História Forbidden - Capítulo 12


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jungkook, Personagens Originais
Tags Bangtan Boys (bts), Heterossexual, Incesto, Romance
Visualizações 13
Palavras 671
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Famí­lia, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Adultério, Heterossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 12 - 12


[ kim dongyul


Conheço nastia desde os tempos de faculdade, éramos melhores amigos antes de nos apaixonarmos e decidirmos nos casar tudo mudou quando ela se confessou apaixonada por mim, nastia era tudo o que um homem poderia querer, era o tipo ideal para apresentar a família e casar, inteligente e bonita, carinhosa e educada, meus pais a adoraram desde a primeira vez em que a levei para conhece-los, e não demorou muito para eu ser cobrado por algo mais sério, então resolvi oficializar nosso relacionamento, lhe comprando um anel de noivado e pedindo sua mão em casamento no dia do seu aniversário, nos casamos e nos mudamos para o apartamento que eu tinha na cidade, nastia cuidou de tudo desde a decoração até a mobília, qualquer canto da casa tinha um toque de nastia, eu também estava apaixonado por ela mas nem mesmo esse amor me impediu de me apaixonar por outras pessoas.

Todos da minha família sabem o pau torto que sou, e dizem que pau que nasce torto nunca se endireita este era um fato comprovado por mim, embora minha família acredite que eu realmente tenha mudado, casar com nastia foi a solução para todos os meus problemas, éramos felizes e nos dávamos muito bem, o sexo também era incrível mas só nastia não foi o suficiente para mim, então assim minha primeira reunião importante de trabalho surgiu, conheci uma bela moça alguns anos mais jovem do que nastia na casa dos vinte mas concerteza mais nova, o que mais me chamou a atenção foi seu belo sorriso, Seu nome era Natasha, e todas as vezes em que saíamos juntos eu escondia minha aliança no bolso do terno.

A levei para beber comigo algumas vezes apenas para analisar o campo e então poder colocar meus planos em prática, Natasha era realmente agradável, transamos logo após o quinto encontro e o sexo era tão bom que repetimos novamente diversas vezes até eu me ver comprando um apartamento para ela em outra cidade, e as Desculpas que eu utilizava para as duas era a velha e boa desculpa da viagem de trabalho, nenhuma das duas desconfiou de nada e isso segue até hoje, nastia sempre quis ter filhos mas ela era estéril, nunca poderíamos ter um filho nosso e se ela descobrisse que Natasha havia engravidado de mim concerteza me mataria, na verdade ela me mataria de qualquer forma.

Resolvi então que deveria dar algo a nastia para se ocupar, visitei alguns orfanatos sem ela mas na maioria todas as crianças já eram grandes demais e eu queria adotar um bebê, fiquei na espera para que alguma criança com menos de três anos aparecesse mas não aconteceu, visitei o último orfanato e foi lá que conheci jungkook e também foi lá que descobri sua fama, jungkook era conhecido por ser um destruidor de familias, diziam que ele era adotado e meses depois devolvido por dormir com as mães adotivas, achei toda aquela idéia absurda por um tempo, mas logo após tive uma idéia, eu amava nastia mas ela nunca poderia me dar um filho, e eu já tinha um filho com outra mulher, uma família completa, tudo o que eu precisava fazer era me livrar de nastia, eu levaria jungkook de qualquer jeito para casa, nastia me trairia, eu reuniria provas e poderia me divorciar dela sem problemas.

Comecei a colocar o plano em prática, sugerindo a nastia que adotassemos uma criança, eu a levei exatamente onde queria, eu sabia que ao ver jungkook nastia sentiria pena dele pela idade e por ainda não ter sido adotado, essa era nastia a pessoa de bom coração que eu planejava destruir, no fim tudo correu como esperado, nastia pensa que não sei de nada mas desde que voltei de uma das minhas viagens a negócios que ela está estranha, isso é um sinal de que o plano está correndo como o esperado, se ela ainda não me traiu concerteza irá trair, mais cedo ou mais tarde nastia vai entrar no meu jogo.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...