1. Spirit Fanfics >
  2. Fora da lei - Sprousehart >
  3. Noite de amor

História Fora da lei - Sprousehart - Capítulo 15


Escrita por:


Notas do Autor


Espero que gostem ♥️

Capítulo 15 - Noite de amor


Fanfic / Fanfiction Fora da lei - Sprousehart - Capítulo 15 - Noite de amor

Tinha acabado de colocar as crianças na cama. Beijei os dois e observei por alguns minutos.

Isso me fez lembra de tudo de ruim que passamos antes do nosso final feliz.

Flashback On

- Camila, tem certeza que quer fazer uma festa?

- Lili, é um chá de bebê. Claro que eu quero fazer!

- Deixa a gente fazer, por favor? - Mad.

- Tá bom, podem fazer. Mas nada estravagante, ok?

- Ok - As duas respondem e saem para provavelmente arrumar as coisas do chá.

Estava no 6 mês, ainda não sabia o sexo do bebê. A Família do Cole mal falava com a gente, e isso me matava. Ele era muito ligado a família e eu sabia que estava acabando com ele essa distância.

- Uma rosa por esses pensamentos. - Diz Cole me abraçando por trás e me entregando uma rosa.

- As meninas vão fazer um chá para o bebê. Será que sua família viria?

- Não sei princesa, minha mãe ainda está bem chateada comigo, e meu pai nem se fala.

- Odeio essa situação.

- Eu sei, mas não concordo com a postura deles. Raiva de mim tudo bem, mas você não tem nada haver com isso. Muito menos o bebê.

- Mas eu te chamei para morar aqui.

- E eu aceitei, nada mais. Eles tem que viver com as minhas decisões, minha vida. - Eu amava esse apelido.

As semanas se passaram e o Chá de bebê chegou. Eu estava apreensiva e torcendo para que os pais dele engolisse o orgulho e viesse. E para minha surpresa todos vieram. Mas mal falavam com a gente.

- Eu acho que esse chá não foi uma boa idéia.

- Não deixe essa briga de família te afetar. Hoje o dia é de vocês dois. - Diz Camila passando a mão na minha barriga.

- Eu não tô muito bem. Tô meio sufocada.

- Vou pegar uma cadeira, aí você se senta até ficar melhor.

- Obrigada, Camila.

Vejo Cole tendo uma discussão com os pais, e eu não consigo para de pensar que é culpa minha. Mad pareceu notar que eu não estava bem.

- Você parece pálida. Tá bem?

- Eu acho que não...

- A meu Deus, Lili. Você está sangrando.

- Parem de brigar, a Lili está passando mal! - Ouço Camila gritando, nem sei quando ela chegou perto de mim. - Cole, ela tá perdendo o bebê.

O pânico me tomou. Cole correu até mim, mas eu já estava apagando. De repente tudo escureceu e eu dormi profundamente.

Acordei no hospital, Camila, Mad, Alma, Mole, Charles e Cole estavam lá.

- O que houve?

As caras não estavam muito boas, e eu já tinha uma boa idéia do que havia acontecido.

- Posso falar com ela sozinho? - Diz Cole.

Todos assente e saem do meu quarto.

- Eu já sei. O bebê não aguentou, não é?

- Infelizmente não. Descobriram uma alteração no cordão umbilical. E quando tiraram ele já não tinha mais jeito.

- Talvez fosse melhor assim. Ele não merecia nascer no meio do fogo cruzado. Talvez não fosse pra ser.

- Não fala assim. - Cole estava a beira das lágrimas.

Eu respirei fundo para não desabar na frente dele, eu precisava ser forte pra ele.

- Meu amor, vem cá. - Eu bato no colchão.

Ele me abraçou e não fui forte o suficiente, e acabamos chorando juntos. Não demorou para que todos voltarem ao meu quarto.

- Lili, eu acho que devemos um pedido de desculpas - Começa Charles.

- Pai, acho que não é o melhor momento. Na verdade acho que vocês deveriam ir pra casa.

- Mas filho. Nós precisamos...

- Não mãe! Vocês ignoraram a gente por meses, fizeram uma cena no chá e...

- Meu amor. - Chamo sua atenção. - Deixe que eles falem, meu bem. Eu quero ouvir.

Ele respira fundo e cede ao meu pedido.

- Lili, me perdoa. De coração, essa nossa birra não nos leva a lugar algum. Creio que tudo que precisa agora é paz.

Eu assenti, Alma estava sendo sincera.

- Tá tudo bem, gente. De verdade. Só não deixe mais nada afastar vocês. Nem mesmo eu.

Ela assente e me abraça. Depois de alguns dias tenho alta do hospital, e pra minha surpresa total minha sogra foi quem cuidou de mim o tempo que eu precisei.

Flashback off.

- No que está pensando. - Diz Cole beijando meu ombro.

- Estava pensando no nosso primeiro bebê.

- Ah, foi difícil de superar. Mas depois da chuva sempre vem o sol. E olha nossos dois raios de sol.

Sorri pra ele, Cole era extraordinário. Não sei o que seria de mim sem ele.

- Eu te amo, Cole.

- Eu também, minha vida.

Eu fechei a porta do quarto das crianças, e beijei ele. Seguimos para o nosso quarto.

- Que tal fazermos um irmãozinho para as crianças? - Cole sorrir e tira minha blusa.

- Acho uma ótima idéia. - Respondo ainda o beijando e desabotoando sua camisa.

- É sério? - Ele pausa o beijo.

- Porque parou? - Digo choramingando.

- É sério que quer ter outro filho comigo?

- Claro. Eu te disse que queria ter muitos filhos com você. - Digo olhando no fundo dos seus olhos, para que sabia que é verdade.

Ele me dá o sorriso mais lindo do mundo e me joga no cama. Tira minha calça e se jogo encima de mim me beijando.

- Mas hoje sou eu quem mando. - Digo me virando por cima dele.

Começo a beijar seu peitoral até a barra da sua calça, tiro o cinto e abro a calça.

- Já disse que amo quando você fica no controle?

- Já! - Digo sorrindo e mordendo o lóbulo da orelha.

Quando nada mais nos atrapalha. Nossos corpos segue o curso natural se encaixando perfeitamente, nos tornando um só.

E como sempre é incrível fazer amor com ele. Cole foi feito para mim, na medida e na proporção certa.

- Será que teremos um baby a caminho? - Digo me deitando em seu peito suado.

- Não me importo de continuar tentando. - Ele sorri e me abraça.

- Bobo

- Te amo minha vida.

- Também te amo, meu anjo.


Notas Finais


Aaaah Sprousehart 🥰

Galera as vezes eu tenho receio de escrever capítulos hot, por isso queria saber se vocês gostam? 🙈

Se gostarem eu escrevo mais. Devem ter notado que as vezes me esquivo desse tipo de cena 😛


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...