História Fora do celular (Camren) - Capítulo 35


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fifth Harmony, Halsey, Shawn Mendes
Personagens Ally Brooke, Camila Cabello, Dinah Jane Hansen, Lauren Jauregui, Normani Hamilton
Tags Ally, Camila, Camren, Dinah, Drama, Lauren, Normani, Romance, Yuri
Visualizações 1.287
Palavras 1.730
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Bishounen, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Ecchi, Festa, Hentai, Romance e Novela, Yuri (Lésbica)
Avisos: Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Notas finais sempre

Capítulo 35 - Em Toronto (Capítulo Final)


Fanfic / Fanfiction Fora do celular (Camren) - Capítulo 35 - Em Toronto (Capítulo Final)

Camila Pov's ON

Sábado - 18;30

-Não consigo acreditar que você já vai embora.

Meus dedos estavam entrelaçados nos de Lauren enquanto nós andávamos pelo aeroporto, ela parecia muito sorridente enquanto que eu lamentava a sua volta para Toronto.

-Pois é, mas eu também tenho uma vida em Toronto. - ela me deu um beijo no rosto e eu sorri em seguida.

-Poxa, eu queria ir com você conhecer a cidade mais tolerante do mundo. Conhecer o Nick também, tenho certeza que seria muito legal. - eu e ela paramos na frente da sala de embarque que estava quase se abrindo.

-Podemos planejar de você ir para a minha casa nas próximas férias, o que acha? - ela colocou as duas mãos em meu rosto e colou nossas festas, eu sorri.

-Acho maravilhoso.

Os lábios de Lauren encostaram nos meus e assim iniciamos um beijo calmo, suas mãos seguravam firmemente em minha cintura enquanto as minhas mãos seguravam em seu rosto, o gosto de morango sempre me dava arrepios.

-Ei casal! - Dinah nos chamou a atenção de longe e Lauren abraçou minha cintura. - As malas!

Nela pegou as malas restantes de Lauren e as colocou no chão perto de nós depois de uma corridinha desajeitada pelo aeroporto, Dinah puxava Normani e Ally pelas mãos apressada até nós.

-Lauren o que tem nessas suas malas? - ele ofegou várias vezes - Tem um corpo aí dentro?

-Não, mas os presentes que ganhei da Camila tem um monte. - ela me deu outro beijo enquanto Nela sorria.

-Aiai como eu odeio despedidas. - Ally colocou as mãos no rosto e abraçou Lauren desesperada.

-Ally...! Tu tá me sufocando! - Lauren batia nas costas de Ally de maneira frenética e eu cai na gargalhada.

-Desculpe, exagerei. - ela riu e Lauren afirmou com a cabeça enquanto recuperava o fôlego.

-Lauren, você tem previsão pra voltar? - Normani perguntou.

-Eu não sei, Norma. Vai depender muito da faculdade, não sei se vou ficar de férias cedo, mas garanto pra vocês que nas próximas férias são vocês que vão para Toronto me visitar. - ela abraçou o meu ombro com um dos braços.

-Vamos mesmo, ouvi falar que Toronto tem uns shoppings ótimos. - Dinah segurou nas mãos de Nela sorrindo.

-Olha a outra pensando em shopping, prepara teu dinheiro, Nela. - Ally avisou.

- Relaxa, pra ela eu tenho dinheiro e também pra esse jogador aqui.

Nela pegou na barriga pequena de Dinah e os dois trocaram um selinho, por um momento eu e as meninas ficamos caladas e confusas. Dinah contou a ele sobre a gravidez? E ele reagiu assim de boa? Era bom demais pra ser verdade.

-Você contou a ele sobre a gravidez? - perguntei.

-Sim. No começo, eu estava com medo que ele me deixasse já que nós não temos nem um mês de namoro, tava com medo que ele me abandonasse, mas pra minha sorte Nela aceitou bem. Se caso a gente não der certo, ele tá ciente de que tem que me pagar uma pensão pra cuidar dessa criança.

-Nossa, já está pensando se nós vamos dar certo ou não? - ele olhou pra Dinah fingindo estar magoado.

-Eu só estou mostrando os fatos, eu sei que nós temos tudo pra dar certo.

Nela e Dinah sorriram e trocaram um beijo rápido, Lauren abraçou a minha cintura e eu o seu pescoço. Ally e Normani estavam vendo tudo aquilo de camarote e eu só fiquei rindo dentro do abraço da cara delas.

-Gente, assim, nós não viemos pro aeroporto pra ficar de vela, sabe? - Normani revirou os olhos e Ally riu.

"Portão de embarque 6 aberto, todos os passageiros do vôo 231 devem se apresentar imediatamente para o embarque." Quando ouvimos a chamada para o portão de embarque, meu coração apertou porque me toquei que ficaria quase 6 meses sem ver a Lauren de novo. Eu não queria que ela fosse embora, queria que ela ficasse comigo, mas ela tem uma vida em Toronto e não poderia ficar aqui por minha causa. Bom, o lado bom é que agora que estamos namorando, ela e eu vamos manter um relacionamento a distância. Todas as férias vamos passar juntas até ela ou eu se mudar para Nova York ou Toronto, ainda não conversamos direito sobre isso, mas é muito provável que eu vá para Toronto. A vida em Nova York é muito puxada e eu preciso de paz.

-Ah não... - falei baixinho assim que nós saímos do abraço.

-Não fique assim, vamos nos ver em breve. - ela me deu um último beijo e olhou para as meninas. - Vocês vão me visitar em Toronto em novembro certo?

-Vamos sim, vamos levar a Camila para ver você. Aproveita e leva a gente para passear muito lá em Toronto! - Ally disse animada e Dinah concordou junto com Normani.

-Claro que irei. Dinah confesso que estou anciosa para ver o tamanho da barriguinha quando você chegar em Toronto, tenho certeza que vai estar grande. - ela pegou na barriga da Dinah e essa sorriu, Normani abraçou o ombro de Dinah com um braço e beijou o rosto dela.

-Esse moleque vai correr muito comigo pelas ruas brincando de bola, se for menina vou ensinar ela a ser forte e independente. - ela e Dinah se olharam em seguida.

- Norma, vamos ter que conversar depois. Eu sou o pai sabe? - Nela disse.

-Sim? Tia também não pode ensinar?

Os dois se olharam e a moça da mesa de embarque denunciou a última chamada do portão de embarque, Lauren pegou sua mochila e sua mala e correu para o portão de embarque atrás de umas 3 pessoas que também estavam atrasadas. As meninas se despediram dela com abraços apertados e carinhosos, quando chegou na minha vez eu não contive as lágrimas. No abraço eu chorava, ela me beijou calmamente e eu aproveitei o que pude daquele seu último toque porque outro eu só teria daqui a 6 meses.

-Eu te amo, Loloh. - colei a sua testa na minha.

-Eu também te amo, Camz. Irei sentir a sua falta,amor.

-Também vou sentir sua falta, vou manter contato sempre. - coloquei uma mecha de seu cabelo atrás da orelha. Ela sorriu e trocamos um selinho.

Nossos dedos foram se despedindo enquanto ela andava pelo portão de embarque, ela acenou de dentro do corredor e se perdeu pela multidão que entrava no avião. Meu coração apertou e eu comecei a chorar como se tivesse perdendo uma parte de mim temporariamente, Ally e Normani me abraçaram e demos as costas para o portão de embarque enquanto começamos a andar pelo aeroporto com a intenção de voltar para casa.

Muita coisa aconteceu entre eu e Lauren e sinto que não aproveitei a sua presença como deveria desde o início. Me apeguei a ela em tão pouco tempo e muita coisa mudou com a sua chegada, agradeço a ela por essas mudanças, ela mudou minha vida para melhor com a descoberta da minha bissexualidade. Agora com ela do meu lado, sinto que posso vencer o mundo, ninguém é tão apaixonante como ela e quero passar o tempo que for ao seu lado. Ah, como eu amo ela.

6 meses depois....

Toronto, Canadá.

Segunda-feira 17;45

Lauren Pov's ON

-Amor?

Senti as mãos de Camila em meu rosto e eu abri os olhos sonolenta, ela sorriu e eu abracei a sua cintura puxando ela para mais perto. Como era bom ver ela de novo depois de 6 meses, nesse tempo tentamos manter o contato sempre que podíamos. As vezes fazíamos chamadas de vídeo para matar a saudade, ela chorava em vídeo e eu sorria de emoção do outro lado da tela do celular. Engraçado que quase tudo mudou fora do celular, eu e ela estávamos namorando, Nela e Dinah estavam juntos desde então, Ally e Normani sempre estavam ali para nós para o que der e vier, mas a nossa relação parece que melhorou muito depois que assumimos o namoro. Eu finalmente tinha a Camila só pra mim sem a interferência do Shawn, tenho pesadelos com esse cara desde então.

-Amor, vamos tomar banho juntas? - ela falou em meu ouvido e eu me arrepiei.

-Por que tem que ser agora...? Eu passei a madrugada esperando por vocês no aeroporto, estou cansada, amor. - olhei pra ela com os olhos semi-abertos.

-Então vamos dormir, mas vamos sair a noite?

-Claro, é nosso aniversário de namoro. 6 meses certo? - nós sorrimos e trocamos um beijo demorado, eu estremecia com seu toque a medida que ele se intensificava.

-Uhuum... - ela deu uma leve pausa no beijo.

Camila intensificou o beijo e eu correspondi com a mesma intensidade, era tão bom ter ela sem nenhum obstáculo nos impedindo de ficar juntas. Eu simplesmente sentia que podia ficar com ela para o resto da minha vida, custamos tanto a ficar juntas e agora temos todo o tempo do mundo.

-Eu te amo. - eu disse depois que ela se deitou em cima de mim.

-Eu também te amo... - ela ofegou. - Eu vou ser sincera, sinto que posso passar a minha vida do seu lado...

-Eu também sinto e torço para isso acontecer.. Será que você aceita a se casar comigo mais pra frente?

Ela me encarou surpresa e eu sorri quando vi um sorriso de ponta a orelha surgir em seu rosto, ela me abraçou forte e feliz fazendo a gente rolar na cama, agora eu estava por cima e ela segurou em meu rosto me roubando outro beijo.

-Claro... não precisa nem pedir..

Eu sorri e iniciamos outro beijo calmo, a gente tinha que aproveitar esse tempo que nós estávamos juntas, ela só ia passar 3 semanas comigo e chegou ontem. Vou apresentar a ela o meu mundo, quero mostrar a ela tudo o que sei e tudo o que vi. Suas mãos deslizavam pelo meu rosto com suavidade enquanto minhas mãos permaneciam a acariciar as suas coxas, com suas mãos ela me puxava para mais perto intensificando o beijo.

Ela me puxando para mais perto me vinha o desejo de nunca sair de perto dela, de nunca sair daquela cama, eu só queria ficar assim pelo resto do dia e tenho certeza que irei ficar assim que me casar com ela no futuro. Ter uma vida com ela fora do celular, é o que planejo.

FIM. 


Notas Finais


AVANCE PARA O PRÓXIMO "CAP" PQ VAI TER AVISO IMPORTANTE SOBRE HISTÓRIA NOVA! AGORA SÃO VOCÊS QUE MANDAM! GO GO GO!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...