 

Rosé- não sei Lisa, pra adotar não precisa ser casada?? Eles mandam pessoas pra ver se somos capazes de criar uma criança sabia ? - a água caia sobre meu corpo 

Lisa- eu sei, você pode ir morar comigo, e não precisava ser casada, importa que ambas vão assumir e registrar ele - entendia 

Rosé- morar juntas ? - pensei 

Lisa- nem vai fazer diferença, a gente vive juntas, eu sei que tivemos umas brigas e descidimos ir com calma, mas vamos tentar pelo Jeon - e agora ? 

Rosé- aí, olha vamos pensar ok ? Amanhã temos o dia todo para pensar e junto com ele - falei e ela concordou 

Lisa- pisos banhar com você ? - me olhava sorrindo 

Rosé- vem, mas sem gracinha ok ? - ela tirou sua roupa e entrou no box 

Lisa- desculpa esta tão séria, é que ultimamente umas coisas vem me estressando e eu sei que você e as meninas não tem nada a ver, porém meche muito comigo - se explicava 

Rosé- tá tudo bem, tenta não pensar nisso agora - lhe dei um selinho e fiquei brincando com sua franja 

Depois do banho em meio a vários carinhos deitamos e podíamos ouvir as risadas de Jisso e Jennie.

Lisa- pq elas estão sorrindo tanto ? - perguntou com a cabeça na minha barriga 

Rosé- não sei, elas estão criando um laço bonito de amizade- fazia carinho no cabelo dela 

Lisa- não gosto disso, Nini é minha amiga- agora pronto 

Lisa- você não fica chateada não? A Ji é sua amiga 

Rosé- somos amigas, todas meu bem e isso faz bem pra ambas, deixa a Jennie em paz e vem aqui - chamei ela 

Lisa- o que foi ? 

Rosé- você está indo nas suas consultas? 

Lisa- sim e você sabe que não gosto de falar sobre isso - se deitou novamente

Rosé- eu sei, só queria saber mesmo e a carta você mandou ? 

Lisa- sim, e ele nunca respondeu - fazia carinho na minha coxa.

Rosé- é de se esperar - estava ficando com sono 

Logo peguei no sono e eu estava tão cansada que nem sonhei, quando acordei no outro dia Lisa já tinha levantando e nem estava no quarto, fiz um coque no meu cabelo e fui pra sala, Lisa estava arrumada e bebia café olhando pra televisão desligada.

Rosé- você tá bem ? - perguntei olhando pra ela 

Lisa- estou sim, um pouco ansiosa pra pegar o Jeon, vai logo se arrumar pra gente não se atrasar. 

Rosé- não vou poder ir buscar ele, tenho que resolver umas coisas do desfile lembra? Você pega ele e trás pra cá, prometo que quando você chegar já vou estar pronta - ela me olhou com biquinho 

Rosé- e conversa a verdade com Cristina, e aproveita pra saber o pq que ninguém adota ele - ela confirmou e levantou 

Lisa- beijinho ? - veio até mim 

Rosé- não, sua boca está só café, sabe que não gosto de café - tentei fugir mais ele me abraçou 

Lisa- vai negar um beijo ? - fez biquinho 

Rosé- sua chata - dei um selinho e sai 

Lisa- eu já vou indo, quero aproveitar bastante o dia com ele - pegou a chave do carro e saiu.

Lembrei que Jennie dormiu aqui e ninguém ainda tinha levantando, fui pra cozinha e botei uma água pra ferver enquanto fui no banheiro fazer minhas higienes pessoais, quando voltei Carlos estava na sala e me deu um susto.

Rosé- pq acordou tão cedo ? - ele estava no sofá

Carlos- seu amigo acordou cedo e me acordou - foi trabalhar 

Rosé- ele foi trabalhar - me olhava 

Carlos- ele não trabalha com você ? Pq você não vai trabalhar ? 

Rosé- pq eu posso trabalhar de casa agora e tenho coisas pra resolver com Lalisa - explique indo até a cozinha vendo a água fervendo.

Carlos- o bom de namorar a chefinha né - que abusado, apenas fiquei calada.

Fiz um chá e fiquei no meu notebook na bancada da cozinha, tinha várias coisas pra resolver e lembrei que Jennie deveria estar atrasada pra trabalhar também, fui até a porta de Jisso e bate e ninguém atendeu, abri a porta e a cena que vi era tão engraçada. Jennie e Jisso dormiam agarradinhas, era a coisa mais fofa e Dalgon estava no pé da cama me olhando. 

Rosé- Jennie, você não vai trabalhar ? - chamei ela 

Jennie- não quero trabalhar - se cobriu toda 

Rosé- acho que isso não é uma escolha - Jisso levantou e estava com o lápis de olho todo borrado 

Jennie- cinco minutos então - eu saí deixando as duas lá.

( NARRAÇÃO LISA) 

Fui o caminho todo saltitando de alegria, botei uma música pra passar o tempo, demorei um pouco pra chegar lá por causa do trânsito, esse horário as pessoas estão saindo de casa pra trabalhar, quando cheguei lá fui direto para a sala de Cristina com os papéis assinados.

Cristina - Bom dia Lisa - me olhou 

Lisa- Bom dia, aqui está os papéis, cadê o Jeon? - estava ansiosa 

Cristina- antes precisamos conversar - concordei 

Cristina- você e a senhorita Roseanne conversaram e resolveram o que ? 

Lisa- é que não somos casadas, mas temos um relacionamento bom e queremos cuidar de Jeon, somos novas e estamos tentando resolver isso pq é como se fosse mães de primeira viajem, não moramos juntas mas isso podemos resolver, só queremos o bem do Jeon, pode me dizer o pq ele nunca foi adotado ? - ela me olhava e entregou sua fixa 

Cristina- vocês não precisam ser casadas, mas Jeon deve ser registrado no nome de ambas e vocês precisam estar na mesma casa, tem que ser um Ale saudável, não podemos deixar ele passar por estresse, ele já passou muita coisa triste. Vocês devem apresentar que tem condições de cuidar dele - entendi e olhava a fixa dele 

Lisa- isso aqui é o que tanto ? 

Cristina- é a fixa dele, aí tem sobre o nível de escolaridade dele, ele está no jardim, tem sobre sua saúde, ele é um menino saudável e tem sobre sua origem - falou e eu olhava tudo, até ver algo que me chamou atenção.

Lisa- a mãe do Jeon já morreu ? 

Cristina- sim, ela morreu assim que ele nasceu e foi o pai dele que matou ela - eu estava em choque 

Lisa- como ele veio parar aqui ? 

Cristina- os pais dele é jovem, os avós maternos já são mortos e os paternos não querem ele, a mãe morreu e o pai está preso, não tem data pra saída e como não tinha ninguém pra ficar com ele tão bebê, a assistente social trouxe ele pra cá - eu estava chocada 

Lisa- ele não vai sair né? Tipo se ele sair ele pode querer ele de volta ? 

Cristina- ele não tem mais direito a guarda, ele pode tentar só que será negada - disse 

Lisa- você sabe o motivo assim que ele matou ela ? - ela me encarou 

Cristina- pelo que a polícia falou, ele é doente, morria de ciúmes dela e em umas das brigas ele acabou se descontrolando e matou ela - como vou contar isso pra Rosé.

Lisa-nossa, isso é tudo muito assustador - ela concordou 

Cristina- justamente, as pessoas desistem por medo de toda essa situação - explicou 

Lisa- entendi - fique sem o que falar 

Cristina- quero que resolvam isso logo, se não querem adotar ele é melhor se afastarem logo, ele já está se apegando, ele é uma criança muito sensível 

Lisa- eu sei, vamos resolver isso logo e vamos conversar ok ? - ela concordou 

Cristina- vou pegar ele e outra - voltou até mim 

Cristina- ele tem medo de gatos, e está tomando uma vitamina nova, antes do almoço ele tem que tomar um comprimido e ele faz maior confusão pra não tomar - disse e eu fiquei nervosa lembrando dos meus filhos apenas concordei anotando no celular.

Ela saiu e não demorou muito pra voltar com um Jeon todo arrumadinho e Cristina segurava uma mochila.

Jeon- Lisa, você chegou - correu e me abraçou 

Lisa- lógico, vamos se divertir bastante - peguei ele no colo 

Cristina- e se comporte viu seu Jeon - me entregou a mochila dele e nos despedimos 

Fui com ele ainda no colo até o carro e botei dia mochila no bando de trás e notei que não temos uma cadeirinha pra ele, primeiro problema.

Jeon- cadê a Rosie? Ela não vai com a gente ? - perguntou enquanto eu botava ele no banco da frente e apertava no sinto nele 

Lisa- ela está em casa se arrumando pra gente sair, e ela está muito ansiosa pra ver você também - ele estava todo sorridente 

Jeon- seu carro é muito bonito - disse 

Lisa- eu também acho 

Seguimos o caminho conversando e Jeon olhava tudo dentro do carro, botei uma musiquinha de criança que apareceu o vídeo na pequena tela do carro, ele se alegrou mais ainda e batia as palmas e seguia o que a música pedia, que bobo.

( NARRAÇÃO ROSÉ ) 

Eu estava terminado de me arrumar e escuto uma movimentação na sala, Lisa deve ter chegado com Jeon, termino de arrumar meu cabelo e quando saio o pequeno Jeon estava correndo pelo apartamento atrás de Dalgon.

Lisa- oi, já cheguei - falou toda sorridente 

Rosé- notei - lhe dei um selinho 

Jisso- ele é muito fofo - sorria olhando ele 

Carlos- ele é muito pequeno não é ? - sorrio e Lisa nem deu atenção a ele 

Lisa- Jeon, olha aqui - chamou e ele me viu, veio correndo 

Jeon- Rosie - peguei ele no colo e me deu um abraço tão gostoso 

Rosé- oi meu amor, eu estava com saudades - senti seu doce perfume 

Jeon- eu também estava com muitas saudades, eu posso brincar mais com ele - mechia os dedinhos chamando Dalgon 

Jisso- gostou dele ? 

Jeon- sim, ele é seu ? 

Jisso- sim - ele ficou olhando Jisso e escondeu o rosto no meu pescoço 

Rosé- ela é minha amiga, e mora aqui comigo - olhou todos na sala e logo Jennie apareceu com a cara verde fazendo Jeon se acabar de rir 

Jeon- olha Lisa a moça tem meleca na cara toda - sorria todo sapeca e Lisa sorrio junto, Deus duas crianças

Jennie- não é meleca é um creme especial seu pestinha - sorrio pra ele 

Lisa- aquela ali é a Jennie, minha amiga Jeon 

Jeon- gostei delas também, e ele é amigo de quem ? - perguntou olhando Carlos 

Lisa- é amigo da Rosie - ele me chamou assim de propósito

Jeon- vocês moram todos aqui? Que nem lá onde eu moro, tem muita gente também - falava 

Rosé- não, aqui só mora eu e a Jisso junto com Dalgon, Lisa mora em outra casa - ele parecia tentar entender e balacou a cabeça 

Depois de apresentados ele ficou no chão brincando com Dalgon enquanto eu conversava com Lisa no quarto.

Rosé- você falou com a Cristina ? 

Lisa- sim, não podemos falar sobre isso depois ? - ela estava distante 

Rosé- não, é melhor falar agora, o que aconteceu?? 

Lisa- a mãe do Jeon já morreu, ela era bem jovem uma menina praticamente e quem matou ela foi o pai dele - ela disse tudo aquilo e eu lembrei da minha mãe 

Rosé- como assim Lisa ? - uma lágrima desceu 

Lisa- tá vendo, não queria falar disso agora, eu sabia que você ia ficar assim - me abraçou 

Lisa- a menina lá já não tinha nem mãe e nem pai, o cara matou ela por ciúmes, eles viviam andando como se fossem nômades, e os pais do cara não querem ele, o pai dele está preso e não tem a gaurda dele, como ele não tinha ninguém foi para o orfanato - ela disse tudo de uma vez 

Rosé- ele é tão novinho e tem uma história tão triste Lisa - falei e ela fez carinho em mim 

Lisa- ele merece muito amor - verdade 

Jeon- as duas vão ficar namorando ou vamos logo brincar ? - apareceu no quarto e eu podia ouvir Jennie sorrindo na sala, certeza que foi ela que mandou ele falar isso 

Rosé- Jennie você já está contaminando o menino ? 

Jeon- peixinho - correu até a bacia do meu peixe 

Jeon- ele não deveria está num aquário ? 

Lisa- vamos comprar um novo pra ele - ele olhava e sorria vendo o peixei de um lado para outro  

Jeon era um menino maravilhoso, e que merece uma família, já sofreu muito e já foi muito rejeitado, não vou deixar que isso aconteça mais, mas vou dá essa notícia pra Lisa só mais tarde.

Lisa- vamos ? O parque espera - me chamou 

Saímos de casa e Jeon não parava de falar sobre dinossauros, e sobre sua amiga do orfanato, era bastante falante e comunicativo, e tão sorridente, ele parece muito com Lisa, mas atitudes.

Lisa- chegamos - Jeon olhou pela janela do carro o grande parque 

Jeon- meu Deus do céu - que fofinho 

Jeon- vamos gente, vamos logo - começou a se mecher no meu colo 

Lisa- calma - ela observava 

Rosé- o que foi ?? 

Lisa- estou vendo se não tem gente tirando fotos, não quero expor ele assim - concordei e logo ela saiu do carro abrindo a minha porta 

Lisa- vamos Jeon, hoje vamos se divertir muito - saíram e logo eu fui atrás.

O dia parece que não passava, Jeon andou em vários brinquedos e comia tudo que via pela frente, espero que ele não fique com dor de barriga, Lisa parecia uma criança, ela tirou várias fotos de Jeon e não parava de sorrir, ver ela assim me faz tão bem, ela vinha até mim e me dava selinhos.

Rosé- Jeon, vem deixa eu te passar protetor - chamei ele 

Jeon- espera mamãe - ele me chamou de mãe ? 

Lisa me olhou e sorriu e eu devolvi o sorriso, aquela simples frase fez um efeito muito grande dentro de mim, Jeon chegou pertinho e eu abaixei para passar protetor nele que estava inquieto, olhava tudo com curiosidade.

Lisa- agora você já é mãe? Pq ele não me chamou - fez biquinho 

Rosé- não sei, você não fica assustada ? 

Lisa- não, depois você pergunta pra ele pq ele te chamou de mãe - ela disse e eu concordei 

Eles andaram em outros brinquedos e eu já estava enjoada de tanto sol e brinquedos, estou com fome e queria muito comer alguma coisa, dei a ideia de parar em um restaurante para comer, quando estávamos saindo quando Lisa ficou parada olhando um carro preto que parecia o mesmo de ontem a noite.

Rosé- que foi ? É paparazzi ? - ela pegou Jeon no colo e cobriu seu rosto 

Lisa- vamos, vamos comer em algum lugar fechado - saiu apressada e eu segui ela 

Rosé- o que foi ?? 

Lisa- deve ser paparazzi - entramos no carro 

Jeon- pq tenho que cobrir o rosto ?? - perguntou chateado 

Lisa- pq mesmo - disse grossa e eu olhei pra ela 

Lisa- desculpa, é problema de adulto neném - ele olhou pra mim e eu concordei 

Rosé- tá tudo bem - segurei a mão dela e ela saiu dali rápido 

Jeon- olha meu homem aranha - me mostrou e eu lembrei que ele tinha me chamado de mãe 

Ele estava em meu colo brincando com o seu bonequinho e Lisa estava seria dirigindo e pelo jeito ela escolheu um restaurante bem fechado mesmo, depois de algum tempo chegamos e entramos. Sentamos em mesas longe de janelas e assim ela reparou olhandou pra gente, aquilo era estranho.

Lisa- Jeon, não esqueci do seu remédio vou pedir uma água pra você tomar - ele fez uma careta 

Jeon- eu não quero - disse chateado 

Lisa- você tem que tomar cara, pra ficar forte- ele me olhava 

Jeon- não quero Lisa, tem gosto ruim - veio até mim 

Lisa- não tem gosto ruim nada 

Ele sentou no meu colo e ficou me abraçando 

Jeon- então prova - olhou pra ela deixando uma lágrima descer 

Rosé- olha aqui pra mim, você tem que tomar, é ruim eu sei mas se você não tomar daqui um tempo não vai existir docinho - disse a primeira coisa que veio na minha cabeça e Lisa me olhava sem entender 

Jeon- isso é mentira 

Lisa- olha, eu vou tomar junto com você tá bom ? Aí depois eu te dou um sorvete - revirei os olhos 

Jeon-promete ? 

Lisa- sim - eles tomaram e Jeon fez um careta engraçada 

Lisa- viu nem é ruim - ela fez uma careta horrível 

Jeon se acabou de rir da careta dela e ficou em meu colo enquanto eu fazia carinho em seu cabelo, Lisa fez os pedidos e eu fiquei conversando com o Jeon enquanto ela estava tensa e ficava olhando para os lados, toda hora ela mechia no celular e aquilo estava me incomodando. 

Rosé- Jeon, lembra que você me chamou de mãe lá no parque ? - perguntei e ele me olhou confirmando 

Rosé- pq ? Você me acha sua mamãe é ? 

Jeon- a minha tia lá da minha outra casa disse, que um dia uma linda moça ia vir me buscar e iria cuidar de mim e me dar muito amor, você e uma linda moça e cuida de mim e me dar amor - ficou com o rostinho vermelho 

Rosé- fico feliz em ganhar esse título - beijei sua bochecha 

Lisa- eu sou feia por acaso ? - olhava com um bico 

Jeon- você é minha amiga - disse e Lisa olhou pra ele sorrindo 

Não sei pq Lisa não me contava da sua situação de não poder ser mãe e da sua vontade em ser mãe também, eu via o jeitinho que ela olhava Jeon e eu estava mais que certa que Jeon vai ser novo filho, ele precisa de amor e ele já descidiu também, eu sou a mamãe dele. Almoçamos  e descobri que Jeon odeia tomate, isso vai mudar com tempo, depois que terminamos chegou a sobremesa, Jeon comeu que se sujou todo, no fim chegou a hora de pra casa e Lisa cobriu a cada do menino de novo, o carro preto estava lá e eu fico me perguntando, que tipo de paparazzi é esse tão essistente. Lisa olhava pro carro com um certo medo e com os olhos arregalados.

Lisa- vamos, quero chegar logo em casa - disse e saímos de lá as peças.

Jeon dormiu no meu colo, o que foi bem difícil subir com ele pelas escadas, Lisa que levou ele e quando chegamos Jennie e Jisso estavam deitadas no sofá como se não tivesse nada pra fazer. Pera Jennie aqui, ainda ???.

Jisso- vocês não iam passar o dia fora ? 

Rosé- tem um paparazzi chato atrás da gente e não queremos expor Jeon assim - olhei pra Lisa 

Lisa- Jennie o que tu faz aqui pleno meio dia ?? Tem casa não ?? 

Jennie- você vive aqui, pq não posso? 

Lisa- minha namorada mora aqui, e você tem o que aqui ? 

Jennie- minha amiga - olhou pra Jisso e continuaram assistindo

Rosé- me dá ele aqui, vou deitar ele na minha cama - ela me deu Jeon e fui pro meu quarto

Chegando lá deitei ele e comecei a tirar sua roupa, deixei ele só de cueca e cobri com um lençol fino, sentei na cama e fiquei fazendo um carinho em seu cabelo, Lisa entrou e ficou me olhando.

Lisa- vamos adotar ele ? - me olhava 

Rosé- vamos, eu não quero ver meu neném sofrendo mais - disse olhando Jeon 

Rosé- vai me contar sobre o carro preto ? - ela me olhou 

Lisa- agora não, não tenho o que contar - eu apenas concordei.

Isso tudo era muito estranho.










Notas Finais


Espero que gostem, hoje teremos dois capítulos, Beijos 💓.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...