História Foragidos - IMAGINE (BTS) - Capítulo 5


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bts, Foragidos, Maknaes
Visualizações 9
Palavras 425
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Ficção, Fluffy, Hentai, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Gravidez Masculina (MPreg), Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Desculpa a demora e desculpa os erros!

Boa leitura! ;)

Capítulo 5 - Os crimes


Fanfic / Fanfiction Foragidos - IMAGINE (BTS) - Capítulo 5 - Os crimes

         *TAEHYUNG*


Bom tudo começou quando eu comecei a me relacionar com uma mulher de mais ou menos 32 anos, na época eu sofria muito de psicopatia. 

Ela era casada, em um encontro a mulher me levou em um bar no centro de Londres, me deixou bêbado e arrancou informações secretas da empresa da minha família. (O que não poderia acontecer)

Como eu disse eu sofri muito de psicopatia, e com isso criei uma intensa vontade de matar a mulher, também por causa das informações.

Foi o que fiz.

Bolei um plano, marquei de me encontrar com ela em um motel afastado da cidade, depois de transarmos a matei com uma arma junto ao silenciador. 

Meu riso era de nervoso e feliz, o chão cheio de sangue me deixava louco. Isso me dava prazer.

Não revelei a Jimin e muito menos Jungkook sobre o ocorrido, mas devido a Kookie fugimos de Londres retornando para Seul.


        

           *JUNGKOOK*


Durante a viagem comecei a receber ameaças de um número desconhecido, ele dizia que ia me pegar, matar e vender meus órgãos. 

Isso me assustou bastante de inicio, mas com o tempo comecei a pensar que era mentira, apenas uma brincadeira de mau gosto.

Mas me enganei.

Eu estava saindo de uma balada às 02:56 a.m. Vi um homem me seguindo, eu sempre andava armado por conta das mensagens.

Cheguei em um beco onde fui atacado pelo homem mascarado. Sem pensar no desespero atirei.

Fiquei paralisado ao vê-lo cair no chão morto.

Entrei em choque não sabia o que fazer.

Liguei para a ambulância e fugi o mais rápido possível. Quando encontrei os meninos confessei tudo, e decidi que iria voltar para Seul.

Nunca mais fui o mesmo depois daquilo, minha desconfiança aumentou em 100%.


             *JIMIN*


Eu já tinha feito uma parceria com uma gangue quando mais novo.

Porém eles me procuraram outra vez, disseram que uma encomenda foi para o endereço errado, no caso foi para minha casa.

Eram armas de fogo.

O pessoal de Londres me ligou pedindo para que eu entregasse pessoalmente a entrega. Eu fiz.

Quando no local marcado, não esperávamos que uma mulher passasse por lá. Achamos que ela estava bêbada, eu espero que ela estivesse, por motivo dela estar desorientada.

Fiquei surpreso mas em fim entreguei, Indo para o hotel senti estar sendo seguido mas tudo passou quando encontrei Jungkook correndo pela rua desesperado. Ele me contou tudo e voltamos para Seul rapidamente.

Eu errei em ter ido aquele dia para Londres, eu errei em ter me metido com os caras.

Até hoje às vezes tenho que levar as "caixas misteriosas" para Rick o braço direito do Chefão. Tenho medo que me peguem um dia...




Notas Finais


Capítulo pequeno, só para não deixar vocês sem cap. E para entenderem um pouco sobre o que aconteceu com os maknaes. Espero que tenham gostado bjs! S2


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...