1. Spirit Fanfics >
  2. Fora da lei - Sprousehart >
  3. Positivo

História Fora da lei - Sprousehart - Capítulo 13


Escrita por:


Notas do Autor


Espero que gostem ♥️

Capítulo 13 - Positivo


Fanfic / Fanfiction Fora da lei - Sprousehart - Capítulo 13 - Positivo

- Oi, Lili. Como vai?

- Oi Alma, estou bem. Vem, vamos entrar.

Dei espaço para minha sogra passar pela porta de entrada. Ela adorava visitar as crianças.

- O Cole não está, precisou viajar de última hora.

- Eu sei, mas ele disse que eu poderia vir ver eles quando eu pudesse.

- Claro, a senhora é muito bem vinda a nossa casa.

Minha sogra me detestou por meses, porque o Cole foi morar comigo sem casar. E isso acabava comigo, porque ele era muito apegado a família e depois disso ele se afastou muito da família. Foi então que aconteceu uma coisa que uniu todos novamente.

Flashback On

- Lili, qual estratégia eu posso usar para entrar em um prédio blindado?

- Pede pra Camila a localidade de tudo, depois peça ao Bernardo para monitorar as pessoas e aí no momento oportuno vocês entram.

- Parece fácil você falando, o difícil é conseguir entrar.

- Qual é Mad, por anos vocês entraram comigo.

- Mas era diferente, você sempre tinha um plano. Agora somos eu e a Camis, o Bernardo é um zero a esquerda.

Eu odiava deixar as duas na mão, mas eu não poderia mais estar nas missões, eu sempre ajudava como dava.

- Faz o seguinte, o Cole vai viajar amanhã, me trás um ponto e me dê uma mapa do local que eu oriento.

- Você é demais! - Mad se animou.

O que eu não fazia por aquelas meninas?

Mais tarde me senti mal, um enjoou terrível e tonturas. Cole notou e pediu para eu ir ao médico. Tentei contornar a situação e percebi que tinha sim algo de errado, mas não era o que ele pensava.

No dia seguinte ele viajou e eu fui para a farmácia, então comprei tudo que eu precisaria. Eu estava atrasada fazia 15 dias e tinha uma idéia do que seria meu mal estar.

Chegando em casa fui para o banheiro e fiz o teste. Esperei uns minutos para ver o resultado.

- Lili? - Camila diz entrando em casa. - Você está aí?

- Estou aqui no quarto!

Não demorou muito ela apareceu.

- Você tá bem?

- Eu...não sei, acho que sim.

- O que você tem?

Mostrei pra ela o que eu tinha em mãos, Camila ficou sem reação.

- Fala alguma coisa.

- Eu acho que não é uma coisa ruim. Você só precisa contar pro Cole e ser feliz!

- Minha sogra e sogro me odeiam por ter trazido ele para morar aqui, grávida agora eles nunca vão me perdoar.

- Não tem como prever isso. Conte a ele e depois as coisas se ajeitam. Fora que é neto deles, vão ter que aceitar.

- É, acho que você tem razão. Bom, me trouxe tudo?

- Trouxe! Obrigada Li, não sei como agradecer.

- Não tem o que agradecer. Agora vamos lá. Camis quero que você faça a missão, deixe a Mads de no controle e o Bernardo de ajudante.

- Ok, vou fazer isso.

- Vou estar no ponto te ajudando em tudo.

- Fico mais tranquila.

Abracei ela e Camila segui até a missão.

- Estão todos me ouvindo?

- Sim! - Todos responderam.

- Ok, Mads monitore todos os espaço, não podemos errar com a Camis. Não tenho como salvar ela agora.

- Tá bom, estou ligada ao mapa do lugar inteiro. - Diz Mad

- Estou controlando todas as câmeras, tá tudo tranquilo. - Diz Bernardo.

- Beleza, Camis é com você, pode ir tá tranquilo.

- Tá, já entrei, pra onde vou?

- Para a esquerda depois pega o elevador e sobre até o 5° andar. - Diz Mad.

- Tá, 5°andar. - Alguns minutos depois. - Cheguei.

- Sala 513 - Diz Bernardo. - Está aí dentro.

- Camila, não é tão simples, sempre tem uma surpresa. Mads, olha o circuito, vê se tem algum código ou alarme.

- Resolvido, Lili. Pode entrar Camis, tá tudo limpo.

- Camila, você tem 10 minutos, os guardas vão fazer a ronda em 15. - Diz Bernardo.

- Ótimo, vou entrar.

Camila não demorou para encontrar o que precisava e logo saiu. Mas teve problemas na saída do prédio.

- Mads, agora!

Está muito nervosa, se Camila fosse pega eu não conseguiria ajudar.

- Peguei, Lili, a Camila vai ser liberada já já.

- Nossa estou até suando.

- Calma, Lili. Eu estou e você não pode passar nervoso. - Diz Camila pelo ponto.

- O que houve? - Diz Mad.

- Eu...eu...

- Li, se não quiser falar tudo bem. - Diz Camila.

- Eu tô grávida.

- Mais isso é incrível! - Diz Mad.

- É, é sim. Agora preciso contar pro Cole.

- Ele vai gostar da notícia, amiga. - Diz Camila.

- Eu espero que sim.

Assim que as meninas estavam a salvo eu segui o dia. A noite veio e eu não conseguia dormir de jeito nenhum. Então fiz a única coisa que me faria fica melhor.

- Atrapalho?

- Nem um pouco, minha princesa. Tá tudo bem?

- Está, e por aí?

- Indo, é uma missão difícil. Espero que acabe logo.

- Eu também.

- Li, tá tudo bem mesmo?

- Tá, tá sim.

- Então porque está chorando?

Foi aí que eu passei a mão no rosto e notei as lágrimas.

- Eu, eu...estou com saudades.

- Oh minha pequena, eu daria tudo para estar contigo aí. Eu realmente espero que termine logo.

- Faça o que tiver que ser feito. Estarei aqui quando chegar.

- Eu sei meu amor. Eu tenho que ir, te ligo amanhã.

- Tá bom, te amo.

- Também te amo, Lili Reinhart.


Notas Finais


O começo do capítulo se passa atualmente ♥️

E a partir daí vocês vão conhecer o passado dela por flashbacks 🥰

Gente esse capítulo vai ser dividido em 2 🤗

Obrigada por lerem minha fic 😛😘


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...